Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Corinthians ‘descongela’ no 2º tempo, vence o Prudente e volta à liderança

Em noite de muito frio em São Paulo, Timão faz o dever de casa com triunfo por 3 a 0, no Pacaembu, e reassume o primeiro lugar. Agora, é secar o Flu

O frio de dez graus que transformou o clima na cidade de São Paulo neste sábado não foi capaz de congelar o Corinthians na retomada da liderança do Campeonato Brasileiro. Depois de uma fria atuação no primeiro tempo, o Timão esquentou na etapa final, venceu com facilidade o Grêmio Prudente por 3 a 0, no Pacaembu, e voltou ao primeiro lugar. Iarley, Jorge Henrique e Elias fizeram os gols.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Com o resultado, o Alvinegro – agora com 44 pontos – joga toda a responsabilidade para o Fluminense, agora segundo colocado, com 41 pontos. Além de superar o Flu no número de pontos, o Corinthians fica em vantagem também no saldo de gols (18 a 16), segundo critério de desempate. Caso o Tricolor vença por 2 a 0, o Timão permanecerá na liderança pelos gols marcados. São 40 anotados pelos paulistas contra 37 dos cariocas. O Flu só recupera a ponta em caso de vitória por 3 a 0 ou por dois gols de diferença, desde que faça mais do que quatro gols (4 a 2, 5 a 3, etc). Os paulistas têm ainda um jogo a fazer pelo primeiro turno, contra o Vasco, dia 13 de outubro, em São Januário.

Já o Grêmio Prudente atinge o oitavo jogo consecutivo sem vencer e corre sério risco de rebaixamento. O clube do interior paulista, que ainda não triunfou nos três jogos que fez desde que contratou o técnico Marcelo Rospide, permanece com apenas 17 pontos, na última colocação do torneio nacional.

Na próxima rodada, o Corinthians tem mais uma partida decisiva: encara o rival Santos, quarta-feira, às 22h, na Vila Belmiro. No mesmo dia, às 19h30m, o Prudente recebe o Palmeiras, no estádio Eduardo José Farah.

Iarley coloca o Timão em vantagem
O Corinthians encurralou o Grêmio Prudente no início de jogo. Apesar de escalar três volantes, Adilson Batista adiantou a equipe para o campo de ataque, forçando a marcação na saída de bola do adversário. Até Alessandro e Roberto Carlos jogaram do meio de campo para frente. O lateral-direito, aliás, quase marcou aos cinco minutos, em chute que passou próximo do ângulo direito de Giovanni.

A blitz corintiana, porém, durou pouco. O Timão diminuiu o ímpeto, passou a errar passes e permitiu que o Prudente saísse do sufoco. Bruno Ribeiro ganhou mais liberdade para avançar pelo lado direito. E foi por lá que os visitantes por muito pouco não abriram o placar em cabeçada perigosa de Hugo após cobrança de falta.

Responsável pela armação do Corinthians, Bruno César não apareceu. O jogador quase foi vetado minutos antes da partida por conta de uma inflamação na garganta. Mas, graças a uma falha da defesa do Prudente, o Alvinegro chegou ao gol, aos 21, outra vez com Iarley, autor de cinco nas últimas seis rodadas. Ele recebeu de Elias na área depois de passe errado de Rodrigo Mancha e, com calma, tocou no canto direito de Giovanni.

A vantagem fez o Corinthians cadenciar o jogo. Sem Jucilei, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o Timão sofreu para fazer a ligação do meio de campo para o ataque, facilitando o combate da defesa rival. Roberto Carlos teve a melhor chance até o fim do primeiro tempo em chute cruzado que o goleiro defendeu em dois tempos.

Corinthians melhora e amplia o placar
No segundo tempo, o Corinthians repetiu a pressão da etapa inicial para praticamente liquidar o jogo com o segundo gol, aos três minutos. Bruno César cruzou da direita para Jorge Henrique pegar de primeira, mandando a bola no canto direito alto: 2 a 0.

A melhora na produtividade aconteceu de maneira curiosa. Alessandro, com dores musculares após receber uma pancada, não voltou para a etapa final. Assim, Paulinho foi improvisado na lateral direita e Moacir entrou no meio de campo, dando mais velocidade ao setor. Bruno César, outro aberto pela direita, também melhorou e fez a equipe crescer.

A segunda parte do jogo foi de poucos sustos para o goleiro Julio Cesar. Tímido no ataque, o Grêmio Prudente chegou a marcar, aos 14 minutos, com Henrique Dias chutando de fora da área, mas o árbitro marcou impedimento de um outro jogador que pulou a bola antes que ela chegasse à meta.

Depois disso, só deu Corinthians novamente. Mas, com o resultado garantido, a Fiel passou a fazer seu papel e secar os rivais. Festa no Pacaembu com o gol do Botafogo que empatou o duelo contra o Cruzeiro, resultado que segurou a subida de dois adversários diretos pelo título. Para fechar a noite em grande estilo, aos 37, Elias tabelou com Paulinho na área e acertou o canto esquerdo alto. Golaço para dormir na liderança!

CORINTHIANS 3 X 0 GRÊMIO PRUDENTE
Julio Cesar, Alessandro (Moacir), Paulo André, Leandro Castán e Roberto Carlos; Paulinho, Boquita, Elias e Bruno César (William Morais); Jorge Henrique e Iarley (Danilo). Giovanni, Bruno Ribeiro, Anderson Luis, Diego e Cleidson; Rodrigo Mancha, Roberto, Carlos Eduardo e Fabiano Gadelha (Deyvid Sacconi) e Henrique Dias (Róbson); Hugo (William).
Técnico: Adilson Batista. Técnico: Marcelo Rospide.
Gols: Iarley, aos 21 minutos do primeiro tempo. Jorge Henrique, aos três, e Elias, aos 37 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Paulinho (Corinthians); Fabiano Gadelha (Grêmio Prudente)
Estádio: Pacaembu, em São Paulo. Data: 18/09/2010. Árbitro: Salvio Spinola Fagundes Filho (Fifa-SP). Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Vicente Romano Neto (SP). Público pagante: 23.815.
Renda: R$ 778.324,00.

setembro 18, 2010 Posted by | Corinthians, Grêmio Prudente | , | Deixe um comentário

Em jogo emocionante, Botafogo e Cruzeiro empatam no Engenhão

Equilibrado, duelo entre integrantes do G-4 termina com 2 a 2 no placar, com um pênalti e um golaço para cada lado

Eles não brigam pelas primeiras posições à toa. Num jogo tão equilibrado quanto emocionante, principalmente no segundo tempo, Botafogo e Cruzeiro empataram por 2 a 2 neste sábado, no Engenhão, em jogo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado prejudica a luta de ambos pelo título, mas os mantém vivos na disputa por uma vaga na Libertadores do ano que vem.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Alessandro abriu o placar para os donos da casa, com um belo gol, e Montillo virou o jogo para o Cruzeiro, marcando um de pênalti e outro em uma pintura de lance. Loco Abreu, também cobrando uma penalidade, deixou tudo igual no placar. Os cruzeirenses deixaram o campo reclamando de dois lances polêmicos, argumentando que a bola não saiu pela linha de fundo em cruzamento para o gol (anulado) de Farías e que a falta em Maicosuel – que originou o pênalti – foi fora da área.

