Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Flu e Vasco se enfrentam domingo no duelo dos melhores pós-Copa

Tricolor tem a melhor campanha após a retomada do Brasileiro, com 17 pontos, seguido pelo time cruzmaltino. Goiás tem o pior desempenho

Fluminense e Vasco se enfrentam no próximo domingo em um dos principais jogos da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. E o clássico vai opor os dois clubes com as melhores campanhas na competição depois da parada para a Copa do Mundo. Líder do Nacional, o Flu marcou 17 de seus 32 pontos nos sete jogos disputados após o Mundial da África do Sul. O melhor desempenho no período entre as 20 equipes da Série A. Em seguida, vem o Vasco que marcou 75% dos seus pontos após a retomada do torneio (15 dos 20 que possui).

O bom rendimento garantiu a ascensão dos dois times na classificação. O Flu ocupava a terceira posição quando a Copa começou, atrás de Corinthians e Ceará. Já o Vasco era o penúltimo colocado, com apenas cinco pontos. Hoje, está em nono lugar. Sob o comando do treinador Paulo César Gusmão, que assumiu o cargo durante o Mundial, o time de São Januário tem o melhor sistema defensivo das sete últimas rodadas, com apenas três gols sofridos. Ao lado da defesa do Flamengo.

O pior desempenho do Brasileiro na fase pós-Copa é do Goiás, que conquistou apenas três pontos em 21 possíveis. Em seguida, vem o Ceará, que caiu na classificição. Segundo colocado antes da parada para o Mundial, com os mesmos 17 pontos do então líder Corinthians, o Alvinegro cearense ocupa hoje a sexta colocação, com 21.

O São Paulo também perdeu fôlego. Sexto colocado até 13 de julho, com 11 pontos, o Tricolor Paulista hoje ocupa o 13º lugar (17). A equipe só conseguiu uma vitória nos últimos sete jogos no Brasileiro.

Já o Internacional, que eliminou o time paulista da Taça Libertadores, melhorou bastante: passou do 15º para o sétimo lugar. Em 18 pontos disputados após o apito final de Espanha x Holanda, o Colorado somou 13 (teve adiado o jogo contra o Santos). Em caso de vitória sobre o Peixe, o time gaúcho passa a ter o segundo melhor desempenho. Hoje, com uma partida a menos, possui a quarta melhor campanha do período, atrás de Flu, Vasco e Avaí.

Sob o comando de Antônio Lopes, o time catarinense conquistou 14 pontos em sete jogos, subindo dez posições: de 13º para terceiro. E tem o ataque mais positivo desse intervalo, com 15 gols.

Já o Santos, adversário do Avaí na quarta-feira, pela Copa Sul-Americana, fez o caminho inverso. Saiu do quarto lugar na parada do campeonato para a atual 11ª colocação. O atual campeão paulista e da Copa do Brasil ganhou duas partidas e perdeu quatro no Brasileiro desde o fim do Mundial.

Desempenhos dos clubes após a Copa do Mundo (8ª a 14ª rodada)

1º) Fluminense – 17 pontos (21 possíveis)
2º) Vasco – 15
3º) Avaí – 14
4º) Internacional – 13
5º) Cruzeiro – 12
6º) Botafogo – 12
7º) Corinthians – 11
8º) Flamengo – 11
9º) Palmeiras – 10
10º) Vitória – 9
11º) Atlético-PR – 7
12º) Grêmio Prudente – 7
13º) Atlético-MG – 7
14º) Grêmio – 7
15º) Santos – 6
16º) Guarani – 6
17º) São Paulo – 6
18º) Atlético-GO – 5
19º) Ceará – 4
20º) Goiás – 3

agosto 16, 2010 Posted by | Fluminense, Vasco da Gama | | Deixe um comentário

De Picos para a Colina, Rômulo se firma como titular de PC Gusmão

Garoto revela dificuldades que passou no início da carreira, da perda da avó, em 2009, e do convívio com a filha Nicole, de apenas dois anos

De Picos, no interior do Piauí, para São Januário. Essa é a trajetória da vida do apoiador Rômulo, de apenas 19 anos. Da infância difícil, no Nordeste, mas sem passar fome, como o próprio jogador costuma lembrar, à afirmação sob o comando do técnico Paulo César Gusmão. Dificuldades para comprar um par de chuteiras e trabalho no mercadinho do avô, seu João Francisco, são apenas alguns dos momentos marcantes na carreira do garoto, que passou de meia de ligação a volante.

