Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Eder acredita que a dificuldade para escalar quarteto prejudicou o Vasco

Atacante espera que ele, Zé Roberto, Carlos Alberto e Felipe iniciem 2011 bem fisicamente para que possam atuar mais vezes juntos

Depois das contratações de Eder Luis, Zé Roberto, Felipe e da permanência de Carlos Alberto, no meio do ano, a torcida do Vasco passou a imaginar o quarteto jogando junto e o clube brigando na parte de cima da tabela. Por causa do tempo que o camisa 19 ficou no departamento médico, os quatro iniciaram juntos apenas uma partida neste Brasileiro – no 2 a 2 contra o Fluminense, na 15º rodada. No último domingo, uma virose impediu Carlos Alberto impediu entrasse em campo. Agora, contra o Cruzeiro, o problema será Felipe, que está suspenso.

Para Eder Luis, a impossibilidade de contar com os quatro principais atletas simultaneamente foi um dos problemas mais sérios enfrentados pelo time na competição. Diante das dificuldades, o objetivo de lutar pela Libertadores foi por água abaixo e agora a meta é assegurar uma vaga na Sul-Americana.

– Acho que este foi um problema. O Ramon também não esteve conosco. Queríamos contar com todos, mas no futebol acontecem imprevistos. Pagamos por isso. Mas não adianta lamentar agora – disse o atacante.

Eder Luis espera que todos estejam bem fisicamente na próxima temporada e que a situação do time mude. O quarteto, no entanto, pode durar apenas até a metade do ano, quando o contrato de empréstimo do camisa 7 irá acabar. O atacante garante que gostaria de permanecer na Colina.

– Espero que possamos fazer diferente no próximo ano. Foi criada uma expectativa grande. Será importante que todos estejam inteiros. Minha cabeça está no Vasco. Dei entrevistas para a imprensa de Portugal e às vezes ele colocam coisas erradas (que ele gostaria de voltar para o Benfica). Espero continuar meu trabalho aqui.

Do quarteto, Eder foi o que mais entrou em campo e o que mais marcou: nove vezes. Ele é o que tem mais chances de desbancar Dodô, que fez 11, e ser o artilheiro do Vasco na temporada. Para isso, o jogado terá as três rodadas restantes do Brasileiro.

– Nunca penso só no individual. Por onde passei, sempre procurei fazer o meu melhor. Claro que seria muito bom ser o artilheiro. Voltei a ter um rendimento de alto nível, e atacante tem sempre que fazer gols – afirmou o atleta, que elegeu o gol contra o São Paulo, na última rodada, o mais bonito até agora.

O Vasco, 11º colocado no Campeonato Brasileiro com 46 pontos, enfrenta o Cruzeiro no próximo domingo, às19h30m (de Brasília), na Arena do Jacaré.

novembro 18, 2010 - Posted by | Vasco da Gama |

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s