Com o empate, o Cruzeiro segue em terceiro lugar, com 41 pontos, mas agora a três do líder Corinthians (que tem um jogo a menos). Já o Botafogo, que soma 38 pontos, continua na quarta posição, mas perderá o posto se o Internacional vencer o Vasco neste domingo.

Golaço de Alessandro logo no início

Empurrado por sua torcida, o Botafogo começou a partida com disposição e, mesmo sem jogar bem, logo abriu o placar, fazendo valer sua insistência. Um cruzamento de Somália para a área contou com desvio mal-sucedido de Edcarlos e encontrou Alessandro livre. Em boa condição, o lateral teve frieza para driblar dois adversários e chutar de perna esquerda, no canto direito do goleiro Fábio, fazendo 1 a 0 aos quatro minutos de jogo.

A vantagem deu conforto ao Botafogo, mas que logo se transformou em dispersão. O Cruzeiro se aproveitou da falta de organização do adversário e tomou conta da partida. O Alvinegro não dava o combate na saída de bola e, assim, o time mineiro tinha facilidade para chegar ao ataque. No gol, Jefferson apresentou certa insegurança e até hesitou em lances simples.

O placar se modificou, mas graças a alguém que já estava em campo. E jogando muito. Montillo recebeu na intermediária e, com habilidade, passou por dois adversários e chutou no canto direito de Jefferson, que nem se mexeu. Foi a virada do Cruzeiro, com um golaço aos 27 minutos.

Mas o Botafogo também tinha um jogador de habilidade, até então adormecido. Maicosuel acordou no momento certo e, usando sua habilidade, sofreu pênalti de Diego Renan. Sem cavadinha, Loco Abreu cobrou no canto direito de Fábio e empatou aos 31 minutos. Assim, finalmente a torcida do Botafogo acordou e inflamou o Engenhão. Contagiado, o Botafogo partiu para cima e teve duas oportunidades pelo alto, nas quais Fábio apareceu com boas defesas. O Cruzeiro também buscava o ataque, fazendo um jogo eletrizante, que, com justiça, terminou empatado em alto nível.

BOTAFOGO 2 X 2 CRUZEIRO
Jefferson, Danny Morais (Caio, depois Herrera), Antônio Carlos e Fábio Ferreira; Alessandro, Leandro Guerreiro, Fahel, Renato Cajá (Edno) e Somália; Maicosuel e Loco Abreu. Fábio, Jonathan, Léo, Edcarlos e Diego Renan; Fabrício (Fabinho), Henrique, Roger e Montillo; Thiago Ribeiro (Gil) e Farías (Wallyson).
Técnico: Joel Santana. Técnico: Cuca.
Gols: Alessandro, aos quatro minutos do primeiro tempo; Montillo, aos 12 e aos 27, e Loco Abreu aos 31 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Caio e Leandro Guerreiro (Botafogo); Léo e Diego Renan (Cruzeiro.)
Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ). Data: 18/9/2010. Árbitro:Heber Roberto Lopes (Fifa/PR). Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa/RS) e José Amilton Pontarolo (PR). Público: 14.128 pagantes (16.259 presentes). Renda: R$ 305.080.

setembro 18, 2010 Posted by | Botafogo, Cruzeiro | , | Deixe um comentário

Atlético-PR aproveita início ruim do xará goiano e vence fora de casa

Furacão abre 2 a 0 em 14 minutos, sofre gol, mas segura o triunfo com um jogador a mais desde os 19 do segundo tempo

Em confronto de Atléticos neste sábado, o Paranaense venceu o Goianiense por 2 a 1, em Goiânia. O Furacão aproveitou um início de jogo sonolento dos donos da casa para abrir 2 a 0 em 14 minutos e administrar a vantagem até o fim. Branquinho foi o destaque da partida ao anotar os dois gols e comandar a vitória. Diogo Galvão ainda descontou, mas o Dragão perdeu forças na segunda etapa depois que Anaílson quebrou a mão direita e deixou o time com um jogador a menos.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

O triunfo levou os paranaenses, em sétimo, a 34 pontos, apenas quatro abaixo do G-4. Os goianos, por sua vez, permaneceram com 20, em 18º, e viram por água abaixo a chance de tirar vantagem das equipes que estão fora do Z-4 neste fim de semana.

Na próxima rodada, o Atlético-PR em casa com o Inter, às 22h de quarta-feira. No mesmo dia, às 19h30m, o Atlético-GO disputa o clássico contra o Goiás.

Furacão arrasador

Ao contrário do que aconteceu nos últimos jogos que fez em casa, quando partiu para cima dos adversários, o Atlético-GO começou o jogo apático, sem jogadas ofensivas e muito menos com pressão na marcação. Mais solto em campo, o Atlético-PR aproveitou os 14 minutos iniciais de sonolência do rival e abriu logo 2 a 0 no placar.

No primeiro lance, aos seis minutos, Guerrón foi à linha de fundo pela direita e cruzou para Maikon Leite, que mandou no travessão. Branquinho pegou o rebote e tocou no contrapé de Márcio. No segundo, Bruno Mineiro tocou para Branquinho na intermediária, o meia invadiu a área e deu um toque rasteiro, no canto esquerdo, para ampliar.

Percebendo o comportamento estranho do seu time, o técnico René Simões não demorou para fazer uma substituição logo depois. Sacou o meia Diguinho para a entrada do atacante Diogo Galvão, que estava cotado para ser titular.

Coincidência ou não, o Dragão passou a equilibrar a partida. E conseguiu, enfim, sua primeira finalização com o próprio Diogo Galvão dois minutos após a entrada do atacante. Róbston e Juninho começaram a dar trabalho à zaga paranaense, enquanto Branquinho, Maikon Leite e Guerrón puxavam os contra-ataques dos visitantes.

Mas foi nos acréscimos que os donos da casa quase descontaram. Elias bateu escanteio da direita e quase marcou gol olímpico. Neto colocou pela linha de fundo. Na nova cobrança, Jairo desviou, Neto desta vez defendeu no susto e soltou na cabeça de Gilson. O zagueiro, também pego de surpresa, cabeceou fraco, a bola tocou no travessão e saiu.