– Foi difícil, mas nunca passei necessidade – relembra o meia vascaíno, sempre com um sorriso no rosto.

Mesmo ganhando a posição de titular do Vasco, o volante foi responsável por deixar o técnico Paulo César Gusmão desesperado na vitória sobre o Grêmio Prudente por 2 a 1, no último domingo. Nos momentos finais do jogo, ele perdeu uma bola no meio-campo e as câmeras de tv mostraram a revolta do treinador que gritou bastante reclamando da desatenção do jogador

Rômulo chegou ao Vasco no fim do ano passado após ser indicado pelo diretor executivo de futebol do clube, Rodrigo Caetano, que já havia tentado em vão a sua contratação nos tempos em que trabalhava no Grêmio. Após muito negociar, o Porto de Caruaru aceitou liberar o atleta para a equipe carioca. No Gigante da Colina, ele tem duas conquistas nas categorias de base – o Torneio Octávio Pinto Guimarães, em 2009, e o Estadual de juniores, em 2010.

E foi de Caruaru que o garoto saiu com a esposa Jéssica e a filha Nicole, de apenas dois anos. Filha? É isso mesmo. Rômulo foi pai cedo. Hoje, as duas moram com o jogador em um apartamento em São Cristõvão, bem próximo do estádio vascaíno. Mas ele não se importa de já ter construído uma família tão cedo.

– Elas veem sempre ver os jogos em São Januário. Gosto muito de criança, a Nicole é muito apegada a mim. Isso foi muito bom para a minha carreira. Foi um salto enorme. É por ela que venho trabalhar todos os dias – contou o jogador, que já prometeu homenagear a filha quando balançar a rede pela primeira vez nos profissionais.

Mas até chegar ao Vasco, Rômulo precisou trabalhar duro. É com orgulho que ele relembra dos momentos que passou com o avô. Em Picos, ele trabalhou vendendo alimentos em um mercado, que hoje é comandado por sua mãe, dona Luciana. Este mês, por sinal, ela vai fazer uma visita ao filho, que admite muita saudade dos familiares.

– Sempre ajudei no mercadinho. O meu avô já tinha uma certa idade e eu ficava lá com ele. Sou muito apegado aos meus familiares e, às vezes é difícil ficar longe – contou o jogador.

E é justamente do avô que Rômulo tem uma história curiosa. O garoto revelou um diálogo que teve com João Francisco após o início de sua trajetória como titular do Vasco.

– Quando eu vou jogar, ele não assiste. Ele é operado do coração e não aguenta a emoção. Ele diz: “meu filho, o médico falou que para o coração acelerar e eu morrer pode ser coisa boa ou ruim e por isso eu não assisto” – lembrou Rômulo.

O apoiador vascaíno iniciou a carreira com 11 anos no Palmeirinha, uma equipe montada por um vizinho de sua família, em Picos. Três anos depois, ele teve a oportunidade de defender o Porto de Caruaru e foi aí que passou pelas primeiras dificuldades.

– Eu fui sozinho, foi muito difícil. Ficava em casa o tempo todo, chorava bastante. Mas eu tinha comigo que realizaria o sonho de ser jogador de futebol um dia – disse.

Em 2009, Rômulo cogitou voltar para casa após uma perda na família.

– O único fato que desestabilizou a minha carreira foi a perda da minha avó (Francisca). Isso me abalou um pouco, mas eu procurei superar para seguir jogando normalmente no Porto de Caruaru – afirmou o jogador.

Um dos pilares da arrancada do Vasco no Campeonato Brasileiro, Rômulo se transformou em titular da equipe durante a pausa da competição para a disputa da Copa do Mundo. De lá para cá, o Gigante da Colina conseguiu quatro vitórias e três empates.

