Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Embalado, Vitória recebe o Cruzeiro para respirar e afastar rival do título

Em má fase, Raposa pode ir ao céu ou ao inferno ao fim da rodada, e terá de encarar a empolgada torcida rubro-negra, neste domingo

Vitória e Cruzeiro fazem um duelo de alta tensão neste domingo, às 17h, no Barradão, e que pode definir os rumos na reta final do Campeonato Brasileiro. Mas os rivais não miram o mesmoobjetivo. A luta baiana é para evitar a qualquer custo uma nova aproximação da zona de rebaixamento e, para isso, contará com o apoio maciço de sua torcida que lotará o estádio. Além disso, está embalado. Já a Raposa capenga e precisa pontuar para não sair do bolo da ponta.
Para se ter uma ideia do momento inverso de ambos, a diferença chegou a estar em 25 pontos e, hoje, é de 19. O time de Cuca ganhou uma vez só em quatro partidas, está em terceiro e ameaçado até de perder uma vaga na Libertadores. Já o Rubro-Negro perdeu uma em quatro.
A partida terá a arbitragem de Paulo Godoy (SC), assistido por Kleber Lúcio Gil (SC) e Marco Antonio Martins (SC), e será transmitida pelo canal PFC, além do Tempo Real do GLOBOESPORTE.COM, com vídeos.

Vitória: se triunfar, os comandandos de Antônio Lopes consolidarão a arrancada e poderão terminar a rodada até em 13º, cinco pontos acima da zona e praticamente livres da degola. Por isso, o trato do duelo como uma final. Caso contrário, pode ser ultrapassado pelo Guarani e ficaria obrigado a se esforçar mais. Por sorte, os dois Atléticos não venceram neste sábado.
Cruzeiro: Com 57 pontos, a Raposa quer aproveitar o fato de seus concorrentes diretos ao título (Fluminense, com 58 pontos, e Corinthians, com 57) terem clássicos regionais na rodada para tentar retomar a liderança perdida. Apesar de encarar um Barradão lotado, o time celeste não pensa em outro resultado que não seja a vitória para apagar a impressão deixada nos últimos quatro jogos, quando perdeu três e venceu apenas um.

Vitória: Desfalcada na defesa, a equipe baiana terá até improvisações. Ricardo Conceição, que é volante, será zagueiro. Ao mesmo tempo, Lopes verá o retorno de Vanderson, Schwenck e Ramon, que cumpria gancho. Provável escalação: Viafara; Nino, Gabriel Paulista, Ricardo Conceição e Egídio; Uelliton, Vanderson, Bida e Ramon; Schwenck e Adailton.
Cruzeiro: O técnico Cuca testou várias formações nos treinamentos que antecederam a partida. O treinador usou o esquema com três zagueiros, dando mais liberdade para o argentino Montillo atuar mais à frente, ao lado de Thiago Ribeiro. Outra mudança foi a utilização de Rômulo na vaga de Jonathan, já que Cuca quer que o lado direito avance mais. O provável time para pegar o Vitória será formado por Fábio; Gil, Léo e Edcarlos; Rômulo (Jonathan), Henrique, Marquinhos Paraná, Gilberto e Diego Renan; Montillo e Thiago Ribeiro.

Vitória: Thiago Martinelli, expulso no empate com o Santos, e Anderson Martins, com três cartões amarelos, estão fora. Neto Coruja e Júnior estão suspensos.
Cruzeiro: O volante Fabrício recebeu o terceiro cartão amarelo diante do São Paulo, em Uberlândia, e desfalcará a equipe. Quem também não poderá enfrentar o Vitória são os zagueiros Cláudio Caçapa e Leonardo Silva, que ainda se recuperam de cirurgia nos joelhos. O atacante Wellington Paulista, com entorse no joelho direito, é outro que fica de fora.

Vitória: Thiago Humberto.

Cruzeiro: Fábio, Cláudio Caçapa, Leonardo Silva, Jonathan, Rômulo, Fabinho, Montillo e Farías.

Vitória: Schwenck está de volta e com a responsabilidade de ser o goleador que a equipe ainda precisa, sobretudo após os quatro feitos no Vasco, semana passada. Júnior, em boa fase, está fora, o que cresce o olhar sobre o artilheiro do Vitória na temporada.
Cruzeiro: o atacante Thiago Ribeiro é vice-artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro, com seis gols. O jogador marcou duas vezes contra o Atlético-MG e passou em branco nas duas últimas rodadas. Como deverá ser o único atacante da equipe titular, Thiago carrega a esperança de gols da torcida celeste.
Antônio Lopes (técnico do Vitória): “Vai jogar o Gabriel (Paulista) e vou ter que fazer uma adaptação ali. Acho temerário colocar mais um garoto, embora Gabriel sempre que entrou tenha jogado bem. Neto (Coruja) poderia ser adaptado, mas recebeu cartão amarelo e também está fora”
Cuca, técnico do Cruzeiro: “Conheço o Antônio Lopes, já foi meu treinador e sabe arrumar bons times. Será um jogo muito difícil porque teremos campo lotado, com torcida contra, o calor. Não será fácil. Eles brigam para sair lá de baixo, e nós, pela liderança. Estamos a um ponto apenas do líder, e espero que a gente consiga um bom resultado”

– Cruzeiro e Vitória se enfrentaram 27 vezes pelo Campeonato Brasileiro. Foram 15 vitórias do Cruzeiro, cinco empates e sete derrotas. O Cruzeiro marcou 55 gols e sofreu 33.

No primeiro turno, ainda sob o comando do técnico Toninho Cecílio, o Vitória surpreendeu o Cruzeiro e venceu o rival por 1 a 0, em pleno Ipatingão. O atacante Júnior marcou o gol da vitória baiana em um belo chute da entrada da área, sem chances para o goleiro Fábio (veja no vídeo ao lado os melhores momentos).

novembro 7, 2010 - Posted by | Cruzeiro, Vitória | , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s