Goianos diminuem, mas ficam com um homem a menos

A volta para o segundo tempo teve situação inversa a do primeiro. Quem ficou em ritmo lento foi o Atlético-PR, enquanto os donos da casa apresentaram ímpeto maior. Chegou duas vezes com perigo com Juninho e Róbston, mas foi uma substituição forçada que ajudou René Simões. Ramalho se machucou, e o técnico foi obrigado a fazer uma substituição. Anaílson foi o escolhido e, quatro minutos depois, aos 13, deu passe preciso para Diogo Galvão soltar a bomba da meia-lua e diminuir.

O acaso que ajudou René também o deixou com um a menos em campo. Aos 19 minutos, Anaílson caiu no chão após uma dividida e quebrou a mão direita. Como Dida já havia entrado no lugar de Victor Ferraz pouco antes do gol e o Dragão completara as três substituições, o time da casa teve que terminar a partida com dez em campo.

Com um homem a mais, o Furacão passou a administrar. Fechou-se na defesa e só saía quando tinha espaços de sobra para atacar com segurança. Ainda perdeu uma boa chance com Maikon Leite, defendida por Márcio, mas se conteve com o placar e garantiu os três pontos.

ATLÉTICO-GO 1 X 2 ATLÉTICO-PR
Márcio, Victor Ferraz (Dida), Jairo, Gilson e Thiago Feltri; Pituca, Ramalho (Anaílson), Robston, Diguinho (Diogo Galvão) e Elias; Juninho. Neto; Wagner Diniz, Leandro, Rhodolfo e Bruno Costa (Heracles); Chico, Victor, Branquinho (Ivan Gonzalez) e Guerrón (Elder Granja); Maikon Leite e Bruno Mineiro.
Técnico: René Simões Técnico: Paulo César Carpegiani
Gols: Branquinho, aos seis e 14 minutos do primeiro tempo; Diogo Galvão, aos 13 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Pituca, Gilson (Atlético-GO); Bruno Mineiro (Atlético-PR)
Estádio: Serra Dourada, em Goiânia. Data: 18/09/2010. Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS). Assistentes: Eustaquio Sousa Santiago (Fifa-MG) e Joao Gomes Jacome( AC).

setembro 18, 2010 Posted by | Atlético-PR | | Deixe um comentário

Para saber qual estrela brilha mais, Botafogo e Cruzeiro duelam

Confronto direto do G4 pode começar a definir destino dos rivais na tabela

LANCEPRESS!

Botafogo e Cruzeiro estão ligados pelas estrelas nos símbolos e por planos de ser o próximo campeão brasileiro. Mas se o troféu pode ir apenas para um lado, resta disputar. Neste sábado, Bota e Raposa duelam às 18h30, no Engenhão, para ver quem se aproxima mais do sonhado objetivo de glória.

Para a partida, com transmissão em tempo real pelo LANCENET! , os dois clubes prometem disposição de sobra e motivos não faltam para tornar o duelo eletrizante.

NÃO PODES PERDER

Apesar de goleado por 4 a 1 para o até então lanterna Goiás, na última rodada, o pensamento no Botafogo está unicamente no título brasileiro. Recuperado de lesão na coxa esquerda, o volante Somália volta ao time titular. Já o atacante Herrera também está liberado pelo departamento médico, mas deve iniciar a partida no banco de reservas. Mais opções táticas para o técnico Joel Santana, que promete ir para cima.

– Não posso ter cautela, não. Contra o próprio Cruzeiro, no primeiro turno, fizemos um baita jogo, mas não conseguimos a vitória. Chutamos, o goleiro deles agarrou muito, até perdemos pênalti. Então eu não posso dar chances ao rival. Precisamos dos três pontos para ir mais longe – disse o comandante alvinegro.

Apesar de as alternativas, a tendência é a de que o Glorioso entre em campo com o esquema 3-6-1, apenas com Loco Abreu novamente no ataque. Com 37 pontos e na quarta posição, o clube da Estrela Solitária pode vencer o Cruzeiro e ultrapassar o adversário pelo número de vitórias. Pela oportunidade de fazer um confronto direto, Joel pede dedicação total.

– A derrota em Goiás nos custou caro, porque nos tirou o terceiro lugar e também a chance de ficarmos a um ponto dos líderes. Você não pode dar essa oportunidade para os adversários. Desperdiçamos uma ótima oportunidade e não podemos perder pontos dentro de casa. Vamos lutar ao máximo – afirmou.

TÃO COMBATIDO, JAMAIS VENCIDO

O Cruzeiro defenderá uma invencibilidade de sete jogos e tentará emplacar a sexta vitória consecutiva no Brasileiro no confronto contra o Botafogo. Porém, a Raposa não terá o volante Marquinhos Paraná e o atacante Wellington Paulista. Na contramão dos desfalques, voltam o goleiro Fábio, o lateral-direito Jonathan, o lateral-esquerdo Diego Renan e o meia Roger. Todos eles não enfrentaram o Guarani no meio de semana.

Cuca mantém o mistério e ainda não definiu quem serão os substituos de Paraná e Paulista. O treinador poderá escalar Fabinho, Everton ou Roger no meio de campo ou optar pelo sistema com três zagueiros. No ataque, por sua vez, o técnico só tem duas possibilidades. Farías e Wallyson disputam um lugar ao lado de Thiago Ribeiro.

Com 40 pontos e a dois da primeira colocação, o Cruzeiro é o dono da melhor campanha pós-Copa. Desde que Cuca assumiu o time na 14°rodada, os cruzeirenses venceram nove jogos, empataram quatro e perderam só dois. O aproveitamento é de 68,9%.

– O trabalho da comissão técnica está sendo benfeito. Os jogadores estão se entregando ao máximo nos treinamentos e nos jogos e o grupo está muito unido. Sempre tivemos essa união, mas acho que o Cuca está entendendo a maneira que a nossa equipe gosta de jogar e estamos conseguindo uma sequência boa de vitórias – comentou o lateral-direito Jonathan.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO X CRUZEIRO

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 18/9/2010 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Jose Amilton Pontarolo (PR)

BOTAFOGO: Jefferson, Antônio Carlos, Leandro Guerreiro, Fábio Ferreira; Alessandro, Fahel, Somália, Renato Cajá, Maicosuel e Edno; Loco Abreu. Técnico: Joel Santana.

CRUZEIRO: Fábio, Jonathan, Edcarlos, Léo, Diego Renan; Fabrício, Henrique, Everton (Gil), Montillo; Thiago Ribeiro e Farías. Técnico: Cuca.

setembro 18, 2010 Posted by | Botafogo, Cruzeiro | , , | Deixe um comentário

Contra o lanterna, Timão quer manter boa fase

Corinthians recebe o Grêmio Prudente no Pacaembu e fica de olho na liderança do Campeonato Brasileiro

LANCEPRESS!

