Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Santistas revelam conversa com Neymar e defendem atacante

Pará reconhece que companheiro fez “gracinha”, mas diz que o melhor é manter a cabeça fria. Lateral descarta maldade nas atitudes do camisa 11

Não é de hoje que o estilo de jogo abusado de Neymar gera polêmica. Nesta sexta-feira, um dia depois da vitória por 2 a 1 sobre o Avaí, os jogadores mais experientes tiveram uma conversa com o atacante. No jogo de quinta, ele foi alvo de novo problema ao dar um chapéu em Marcinho Guerreiro com a bola parada. O camisa 11 também levou cartão amarelo ao simular um pênalti na frente do árbitro Carlos Eugênio Simon

O técnico Antônio Lopes ainda saiu de campo acusando Neymar de ter menosprezado os adversários e dito que era “milionário e podia tudo”. O lateral-direito Pará reconhece a “gracinha” feita pelo companheiro dentro de campo, mas sai em defesa do garoto no que diz respeito a esse tipo de conduta.

– Hoje procuramos conversar com o Neymar. Eu, Edu Dracena e os mais experientes. Ele disse que não falou nada disso para os jogadores do Avaí. Na verdade, nem percebi muito o que aconteceu, porque ele joga mais pelo lado esquerdo e eu estava na direita – afirmou o lateral-direito.

Pará garante que Neymar, de apenas 18 anos, faz o que faz por instinto e não por maldade.

– Quando ele faz essas coisas não é por maldade. É a característica dele, sabemos do perfil que o Neymar tem. Não fez aquilo com o Marcinho para desprezar o jogador. Todo mundo sabe que foi um lance de bola parada, ele fez aquela gracinha, mas é coisa do futebol – defendeu.

O goleiro Rafael também saiu em defesa do atacante. E ele sabe que a situação pode ocorrer contra o Santos. No entanto, o jogador garante que teria postura diferente de Marcinho Guerreiro e procuraria apenas jogar de forma limpa.

– Estão fazendo uma tempestade em copo d’água. É natural no futebol ter uma provocação, uma chegada mais forte, uma brincadeira. Assim como é natural o cara me driblar e eu ficar bravo com ele. O Neymar sabe o que faz, ele adotou essa irreverência, essa molecagem, então não tem nada de mais – analisou Rafael.

Nesta sexta, Neymar não concedeu entrevistas e acabou sendo preservado pelo clube. A expectativa era de que ele se pronunciasse de forma oficial sobre o assunto.

setembro 3, 2010 - Posted by | Santos |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s