– Fico feliz com os resultados e com o reconhecimento, mas procuro trabalhar para me firmar ainda mais no futebol – disse o jogador.

agosto 16, 2010 Posted by | Vasco da Gama | , | Deixe um comentário

Ilsinho não vê a hora de acertar logo com o Tricolor: ‘É só dar o papel’

Jogador está em litígio com o Shakthar Donetsk e obteve a liberação para acertar com quem quiser. No entanto, faltam trâmites a serem resolvidos

O lateral-direito Ilsinho garante que está à disposição para acertar logo seu contrato com o São Paulo. O jogador entrou com uma ação na Fifa para cancelar seu contrato com o Shakthar Donetsk, da Ucrânia, alegando que não recebia salários havia quatro meses. Enquanto a ação é julgada, Ilsinho conseguiu uma liberação para acertar com o clube que quiser. Ele está treinando no CT da Barra Funda desde o dia 31 de maio, já acertou salários com o Tricolor, mas ainda aguarda os trâmites burocráticos.

– É só dar o papel que eu assino – afirmou o jogador, enquanto deixava o campo 3 do CT.

Ao mesmo tempo que os reservas disputavam um jogo-treino contra o Paulista, Ilsinho fazia um treinamento físico separadamente. Ele não joga há quatro meses.

O acerto deverá acontecer ainda nesta semana.

agosto 16, 2010 Posted by | São Paulo | | Deixe um comentário

Presidente do Chelsea confirma que quer Neymar, mas nega aliciamento

Bruce Buck diz que o clube está observando o jovem jogador santista, mas garantiu que não fez nada errado, como acusa mandatário santista

O presidente do Chelsea, Bruce Buck, confirma o interesse do clube na contratação de Neymar, estrela do Santos, mas nega que esteja aliciando o jogador, como acusa o mandatário santista, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro. O dirigente alvinegro até ameaçou levar o caso à Fifa para denunciar o clube inglês. Mas, segundo Buck, o Chelsea não fez nada de errado.

– Não houve nenhum tipo de aliciamento, quero deixar isso bem claro. Estamos observando alguns jovens jogadores brasileiros e ele (Neymar) é um deles – afirmou, em entrevista ao programa TalkSport, da rádio inglesa UTV.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de Neymar vir a ser jogador do Chelsea, Bruce Buck foi evasivo.

– Quem sabe?

O Chelsea está oferecendo ao Santos € 30 milhões (R$ 67,8 milhões) pelo jogador. Mas a diretoria santista se mantém irredutível e diz que se o Chelsea quiser o jogador, terá de pagar o valor integral da multa rescisória: € 35 milhões (R$ 79,1 milhões). Nesta segunda-feira, o agente de Neymar, Wagner Ribeiro, e o pai do atleta, Neymar dos Santos Silva, chegam ao Brasil para apresentar ao jogador o que o Chelsea está oferecendo à família.

Ribeiro e Neymar pai se reuniram com representantes do Chelsea na segunda-feira passada em Nova York. Bruce Buck participou do encontro e prometeu se esforçar para levar o jogador para a Inglaterra. Apresentou proposta para contratar o jogador por cinco anos. O pai do Neymar gostou dos números.

Na terça-feira, haverá uma outra reunião: dessa vez entre a família do jogador e os dirigentes do Santos. Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro tentará convencer a família Neymar a ficar no Brasil. Para isso, apresentará um plano de carreira, com gatilhos salariais por objetivos alcançados. Um dos argumentos do presidente santista é o seguinte: Neymar, 18 anos, está muito jovem para ir embora. Ele poderia permanecer, disputar a Taça Libertadores, conquistar mais títulos, se consolidar como ídolo alvinegro e se fixar na seleção brasileira. Tudo isso agregaria mais valor ao jogador, que, daqui a algum tempo, teria condições de negociar um contrato ainda maior com clubes europeus.

Resta saber se Neymar, e seu staff, vão se convencer com a retórica do presidente alvinegro. Wagner Ribeiro já deixou claro que ficar não é a melhor opção.

