Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Jonas, de ‘pior atacante do mundo’ a artilheiro do Brasileirão

Atacante pode ultrapassar o atual técnico da equipe, Renato Gaúcho, na lista dos goleadores históricos do Grêmio

Dez toques na bola em dez segundos. Tempo suficiente para Jonas concluir três vezes a gol: primeiro, forte disparo de direita defendido por Velásquez; depois, sem ninguém à frente, batida de esquerda na trave; enfim, drible sobre o goleiro, e um inacreditável chute para fora, a poucos centímetros da linha desguarnecida.

Esse lance, ocorrido em 11 de março de 2009 no acanhado Estádio La Independencia, da colombiana cidade de Tunja, inspirou a manchete “o pior atacante do mundo”. Foi com ela que a versão digital do jornal espanhol Mundo Deportivo apelidou Jonas, no dia seguinte.

Um ano e meio depois, Jonas pouca importância dá ao folclórico episódio. À época, com gol de Souza, o Grêmio venceu o Boyacá Chicó por 1 a 0, pela primeira fase da Taça Libertadores.

Confira a tabela de artilheiros com os vídeos de todos os gols

Agora Jonas é o artilheiro isolado do Brasileirão 2010. São 12 gols na principal competição nacional, sete deles marcados nos sete jogos disputados em setembro. Para o atacante do Grêmio, a ironia da reportagem foi sepultada pelos 31 gols que fez nesta temporada.

– A melhor resposta vem dentro de campo. Eu na época nem me importei. Nem sei que jornal é esse – desdenha.

Em três anos de vai e volta ao Estádio Olímpico, Jonas soma 64 gols em 133 jogos. Hoje ele é o 13º maior artilheiro da história do clube, empatado com Cuca e Yura.

Pouco à frente nesta lista há vários personagens históricos do Grêmio. Com mais 11 gols, por exemplo, Jonas chegaria a 75, ultrapassando o 5º artilheiro dos 107 anos do tricolor: Renato Gaúcho, atual treinador da equipe.

Até lá, o camisa 7 pode deixar para trás nomes como Jardel (65), Ronaldinho (68) e Paulo Nunes (73). Mas isso também não é motivo de preocupação ou ansiedade para Jonas.

– Procuro sempre fazer gols, não foco muito nessas coisas externas.

Jonas garante que, no vestiário, não provoca Renato sobre a possibilidade de ficar à frente do chefe na lista – que tem números não oficializados pelo clube:

– Nunca falei com ele sobre isso.

Coincidentemente, a disparada de Jonas na artilharia do Brasileirão teve início a partir da chegada de Renato Gaúcho, em substituição a Silas. Mas Jonas não vê relação entre os sete gols marcados em setembro e a troca de treinador.

– É só coincidência mesmo, porque eu já vinha fazendo gols antes. Foi ano passado que eu comecei. Tanto o Renato quanto o Silas me deixaram à vontade para jogar do jeito que eu sei.

setembro 24, 2010 - Posted by | Grêmio | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s