Após a ótima vitória diante do Fluminense, o Corinthians quer manter o bom momento com mais um triunfo. Desta vez, contra o Grêmio Prudente, no Pacaembu, o time de Adilson Batista quer voltar a vencer no Pacaembu, já que teve sua série de vitórias quebrada pelo Grêmio.

Ainda com uma partida a menos no Campeonato Brasileiro, o Timão pode retomar a liderança da competição já neste fim de semana. Para conseguir alcançar tal objetivo, Adilson Batista terá seis desfalques para o jogo.

Ainda no departamento médico, Dentinho, Chicão, Ralf e Ronaldo desfalcam o time, assim como Jucilei e William, que receberam o terceiro cartão amarelo e cumprirão suspensão nesta partida.

Para manter o foco do elenco no embate diante do lanterna da competição, Adilson quer que seus jogadores esqueçam a vitória diante do líder e pensem em mais uma vitória.

– (A vitória contra o Flu) Dá moral, dá respeito, foi bem importante ter vencido o Fluminense. Agora, independente de ser o Prudente ou não, temos de jogar e ganhar. Temos consciência da importância da partida. Sem loucura, sem desespero. Temos de ser organizados, o jogo é duro – afirmou Adilson.

O fato de enfrentar o lanterna na competição, ao mesmo tempo que traz boas lembranças ao Corinthians, também deixa o time em alerta. Apesar de ter vencido o Goiás, em uma das melhores partidas do time na competição, enquanto o Esmeraldino era o último colocado, a primeira derrota do Corinthians no Brasileirão foi justamente para o lanterna da ocasião, o Atlético-GO.

Desfalcado, Grêmio Prudente tenta respirar

Em crise e na lanterna, o Grêmio Prudente tenta a reabilitação no Campeonato Brasileiro justamente contra o Corinthians no Pacaembu. O time do interior paulista é o carrasco do Timão.

Neste ano, o Grêmio Prudente derrotou o Corinthians no Prudentão por 2 a 0 pelo Campeonato Paulista e pôs fim as chances de classificação do alvinegro às semifinais. No Brasileirão, no primeiro turno, empate em 2 gols.

Mas a situação agora é diferente. O time ocupa a lanterna do campeonato e vem desfalcado dos principiais jogadores, como a dupla de ataque titular: Wesley e Wanderley. A lista inclui ainda Marcelo Oliveira e Eduardo Ramos, ambos por força contratual já que os direitos federativos pertencem ao Corinthians, e Adriano Pimenta, suspenso.


FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS X GRÊMIO PRUDENTE

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 17/9/2010 – 18h30
Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes (Fifa-SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Vicente Romano Neto (SP)

CORINTHIANS: Julio Cesar, Alessandro, Paulo André, Leandro Castán e Roberto Carlos; Boquita, Paulinho, Elias e Bruno César; Jorge Henrique e Iarley. Técnico: Adilson Batista.

GRÊMIO PRUDENTE: Giovanni, Bruno Ribeiro, Anderson Luis, Diego e Cleidson; Rodrigo Mancha, Roberto, João Vitor e Fabiano Gadelha; Henrique Dias e Hugo. Técnico: Marcelo Hospide.

setembro 18, 2010 Posted by | Corinthians, Grêmio Prudente | , , | Deixe um comentário

Atlético-GO recebe o Furacão em ascensão

Goianos querem a reação. Já os paranaense a Libertadores

LANCEPRESS!

Após a derrota para o Santos na última rodada, o Atlético-GO busca a recuperação no Brasileirão e para isso terá que superar o Atlético-PR, no Estádio Serra Dourada, neste sábado, às 18h30.

Para essa partida, o time goiano terá o desfalque do atacante Josiel, autor do primeiro gol sobre o Santos, que com lesão muscular na coxa esquerda está vetado. Outro que também não deve enfrentar o xará paranaense é o meia William, que também está sentindo dores musculares.

O técnico René Simões realizou um treinamento na manhã desta sexta-feira, no CT do Dragão, e praticamente definiu os onze iniciais que entram em campo neste sábado. Para o lugar de Josiel, quem deve ter oportunidade é Diogo Galvão, que estreia como titular. O atacante Marcão já está liberado pelo departamento médico e deve ser opção no banco de reservas.

Mudanças à vista também na defesa. Com os quatro gols tomados na segunda etapa para a equipe paulista, René Simões deve optar pela entrada de Gilson, que não encarou o Santos por estar suspenso. Daniel Marques, que falhou em dois gols santista, sequer foi relacionado para a partida.

Uma surpresa na relação é a presença do zagueiro Teco, que se recuperou de uma grave lesão, assinou contrato e pode ser opção no banco. Outras surpresas entre os convocados foram o meia Keninha, há muito tempo fora do time, e o atacante Diogo Campos, jogador formado na base.

O certo é que o grupo está sob pressão e cobranças por melhores resultados. Em entrevista à Rádio 730, o diretor de futebol do clube, Adson Batista, comentou que a derrota para o Santos foi boba e que futebol é produção e resultados, mostrando claros sinais de que quer ver alguns jogadores com melhor rendimento.

Furacão embalado quer alcançar a zona da Libertadores

Embalado com a vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-MG, que veio no fim, na base da raça, e que devolveu ao time a sétima colocação no Campeonato Brasileiro, o Atlético Paranaense foi a Goiânia querendo manter a boa fase (apenas uma derrota nos últimos sete jogos) e continuar na busca por uma vaga na Libertadores.

Com 31 pontos, o Furacão está a apenas seis do Botafogo, último clube do G4. Porém, além das dificuldades que serão encontradas frente ao adversário, que vem se recuperando, a equipe ainda terá três desfalques: o zagueiro Manoel, o lateral-esquerdo Paulinho e o armador Paulo Baier, todos suspensos por terem recebido três cartões amarelos.

Em seus lugares, o técnico Paulo César Carpegiani deverá escalar Leandro, Bruno Costa e Guerrón, respectivamente. Em tese, o Atlético-PR ficaria mais ofensivo, com três atacantes, mas o treinador acredita que as mudanças não irão tirar a equipe do seu estilo de jogo.

– O comportamento tático não muda. Mudam as peças. Hoje temos dois atletas mais agudos à frente e que possuem suas características. Mas a parte tática, ressalto, não muda – explicou o comandante atleticano.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-GO X ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data/Hora: 18/9/2010 às 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Souza Santiago (Fifa-RS) e João Gomes Jacome (AC)

ATLÉTICO-GO: Márcio, Victor Ferraz, Gílson, Jairo e Thiago Feltri; Ramalho, Pituca, Robston, Diguinho e Elias; Diogo Galvão. Técnico: René Simões.

ATLÉTICO-PR: Neto, Wagner Diniz, Leandro, Rhodolfo e Bruno Costa; Chico, Vitor e Branquinho; Guerrón, Bruno Mineiro e Maikon Leite. Técnico: Paulo César Carpegiani.

setembro 18, 2010 Posted by | Atlético-PR | , | Deixe um comentário

CT do Timão leva o nome de Joaquim Grava

Consultor médico do Corinthians esteve à frente do projeto de reforma do Centro de Treinamento

LANCEPRESS!

