Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Em paz, Dorival e Neymar torcem um pelo outro… mas não neste sábado

Após briga e demissão do técnico, então no Peixe, os dois dizem ter superado problema e trocam elogios às vésperas do Atlético-MG x Santos

A 34ª rodada do Campeonato Brasileiro provavelmente começará não com um apito, mas com um abraço. Tudo  porque o jogo entre Atlético-MG e Santos reunirá Dorival Júnior e Neymar. O que poderia ser um encontro de desafetos será, na verdade, uma  reconciliação. Após ser demitido do Peixe por se desentender com Neymar e cobrar uma punição maior ao jogador, Dorival garante que não há qualquer mágoa e que torce pelo ex-pupilo. O craque segue a mesma linha do seu antigo comandante.

O carinho, porém, acabará tão logo a partida tenha início – o confronto em Sete Lagoas (MG) começará às 19h30m (de Brasília). Pelo menos é o que diz Neymar.

– Pelo que eu conheço do Dorival, por este tempo que tive com ele, acho que ele vai me tratar com o maior carinho. Ele sabe que o que aconteceu não foi por maldade. Vai ser um reencontro normal, como de dois amigos que não se veem há algum tempo. Vou tratá-lo com muito carinho, vou dar um grande abraço e, quando a bola rolar, vou ter que defender o meu lado.

Dorival foi pelo mesmo caminho e não economizou elogios ao atacante.

– Não tenho nada contra o Neymar. Ele sabe disso. Da mesma forma, eu já senti o mesmo pelas suas entrevistas. Torço para que ele se recupere totalmente e volte a ser aquele jogador brilhante. Eu não tenho dúvidas que ele será, com o passar dos anos – disse Dorival, que luta para salvar o Atlético-MG do rebaixamento.

Dorival e Neymar trabalharam  juntos no Santos que encantou o Brasil no primeiro semestre. Sob o comando de Dorival, Neymar brilhou e ajudou o alvinegro praiano a conquistar o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil. Para se ter ideia do poderio ofensivo e da qualidade técnica do Santos, o time aplicou goleadas históricas, como os 10 a 0 sobre o Naviraiense, do Mato Grosso do Sul, e os 8 a 1 sobre o Guarani, pela Copa do Brasil, além dos 9 a 1 sobre o Ituano, pelo Campeonato Paulista.

Com a fartura de troféus e vaga garantida na Taça Libertadores de 2011, tudo caminhava às mil maravilhas. Até que, durante o jogo contra o Atlético-GO, no dia 15 de setembro, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Dorival Júnior ordenou que o atacante Marcel cobrasse um pênalti a favor do Santos. Neymar, o antigo cobrador oficial, se revoltou com a decisão e começou a gritar palavrões, ofendendo Dorival e o capitão do time, Edu Dracena. A crise culminou com a demissão do treinador, que foi para o Atlético-MG substituir Vanderlei Luxemburgo.

Passados quase dois meses da confusão, Dorival Júnior e Neymar já fizeram as pazes pela televisão, inclusive trocando mensagens pelo Fantástico (veja o vídeo). Esta, porém, será a primeira vez que os dois se encontram cara a cara. E pelos discursos de ambos, tudo deve correr na mais perfeita harmonia.

– Eu fico contente em revê-lo. É um garoto que tenho muito carinho. Só guardo coisas boas do Neymar, não tem porque polemizar em cima deste assunto. Já passou, já está mais do que resolvido, e eu não tenho problema nenhum com ele – diz Dorival.

O treinador aproveitou para elogiar muito o futebol do ex-pupilo e também para pedir atenção especial aos defensores do Atlético-MG, na partida deste sábado.

– Não tem como marcar o Neymar em um dia inspirado. Essa é a verdade. A capacidade técnica, a velocidade e a explosão que ele tem são coisas que, aliadas, fazem dele o atleta capacitado que é. É muito complicado, é muito difícil. Não tem como, não tem uma receita para se marcar um jogador que tem todos os recursos, desde que esteja em um grande dia. O Neymar tem esse perfil, é um jogador diferenciado. É um garoto que ainda promete muito, que ainda vai evoluir muito, mas que já, com pouca idade, chama a atenção pelo improviso, por tudo aquilo que possui, em razão dessa condição que lhe é peculiar, é nata. É complicado marcar um jogador assim.

Porém, por mais que Dorival e Neymar tenham dado sinais de paz, quando a bola rolar, a promessa é de um jogo muito disputado entre Atlético-MG e Santos. Neymar afirmou que torce pelo sucesso de Dorival Júnior, mas apenas depois do jogo contra o Santos.

– Eu não tenho visto nenhum jogo do Atlético-MG. Eu torço para que o Dorival se dê bem por lá, mas não neste sábado.

novembro 6, 2010 - Posted by | Santos | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s