Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Vasco e Corinthians por ojetivos diferentes

Time carioca quer vitória para manter vivo sonho da Libertadores. Já o Timão, colcar no líder Cruzeiro

Vasco e Corinthians se enfrentam nesta quarta-feira, às 22h, em São Januário, em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, adiado devido às comemorações do centenário do Timão. O time de PC Gusmão quer esquecer o empate com o Grêmio, em casa, e vencer para manter vivo o sonho de chegar à Libertadores. Já i time paulista, conquistar os três pontos significa colar novamente no líder Cruzeiro.

 

Sem Fagner, o técnico Paulo César Gusmão utilizará o paraguaio Irrazábal na lateral direita. Já na ala esquerda, Ernani perdeu a vaga para o jovem Carlinhos, que retorna aosprofissionais. No restante, o time titular é o mesmo do empate que ficou no 3 a 3 com o Tricolor gaúcho.

– Na lateral esquerda, o Carlinhos vem fazendo boas atuações no Brasileiro Sub-23. Vem em uma condições melhor do que aquela que o utilizamos primeiramente, que não deu resultado. Hoje, ele se apresenta melhor. E espero que emocionalmente, ele possa fazer tudo aquilo q vem fazendo no sub-23 – explicou PC Gusmão, que lembrou que, mesmo desfalcado, o Corinthians vai dar trabalho:

– Temos temos muitas ausências. Vi o jogo do último domingo e o Corinthians, com menos dois (o Bruno Cesar ficou em campo até o fim mesmo com dores) teve chance de empatar até o último minuto. O que o Corinthians mostrou dentro de campo, a determinação, é o que fortalece um time e que nos deixa com o sinal de alerta de que vamos enfrentar um grande time. Não existe momento, o melhor momento é quando ganhamos. E espero que possamos vencer.

O Corinthians em crise vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco. Após cinco jogos sem vencer, o técnico Adilson Batista deixou o clube. A derrota para o Atlético-GO por 4 a 3, no Pacaembu, na última rodada, foi a gota d’água para os dirigentes do Alvinegro. Ainda sem definição sobre o novo treinador, o Timão será comandado pelo auxiliar Fábio Carille, que assume interinamente o cargo.

– É difícil. A gente tem que ter consciência que tem que melhorar. Não podemos levar os gols que temos levado. Tomamos a virada, é difícil conseguir a reação com um jogador a menos. Agora vamos pra cima do Vasco para tentar vencer – afirmou Chicão, que após um grande período fora da equipe, por lesão, retornou no segundo tempo do jogo contra os goianos.

A partida contra o Vasco é de extrema importância para o Corinthians, que ocupa a terceira posição na tabela, com 49 pontos. Afinal, se conquistar os três pontos, o Timão dependerá só dele para chegar à liderança da competição, pois ficará a dois do Cruzeiro e ainda contará com um confronto direto diante da Raposa, jogando no Pacaembu, no dia 14 de Novembro, pela 35ª rodada do Brasileirão. Mas, se for derrotado, dependerá de tropeços dos seus principais adversários na briga pelo título.

O jogo, que foi adiado devido ao centenário do Corinthians, vale também o Trófeu Osmar Santos, entregue pelo LANCE! à equipe de melhor campanha no primeiro turno do Brasileirão. O Corinthians precisa de uma vitória nesta partida, válida pela 18ª rodada do campeonato, para levar o trófeu. O empate ou a derrota para o Vasco dão o prêmio ao Fluminense.

Se os últimos resultados não têm sido bons para o Timão, o torcedor pelo menos pode comemorar o retorno de Roberto Carlos, que foi poupado do jogo contra o Atlético-GO. Com isso, o Corinthians volta a jogar com sua zaga titular, com Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos. O técnico Fábio Carille não confirmou o retorno de Elias, que estava com a Seleção Brasileira disputando amistosos contra o Irã e Ucrânia, mas o volante deve enfrentar o Gigante da Colina.

– Eu tenho que aguardar o Elias que jogou 86 minutos pela Seleção. Ele está para chegar no Rio. Tenho que saber as condições dele para definir – comentou Fábio.