Fim do mistério. O nome do novo centro de treinamento do Corinthians será Dr. Joaquim Grava, em homenagem ao consultor médico do clube, que esteve à frente do projeto de reforma do CT.

– É o (centro de treinamento) mais bonito, mais bem equipado, o maior e o melhor. Com certeza será o maior Centro de Treinamento do mundo – disse o Dr. Joaquim Grava.

Na presença de jornalistas, do presidente do clube Andrés Sanchez, do treinador e também do próprio Joaquim Grava, Ronaldo e Dentinho tiraram a faixa que cobriam o nome “surpresa” do CT.

Quando viu os dizeres ” Centro de Excelência e Treinamento de Futebol Dr. Joaquim Grava”, o consultor médico ficou muito emocionado e dedicou a homenagem e todo seu trabalho à sua mãe.

– Foi a maior homenagem da minha vida. Não tenho nem palavras para dizer o que estou sentindo agora. Eu senti a Dona Tite junto comigo – disse, de maneira emocionada, Grava.

Bate-Bola – Andrés Sanchez (presidente do Corinthians)

Emocionado pela inauguração do novo CT?
É um dia muito importante na história do Corinthians, não tenham dúvida.

Com mais qualidade de treinamento, vai aumentar a cobrança sobre os atletas?
A cobrança ocorre de forma natural. Temos é que continuar neste rumo. A cobrança existe independente da inauguração deste CT.

Vocês tentaram vender o naming rights. Não deu?
Fizeram proposta, mas não nos agradou. Não perdemos dinheiro, e sim, deixamos de ganhar. Nem tudo é bom priorizar a parte financeira. Ele (Joaquim Grava) largou seus afazeres como médico para ficar full time (tempo integral) na obra. Então, nada mais justo do que homenageá-lo.

Estádio e CT. De alguma maneira, o torcedor corintiano está compensado pela perda da Libertadores no ano do Centenário…
O corintiano já aprendeu que não é só título, mas também a paixão do torcedor.

Bate-Bola – Joaquim Grava (Consultor médico)

Como foi receber a notícia de que seu nome seria usado no novo CT?
Fiquei feliz e emocionado. Eu dedico a minha mãe. É para a nação corintiana e o futebol brasileiro. É bom ver o Corinthians fazer isso e dar exemplo.

O que é mais importante: CT ou estádio próprio?
Apesar das gozações, dá no mesmo jogar em qualquer estádio. Mas o centro de treinamento é o coração de uma equipe de futebol

O que ajudará no dia-a-dia dos jogadores?
Esse centro de treinamento é importante não só para o Corinthians, mas também para o futebol brasileiro. Porque os clubes que não têm vão querer ter um igual, e vão correr atrás disso.

É possível dizer que até os clubes que já possuem CT terão de correr atrás?
Sem dúvida. Acho que, com a inauguração do nosso espaço, todo mundo terá de correr atrás. Tudo o que usamos é novo, novinho…

setembro 18, 2010 Posted by | Corinthians | | Deixe um comentário

De olho no Peixe, Timão põe Ronaldo para trabalhar no fim de semana

Fenômeno treinará sábado e domingo no novo centro de treinamentos. Comissão tenta também deixar Dentinho pronto para o duelo de quarta

Fora do jogo contra o Grêmio Prudente, Ronaldo não terá um fim de semana de descanso. Para que o Fenômeno esteja em campo no clássico contra o Santos, quarta-feira, na Vila Belmiro, a comissão técnica do Corinthians programou dois dias de trabalho intensivo para o craque no centro de treinamentos Joaquim Grava, Zona Leste de São Paulo. Dentinho também pode reaparecer no duelo diante do Peixe.

A intenção é deixar o Fenômeno pronto para iniciar novamente os trabalhos com bola na segunda-feira, data da reapresentação do grupo. Não está descartado que o craque vá a campo no fim de semana em treinamentos isolados para ir se adaptando outra vez.

– O Ronaldo treina no sábado pela manhã e no domingo à tarde. Na segunda-feira, vamos liberá-lo para a comissão técnica visando ao jogo de quarta – explicou o fisioterapeuta Bruno Mazziotti.

Ronaldo atuou pela última vez no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, no dia 8, quando marcou de pênalti na Arena da Baixada. Depois disso, sentiu um desconforto na panturrilha esquerda e acabou vetado dos duelos frente a Grêmio e Fluminense.

O ataque, aliás, poderá ser reforçado também por Dentinho. Ele vem em processo final de recuperação de um problema na coxa esquerda, mas ainda não está garantido no clássico. As dores não incomodam mais, porém, ele será reavaliado no início da próxima semana para saber se poderá jogar.

– O Dentinho precisa de mais treinos. A lesão está sanada. Vamos gradativamente pensando no jogo de quarta – acrescentou o fisioterapeuta.

Já a situação do zagueiro Chicão requer um tempo maior de recuperação. O defensor sente dores no joelho direito e fará mais uma semana de tratamento. Há a possibilidade de ele regressar contra o Botafogo, dia 29 de setembro, no Pacaembu.

Fonte:globoesporte.com

setembro 18, 2010 Posted by | Corinthians | , | Deixe um comentário

Fernando elogia Celso Roth e não condena sua saída precoce

Técnico do Inter pegou todos de surpresa ao deixar o Vasco

LANCEPRESS!

O confronto contra o Internacional, domingo, no beira-Rio, não será diferente apenas para o lateral-esquerdo Ramon, que enfrenta seu clube de formação. Os jogadores do Vasco reencontrarão em campo o técnico Celso Roth, que deixou o comando da equipe carioca para treinar os gaúchos antes da Copa do Mundo.

O zagueiro Fernando, titular no confronto contra o Colorado por causa da suspensão de Titi, ressaltou que todos ficaram surpresos com a saída precoce de Roth.

– Ficamos tristes e surpresos. Até pelo treinador que ele é. A gente achava que ele podia caminhar conosco ate o fim, mas agora cada um tem que ser feliz na decisão que tomou – afirmou, sem condenar a decisão do ex-comandante:

– Ele teve êxito. Acabou sendo campeão da Libertadores.

Fonte: lancenet

setembro 18, 2010 Posted by | Vasco da Gama | | Deixe um comentário

Bom retorno não apaga decepção de Ramon: ‘Trocava meu gol pela vitória’

Lateral-esquerdo diz que se sentiu bem fisicamente na partida contra o Avaí

No jogo contra o Avaí, Ramon poderia ter saído de campo como o herói vascaíno. O lateral, que retornou ao time depois de se recuperar de uma lesão na coxa, disputou apenas a primeira etapa, mas foi o suficiente para marcar um gol e ter uma boa exibição. Contudo, o empate do adversário no segundo tempo foi um balde de água fria para o jogador.

