Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

A um dia de decisão, Assunção ganha atenção especial de Scolari

Volante artilheiro treina batidas de faltas acompanhado de perto por treinador. Contra o Universitario de Sucre, ele é a arma palmeirense

Depois do último ensaio com portões fechados para o confronto com o Universitario de Sucre, pelo segundo encontro das oitavas de final da Copa Sul-Americana, o que se viu na Academia de Futebol foi um grupo de palmeirenses para um lado e o técnico Luiz Felipe Scolari para o outro. A separação após o treino desta terça-feira foi proposital – o jogo é na quarta, às 22h, na Arena Barueri. O comandante queria acompanhar de perto as batidas de faltas de Marcos Assunção, o volante artilheiro do Alviverde.

Pacientemente, Scolari manobrava a barreira de um lado para o outro. E contava os passos para medir a distância entre o obstáculo e a bola. Diferentemente das partidas, quando cumpre todo um ritual antes da batida, Assunção se posicionava e disparava. De 20 cobranças acompanhadas pelo GLOBOESPORTE.COM, o volante palmeirense acertou 15, para sofrimento do goleiro Rafael Alemão. Outras quatro foram para fora, e uma acertou a trave.

A atenção dedica por Scolari tem razão. O Palmeiras conquistou a vantagem de poder empatar na decisão com o Universitario de Sucre graças a um tiro certeiro de Assunção. Na partida disputada na última quinta-feira, na Bolívia, o volante acertou um belo chute de falta e decretou o 1 a 0.

– Eu confio muito em mim. Trabalho e me dedico todos os dias para ser o melhor na minha posição, para ser o melhor no que eu faço. Quando fui para o Grêmio Prudente, no início do ano, eu dizia aos companheiros que ficaria lá só durante os três meses do Campeonato Paulista. Eu sabia que poderia ser importante para um clube grande novamente – disse Marcos Assunção na última segunda-feira, durante entrevista coletiva.

Desde que chegou ao Palmeiras, logo depois do Campeonato Paulista, Assunção já marcou oito gols pelo clube. Sete foram em cobranças de faltas – cinco pelo Brasileiro e dois pela Sul-Americana.

– As cobranças de faltas são uma vantagem que nós temos, mas também podemos decidir as partidas de outras formas. Estamos criando bastante oportunidades durante os jogos e, com os jogadores de talento que temos, não podemos depender só das faltas – analisou.

Em todo caso, Felipão prefere ficar atento ao seu artilheiro improvisado. E não se incomoda nem de ficar na barreira para ajudar seu atleta a ficar com a pontaria mais afinada.

outubro 19, 2010 - Posted by | Palmeiras | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s