– Se o Santos for só dar um aumento para o Neymar, não adianta. Ele precisa de projeção na carreira. Queremos que ele seja eleito o melhor jogador do mundo. A possibilidade de o Neymar ser escolhido o melhor do mundo jogando no Brasil é zero. Temos os melhores jogadores, mas não temos um campeonato de nível – afirmou o agente, em entrevista à Rádio Globo.

agosto 16, 2010 Posted by | Santos | , | Deixe um comentário

Assunção lembra ‘barrados’ e diz que não há culpados por má fase

Volante ressalta importância de Ewerthon, Pierre e Vitor, que foram para o banco de reservas antes do jogo contra o Atlético-PR

O Palmeiras voltou a vencer depois de seis jogos e deu o primeiro triunfo ao técnico Luiz Felípe Scolari desde que ele retornou ao clube. Mas para bater o Atlético-PR por 2 a 0, no último sábado, o comandante promoveu três mudanças importantes na equipe: sacou o lateral-direito Vitor, o volante Pierre e o atacante Ewerthon, que começaram o jogo no banco de reservas. O último entrou no segundo tempo e fez o segundo gol do triunfo.

As mudanças, porém, serão normais no time. O volante Marcos Assunção, um dos mais experientes do grupo, diz que o elenco foi recheado justamente para Felipão ter opções diversas. Por isso, acredita que os ex-titulares voltarão a ter chances em breve. E cita o próprio caso como exemplo.

– Os que saíram não podem pensar que são os culpados pela má fase. O Palmeiras tem um grupo e todo jogador tem de respeitar quem entra no lugar. Estamos todos os dias trabalhando para ter uma chance no time. No meu caso sempre respeitei. Vinha jogando e saí, vinha jogando outra vez e saí de novo. Mesmo assim, sempre respeitei quem entrava, pois um grupo vencedor se forma assim – analisou o camisa 28.

O volante Márcio Araújo tem a mesma visão. Titular incontestável desde que chegou ao Verdão, no início do ano, ele garante que não ficará chateado se um dia perder a vaga. Araújo prefere exaltar o forte elenco que o Verdão está montando para a sequência do Campeonato Brasileiro.

– Nada é feito de uma hora para outra nem nada vai acontecer em vão. O Ewerthon entrou, jogou 20 minutos e fez gol. O Pierre tem uma história dentro do clube, o Vitor também e outros que saíram. Vamos precisar deles em um certo momento, não podemos deixar o ânimo cair por estar fora de uma situação ou outra, de um jogo ou outro – disse o volante.

O próximo compromisso do Palmeiras é pela Copa Sul-Americana, contra o Vitória, quinta-feira, no Pacaembu. O time precisa vencer por três gols de diferença para avançar, já que perdeu o jogo de ida por 2 a 0 em Salvador. Felipão pode ter o retorno de Lincoln, que está recuperado de lesão na coxa direita e voltou a trabalhar no campo nesta segunda-feira.

agosto 16, 2010 Posted by | Palmeiras | | Deixe um comentário

Inter inicia concentração para a final

Colorado volta a treinar na tarde desta terça-feira. Será o último trabalho antes de enfrentar o Chivas, quarta, pela decisão da Taça Libertadores

O grupo do Inter iniciou a concentração para a grande final da Libertadores da América na noite desta segunda-feira. Os colorados deixaram o estádio Beira-Rio rumo ao hotel onde ficarão hospedados por volta das 20h. Nesta terça, às 15h30m,  o técnico Celso Roth comanda o último treino antes do jogo contra o Chivas, do México. A final será na quarta, às 22h, no Gigante. Como venceu por 2 a 1 em Guadalajara, o time brasileiro precisa apenas de um empate para se tornar bicampeão.

agosto 16, 2010 Posted by | Internacional | | Deixe um comentário

Souza se diz orgulhoso por receber a braçadeira do novo treinador

Meia se mostra empolgado com a nova fase do time e com a oportunidade de voltar a jogar após se recuperar de lesão

Foram cerca de seis meses de recuperação da lesão no joelho para o meia Souza voltar a jogar pelo Grêmio. Empolgado com a opção de Renato, que chegou ao clube, escalou o jogador como titular e ainda lhe deu a braçadeira de capitão, Souza se disse orgulhoso e explicou que, entre ele e Victor, ex-capitão, está tudo tranquilo.