Segundo Ramon, nem o seu bom retorno foi suficiente para apagar a decepção de ter empatado mais uma partida dentro de casa.

– Eu trocava o meu gol pela vitória, sem dúvida. Mas o fato de eu ter voltado bem me dá uma confiança a mais para os próximos jogos. Espero que a gente consiga as vitórias a partir de agora – disse.

Ramon viajou com a delegação vascaína para Porto Alegre. O jogador está relacionado para a partida contra o Inter, neste domingo, às 16h (horário de Brasília).

– Espero aguentar um pouco mais de tempo agora. Fisicamente, eu me senti bem contra o Avaí, mas fiquei com medo de forçar e, por isso, pedi para sair no intervalo. Acho que neste jogo dá para atuar mais alguns minutos.

Como Jumar está suspenso por ter recebido o terceiro amarelo contra o Inter, quem deve entrar no lugar de Ramon é Max, que também se recuperou recentemente de uma lesão.

Fonte: globoesporte.com

setembro 18, 2010 Posted by | Vasco da Gama | | Deixe um comentário

Sem temer pressão da arquibancada, PC diz que prefere jogar em casa

Ao contrário de Zé Roberto, técnico afirma que é sempre bom atuar ao lado da torcida, em São Januário

Zé Roberto deu uma declaração curiosa ao deixar o campo de São Januário, após o empate contra o Avaí, nesta quinta-feira. O meia declarou que os jogadores vascaínos estão sentindo a pressão de atuar em casa e que o time consegue se soltar mais fora de São Januário. Contudo, nem todos pensam como o jogador. Para o técnico PC Gusmão, o Vasco é inegavelmente mais forte em seu estádio.

– Eu prefiro sempre jogar ao lado da minha torcida. Eles pressionam e ajudam a gente a buscar os resultados. As cobranças são normais. A torcida do Vasco está acostumada a ver o time vencer – disse.

O problema é justamente esse. Nos últimos três jogos em São Januário, o Vasco empatou todos. Isso sem contar que a equipe acumula seis igualdades em sete partidas. Para o treinador, não há fórmula secreta para acabar com isso.

– Temos que trabalhar. A jornada é longa ainda e muita coisa vai acontecer.

Neste domingo, o Vasco encara o Inter, no Beira-Rio, a partir das 16h (horário de Brasília). PC não poderá contar com Felipe e Carlos Alberto, que ainda se recuperam de lesões, nem com Titi e Jumar, suspensos. Nunes também não viajou para Porto Alegre porque fará um trabalho de recondicionamento físico.

Fonte:globoesporte.com

setembro 18, 2010 Posted by | Vasco da Gama | , | Deixe um comentário

Valdivia está confirmado contra o São Paulo

Pierre será titular no lugar de Edinho. Lincoln continua fora

LANCEPRESS!

Luiz Felipe Scolari resolveu abrir o jogo na entrevista coletiva depois do treino da tarde desta sexta-feira. O treinador não fez mistério e revelou as principais dúvidas sobre a escalação da equipe para a partida contra o São Paulo.

Questionado sobre a presença de Valdivia no clássico, Felipão foi direto:

– Vai jogar. Já estou adiantando muita coisa para o adversário – disse.

Outro que está confirmado para a partida é o volante Pierre. O atleta foi garantido por Felipão entre os 11 titulares, no lugar de Edinho. No jogo contra o Grêmio, o jogador ficou no banco de reservas e entrou durante a partida, no lugar de Tinga.

– É ele que começa. É talhado para aquela posição – afirmou Felipão.

Quem ainda não tem condições de jogo é o meia Lincoln. O jogador já voltou aos treinos na Academia de Futebol, mas ainda não foi liberado pelo Departamento Médico do clube para atuar.

– (O Lincoln) voltou a treinar com bola, mas ele ainda não está liberado pelo DM. Só para o lambe-lambe, passa bola para cá, para lá… Já pensou se eu coloco um jogador para fazer isso contra o São Paulo? Preciso de jogador inteiro, senão o São Paulo me atropela – declarou, Scolari.

Mesmo sem conseguir fazer uma série de bons resultados no Brasileirão, Felipão acredita que a equipe está evoluindo bem taticamente. Para ele, o time está ganhando um padrão de jogo e este será o esquema que ele utilizará no Verdão pelo resto da temporada.

– O esquema é mais ou menos esse. Já estamos quase que certos do nosso estilo de jogo. Não podemos esquecer que o Valdivia vem voltando aos poucos. Mais tarde, pode ser que joguemos com dois atacantes e o Valdivia seja um homem do meio, dependendo da nossa situação na tabela – concluiu.

setembro 18, 2010 Posted by | Palmeiras | | Deixe um comentário

Há dois meses no Palmeiras, Scolari revela insatisfação consigo mesmo

Treinador afirma que gostou de ter antecipado retorno ao Brasil em seis meses, mas contesta seu rendimento à frente do time palestrino

De volta ao Brasil depois de sete anos vivendo no exterior, o técnico Luiz Felipe Scolari afirmou na tarde desta sexta-feira, na Academia de Futebol, que está contente por ter antecipado o seu regresso ao Palmeiras em seis meses. O treinador ainda disse que está contente com a possibilidade de poder acompanhar o futebol nacional mais de perto, além de ter elogiado a região onde vive, o bairro da Pompeia, na zona oeste de São Paulo. Mas, quando a satisfação passa pelo lado profissional, Felipão  se mostra decepcionado consigo mesmo.

Contratado para resgatar o espírito vencedor do clube – ele foi o treinador da conquista da Libertadores de 1999 – , Felipão ainda não rende o que se esperava. Depois de assumir o time na nona rodada, quando o Alviverde ocupava a sétima posição, o badalado técnico ainda não conseguiu engatar uma sequência de bons resultados e vê a equipe ocupar somente o 11º lugar, com 29 pontos.

– Estou satisfeito por ter vindo, por ter antecipado em seis meses a minha vinda, embora não fosse essa a ideia da minha família. Ninguém concordava com isso. Mas esse tempo vai me dar a oportunidade de conhecer muitas coisas. Estou satisfeito com isso, com a cidade, vivo na Pompeia, que é um lugar espetacular. Mas não estou satisfeito comigo mesmo porque perdemos pontos importantes em alguns jogos que poderiam ter nos deixado entre os quatro, cinco primeiros. Isso faz com que tenha em mim que não estou satisfeito. Espero não ir assim até o fim do ano. No restante, estou muito contente com tudo o que tenho vivido – afirmou.

