Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Gol de Patrik no fim salva o Verdão contra o Oeste

Aos 41 do segundo tempo, meia formado na base marca o gol da vitória e livra o Palmeiras de um tropeço em Itápolis

Sem o mesmo brilho apresentado no meio da semana e com alguns erros recorrentes em 2010, o Palmeiras venceu o Oeste, neste domingo, por 1 a 0, e chegou aos sete pontos no Campeonato Paulista.

Apesar do calor que fazia em Itápolis, o jogo foi frio e com poucas chances de gols para os dois lados. Quando tudo parecia perdido para o Verdão, um meia criado na base do clube acabou sendo a solução. Já no fim do jogo, Patrik recebeu bom cruzamento de Luan pela esquerda e marcou o gol da vitória.

Notícias do Verdão no celular! Fique por dentro primeiro

Se o futebol apresentado pelo Palmeiras deixou a torcida receosa em relação ao restante da temporada, ao menos a posição na tabela deu motivos de sobra para comemorações. Com o resultado, o Verdão é o novo terceiro colocado do Paulistão. Já o Oeste, que sofreu a segunda derrota consecutiva, caiu para a 11ª colocação.

Primeiro tempo equilibrado

Com Cicinho na lateral-direita e três atacantes na frente (Luan, Kleber e Dinei), o Palmeiras entrou em campo com a mesma escalação que goleou o Ituano, na última quinta-feira. A postura do time, no entanto, foi completamente diferente. Mais contido e equilibrado, o Verdão teve poucas chances de abrir o placar na primeira etapa.

Sabendo da fragilidade de Rivaldo na marcação pelo lado esquerdo, o Oeste usava da velocidade por aquele setor para tentar surpreender. Organizado, o Palmeiras anulava bem todas as chances criadas pelo times da casa. Da maneira que estava o jogo, truncado e com poucas oportunidades, a esperança de gols estava depositada em Marcos Assunção, sempre perigoso nas cobranças de falta.

Ainda calibrando a pontaria em 2011, no entanto, o volante palmeirense só levou perigo em uma falta, aos 41 minutos, que assustou o goleiro Fábio. No restante, a versão 2011 do Verdão lembrou a 2010 em diversos aspectos. A falta de um meia de criação, problema recorrente do elenco alviverde, voltou a aparecer. Como Mazinho e Fábio Santos caiam bastante pelo lado esquerdo do ataque, Cicinho ficava preso na marcação, e o Palmeiras perdia velocidade no ataque.

Brigador como sempre, Kleber também foi muito bem marcado na primeira etapa. E apesar da maior organização do Vedão em campo, as duas equipes desceram ao vestiário com a igualdade no placar.

Patrik salvador!

Para corrigir as dificuldades do Palmeiras na transição das jogadas, Felipão trocou Dinei por Patrik no intervalo, abandonando o esquema com três atacantes. O time melhorou, mas foi só em outra falta cobrada por Assunção que o Verdão quase abriu o placar. Aos 5 minutos, o volante cruzou e o goleiro Fábio saiu mal. Livre, Danilo cabeceou na trave.

Outra boa oportunidade como essa só foi aparecer aos 15 minutos, e de novo pelos pés de Assunção. Após um cruzamento perfeito, Luan chutou cruzado e a bola passou tirando tinta do gol. Cansado, Cicinho saiu para a entrada de Vitor, e partir daí o Oeste cresceu na partida. Aos 25, um minuto após Roger arriscar de fora da área, Fábio Santos se jogou na área e pediu pênalti. O árbitro mandou seguir.

E quando o jogo parecia caminhar para um empate sem gols, Patrik apareceu para salvar o Verdão. Após cruzamento de Luan pela esquerda, o meia formado na base do clube chegou livre, meio desajeitado, e empurrou para o fundo do gol, para desespero do goleiro Fábio.

Sem tempo para mais nada, o Verdão confirmou a segunda vitória consecutiva no Paulistão. E mesmo sem um futebol convincente, assumiu a terceira colocação do Paulistão e deu motivos de sobra para a torcida comemorar.

Pelo Paulistão, o Palmeiras volta a campo às 21h50 desta quinta-feira, contra o Paulista de Jundiaí, no Pacaembu. Um dia antes, na quarta-feira, o Oeste vai a São Bernardo do Campo enfrentar o São Bernardo, às 17h.

FICHA TÉCNICA:
OESTE 0 X 1 PALMEIRAS

Estádio: Amaros, em Itápolis (SP)
Data/hora: 23/1/2011 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Welton Orlando Wohnrath
Auxiliares: Fabio Luiz Freire e William Rogério dos Santos Turola
Renda/público: R$ 238.290,00 / 4.302 torcedores
Cartões amarelos: Alex William, Fábio Santos, Rafael Caldeira, Paulo Miranda, Dionísio (OES); Dinei, Rivaldo (PAL)
GOLS: Patrik, 41’/2ºT (0-1)

OESTE: Fábio; Dedê, Rafael Caldeira, Paulo Miranda e Fernandinho; Márcio Carioca, Dionísio, Alex William (Fábio Neves, 16’/2°T) e Roger (Serginho, 28’/2°T); Fábio Santos e Mazinho (Reinaldo, 43’/2°T). Técnico: Ademir Fonseca.

PALMEIRAS: Deola, Cicinho (Vitor, 19’/2°T), Maurício Ramos, Danilo e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Tinga (Leandro Amaro, 45’/2°T), Luan, Kleber e Dinei (Patrik, Intervalo). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

janeiro 23, 2011 - Posted by | Palmeiras |

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s