Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Tinga agradece chance dada por Felipão e já pensa na Copa de 2014

Volante chegou ao Palmeiras graças a intervenção de Scolari e Murtosa, que gostaram do jogador. Objetivo é grande: jogar o Mundial no Brasil

Aos 19 anos, o volante Tinga já tem à sua frente uma das maiores oportunidades que um jogador de futebol pode ter. Novo reforço do Palmeiras, ele comemora a chance de atuar em um clube de grande expressão e mostra personalidade ao falar do novo desafio. Capitão em sua passagem pela Ponte Preta, ele não se intimida ao falar dos assuntos mais delicados, como a possível ida de Luiz Felipe Scolari para a seleção brasileira. O técnico se apresenta no Palmeiras na próxima quinta-feira, e o jogador espera que tenha muito tempo para trabalhar com o comandante.

– Sempre tive algo encaminhado, mas nunca acontecia, não dava certo. Agora consegui, com a ajuda do Felipão e do Murtosa, que tudo desse certo e agradeço muito por essa oportunidade. A melhor forma de retribuir é dentro de campo. Espero ficar por muito tempo com ele aqui – afirmou Tinga, logo após vestir pela primeira vez a camisa do Verdão.

Não é só o técnico que inspira o novo reforço palmeirense. Ele se diz fã do futebol de Pierre e também quer o apoio do goleiro Marcos. Neste ano, depois de um jogo da Ponte contra o São Paulo, ele recebeu elogios de Rogério Ceni, agora rival. O mesmo reconhecimento ele espera receber no Palmeiras, aprendendo muito com os mais experientes.

– O Rogério já me deu moral, falou depois desse jogo que eu tinha qualidade. Fico grato por receber esse tipo de elogio. Mas espero em breve ser elogiado por outro ídolo meu, que é o Marcos. Além disso tem o Pierre, que é um espelho para mim. Quero estar com eles e aprender a cada dia. Quero fazer minha história no Palmeiras – disse o volante.

Tinga já tem um planejamento de carreira. Após o encerramento da Copa do Mundo na África do Sul, neste domingo, ele volta seus pensamentos para 2014. Com bom humor, ele revelou o que faria se fosse dirigente do Palmeiras e Felipão fosse chamado para dirigir a seleção brasileira.

– Como dirigente, deixaria que ele fizesse história aqui, ganhasse mais títulos e só depois fosse para a seleção. Aí, na seleção, ele me convocaria – brincou Tinga.

Um pouco mais sério, falou de seu verdadeiro objetivo, mas trocou as bolas ao falar do novo clube.

– Espero que as pessoas conheçam e reconheçam meu trabalho em breve. Já penso lá na frente, em 2014. Com muita disposição e trabalho, fazendo minha história aqui na Ponte, ou melhor, no Palmeiras, as coisas irão acontecer. E, se possível, com o Felipão como técnico – completou o jogador.

julho 12, 2010 - Posted by | Palmeiras | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s