O retorno do jogador seria providencial para reforçar o meio de campo do Timão, já que Bruno César sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa direita e desfalcará a equipe. O meia deve ficar entre 10 e 15 dias afastado. Com isso, além de perder a partida contra o Vasco, o jogador deve ficar fora também do jogo contra o Guarani, no dia 17. Danilo deve ocupar a vaga de armador da equipe no seu lugar.

FICHA TÉCNICA
VASCO X CORINTHIANS

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Horário: 13/10/2010 às 22h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Auxiliares: Roberto Braataz (PR) e Enio Ferreira de Carvalho (DF)

VASCO: Fernando Prass, Irrazábal, Cesinha, Dedé e Carlinhos; Jumar, Rafael Carioca, Fellipe Bastos e Felipe; Zé Roberto e Eder Luis. Técnico: Paulo César Gusmão

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Jucilei, Paulinho, Elias e Danilo; Iarley e Souza (Defederico). Técnico: Fábio Carille.

outubro 13, 2010 Posted by | Corinthians, Vasco da Gama | | Deixe um comentário

Campeões do ano, Santos e Inter fazem final antecipada

Peixe, atual 5º colocado, enfrenta o Internacional, 4º, para sonhar com mais um título

A “final” antecipada, adiada a pedido do Internacional, enfim, acontecerá. Nesta quarta-feira, às 22h, na Vila Belmiro, o Santos recebe a equipe gaúcha para definir se écandidato ao título do Campeonato Brasileiro.

Motivado por duas vitórias consecutivas, contra adversários diretos na briga pela competição – Fluminense e Atlético-PR, o Peixe fará a sua terceira final em oito dias e pode completar uma sequência perfeita.

O retrospecto, pelo menos, ajuda. Na era dos pontos corridos, foram seis confrontos na Vila, com cinco vitórias e um empate, no último ano.

– Nossa equipe se sente muito bem jogando na Vila, vínhamos de doisjogos sem vencer, mas num momento como esse precisamos de um apoio do nosso torcedor, precisamos dela – disse o técnico Marcelo Martelotte.

Na verdade a nossa equipe se sente muito bem jogando na Vila, vinhamos de dois jogos sem vencer na vila, mas num momento como esse recisamos de um apoio maior do nosso torcedor, precisamos dela

Para o confronto, Martelotte deve mantar a base das últimas duas vitórias, com Zé Eduardo e Neymar no ataque. A grande modificação é o retorno de Edu Dracena, recuperado de lesão no joelho direito, no lugar de Vinicius Simon.

Se vencer, a equipe da Vila Belmiro passa o Inter, sobe para a quarta colocação, com 48 pontos, a seis do líder Cruzeiro. Faltando nove rodadas, 27 pontos a serem disputados, a vitória recolocaria o Santos na briga.

– Fica bem difícil para quem sair derrotado em um jogo como esse, quem vencer entra de vez na disputa e esse é o nosso objetivo – completou.

Para o Internacional, a partida desta quarta-feira também é tratada como primordial para continuar na briga pelo título brasileiro.

Com 47 pontos, os gaúchos podem, além de não permitir a ascensão do Santos, adversário direto com 45 pontos, diminuir a diferença para o líder Cruzeiro para apenas quatro pontos.

O técnico Celso Roth vai apostar nos gols da dupla Ilan e Edu para sair vitorioso da Vila Belmiro. O comandante colorado não vai poder contar com o centroavante titular, Alecsandro, nem com o reserva imediato, Leandro Damião. Além disso, outro atacante, Rafael Sobis, segue se recuperando de lesão e também não joga.

E os problemas não param no Beira-Rio. Isso porque os meias Giuliano e D’Alessandro, que estavam servindo as seleções de Brasil Argentina, respectivamente, não vão conseguir iniciar a partida e ficarão no banco.