Desde a sua chegada, Felipão descartou que o Alviverde fosse um dos protagonistas do Campeonato Brasileiro pelas dificuldades que a equipe vinha atravessando na competição. Seu plano é conseguir uma vaga na Libertadores de 2011, seja pelo Nacional ou pela Copa Sul-Americana, para melhorar a equipe na próxima temporada. Enquanto isso não acontece, ele aponta seus favoritos para o torneio nacional.

– Internacional, Cruzeiro, Corinthians e Fluminenses, que agora deu pequeno probleminha. Esses times vêm mantendo o nível. O campeonato está assim porque os jogadores estão mais ou menos nivelados. Mas, dos que tenho visto, esses vêm jogando bem e marcando bastante.

setembro 18, 2010 Posted by | Palmeiras | , | Deixe um comentário

Marcos está fora do clássico com o São Paulo no Pacaembu

Goleiro palmeirense ainda não está 100% de problemas no joelho esquerdo e desfalca mais uma vez o time no Campeonato Brasileiro

O goleiro Marcos está definitivamente fora do clássico das 16h deste domingo, contra o São Paulo, no Pacaembu. O camisa 12 realizou uma movimentação leve na tarde da última quinta-feira, mas não se sentiu confortável para ir para o confronto. O arqueiro sente dores no joelho esquerdo, o mesmo que em julho passado foi submetido a uma artroscopia.

Marcos começou a sentir dores na região há duas semanas, quando o Palmeiras foi derrotado pelo Cruzeiro, no Pacaembu. O goleiro reclamou ainda no primeiro tempo e recebeu uma rápida massagem no local. Na segunda etapa, porém, ele precisou ser substituído por Deola.

Além de Marcos, o técnico Luiz Felipe Scolari também não poderá contar com o volante Edinho e o atacante Kleber, ambos suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo no confronto com o Grêmio, na última quarta-feira.

O Palmeiras 29 pontos e ocupa a 11ª posição do Campeonato Brasileiro – uma colocação à frente do São Paulo, que tem 28 pontos.

Fonte: globoesporte.com

setembro 18, 2010 Posted by | Palmeiras | | Deixe um comentário

Baresi completa 40 dias e broncas não param

Após mais uma derrota, trabalho do comandante é questionado outra vez. Fica até quando?

Sérgio Baresi completa neste sábado 40 dias de trabalho no CT da Barra Funda. Em nove partidas, tudo bem dividido. São três vitórias, três empates e três derrotas. O treinador, após o segundo revés seguido (Botafogo e Internacional), ouviu reclamações públicas dos seus comandados. Além disso, pela primeira vez, ouviu vaias e xingamentos da torcida, sem paciência.

– Quando um time grande perde em casa, a torcida pega no pé com razão. O São Paulo aceitou passivamente o domínio do Inter, isso foi um erro mortal. Não temo ficar queimado, porque futebol é resultado. Sou novo, tenho uma carreira toda pela frente – afirmou Baresi.

Apesar de não temer pelo seu futuro como treinador, o começo no profissional não tem sido fácil para o interino. A diretoria não o garante até o fim do ano e sempre que obtém maus resultados, nomes para assumir seu posto são especulados. Alguns membros da cúpula são contra sua permanência. Internamente, os jogadores não entendem certas decisões e questionam o trabalho. Depois da derrota para o Inter, críticas foram externadas.

– Para mim é ruim (ser banco). Respeito a decisão do Baresi, sempre respeitei todo mundo como profissional e agora não seria diferente. Era um dos que mais vinha jogando e, pela minha consciência, estava bem. São coisas que acontecem no futebol, mas fico chateado – disparou Junior Cesar, que perdeu a vaga para o volante Richarlyson.

O camisa 20 não reconhece publicamente, mas, segundo apurou a reportagem do LANCE!, não está contente em seu novo setor. Jean vive situação parecida.

Recentemente, Jorge Wagner e Dagoberto, quando ainda eram reservas, também declararam descontentamento. Ambos não entendiam porque deixaram de ser utilizados. Ontem, antes da partida, até Lucas Gaúcho, que nem sequer estreou no profissional, deu sua cornetada via Twitter. O mesmo, depois, apagou o que escreveu.

Apesar das reprovações, a cúpula não vai punir ninguém e continua bancando Baresi no cargo.

– Se apostou no Baresi, então siga com ele. Acho que não ajuda em nada mudar muito – diz o superintendente, Marco Aurélio Cunha.

A opinião dos comandados

Cleber Santana – Quinta-feira
“Só estávamos Jorge e eu no meio. Ficavam dois, três para um. Se sobra, então tem algo errado”

Junior Cesar – Quinta-feira

“Ele não me explicou, só falou que é opção tática. Tenho de respeitar,
mas fico chateado”

Dagol – Quando banco

“Mereço um mínimo de respeito no clube. Em duas semanas fui sacrificado por todos”

Lucas Gaúcho
Quinta-feira, pelo Twitter.

“Gente, não fui relacionado. Motivo? Nem eu sei. Vou estar torcendo no Morumbi”

Fonte: lancenet

setembro 18, 2010 Posted by | São Paulo | | Deixe um comentário

Com ruptura do tendão de Aquiles, Junior Cesar não joga mais em 2010

Lateral do São Paulo será submetido a uma cirurgia na próxima semana

A cena de Junior Cesar sendo retirado de campo carregado pelos seguranças no treino recreativo do São Paulo já não era boa. E a consequência foi pior. Após passar por um exame de ressonância magnética nesta sext-feira, o lateral-esquerdo soube que sofreu uma ruptura completa do tendão de Aquiles e terá de se submeter a uma cirurgia na próxima semana. Com a lesão, o jogador apenas poderá voltar aos gramados em 2011.

Junior Cesar fará tratamento durante todo o fim de semana para reduzir o edema local. Na segunda-feira, o lateral-esquerdo será avaliado pelo médico-cirurgião, Dr. Rene Abdala, que definirá a data da cirurgia. Segundo ele, a previsão é que o atleta volte a jogar após cinco meses.

Com a ausência de Junior Cesar, o técnico Sérgio Baresi deverá colocar Richarlyson novamente na lateral-esquerda, como tem feito nos últimos três jogos. O treinador também terá à disposição os laterais Carleto e Diogo.

Fonte: globoseporte.com

setembro 18, 2010 Posted by | São Paulo | , | Deixe um comentário

Ricardo Oliveira pode ser a surpresa no clássico contra o Palmeiras

O teste final do camisa 99 será no treino deste sábado. Em contrapartida, Junior Cesar se machucou e deve ser vetado para o banco de reservas

O técnico Sérgio Baresi ficou animado com a movimentação dos jogadores que não enfrentaram o Internacional. Afinal, Ricardo Oliveira participou do treino nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda, e mostrou que pode ser a surpresa no São Paulo para o clássico deste domingo, contra o Palmeiras, às 16h, no Pacaembu, pelo Brasileiro. O atacante, recuperado de uma tendinite no joelho esquerdo, participou de toda a atividade. Ele será novamente observado neste sábado antes de a comissão técnica tomar uma decisão.

