Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Atlético-MG vence na estreia do Mineiro


Desde 2006 sem vencer uma estreia no Estadual, Galo vence o Funorte de virada e larga bem no Campeonato Mineiro

Na primeira rodada do Campeonato Mineiro, uma partida inédita: Funorte e Atlético-MG se enfrentavam pela primeira vez na história. Após 13 anos, um time de Montes Claros retornava à elite do futebol mineiro. Porém, para a tristeza da torcida local, o Galo venceu por 2 a 1.

O Atlético-MG entrou em campo com um 4-4-2, a mesma formação que o treinador havia testado o time diante do River Plate-URU, na última quarta-feira, na Arena do Jacaré.

O princípio da partida foi preto e branco, com o Galo trocando passes no meio-campo e buscando o ataque a todo instante. Porém, o time da capital não conseguiu furar o forte bloqueio dos montes-clarenses.

Primeiro tempo:

Logos aos sete minutos de partida, a primeira boa jogada do Atlético. Em belo lançamento do meia Ricardinho, Renan Oliveira recebeu dentro da grande área e finalizou nas mãos do goleiro Barrios.

Nos primeiros minutos de partida, Renan Oliveira era o principal jogador da partida. O camisa 8 buscava a bola, ditava o ritmo da partida e fazia a ligação entre meio-campo e ataque. Tanto que aos 13 minutos, o meia-atacante arrancou com a bola dominada do campo de defesa, passou a bola para Diego Tardelli, que fintou um adversário e rolou para Jobson na cara do gol. O atacante finalizou fraquinho, apenas rolando nas mãos do goleiro adversário.

Até a metade do primeiro tempo, nenhuma das duas equipes conseguiu chegar com tanto perigo ao gol adversário. Contudo, o Galo ainda dominava o jogo. O time trocava passes no meio-campo e tentava penetrar a defesa do Formigão.

Apesar de chamar a responsabilidade e tentar cadenciar a partida para o time de Montes Claros, Peter, meio-campo do Funorte, não conseguia criar boas jogadas para o Formigão, que, até ficou até os 28 minutos, sem incomodar o goleiro Renan Ribeiro. Porém, quando incomodou, acabou abrindo o placar. Após receber um belo passe de Peter, o lateral-esquerdo Stanley acertou um belo chute e abriu o marcador, na primeira finalização em direção ao gol do time de Montes Claros.

Após o gol do Funorte, o Galo tentou chegar ao ataque. Porém, o time não encontrava uma forma de escapar. Pela lateral-direita, Rafael Cruz era pouco acionado. Já pelo lado esquerdo, Leandro era bastante marcado pelos defensores do Funorte. Além disso, os jogadores de meio-campo não trocavam passes com a mesma eficiência do início da primeira etapa.

Aos 35, o atacante Ualisson Mineiro deu um belo drible em Richarlyson e finalizou fraquinho nas mãos de Renan Ribeiro.

Em jogada pelo lado direito do ataque tricolor, Ualisson sofreu falta do zagueiro Werley. O atacante acabou levando a pior na dividida com o defensor atleticano e a partida foi paralisada por dois minutos.

Aos 43 minutos, Serginho tentou levantar uma bola na área, mas o goleiro Barrios acabou dando um tapinha nela e a bola saiu para escanteio. Logo depois, Réver finalizou de dentro da área, após receber cruzamento de Ricardinho. O jogador tentou tirar do goleiro adversário. Porém, acabou cabeceando para fora.

Aos 47, Ricardinho cobrou escanteio, a zaga do Funorte cortou e Diego Tardelli recuperou na sobra, finalizando para fora.

O árbitro deu três minutos de acréscimos e finalizou o primeiro tempo aos 48 minutos.

Segundo tempo:

Dorival Júnior fez duas modificações durante o intervalo. Jobson cedeu lugar a Magno Alves e Rafael Cruz foi substituído por Wesley. O treinador alterou a formação da equipe e passou a utilizar três atacantes.

A segunda etapa começou com o Atlético-MG buscando o empate. O Alvinegro atacava e incomodava a defesa do Funorte com seu trio de ataque e seus dois armadores: Ricardinho e Renan Oliveira.

