Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

R10 desencanta e Negueba garante a vitória


Ronaldinho marcou seu primeiro gol pelo Flamengo na vitória por 3 a 2 sobre o Boavista; Rubro-Negro garante a liderança

A tarde tinha tudo para ser de Ronaldinho Gaúcho. Mas foi o jovem Guilherme Negueba quem garantiu, nos minutos finais, a vitória por 3 a 2 do Flamengo sobre o Boavista, neste domingo, no estádio Cláudio Moacyr. Além da liderança do grupo garantida a partida marcou também o primeiro gol assinalado por R10 pelo Rubro-Negro. O craque converteu o pênalti sofrido por Deivid ainda na primeira etapa. O camisa 9, aliás, também marcou o segundo gol do Fla, no início da etapa final.

Frontini, duas vezes, fez os gols da equipe de Saquarema, que chegou a empatar o jogo após apagão da defesa rubro-negra. Mas acabou castigada no fim.

Com a ponta da chave assegurada, o Flamengo encerra sua participação na primeira fase no próximo domingo, contra o Resende, em local ainda não definido. No mesmo dia, o Boavista encara o Nova Iguaçu, fora de casa.

R10 MARCA O PRIMEIRO

A bola começou a rolar no Moacyrzão e o Flamengo já partiu com tudo para cima do Boavista. Destaque para a movimentação dos meias Thiago Neves, Renato e, ele, o nome da primeira etapa: Ronaldinho Gaúcho.

O camisa 10 iniciou sua segunda apresentação pelo rubro-negro um pouco mais incisivo do que na estreia. Conseguiu alguns dribles, sofreu faltas perigosas e desencantou. Aos 22 minutos, Thiago Neves fez lançamento primoroso para Deivid. O atacante dominou, fintou o goleiro Thiago e caiu em seguida. Pênalti para o Flamengo. Alguma dúvida de quem iria para a cobrança?

E R10, depois de passar em branco no meio da semana, pode comemorar seu primeiro gol com o manto sagrado. E como comemorou. Primeiro, uma vibração que mais parecia um desabafo. Em seguida, sua dancinha característica, que conquistou o mundo em outros tempos. e promete levar ao delírio a torcida rubro-negra.

A vantagem aliviou o ritmo da equipe de Vanderlei Luxemburgo. A defesa recuou, e Renato se postou como um terceiro volante. Os atacantes André Luís e Frontini, do Boavista, chegaram a assustar. Mas Felipe e a falta de pontaria mantiveram o Rubro-Negro na frente até a saída para o intervalo.

COADJUVANTES GARANTEM VITÓRIA APÓS APAGÃO

Com um meio campo recheado de craques, um dos queridinhos da torcida, o lateral-direito Léo Moura, parecia até discreto. Mas o camisa 2 mostrou que segue como uma das principais opções de ataque do time. Aos quatro minutos, num dos seus primeiros avanços até a linha de fundo, Léo cruzou para a segunda trave e Deivid, de cabeça, ampliou para o Rubro-Negro.

Mas a tranquilidade durou pouco. Um minuto depois, o Boavista diminuiu. O ex-botafoguense Joílson cruzou da direita, a bola passou por toda a defesa rubro-negra, mas não por Frontini, que, de carrinho, deixou Felipe vendido no lance. Em seguida, o camisa 11 quase igualou o placar para a equipe de Saquarema.

A partir daí, o Flamengo retomou sua característica de administrar o resultado. Jean entrou no lugar de Egídio e a defesa passou a contar com três zagueiros. A medida foi tomada para dar segurança, mas acabou sendo letal para a equipe de Luxa.

Aos 33 minutos, Welinton se enrolou na saída de bola, Frontini intercepta o passe e chuta. A bola desviou em Jean e enganou Felipe. Tudo igual em Macaé.

E o gol deu um blecaute na equipe rubro-negra. Minutos depois, foi a vez de David errar na entrada da área e Frontini quase virou para o Alviverde.

Mas, quando o placar parecia condenado à igualdade, foi a vez dos coadjuvantes brilharem. O volante Willians passou como um trator pela esquerda, cruzou rasteiro e o jovem Guilherme Negueba garantiu a vitória e a liderança do Grupo A para o Flamengo.

BOA VISTA 2 X 3 FLAMENGO

Local Cláudio Moacyr, Macaé (RJ)

Data/hora: 6/02/2011, 17h (Brasília)

Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga

Auxiliares: Francisco Pereira de Sousa e João Luiz Coelho

Cartões Amarelos: Thiago, Frontini, Joílson, André Luís (BOA); Maldonado, Renato, Ronaldinho, Welinton (FLA)

Gol: Ronaldinho, aos 23’/1ºT, Deivid, aos 4’/ 2ºT, Negueba, aos 38’/ 2ºT (FLA); Frontini, aos 5′ e aos 33’/2ºT (BOA)

BOAVISTA: Thiago, Joílson, Gustavo, Santiago e Paulo Rodrigues; Roberto Lopes (Max, aos 41’/2ºT), Thiaguinho (Leandro Chaves, intervalo), Júlio César e Tony; André Luis e Frontini. TÉC: Alfredo Sampaio.

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Welinton, David, Egídio (Jean, aos 20’/2ºT); Maldonado (Fernando, intervalo), Willians, Renato, Thiago Neves, Ronaldinho; Devid (Guilherme Nagueba, aos 32’/2ºT). TÉC: Vanderlei Luxemburgo.

fevereiro 6, 2011 - Posted by | Flamengo |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s