Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Bota passa pelo Prudente e mantém Libertadores no foco

Glorioso joga com disciplina e faz o suficiente para sonhar

A segurança venceu o medo no Rio, também nos gramados. Vindo de derrota em casa para os reservas do Internacional, o Botafogo não deu muitas oportunidades para o lanterna Grêmio Prudente, neste domingo, e derrotou o clube paulista por 3 a 1, comgols de Antônio Carlos, Edno e Marcelo Cordeiro. Willian José descontou. Com 59 pontos, o Alvinegro vai para a última rodada do Brasileiro ainda com chances de entrar no G4. Até a próxima semana, resta apenas pensar em contas.

Em quinto lugar, o Glorioso vai encarar o Grêmio, no Olímpico, rival direto e que tem 60 pontos. Ao Bota, só o triunfo fora interessa. Se passar pela prova de fogo, depois será necessário torcer pelo título do Independiente (ARG) na Copa Sul-Americana para que o Goiás não leve a vaga na próxima Libertadores. Missão complicada, mas a tropa do técnico Joel Santana deseja mostrar que é osso duro de roer.

ATIVIDADE ALVINEGRA

Diferentemente da empolgação na arquibancada, esvaziada pela violência no Rio, o jogo começou quente na casa alvinegra. A primeira tentativa do Bota aconteceu aos seis minutos, quando Marcelo Cordeiro errou cruzamento e sem querer deixou Loco Abreu livre. De frente para o gol, o uruguaio bateu forte, mas o arqueiro Sidney levou a melhor.

Veja os gols da vitória do Botafogo sobre o Prudente

Veja os gols da vitória do Botafogo sobre o Prudente

No entanto, mesmo ofensivo na escalação, com apenas Lucas Zen de volante, o Glorioso também mostrou cautela ao partir para cima. Edno até tentou, aos 10, mas o bom ritmo do jogo esfriou aos poucos e o rebaixado Prudente não deu espaços para o clube da Estrela Solitária chegar na área.

Sem responsabilidade, o lanterna da competição se manteve na defesa e esperou o Botafogo avançar. Fórmula para disputa com raras emoções. Além disso, o forte calor na cidade cadenciou as ações. Emoção novamente só aos 28 minutos, quando Lucio Flavio bateu falta na frente da área e colocou rente ao poste esquerdo.

A bola parada parecia a solução. E foi. Aos 30, escanteio pela direita cobrado com perfeição por Lucio Flavio achou a cabeça de Antônio Carlos. Entre os defensores, o camisa 3 subiu seguro e empurrou para o fundo da rede, o sétimo dele no Brasileirão. Gol para ligar o Glorioso, daí mais calmo em campo, apesar de levar sustos em duas faltas do adversário.

Cabia mais e a fragilidade prudentina ficou exposta. Aos 44, Caio trabalhou pela direita e serviu Edno, que olhou para a meta e soltou a bomba. Sem chances, no canto esquerdo do goleiro Sidney.

NA PAZ

Na volta do intervalo, a vantagem não freou o ímpeto alvinegro. Aos 3 minutos, Antônio Carlos lançou Caio, que entrou pela área e deu serviço para Sidney, que tirou no reflexo. Pelo Prudente, nada de esboçar reação e assim o tempo passou, sob vaias da torcida do Bota.

Mal pressentimento do público, convertido em gol. Aos 24, Willian José aproveitou vacilo da zaga e deixou o placar menos elástico, após chute de fora da área. Com o susto, Joel Santana procurou dar novo fôlego ao time com as entradas de Alex e Renato Cajá nos lugares de Loco Abreu e Lucio Flavio.

Já na reta final, o enfrentamento ficou mais brigado. Coração na ponta dos pés e muita disposição. A organização tática de ambos os clubes deu lugar à correria e o Bota aproveitou. Na velocidade, Alex foi derrubado dentro da área. Pênalti marcado, convertido por Marcelo Cordeiro no canto direito do goleiro Sidney, aos 45 minutos. Fogão vivo na guerra.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 X 1 GRÊMIO PRUDENTE

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 28/11/2010 – 17h (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Christian Passos Sorence (GO) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO)
Renda/público: R$ 87.417,00 / 4.932 pagantes
Cartões amarelos: Márcio Rosário (BOT); Marcelo Oliveira (PRU)
GOLS: Antônio Carlos, 30’/1ºT (1-0); Edno, 44’/1ºT (2-0); Willian José, 24’/2ºT (2-1); Marcelo Cordeiro, 45’/2ºT (3-1)

BOTAFOGO: Jefferson, Fahel, Antônio Carlos e Márcio Rosário; Alessandro, Lucas Zen, Lucio Flavio (Renato Cajá, 29’/2ºT), Edno (Tulio Souza, 39’/2ºT) e Marcelo Cordeiro; Caio e Loco Abreu (Alex, 27’/2ºT). Técnico: Joel Santana.

GRÊMIO PRUDENTE: Sidney, Saldanha, Anderson Luís, Diego e Marcelo Oliveira; Rodrigo Mancha, Roberto (Renan, 39’/1ºT), Anderson e Serginho (Juan, 33’/2ºT); Willian José e Rhayner (William Henrique, 17’/2ºT). Técnico: Fábio Giuntini.

novembro 28, 2010 - Posted by | Botafogo, Grêmio Prudente |

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s