– O Ricardo hoje ainda administrou, mas vamos ver como ele se comporta amanhã (sábado). Ainda não dá para falar muita coisa, melhor esperar – ressaltou o preparador físico Carlinhos Neves, cauteloso.

A baixa do treino desta sexta foi o lateral Junior Cesar, que sofreu uma lesão no tendão calcâneo do pé esquerdo durante o recreativo. Ele precisou deixar o gramado amparado por um segurança e foi direto para o Reffis. No início da noite, seguiu para um hospital com o médico José Sanchez para fazer um exame mais detalhado. Existe a suspeita de ruptura no local. Neste sábado, o clube saberá a gravidade da contusão.

Alex Silva, que se recuperou de uma cirurgia no joelho direito, trabalhou bem a semana toda e vai jogar ao lado de Miranda no domingo.

– O Alex está bem mais adiantado no processo de recuperação que o Ricardo – resumiu Neves.

Fonte: globoesporte.com

setembro 18, 2010 Posted by | São Paulo | | Deixe um comentário

Marcos Assunção x Ceni: duelo dos pés calibrados no ‘Choque-Rei’

Na bola parada, volante palmeirense e goleiro são-paulino são as armas para o clássico deste domingo, no Pacaembu, pelo Brasileiro

Concentração e pés direitos calibrados para a batida perfeita são características que acompanham dois atletas que estarão em campo neste domingo, no Pacaembu, para o clássico entre Palmeiras e São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro. Apesar de, na prática, ambos serem jogadores defensivos, quando necessário eles são requisitados para ajudarem o ataque. Por isso, o volante Marcos Assunção e o goleiro Rogério Ceni devem protagonizar um duelo bem particular no “Choque-Rei”, nas cobranças de faltas.

O chute certeiro de Marcos Assunção já fez três vítimas neste ano, desde que chegou ao Palmeiras. No Brasileiro, ele marcou no 2 a 2 com o Botafogo, no Pacaembu, e na vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio, no Olímpico, além da precisão cirúrgica no 3 a 0 sobre o Vitória, pela Sul-Americana, também no estádio paulistano, que garantiu a equipe na fase internacional do torneio. Antes disso, ele já havia marcado cinco vezes pelo Grêmio Prudente, no Campeonato Paulista.

A precisão do goleiro Rogério Ceni pôde ser vista duas vezes nesta temporada. O capitão são-paulino, que tem 90 gols na carreira (contando os de pênalti), marcou de falta contra o Fluminense (2 a 2), no Brasileiro, e na partida contra o Once Caldas (2 a 1 para o time colombiano), pela Taça Libertadores. Ao longo de 20 anos de São Paulo, o camisa 1 marcou dois gols em batidas de faltas sobre o Palmeiras: 3 a 0 no Paulista de 2005 e 2 a 2 no Rio-São Paulo de 2002.

– Não podemos falar quem é o melhor ou quem é pior. Para sabermos disso, tem de haver uma competição de batedores de falta, coisa que nunca teve no Brasil nem no mundo. Só assim saberemos quem é o melhor e quem é o pior. Rogério é um grande batedor também. Se tiver uma falta perto da nossa área, a favor do São Paulo, será muito perigoso. Temos de tomar cuidado em não fazer faltas perto da nossa área – alertou Assunção.

Apesar de não apontar quem é o melhor neste tipo de disputa, o volante palmeirense afirmou que aceitaria um duelo seja com o goleiro são-paulino ou com qualquer outro exímio batedor de faltas.

– Não só contra o Rogério, mas com todos os batedores de falta. Assim, todos iriam saber quem é o melhor. Seria muito gostoso também. Para mim, não haveria nenhum tipo de problema.

Fonte:globoesporte.com

setembro 18, 2010 Posted by | Palmeiras, São Paulo | | Deixe um comentário

Deivid quer levar a melhor sobre Washington

Atacante do Fla fala sobre o duelo com o artilheiro do Brasileiro

LANCEPRESS!

Desde que vestiu a camisa 99 do Flamengo pela primeira vez, Deivid não conseguiu marcar um gol sequer. Mesmo após cinco partidas em branco, o atacante segue confiante e fala em se dar melhor na disputa com o atual artilheiro do Campeonato Brasileiro, Washington, do Fluminense, que tem dez gols marcados.

Os jogadores se enfrentarão no clássico do próximo domingo, no Engenhão. Deivid lembra que no Brasileirão de 2004 levou a pior na luta pela artilharia com o Coração Valente.

– O Washington é um grande atacante e está vivendo uma grande fase. Brigamos pela artilharia de um Campeonato Brasileiro há alguns anos e ele levou a melhor porque eu tive oito gols mal anulados. Espero que no clássico deste fim de semana eu possa levar a melhor – declarou

Flamengo e Fluminense se enfrentam às 18h30 do próximo domingo, no Engenhão, pela 23ª rodada da competição.

setembro 18, 2010 Posted by | Flamengo | | Deixe um comentário

Silas não define equipe para o Fla-Flu

Técnico rubro-negro, no entanto, deve escalar três volantes

LANCEPRESS!

O técnico Silas segue fazendo mistério no Flamengo. Após o treino desta sexta-feira, na Gávea, o comandante novamente evitou falar na equipe titular que colocará em campo, desta vez, para enfrentar o Fluminense, no próximo domingo, no Engenhão. A tendência, no entanto, é que mantenha o time com três volantes.

Com o retorno de Willians, recuperado de lesão na coxa, Kleberson, que foi mal na partida contra o Grêmio Prudente, deve voltar para o banco de reservas. Segundo Silas, o esquema com três volantes não representa perda de poder ofensivo por parte da equipe.

– Não vou inventar nada na escalação. É possível jogar de todas as formas que já atuamos. De qualquer forma, o Corinthians jogou contra o Fluminense com três volantes e venceu. O Guarani e o Atlético-GO também optaram por essa formação e foram felizes – disse o técnico.

Mantendo a tranquilidade e a cabeça dos jogadores em alerta, Silas afirma que, apesar da vitória sobre o Grêmio Prudente, na última quarta-feira, a preocupação com a zona de rebaixamento ainda é grande.

– Por enquanto, é um olho atrás e outro na frente. Estamos a três pontos do décimo, mas a cinco da zona do rebaixamento. A última rodada nos favoreceu, mas temos de melhorar e conquistar estes três pontos – completou, referindo-se ao clássico.

Com 26 pontos, o Flamengo é o 14º na tabela do Campeonato Brasileiro. Já o Fluminense lidera a competição, com 41 pontos.

setembro 18, 2010 Posted by | Flamengo | , | Deixe um comentário