Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Com um a menos, Santos empata com a Ponte e perde a ponta

Dupla Elano e Maikon Leite decidem mais uma vez e Peixe fica no 2 a 2 contra Macaca

Mais uma vez a dupla Elano e Maikon Leite fez a diferença e salvou o Santos da primeira derrota em 2011. Os artilheiros do Campeonato Paulista, com seis gols cada, marcaram novamente e garantiram o empate da equipe em 2 a 2 com a Ponte Preta, nesta quarta-feira. A má notícia é que o Peixe perdeu a ponta do Paulistão.

Com uma equipe cheia de desfalques, o Santos não repetiu as boas atuações dos último jogos e saiu em desvantagem aos 20 minutos de jogo, mas conseguiu igualdade ainda no primeiro tempo, em um belo gol de falta de Elano.

Na etapa final, o time da Vila voltou a ficar em desvantagem e ainda teve o goleiro Rafael expulso. Entretanto, mesmo com um homem a menos, o Peixe foi valente e buscou o empate aos 40 minutos da etapa final.

Na próxima rodada o Santos enfrenta o Santo André, sábado, às 19:30, no Pacaembu. Já a Ponte recebe o Linense, domingo, às 19:30, no Moisés Lucarelli.

O JOGO

Já pensando na estreia santista na Libertadores, dia 15, contra o Deportivo Táchira, na Venezuela, o técnico Adilson Batista decidiu mexer no time e poupou o lateral-esquerdo Léo, o zagueiro Edu Dracena e o volante Adriano. Assim, o Peixe que já contava com alguns desfalques, como Neymar, Paulo Henrique Ganso, Jonathan e Arouca, foi a campo ainda mais modificado.

A equipe parece ter sentido as ausências e quando a bola rolou o que se viu foi um Santos muito diferente das últimas partidas. Com Elano bem marcado e Róbson errando muitos passes, o time enfrentava dificuldades na criação. Além disso, Keirrison pouco apareceu no primeiro tempo e seu companheiro, Maikon Leite, artilheiro do campeonato, não estave tão inspirado quanto nos outros jogos do Paulistão.

Aproveitando-se da fragilidade santista e do apoio de sua torcida, a Macaca partiu para cima desde o início. O time da casa marcava sobre pressão e quase não deixava o adversário passar do meio-de-campo.

Logo aos três minutos, quase o primeiro da Ponte. Mancuso cruzou na área e o zagueiro Ferron subiu mais alto que a zaga do Santos, mas cabeceou para fora.

A equipe da Vila Belmiro assustava apenas nos contra-ataques, como aos 15 minutos, em jogada rápida de Maikon Leite, que recebeu lançamento e bateu de primeira, fazendo a bola passar rente à trave de Bruno Fuso.

Apesar do susto, a Ponte Preta era melhor e aos 22 minutos abriu o placar. Após cobrança de escanteio, Gil aproveitou o rebote e tocou para Mancuso, que cruzou na cabeça de Rômulo. O atacante, livre, mergulhou e tocou de cabeça, marcando o primeiro gol da Macaca em casa em 2011.

Com a desvantagem no marcador o Santos se viu obrigado a sair mais, mas a equipe continuava com dificuldades na armação. Porém, aos 40 minutos brilhou mais uma vez a estrela do meia Elano. O camisa 8 do Peixe cobrou falta da entrada da área com perfeição e anotou o seu sexto gol na temporada, empatando a partida.

Na etapa final a Ponte continuou comandando as principais ações de ataque e aos nove minutos um lance de desatenção da zaga santista decidiu a partida. A defesa do Peixe apenas observou Rômulo sair cara a cara com o goleiro Rafael, que ao ser driblado cometeu o pênalti e foi expulso. Na cobrança, Renatinho deslocou o goleiro Vládimir e recolocou a Macaca em vantagem.

Com um jogador a menos, o Santos partiu em busca do empate, mas esbarrava nas falhas individuais e na defesa bem postada do time campineiro.

Após o segundo gol, a Ponte diminuiu o ritmo e passou a valorizar a posse de bola. Com espaço para jogar, a equipe ainda assustava nos contra-ataques.

Porém, aos 40 minutos, a dupla Elano e Maikon Leite decidiu mais uma vez. O meia arrancou, deixou dois defensores para trás, invadiu a área e tocou de calcanhar para o camisa 11. O atacante fintou Leandro, invadiu a área e tocou na saída de Bruno, dando números finais à partida.

PONTE PRETA 2 X 2 SANTOS

Estádio: Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data/hora: 2/2/2011 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: David Botelho Barbosa e Tatiane Sacilotti dos Santos
Cartões Amarelos: Válber, Renatinho (PON) ; Rodrigo Possebon, Elano (SAN)
Cartão Vermelho: Rafael, 9’/2ºT (SAN)
Renda e público: R$ 167.942, 00 / 9.109 pagantes
Gols: Rômulo, 22’/2ºT (1-0); Elano, 40’/2ºT (1-1); Renatinho, 12’/2ºT; Maikon Leite, 39’/2ºT

PONTE PRETA: Bruno Fuso; Eduardo Arroz, Ferron, Leandro Silva, Uendel (Renan, 25’/2ºT); Gil, Gerson, Mancuso (Charles, 45’/2ºT), Renatinho (Ricardinho, 19’/2ºT) e Válber; Rômulo. Técnico: Gilson Kleina

SANTOS: Rafael; Bruno Aguiar, Bruno Rodrigo (Felipe Anderson, 37’/2ºT), Durval e Pará; Anderson Carvalho(Vladimir, 11’/2ºT), Rodrigo Possebon, Elano e Róbson; Maikon Leite e Keirrison (Tiago Alves, 15’/2ºT). Técnico: Adilson Batista

fevereiro 2, 2011 - Posted by | Santos | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s