Aos oito minutos, em boa jogada do trio de ataque atleticano, Tardelli lançou para Wesley, que finalizou rasteiro, mas o goleiro Barrios espalmou e a bola sobrou para Magno Alves, bem colocado, apenas empurrar a bola para o gol adversário.

Após o gol, o Atlético continuo pressionando o adversário. A movimentação dos três atacantes confundiam a defesa do Funorte e o time da capital mineira incomodava a todo instante. Entretanto, com apenas um jogador de marcação no meio-campo e Serginho deslocado para a lateral-direita, o sistema defensivo do Galo ficou vunerável e o time montes-clarense tinha espaço para contra-ataques.

Réver recebeu cartão amarelo aos 16 minutos após uma falta no atacante Dandão. Um minuto depois, foi a vez do zagueiro Anderson Silva receber o cartão devido a uma falta em Diego Tardelli.

Depos de receber um passe do atacante Wesley, aos 18 minutos, Diego Tardelli finalizou de fora da área. Raphael Barrios, o goleiro adversário, fez boa defesa e evitou o que poderia ser o segundo gol do Galo.

O trio de ataque atleticano continuava funcionando muito bem. Aos 21 minutos, o atacante Wesley recebeu boa bola de Diego Tardelli. O centroavante girou e bateu forte, buscando o canto esquerdo do goleiro. Contudo, a bola acabou saindo para tiro de meta.

Peter foi substituído por Gabriel, aos 25 minutos do segundo tempo.

O lateral Stanley demonstrou ser um bom finalizador. Mais uma vez com a canhota, o jogador finalizou da intermediárea. No entanto, a bola passou pelo lado esquerdo do goleiro Renan Ribeiro.

Aos 28 minutos de partida, Renan Oliveira saiu para a entrada de Mancini, que fez sua reestreia pelo Atlético após nove anos longe do clube.

Após um vacilo do sistema defensivo do Atlético-MG, o meio-campista Anderson Toto recebeu um ótimo passe na grande área. O jogador tentou finalizar de primeira e a bola acabou subindo demais.

Aos 33 minutos do segundo tempo, Wesley recebeu uma boa bola de Serginho e acabou sendo calçado dentro da área pelo zagueiro Vinícius. O árbitro marcou pênalti para o Atlético. O zagueiro Anderson Mendes, que já havia recebido um cartão amarelo, foi advertido novamente por reclamação e acabou expulso. O atacante Diego Tardelli converteu a cobrança, fazendo o segundo gol atleticano no Campeonato Mineiro

O Atlético fez uma excelente jogada aos 40 minutos de partida. O ataque envolveu a defesa do Funorte, passando a bola de pé em pé até a finalização do meia-atacante Mancini, defendida pelo goleiro Barrios.

O trio de ataque do Atlético, formado por Diego Tardelli, Wesley e Magno Alves, deu outro ritmo ao jogo e levou a equipe Alvinegra a uma excelente vitória na estreia do Estadual, que o time não conseguia desde a temporada 2006.

FICHA TÉCNICA:
FUNORTE 1 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: José Maria Melo, em Montes Claros
Data/hora: 30/01/2011, 19h30
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago (MG) e Heberth Costa (MG)
Renda/Público: R$ 157.850,00 – 4.900 pagantes.

Cartões amarelos: Réver (CAM); Anderson Silveira, Dandão, Vinícius (FUN)
Cartões vermelhos: Anderson Silveira (FUN).

Gols: Stanley (29’/1T); Magno Alves (8’/2T) e Diego Tardelli (36’/2T)

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro, Rafael Cruz (Wesley), Werley, Réver e Leandro; Serginho, Richarlyson, Ricardinho e Renan Oliveira (Mancini); Jobson (Magno Alves) e Diego Tardelli. Técnico: Dorival Júnior

FUNORTE: Raphael Barrios, Anderson Silva, Anderson Mendes, Vinícius e Stanley (Fabricinho); Marcelino, Pedrinho, Peter (Gabriel) e Anderson Toto; Dandão e Ualisson Mineiro. Técnico: Wágner Oliveira.

janeiro 31, 2011 - Posted by | Atlético-MG |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s