– O treinador queria um cara mais perto, dentro do campo. O Victor fica muito atrás, não tem a facilidade de conversar quando necessário. Ele (Renato) sabe que eu tenho um respaldo, e para mim é um orgulho muito grande receber a braçadeira de um treinador que chegou e me colocou para jogar. Tirou aquela expectativa de que minha volta seria gradual. Voltei, estou jogando, e espero melhorar cada vez mais. O Vitão (Victor) é um grande cara, tudo tranquilo – declarou.

Souza ficou insatisfeito quando soube, através da imprensa, que o departamento médico e o técnico Silas planejavam que seu retorno acontecesse aos poucos. Se dizendo totalmente recuperado, o meia queria a chance de jogar mais que apenas alguns minutos.

Outro fator que agradou ao meia com a chegada de Renato foi a mudança na formação da equipe. Segundo Souza, o treinador disse que tanto ele como Douglas jogariam mais liberados, sem muita preocupação com a marcação no meio-campo, tendo possibilidade de criar mais.

– Ele chegou, nos reuniu e falou que quem estava sem confiança tinha que mudar a cabeça e fazer o que todo jogador sabe. Para quem estava se sacrificando um pouco na marcação ele pediu para que não voltasse tanto – meu caso e do Douglas – para jogar do meio para frente. Posicionou os jogadores, viu que estávamos com problemas muito sérios, que onde a bola estava tinha cinco jogadores, e o outro lado ficava vazio. Mas o grande passo foi a confiança que ele nos passou.

agosto 16, 2010 Posted by | Grêmio | | Deixe um comentário

Legítimo guerreiro, Emerson supera dor e desconfiança para brilhar no Flu

Com direito a exibição com três pontos no pé e média de um gol por partida, Sheik se destaca pelo Tricolor e conquista torcedores desconfiados

Três pontos no pé e mais três na tabela. A torcida do Fluminense chama os jogadores de guerreiros desde a arrancada que evitou o rebaixamento no Brasileirão do ano passado, mas poucas vezes o apelido foi tão bem empregado como em Emerson na vitória por 3 a 0 sobre o Internacional, domingo, no Maracanã, pela 14ª rodada. Ainda com resquícios da lesão adquirida na partida contra o Grêmio, o Sheik ignorou as dores e entrou em campo. A recompensa? Um gol e quase 60 mil vozes gritando seu nome.

Ainda com os pontos no pé direito e em fase final de recuperação de um trauma ósseo, Emerson tirou a segunda-feira para desfrutar o excelente início com a camisa do Fluminense: são quatro jogos e quatros gols. E minimizou o sacrifício realizado para encarar o Colorado.

– Esse é o espírito que o Muricy tem passado para o grupo. E acredito que qualquer outro jogador teria jogado com os pontos no pé também.

Ovacionado pelo torcedor tricolor ao ser substituído por Rodriguinho nos minutos finais da partida, o Sheik teve a certeza de que colocou um ponto final na desconfiança do torcedor por seu passado rubro-negro. Algo que ele nunca duvidou.

– Minha vida sempre foi marcada por desafios. Minha vinda para o Fluminense foi algo que não tinha sido planejado. Acreditei, abracei a ideia, o projeto, e estou feliz.

Líder do Brasileirão com quatro pontos de vantagem sobre o Corinthians, o atacante é o único jogador do elenco que pode conquistar a competição pela segunda vez consecutiva. Com o Flamengo, porém, ele não disputou a reta decisiva – foi negociado com o Al-Ain, dos Emirados Árabes.

