Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Corinthians faz dever de casa e vence o Vasco

Apesar do triunfo por 2 a 0, Timão segue atrás do Fluminense, que bateu o Palmeiras e se manteve na liderança

Com clima de “entrega ou não entrega” e torcedores de olho no resultado de Fluminense e Palmeiras, na Arena Barueri, o Corinthians venceu o sem pretensõesVasco da Gama por 3 a 0, no Pacaembu, e se manteve na cola do líder Fluminense na busca pelo título. Mas ficou difícil…

O jogo

Apesar de todos os comentários sobre beneficiar ou não o rival Fluminense, a equipe vascaína começou a partida demonstrando vontade. Mas não demorou muito para o Corinthians tomar conta do meio-campo e, consequentemente, do jogo.

Com o apoio maciço da torcida e sob os olhares de Andrés Sanchez e Ronaldo, o volante Jucilei e o meia Bruno César organizavam as principais jogadas. Aos 5 minutos, a notícia que os corintianos tanto aguardavam chegou. O sistema de som anunciou o gol do palmeirense Dinei em cima do Fluminense, na Arena Barueri. Festa da Fiel!

Aos 6 minutos, em cobrança de falta de Bruno César, Jucilei e Dentinho tiveram a oportunidade de oferecer novo presente aos torcedores. Mas não conseguiram. Minutos depois, foi a vez de Roberto Carlos, com forte chute, fazer Fernando Prass arregaçar as mangas e trabalhar. Do lado carioca, Carlos Alberto até tentava, mas esbarrava na forte marcação de Chicão e Ralf.

Nem mesmo o anúncio do empate do Fluminense diminuiu o ímpeto corintiano. Aos 27 minutos, o goleiro vascaíno salvou novamente a equipe em chute de Jucilei. Apenas aos 28 minutos, enfim, o Vasco levou perigo ao goleiro Julio Cesar. De fora da área, Eder Luís arriscou forte chute, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Água mole em pedra dura tanto bate até que fura. Aos 39 minutos, Bruno César abriu o placar. O camisa 10 arriscou chute de longe, a bola desviou no zagueiro Dedé e enganou Fernando Prass: 1 a 0.

Na volta do intervalo, PC Gusmão optou pela experiência de Fumagalii e sacou o jovem Allan. Apesar da mudança no Vasco, foi o Corinthians que começou a segunda etapa assustando. Aos 3 minutos, Danilo invadiu a área e chutou forte. Atento, Fernando Prass desviou a bola para escanteio.

Aos 7 minutos, Zé Roberto, enfim, apareceu na partida. O meia recebeu a bola na área, dominou, virou e chutou com força. Mas a bola passou longe do gol. A alteração vascaína começou a surtir efeito apenas aos 10 min, quando Carlos Alberto e Fumagalli começaram a dar trabalho aos defensores do Corinthians.

Mas a reação carioca parou aos 12 minutos. Após bela troca de passes entre Roberto Carlos e Bruno César, o meia Danilo foi lançado na pequena área e, de cabeça, fez o segundo gol do Timão. Porém, a comemoração corintiana acabou enfraquecida com o a virada do Fluminense diante do Palmeiras.

Assim como no primeiro tempo, Eder Luís demorou a aparecer. Aos 20 minutos, o atacante invadiu a área e chutou cruzado. Julio Cesar não precisou de muito esforço para defender a bola.

Quando o Vasco tentava se encontrar na partida, Zé Roberto, após três faltas consecutivas, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso pelo árbitro Marcio Chagas da Silva. Momentos depois, alteração no Corinthians. Cansado, Dentinho foi substituído por Iarley.

Com o resultado de 2 a 0, o Corinthians fez apenas o famoso “feijão com arroz”. Apático, o Vasco não demonstrava poder de reação. A partida voltou a ter ânimo com a entrada de Defederico. Mas ficou nisso. Aos 47 minutos, apito final e vitória corintiana.

Apesar do triunfo, a vitória do Fluminense por 2 a 0 diante do Palmeiras estragou a festa corintiana no Pacaembu. Assim como em 2009, o Brasileirão será decidido na última rodada. O Corinthians enfrenta o Goiás, no Serra Dourada. Em São Januário, o Vasco recebe o Ceará.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 2 X 0 VASCO DA AGAMA

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 28/11/2010 – 17h (de Brasília)
Árbitro: Marcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (RS-Fifa) e Marcelo Barison (RS)
Renda/público: R$ 1.190.821,50 / 33.487 pagantes
Cartões amarelos: Renato Augusto, Zé Roberto (VAS)
Cartões vermelhos: Zé Roberto (27’/2ºT)
GOLS: Bruno César (39’/1ºT) e Danilo (12’/2ºT)

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Danilo e Bruno César (Defederico, 40’/2ºT); Jorge Henrique e Dentinho (Iarley, 30’/2ºT). Téc.: Tite

VASCO DA GAMA: Fernando Prass; Fagner (Irrazával, 15’/2ºT), Dedé, Douglas e Ramon (Diogo, 29’/2ºT); Rômulo, Renato Augusto, Allan (Fumagalli, Intervalo) e Carlos Alberto; Zé Roberto e Eder Luis. Téc.: PC Gusmão

novembro 28, 2010 - Posted by | Corinthians, Vasco da Gama |

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s