Mesma situação de Tinga, que não está completamente em forma após a contusão no mês passado. A vitória contra os paulistas é realmente imprescindível, mas os colorados precisarão da verdadeira garra gaúcha para levar os três pontos.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS X INTERNACIONAL

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP).
Data/hora: 13/10/2010, às 22h (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE
)
Auxiliares: Márcia Lopes Caetano (Fifa/RO) e Jossemmar José Diniz Moutinho (PE)

SANTOS: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Roberto Brum, Danilo e Alan Patrick; Neymar e Zé Eduardo. Técnico: Marcelo Martelotte

INTERNACIONAL: Renan; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Glaydson, Guiñazu, Derley e Marquinhos; Edu e Ilan. Técnico: Celso Roth

outubro 13, 2010 Posted by | Internacional, Santos | , | Deixe um comentário

Goiás recebe o Peñarol (URU) para salvar o ano

Penúltimo colocado no Brasileirão, time goiano vê na Sul-Americana a oportunidade de conquistar um título em 2010

Apresentação Goiás x Peñarol Sul-AmericanaGoiás recebe o Peñarol no Serra Dourada (Montagem de Mariana Esteves)

Penúltimo colocado na Série A do Brasileirão, o Goiás recebe o Penãrol (URU), pela primeira partida de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, nesta quarta, às 19h30, no Serra Dourada.

Mesmo após vencer o Vitória, no último domingo, o Goiás segue na penúltima posição do Brasileirão, e com isso, o time goiano vê na competição sul-americana, a oportunidade de salvar a sua temporada. No campeonato goiano, o time ficou apenas na terceira posição. Já naCopa do Brasil, foi eliminado nas oitavas de final.

Para esta partida, o técnico Jorginho terá a volta dos atacantes Felipe e Rafael Moura, que não atuaram na última partida do time. O apoiador Bernardo, autor do gol da vitória contra o time baiano, deve ser titular na vaga de Wellington Saci.

O Peñarol é o atual 3° colocado no Campeonato Uruguaio e virá com força máxima ao Serra Dourada. O apoiador Marcelo Sosa, que cumpria suspensão, está de volta ao time. Recentes contratações do time uruguaio para a temporado, o argentino Santiago Solari e o colombiano Cristian Mejía foram relacionados para a partida desta quarta e podem estrear com a camisa do time cinco vezes campeão da Libertadores da América e três vezes campeão do Mundial Interclubes.

A diretoria do Peñarol fez uma promoção e muitos torcedores viajaram junto com a delegação do time para Goiânia. A expectativa é de boa presença da torcida uruguaia.

FICHA TÉCNICA:
GOIÁS X PEÑAROL (URU)

Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data/Hora: 13/10/2010 às 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Diego Abal (ARG)
Auxiliares: Ricardo Casa(ARG) e Hernán Maidana(ARG)

GOIÁS: Harlei; Douglas, Valmir Lucas, Ernando e Jadílson; Jonílson, Carlos Alberto, Wellington Monteiro e Bernardo; Jones (Felipe) e Rafael Moura. Técnico: Jorginho.

PEÑAROL: Sebastián Sosa; Matías Corujo, Gerardo Alcoba, Guillermo Rodríguez, Emiliano Albín; Mathías Aguirregaray, Egidio Arévalo Ríos, Marcelo Sosa, Fabián Estoyanoff; Antonio Pacheco y Alejandro Martinuccio. Técnico: Manuel Keosseian.

outubro 13, 2010 Posted by | Futebol Sulamericano, Goiás | | Deixe um comentário

Avaí pega Emelec na estreia do técnico Vágner Benazzi

Treinador foi anunciado no início da semana e deve utilizar o esquema 3-5-2 no Equador

Apresentação Emelec X Avaí Sul-AmericanaApresentação Emelec X Avaí Sul-Americana

Mal no Campeonato Brasileiro, onde figura na 16 colocação, a apenas um ponto da zona de rebaixamento, o Avaí enfrenta os equatorianos do Emelec, nesta quarta-feira, às 22h, no George Capwell, em Guayaquil.

Debutantes emcompetiçõesinternacionais, os catarinenses, que terão a estreia de seu novo técnico, Vágner Benazzi, esperam encontrar na Sul-Americana o sucesso não obtido até aqui no Brasileiro.

Benazzi ainda não conversou com os jogadores – viajou às pressas na noite de domingo –, mas deve mandar a campo o esquema 3-5-2, utilizado no segundo tempo do empate em 2 a 2 com o Flamengo.

No entanto, os onze que iniciam a partida somente serão definidos pouco tempo antes do começo do jogo. Jogadores como o meia Rodrigo Thiesen e o atacante Roberto, que não atuaram contra o Fla, devem ganhar uma chance. Ainda do meio para a frente, Caio e Valber disputam uma vaga ao lado de Jeferson no setor de criação.