– Agora tenho a oportunidade de estar com o Fluminense.

agosto 16, 2010 Posted by | Fluminense | , | Deixe um comentário

Zico pede calma: ‘Estamos atuando para dar boas notícias’

Diretor executivo não cita nomes, mas diz que está atrás de reforços e passa otimismo aos rubro-negros. Deivid segue na mira

A cada dia que passa, os torcedores do Flamengo ficam mais impacientes em relação ao ataque do time, que, mesmo com a estreia de Leandro Amaral na magra vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, segue muito mal, com 13 gols em 14 rodadas. Para piorar, o limite para a contratação de um jogador que atue no exterior está se esgotando, já que a janela de transferências se encerra na próxima quinta-feira, dia 19 – até essa data, o nome do atleta precisa ser registrado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF. Mesmo correndo contra o tempo, o diretor executivo, Zico, pede tranquilidade e diz que segue atrás de reforços.

– Não quero me antecipar e falar nomes antes de tudo estar cem por cento resolvido. Mas o torcedor pode ficar tranqüilo, pois estamos atuando para dar boas notícias. As confirmações não dependem só do clube ou da nossa vontade, mas estou otimista.

Três nomes estão na mira do clube: Deivid, do Fenerbahçe (Turquia), Everton, do Tigres (México), e Diogo, do Olimpiakos (Grécia). No entanto, o nome preferido continua sendo o do atacante do time turco. E, como ele ainda não jogou pelo campeonato nacional, a possibilidade de haver um acordo entre os clubes aumentou.

Na Turquia, apenas oito estrangeiros podem ser inscritos por clube, sendo que o Fenerbahçe tem dez. Neste domingo, na estreia, o time goleou o Antalyaspor por 4 a 0 e cinco estrangeiros foram utilizados. A diretoria do Fener ainda contratou mais um, o senegalês Niang, aumentando para seis o números de inscritos. Sobram três jogadores para duas vagas, e o nome de Deivid deve ficar fora, o que abriria uma condição de negociação com o Flamengo.

Confira quem são os estrangeiros do Fener:

Os brasileiros André Santos, Bilica, Cristian, Alex e Deivid, o espanhol Guiza,o eslovaco Miroslav Stoch, o uruguaio Lugano e os senegaleses Niang e Issiar Dia.

agosto 16, 2010 Posted by | Flamengo | | Deixe um comentário

Cruzeiro defende invencibilidade de 12 anos diante dos baianos do Vitória

Time mineiro tem ampla vantagem sobre os baianos, principalmente em Minas

Em casa, o Cruzeiro não perde para o Vitória há 12 anos. A derrota no Brasileirão de 1998 foi, inclusive, a única vez em que os baianos levaram a melhor sobre o time celeste em Minas Gerais. Na oportunidade, o Cruzeiro tinha um jovem lateral-esquerdo chamado Gilberto. Trata-se do mesmo jogador do elenco atual, que poderá voltar ao time neste domingo.

Na história do confronto entre Cruzeiro e Vitória, a vantagem é mineira. Em 38 jogos, são 22 triunfos mineiros, seis empates e dez derrotas. Dentro de casa, a soberania cruzeirense é ainda maior. O time da Toca levou a melhor em 15 oportunidades, empatou uma e perdeu outra.

Na única derrota cruzeirense, em casa, os baianos venceram por 2 a 0, no Mineirão, gols de Petkovic e Alex Mineiro. A partida foi válida pela primeira fase do Campeonato Brasileiro de 1998.

Com 22 anos, Gilberto era o titular da lateral esquerda do Cruzeiro e um dos mais jovens do time, ao lado do volante Marcos Paulo e do atacante Fábio Júnior. Na partida do próximo domingo, o agora meia, de 34 anos, poderá voltar ao time após quase 30 dias afastado. Doze anos depois, é o jogador mais velho do atual elenco cruzeirense.

