Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Sem dificuldades, Flamengo faz 3 a 1 no América

Renato Abreu, David e Deivid fizeram os gols do Rubro-Negro, que chegou à segunda vitória na Taça Guanabara

No toque de bola, sem muita correria e sabendo administrar todo o tempo a vantagem e o forte calor. O Flamengo bateu o América por 3 a 1, neste sábado, no Estádio Edson Passos, e, dessa forma, chegou à sua segunda vitória na Taça Guanabara. O apoiador Renato, o zagueiro David e o atacante Deivid fizeram os tentos do Fla, que assume a liderança provisória do Grupo A, com seis pontos. Já o América, que fez o gol de honra com Leandrinho, segue sem vencer no Carioca, após o empate no primeiro jogo.

Na próxima rodada, o Flamengo vai a Macaé, onde encara o Americano, quarta-feira, no estádio Claudio Moacyr. No mesmo dia, o América recebe o Resende, no Edson Passos.

FLA ABRE VANTAGEM SEM DIFICULDADES

O forte calor sobre o Rio de Janeiro na tarde deste sábado ditou o ritmo da partida. O time do técnico Vanderlei Luxemburgo entrou em campo com a clara estratégia de não agitar demais. Procurando manter a posse de bola, o Rubro-Negro explorou a superioridade técnica dos seus jogadores contra o melhor preparo físico do rival. Em pouco tempo, o esquema se mostrou bem sucedido.

Aos 10 minutos, Renato arriscou de longe. A bola desviou na defesa, o atacante Deivid aproveitou a sobra e foi derrubado na entrada da área. Em cobrança ensaiada, o camisa 11 apenas “colocou” no canto no goleiro Mota, sem força, mas com a eficiência o suficiente para deixar os visitantes na frente no Estádio Edson Passos.

Com o primeiro objetivo alcançado, os jogadores rubro-negros se fecharam esperando o contra-ataque. O apoiador Marquinhos, pela ponta direita, tornou-se a principal arma ofensiva. E não decepcionou. Aos 32 minutos, fez bela jogada pelo setor e só foi parado com falta. Em outra cobrança de Renato, o zagueiro David sobiu mais do que a defesa do Diabo e assinalou o segundo tento rubro-negro na partida.

O gol desmontou o adversário, que, minutos depois, escancarou sua defesa e, por muito pouco, Marquinhos e Vander não transformam o placar em goleada.

Enquanto isso, atrás, o goleiro Felipe segurava as poucas chances criadas pelo Diabo. Uma delas, um milagre em cabeçada a queima roupa de Leandrinho.

VITÓRIA GARANTIDA E FLA SE POUPA NO SEGUNDO TEMPO

No intervalo, o técnico do Diabo promoveu duas alterações inusitadas: trocou laterais direito e esquerdo. Tudo pelo passeio que os pontas rubro-negros (Vander e Marquinhos) haviam dado na etapa inicial. Mas pouco adiantou.

Em seu primeiro lance de linha fundo após a volta do vestiário, Vander passou como quis por Felipe Assis, cruzou rasteiro e o atacante Deivid, que fazia sua estreia na temporada, deixou o placar ainda mais folgado para o Rubro-Negro, aos sete minutos.

O jogo, então, adquiriu ritmo de treino. O Flamengo rodava a bola pacientemente no meio de campo, enquanto o América, inferior tecnicamente, aceitou o domínio sem agredir.

Aos 21 minutos, o Diabo acabou encontrando um gol, através de sua única jogada de ataque: os levantamentos para a área. Leandrinho, aproveitando boa escorada de Hugo e desviou do goleiro Felipe. Gol que não mudou os rumos da partida. Mesmo mostrando disposição, a equipe do técnico Gilson Gênio não conseguia assustar e o resultado seguiu até o apito final.

AMÉRICA 1 x 3 FLAMENGO

Local: Estádio Giulite Coutinho (Edson Passos), Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Gutembergue de Paula (RJ)

Auxiliares: Ednei Guerreiro Mascarenhas e Marco Aurélio Pessanha

Cartões Amarelos: Welinton e David (Fla)

Gols: Renato, aos 12’/ 1ºT, David, aos 32’/ 1ºT e Deivid, aos 7’/ 2ºT (FLA); Leandrinho, aos 21’/2ºT (AME)

AMÉRICA-RJ: Mota; Edson (Josimar Junior, intervalo) , Victor, Ronan e Bruno Santos (Felipe, intervalo); Yves, Rodolpho, Fukamati, Luiz Araújo e Leandrinho (Welington, aos 25’/2ºT); Felipe Adão e Hugo. Técnico Gilson Gênio

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, David, Welinton e Egídio; Fernando, Willians, Renato, Vander (R. Angelim, aos 32’/2ºT) e Marquinhos (Wanderley, aos 20’/2ºT); Deivid (João Vitor, aos 39’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

janeiro 22, 2011 - Posted by | Flamengo | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s