Emelec

Engana-se quem pensa que o mal momento que o Avaí vive no Brasileirão fez o técnico equatoriano Jorge Luis Sampaoli não se preocupar com o adversário brazuca. Em entrevista nesta terça, o treinador disse conhecer bem os pontos fracos e fortes do Leão da Ressacada.

– É preciso ter cuidado. O volante Rudnei se movimenta muito no meio de campo e os atacantes Vandinho e Robinho são muito rápidos – disse, sem saber que Vandinho não deve ser titular.

Em campo, Sampaoli não deve poder contar com o atacante Jaime Ayovi, que, com uma lesão no joelho esquerdo, só joga por um milagre. E o provável desfalque de Ayovi não é o único do Emelec. O zagueiro Marcelo Freitas e o volante Pedro Quiñonez, com dores musculares, ainda não estão confirmados.

FICHA TÉCNICA:
EMELEC (ECU) X AVAÍ

Estádio: George Capwell, em Guayaquil (ECU).
Data/hora: 13/10/2010, às 22h (de Brasília).
Árbitro: Francisco Peñuela (COL).
Auxiliares: Humberto Clavijo (COL) e Eduardo Díaz (COL).

EMELEC: Klimowicz, Achiler, Morante, Mina e Giménez; Quiñónez, Quiróz, Biglieri, Valencia; Rojas e Menéndez (Ayoví).
Técnico: Jorge Luis Sampaoli.

AVAÍ: Renan, Patric, Emerson Nunes, Gabriel e Pará; Rodrigo Thiesen, Rudnei, Caio (Válber) e Jeferson; Roberto e Robinho.
Técnico: Edson dos Santos.

outubro 13, 2010 Posted by | Avaí, Futebol Sulamericano | | Deixe um comentário

Atlético-MG recebe o Independiente Santa Fe pela Sul-Americana

A expectativa era a de que Dorival Júnior montasse o Atlético-MG com reservas ou somente alguns titulares para o duelo contra os colombianos do Independiente, pelas oitavas da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira, às 22h, na Arena do Jacaré. Contudo, não é o que parece que vai acontecer. Desde que chegou ao clube, o treinador tem por hábito jogar com o time que treinou. No trabalho realizado na manhã de terça-feira na Cidade do Galo, o que se viu foi uma equipe bem próxima da que tem sido usada no Brasileiro.

A novidade ficou por conta do volante Diney, de 19 anos, que treinou entre os titulares. O volante Zé Luís deve ser poupado. Fora isso, o Galo vai com o que tem de melhor. O meia Diego Souza, que não participou da partida contra o Internacional por ter sido suspenso pelo STJD, treinou entre os titulares e deve estar em campo. O jogador reconhece que o objetivo principal da temporada é não cair para a Segundona, mas lembra que o campeão da Sul-Americana disputa a Libertadores em 2011.

– O objetivo é o Brasileiro, mas levamos a sério a Sul-Americana. Sempre temos de dar o máximo para vencer, mas frisando que o Nacional é mais importante. Se respirarmos no Brasileiro, poderemos ir com tudo na Sul-Americana, ainda mais esse ano, comvaga na Libertadores – afirmou o apoiador.

Na competição internacional, o meia volta a usar a camisa 1. Diferente do Brasileiro, quando a diretoria optou pela numeração tradicional – goleiro com a 1 -, na Copa Sul-Americana a numeração é fixa e a mudança não foi realizada.

Mesmo com a escalação de um time forte e não descartando o torneiro sul-americano, ninguém no Atlético-MG esconde que o foco principal éa partida contra o Avaí, domingo, no Arena do Jacaré

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X INDEPENDIENTE (COL)

Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data/Hora: 13/10/2010 – 22h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Torres (PAR)

 

ATLÉTICO: Renan Ribeiro, Rafael Cruz, Lima, Werley e Fernandinho; Alê, Serginho, Diney e Diego Souza; Ricardo Bueno e Obina
Técnico: Dorival Júnior
INDEPENDIENTE: Vargas, Otálvaro, Valdés, González e Nogueira; Anchico, Quintero, Mosquera e Leyton; Perez e Rodas
Técnico: Néstor Otero

outubro 13, 2010 Posted by | Atlético-MG, Futebol Sulamericano | | Deixe um comentário