A partida entre Cruzeiro e Vitória deste domingo será disputada pela primeira vez no Ipatingão. O jogo será às 18h30m (de Brasília), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

agosto 16, 2010 Posted by | Cruzeiro | | Deixe um comentário

Jorge Henrique critica escalação de árbitro carioca em jogo do Timão

No Twitter, atacante faz ironia com a presença de Perícles Bassols na partida contra o Avaí. Depois, texto foi apagado

A derrota para o Avaí por 3 a 2 no domingo, que deixou o Corinthians mais distante da liderança do Brasileirão (a diferença para o Fluminense aumentou para quatro pontos), irritou jogadores do time paulista. E um dos alvos de críticas foi a escalação de um árbitro do Rio de Janeiro no jogo disputado na Ressacada, o que teria causado um suposto benefício ao Flu. Depois de Elias, na saída do gramado, ter reclamado da presença de Perícles Bassols na partida em Florianópolis, Jorge Henrique fez comentário semelhante em sua página no Twitter.

– Nunca vi um jogo valendo a liderança de um campeonato e colocarem um carioca. Muito engraçado – escreveu o jogo, em um misto de crítica e ironia.

Durante a tarde, o texto foi retirado do microblog do jogador.

A partida entre Fluminense e Internacional, também disputada no domingo, foi apitada por um árbitro de São Paulo: Wilson Luiz Seneme.

No jogo em Florianópolis, os corintianos reclamaram principalmente de dois lances: a correta marcação de impedimento de Jucilei no que seria o gol de empate do Corinthians e também de um lance em que Jorge Henrique caiu na área após disputa de bola. Os atletas do Timão pediram pênalti.

agosto 16, 2010 Posted by | Corinthians | | Deixe um comentário

Polivalente, Somália vive expectativa de saber onde será escalado por Joel

Jogador, que tem atuado no meio de campo nas últimas rodadas, pode ser deslocado para lateral direita por causa da suspensão de Alessandro

Destaque do Botafogo nas últimas rodadas jogando no meio de campo, Somália vive a expectativa da possibilidade de ser chamado pelo técnico Joel Santana para atuar na lateral direita, já que Alessandro está suspenso e não enfrentará o Avaí, sábado, às 18h30m (de Brasília), no Engenhão. Mas, como o próprio jogador já disse anteriormente, sua preocupação maior é estar no “bolo” dos titulares e prolongar a boa fase.

Se Somália não for deslocado para lateral, Jancarlos tem chance de ficar com a vaga.

– Já atuei por ali (direita), mas esta dor de cabeça fica para o papai Joel. Ele escolhe o que é melhor para cada partida, mas.tem optado pela minha entrada como segundo volante. Estou procurando ajudar.

Camisa 10 da equipe, o volante diz que, apesar de ter marcado duas vezes nos últimos dois jogos, não quer ser apontado como esperança de gols da equipe.

– Maicosuel e Jobson são os caras que decidem, mas se as chances pintarem estou ali para ajudar.

O Botafogo é o quarto colocado do Campeonato Brasileiro com 21 pontos.

agosto 16, 2010 Posted by | Botafogo | , | Deixe um comentário

Por força de contrato, Fábio Costa deve ser desfalque na próxima partida

Como está emprestado pelo Santos, goleiro está impedido de jogar no domingo

O técnico Vanderlei Luxemburgo mal teve tempo de comemorar a vitória contra o Guarani e já está com um problema para a próxima partida, contra o Santos, neste domingo. O goleiro Fábio Costa, titular nas últimas partidas, não deverá jogar contra o ex-clube, na Baixada Santista. Como o jogador ainda tem os direitos federativos vinculados ao time paulista, o contrato de empréstimo com o Galo o proíbe de atuar contra o Santos.

Na verdade, Fábio Santos até poderia entrar em campo contra a equipe de Dorival Júnior. Porém, para isso, o Atlético-MG teria que desembolsar R$ 300 mil. Como ainda não deu sinais que está disposta a pagar a multa, a diretoria alvinegra obrigará Vanderlei Luxemburgo a escalar o goleiro Aranha.

A última partida do goleiro com a camisa 1 foi na derrota para o Ceará, por 1 a 0, no Mineirão, no dia 6 de junho. Desde então, Fábio Costa assumiu a vaga e não deu mais nenhuma chance a ninguém.

Atlético-MG e Santos jogarão neste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

agosto 16, 2010 Posted by | Atlético-MG | , | Deixe um comentário