Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Atlético-MG vence o Goiás e se garante na

Apoiado por sua torcida, Galo alcançou os 45 pontos na tabela e afastou de vez as chances de rebaixamento

O torcedor do Atlético-MG, pode enfim respirar aliviado. Neste domingo, o Galo vence o já rebaixado Goiás por 3 a 1, na Arena do Jacaré com a presença maciça de sua torcida, e se garantiu a sua permanência na Série A do Brasileirão.

Com o triunfo, a equipe mineira foi aos 45 pontos. Já o Goiás segue com 32 e na vice-lanterna da competição.

O jogo:

A festa da torcida do Atlético-MG era grande nas arquibancadas da Arena do Jacaré. Assim como o calor em Sete Lagoas. Mas o Goiás, já rebaixado à Série B, não se intimidou com a pressão e teve boas oportunidades de gol nos primeiros minutos da partida. Já o Atlético buscava cadenciar o jogo e valorizava a posse de bola. O Galo era pura tranquilidade em campo.

O Goiás queria deixar uma boa imagem nessa reta final de competição. Logo aos dois minutos, Camacho arriscou de fora da área. Renan Oliveira fez a defesa. Aos nove, foi a vez de Jonílson chegar à frente. Mais dois minutos e Leyrielton arriscou finalização pela direita – setor em que o Goiás mais atacava – e por pouco não acertou o gol de Renan.

Com a tranquilidade com a qual iniciou a partida, o Galo apagou o ‘fogo’ do Goiás e abriu o placar na Arena do Jacaré. Renan Oliveira passou para Diego Souza, que venceu a marcação goiana e finalizou de esquerda. A bola bateu na trave esquerda, correu a linha da pequena área e entrou. Atlético-MG 1 x 0 Goiás.

O valente Goiás chega ao empate

Após o gol, o Atlético equilibrou as ações e passou a buscar a melhor oportunidade para chegar à pequena área de Harlei. Mas o Goiás não desistiu em deixar aquela ‘boa impressão’ na reta final. A equipe goiana tinha qualidade e provou isso ao chegar ao empate. Wendell Lira fez boa jogada pela direita, colocando a bola por debaixo das pernas do selecionável Réver, e Éverton Santos só teve o trabalho de empurrar para o gol. Atlético-MG 1 x 1 Goiás.

Uma dupla que decide para o Galo

Após muita conversa conversa entre os atleticanos, o Galo voltou a pressionar o Goiás. E para chegar a mais um gol, novamente a dupla Diego Souza-Renan Oliveira entrou em ação. Após cobrança de lateral pela direita do ataque mineiro, Diego Souza achou Renan Oliveira livre na pequena área. O camisa 16 do Galo não desperdiçou. Finalização de primeira no ângulo esquerdo de Harlei, que nada pode fazer. Atlético-MG na frente.

Werley celebra fim do drama do Atlético-MG

A partir de terça-feira, foco do Galo é a Sul-Americana

Discurso do Atlético-MG é em tom de consciência

Segundo tempo:

O Atlético-MG voltou para a segunda etapa com duas mudanças. Saíram Renan Ribeiro e Obina. O goleiro, em decorrência de dores na região do abdômen. Já o atacante, por opção do técnico Dorival Júnior. Com a entrada de Berola, o Atlético passou a ter ainda mais velocidade em seus ataques e com isso.

Gol da permanência

Foi com essa velocidade que o Atlético amplicou. Aos 18 minutos, Diego Tardelli, recebeu bola – em posição duvidosa – cara a cara com Harlei e não desperdiçou. Atlético-MG 3 a 1 Goiás.

A partir do terceiro gol, o Atlético passou a cadenciar o jogo na Arena do Jacaré e ficou na expecativa por uma oportunidade gerada por um contra-ataque para ampliar o marcador em Sete Lagoas. O veloz Neto Berola deu muito trabalho à marcação do Goiás, que buscou uma reação mas não teve a felicidade de marcar novamente.

Já na parte final da partida, o Galo só esperou o apito final do árbitro Guilherme Cereta de Lima e enfim pode comemorar a sua permanência na Série A de 2010. Ano que vem, o futebol de Minas Gerais terá três representantes na elite: América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro.

Próximos compromissos:

No próximo domingo, o Goiás recebe o Corinthians, que luta pelo título, no Serra Dourada, às 17h. No mesmo dia e horário, o Atlético-MG visita o São Paulo.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-MG 3 X 1 GOIÁS

Local: Estádio Arena do Jacaré, Sete Lagoas (MG)
Data/Hora: 27/11/2010 às 17h (horário de Brasília)
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Márcio Luiz Augusto (SP)
Renda/Público: R$ 103.127,50/17.234 pagantes.

Cartões amarelos: Réver (ATL); Leyrielton (GOI)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Diego Souza, aos 15’1T(1-0); Éverton Santos, aos 38’1T(1-1); Renan Oliveira, aos 46’1T(2-1); Diego Tardelli, aos 18’2T(3-1);

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro(Aranha, intervalo); Rafael Cruz, Réver(Lima, aos 29’2T), Werley e Leandro; Zé Luis, Serginho, Renan Oliveira e Diego Souza; Diego Tardelli e Obina(Neto Berola, intervalo). Técnico: Dorival Júnior.

GOIÁS: Harlei; Leyriélton, Danilo Costa(Felipe Amorim, aos 25’2T), Valmir Lucas e Jadílson; Lenon, Jonílson, Wendel Santos e Camacho(Pedro, aos 25’2T); Éverton Santos e Wendell Lira. Técnico: Artur Neto.

novembro 28, 2010 - Posted by | Atlético-MG, Goiás |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s