Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Sem medo de assombração, Guarani e Botafogo se enfrentam

Jogo do 666 mistura dados curiosos que envolvem rivais no Brinco de Ouro

LANCEPRESS!

Há coisas que só acontecem ao Botafogo, inclusive triunfos em condições complicadas. A fase no Glorioso anda obscura, com dúvidas sobre diversas questões, mas a partida contra o Guarani tem todos os ingredientes que um bom alvinegro gosta: Superstição de sobra no jogo do 666. Seis desfalques, seis confrontos sem vitória no Brasileiro e seis anos sem atuar no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, palco do duelo desta quarta-feira, às 19h30. Para chegar à Libertadores e até mesmo ao título nacional, é preciso encarar de tudo na competição.

A partida com transmissão em tempo real pelo LANCENET! mostra o número que segundo a tradição cristã, corresponde ao sinal da Besta. Simbologia de medo, mas a situação vive sombria para os dois lados. O Bugre perdeu nas duas últimas rodadas e caiu para a metade inferior da tabela. Não chega a ser um embate dos desesperados, mas os três pontos podem ser o primeiro passo da caminhada à luz.

CALMA, PESSOAL…

Com 33 pontos, seis em algarismos somados, o Bugre tem três desfalques confirmados. Julgado e punido pelo STJD nesta segunda-feira, o artilheiro Mazola não estará a disposição de Mancini. A equipe também não poderá contar com o meia Mário Lúcio, expulso na partida contra o Internacional e com o atacante Ricardo Xavier, vetado pelo departamento médico em função de uma lesão na panturrilha esquerda.

Mancini ainda tem uma dúvida em relação ao zagueiro Ailson, que sente dores musculares no adutor da coxa e ainda não teve sua presença confirmada no time titular.

– Se o Ailson não jogar, entra o Aislan, mas mantenho a dúvida no meio de campo e no ataque e só vou anunciar o time momentos antes do jogo – afirmou Mancini.

O Guarani terá a volta de Reinaldo, que cumpriu suspensão automática contra o Internacional. A dúvida fica para o companheiro do atacante no ataque bugrino, Giovane deve ser deslocado para a vaga do suspenso Mazola e Barboza deve ganhar uma chance na armação das jogadas.

O treino do Bugre nesta terça foi marcado por uma reunião entre jogadores, comissão técnica e membros da maior torcida organizada do clube.

– Eles vieram aqui para manifestar apoio e todo incentivo é bem vindo. Se não fosse esse tipo de conversa, certamente este encontro não aconteceria. Estamos fazendo o melhor e sabemos daquilo que somos obrigados a fazer – destacou.

CAÇADOR DE FANTASMAS

Em busca da sexta vitória fora de casa para aproximar-se do Cruzeiro, hoje a seis pontos de distância e na vaga do último classificado para a próxima Libertadores, o Botafogo não terá o zagueiro Fábio Ferreira, que lesionou o joelho esquerdo e vai ficar seis meses longe dos gramados.

A meta é sair dos 42 pontos, algarismos que somados dão seis, porém as baixas são muitas. Maicosuel e Marcelo Mattos também contundiram o joelho esquerdo, sendo que o primeiro está fora da temporada. Alessandro e Marcelo Cordeiro cumprem suspensão por cartões e Jefferson vai disputar dois amistosos pela Seleção.

Por sua vez, Jobson viajou para Campinas, mas é dúvida para o jogo, já que treinou separadamente na última segunda-feira e talvez ainda não esteja totalmente recuperado de dores na perna esquerda, das quais o próprio reclamou na véspera do clássico diante o Flamengo, no último sábado.

O problema repentino de Jobson fez despertar em sites de relacionamento diversos boatos sobre envolvimento do atacante com drogas. Vale lembrar que o jogador foi flagrado em dois exames antidoping com substâncias da cocaína no organismo, em 2009, além de ter admitido ser usuário de crack.

Diante de muitos problemas, Renan, Danny Morais, Fahel, Tulio Souza, Lucio Flavio, Renato Cajá e Herrera estão de olho na titularidade. Para o técnico Joel Santana, resta bater de frente com a realidade do grupo.

– Isso não é coincidencia, é o futebol. Estávamos esperando as lesões, que normalmente iriam aparecer. Não contávamos com grandes perdas, como a de Maicosuel e a do Fábio Ferreira. Seremos obrigados a mexer em um setor que todos já sabiam. Infelizmente, vida que segue. Pensamos para a frente – disse.

FICHA TÉCNICA:
GUARANI X BOTAFOGO

Estádio: Brinco de Ouro, Campinas (SP)
Data/hora: 6/10/2010 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Auxiliares: Julio Cesar Rodrigues Santos (RS) e José Javel Silveira (RS)

GUARANI: Douglas, Rodrigo Heffner, Fabão, Aislan e Márcio Careca; Renan, Paulo Roberto, Baiano e Barboza; Reinaldo e Geovane. Técnico: Vagner Mancini.

BOTAFOGO: Renan, Antônio Carlos, Leandro Guerreiro e Danny Morais; Somália, Fahel, Tulio Souza, Lucio Flavio e Renato Cajá; Herrera e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana.

outubro 5, 2010 - Posted by | Botafogo, Guarani | , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s