Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Com Luxa, Fla melhora parte física. Mais fôlego na reta final?

Rubro-Negro chega bem preparado para encarar as seis decisões que restam neste Campeonato Brasileiro

No Flamengo, o discurso é unânime: o clube terá seis decisões até o fim do Brasileiro. À torcida, cabe prender a respiração e ter muito fôlego, o que não tem faltado ao grupo rubro-negro. Visivelmente melhores na parte física, os jogadores chegam à reta final em boas condições para dar uma arrancada e conseguir a vaga na Sul-Americana.

Durante muito tempo, o time foi criticado pela condição física inferior à dos demais. Jogadores como Renato, Deivid, Val Baiano e Diogo viraram alvo da ira dos torcedores devido ao mau condicionamento. Mas isso não é mais um problema, conforme garante o preparador do clube, Antônio Mello.

Segundo ele, o Flamengo chega à fase decisiva da competição muito bem fisicamente. E mais. Ao contrário da maioria, está em trajetória de crescimento nesse aspecto.

– Estamos numa crescente e a tendência é a de que o time, a cada jogo, apresente um melhor condicionamento – avaliou ele.

Mello chegou ao clube no começo de outubro. De lá para cá, aponta uma grande evolução física do elenco. O profissional, no entanto, faz questão de não colocar na conta de seus antecessores o mau rendimento do time nesse quesito, e atribui a melhora ao tempo maior para preparar os jogadores, uma vez que a tabela do campeonato, com menos jogos, permitiu isso.

– Trabalhamos muito a parte anaeróbia e intensificamos os treinos de força e velocidade – disse.

Se é preciso correr para fugir de vez do perigo do rebaixamento e alcançar uma posição mais confortável na tabela, gás não vai faltar ao Rubro-Negro.

Evolução tática auxilia parte física

Polido para evitar áreas de atrito, Vanderlei Luxemburgo evitou fazer uma análise mais profunda sobre a evolução da preparação física rubro-negra após a sua chegada e do preparador físico Antonio Mello.

Se evitou comentar o trabalho de seus antecessores, Luxa não se furtou a analisar a evolução tática da equipe com a sua chegada.

– Não gosto de falar do trabalho de pessoas que antecederam a mim e a minha comissão técnica. Além disso, essa questão da forma física é relativa, porque um time precisa, acima de tudo, de equilíbrio entre os setores. Um time mais organizado taticamente também é um time melhor fisicamente – comentou Luxa.

Segundo o treinador, a rodada do fim de semana foi ótima para o Flamengo e a classificação para a Sul-Americana do ano que vem ficou plenamente possível:

– Foi um bom fim de semana. Isso nos obriga a fazer nossa parte agora. É um jogo decisivo e vamos tentar a vitória para buscar a vaga.

Os treinamentos do Flamengo

Academia – Normalmente no dia seguinte aos jogos, o grupo faz trabalho de fortalecimento muscular na academia. Este tipo de trabalho visa mais força muscular.

Físico – Além da academia, jogadores são submetidos a treinos físicos, às vezes antes mesmo dos trabalhos com bola. Exercícios com tração também fazem parte das atividades.

Físico-técnico – Jogadores intercalam treinos com bola, como de finalização, e trabalhos físicos, como saltar obstáculos (foto), correr em linha reta e zigue-zague.

Físico-Recreativo – Espécie de hora do recreio. Nesta parte do treino, jogadores, para trabalhar a musculatura, brincam de briga de galo, corrida de cambalhotas, somente para citar alguns exemplos.

Em Forma Quando Luxemburgo chegou à Gávea, Val Baiano, Deivid, Diogo, Renato e Petkovic estavam fora de forma
Val Baiano Sensação do Grêmio Barueri no Brasileiro do ano passado, Val chegou quatro quilos acima do peso e, por conta disso, ficou dez jogos sem marcar, o que somente ocorreu após a chegada de Luxa.
Deivid Pouco aproveitado no Fenerbahçe, chegou à Gávea visivelmente fora de forma. Ainda não conseguiu empolgar a torcida, mas, três quilos mais magro, mostra boa evolução na parte física.
Diogo Dos últimos contratados, foi o que chegou em melhor condição. Seu melhor condicionamento e a boa atuação contra o Corinthians lhe garantiram a volta ao time.
Renato Desacostumado ao futebol brasileiro, foi um dos que mais sofreram para entrar em forma. Até os gols de falta, sua marca registrada, demoraram para sair. Novamente em forma, tem sido muito útil nesta reta final.
Petkovic O tempo, realmente, é implacável. Destaque na conquista do hexa, saiu vertiginosamente de produção neste ano. Melhor fisicamente, tem sido boa opção no decorrer dos jogos.

novembro 2, 2010 - Posted by | Flamengo | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s