Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Tricolor vence Ceará e dá ao torcedor esperança para decisão com Inter

Protestos e vaias marcaram início do jogo. Aplausos são o destaque no fim. Ricardo Oliveira, sedento por gols, marca o seu. Vozão também marca

A vitória por 2 a 1 sobre o Ceará, na noite deste sábado, no Morumbi, era o que a torcida do São Paulo precisava para reacender a esperança. O time paulista entrou em campo modificado e com mais ofensividade, mostrando que pode mudar a história desfavorável na próxima quinta-feira. Afinal, o que a massa quer mesmo é ver a equipe vencer o Internacional por dois gols de diferença pelo segundo jogo das semifinais da Libertadores, em casa, e chegar à final da competição continental. Como uma espécie de ensaio, o anfitrião pressionou o visitante e viu um Ricardo Oliveira ainda fora do ideal fisicamente, ma sedento por gols. Tanto que fez o dele, assim como Fernandão.

Com o resultado, o Tricolor conseguiu a primeira vitória pós-Copa, chegou a 15 pontos e se afastou um pouco mais da zona de rebaixamento, com a 11ª posição, mas ainda pode cair na tabela. O visitante permaneceu em terceiro no G-4, com 20 pontos. Na próxima rodada do nacional, o Vozão recebe o Atlético-GO no Castelão, domingo que vem, e o São Paulo encara o Atlético-PR no mesmo dia, na Arena da Baixada. Mas antes encara o Inter e define o próprio rumo para o segundo semestre. Se for eliminado, passa a se preocupar somente em se afastar do rebaixamento no Brasileiro, além de possivelmente sofrer mudança de técnico. Se passar pelo Colorado, concentra todas as forças no título e no passaporte para o Mundial de Clubes, em dezembro.

Antes mesmo do início da partida, a torcida mostrou que não está nada contente com o futebol apresentado pelo time paulista desde o fim da Copa do Mundo. Duas organizadas fizeram um protesto na frente do portão 1 do Morumbi, exigindo atitude da diretoria e dos jogadores, e com faixas com frases como “Libertadores é obrigação”. Rogério Ceni foi o único poupado das críticas. Já dentro do estádio, Ricardo Gomes foi vaiado quando seu nome apareceu no placar eletrônico após o anúncio das escalações. Mas ao fim do jogo, a história foi outra. Ceni abraçou todos os jogadores e levou o elenco para agradecer o apoio da torcida, que aplaudiu e incentivou. Aos gritos de “eu acredito”, o São Paulo voltou para o vestiário vitorioso.

Oliveira pilhado, mas sem marcar

O treinador são-paulino surpreendeu na escalação. Deixou Fernandão e Dagoberto no banco e apostou em Fernandinho e Ricardo Oliveira. Também colocou Xandão como um falso lateral-direito, com Jean na cabeça-de-área. Cléber Santana apareceu pelo meio. E as mudanças surtiram efeito pelo menos na forma de jogar do time: Oliveira, bastante motivado, dava muito trabalho à zaga do Ceará. Logo aos cinco minutos, ele recebeu um cruzamento e chutou por cima do gol de Diego, com a bola passando pertinho do travessão.

Fernandinho e Marlos apareciam bastante para abastecer o camisa 99. Junior Cesar também era uma boa opção pela esquerda. O time de Estevam Soares se postava bem na defesa e só arriscava sair nos contra-ataques.

Aos 17, Alex Silva, atuando como líbero, pegou a cobrança de falta de Hernanes e cabeceou de forma precisa no gol, mas Diego impediu a bola na rede em grande defesa. Aos 24, Oliveira disputou bola com a zaga e não conseguiu surpreender o camisa 1 do Vozão. O domínio era todo do anfitrião.

Apesar de tentar muito e não sofrer ameaças do Ceará, o São Paulo não conseguiu marcar o gol no primeiro tempo e deixou o campo no intervalo debaixo de vaias.

Fernandão e Oliveira balançam a rede e dão esperanças à torcida

E o Tricolor voltou com as mesmas vaias, mas modificado. A expectativa era de que Gomes tirasse Oliveira, que não está 100% fisicamente. Mas o camisa 99 foi mantido e com novo municiador: Fernandão. O camisa 15 entrou no lugar de Xandão e jogou mais recuado, na criação. Com a saída do zagueiro, o Tricolor voltou ao 4-4-2, Jean foi para a lateral direita, e Cléber Santana se postou mais atrás.

Parecia que o São Paulo dominaria novamente o segundo tempo. Aos nove, Hernanes obrigou Diego a mandar a bola para escanteio. Aos 11, um chute de Fernandinho acertou dois jogadores do adversário e quase enganou o camisa 1. Aos 15, Ceni trabalhou após um chute desajeitado de Ernandes. O Ceará começava a aparecer na área tricolor.

Mas a ameaça do visitante não durou muito tempo. Melhor durante toda a partida, o São Paulo enfim conseguiu abrir o placar. Após cobrança de escanteio de Hernanes pela direita, aos 20 minutos, Fernandão apareceu atrás de Alex Silva e, de cabeça, acertou o canto direito de Diego: 1 a 0 para o Tricolor, e o autor do gol foi comemorar com Ricardo Gomes.

A torcida emendou uma comemoração na outra: aos 22, Dagoberto, que entrou no segundo tempo na vaga de Fernandinho, lançou uma bola para Ricardo Oliveira que, sozinho, arrancou em direção ao gol de Diego e tocou por cima, fazendo um lindo gol. O atacante, marcando o seu primeiro no retorno ao clube, foi celebrar diante da torcida, que estava em êxtase: 2 a 0.

Com os dois gols, o dono da casa passou a jogar com menos intensidade. Oliveira, muito aplaudido, deixou o campo aos 28, exausto, de maca. O visitante chegava esporadicamente à área são-paulina, com chutes de longa distância que sempre paravam nas mãos de Ceni. Mas, aos 39, o Ceará diminuiu o placar em uma bela jogada de Erick Flores, que driblou dois jogadores do São Paulo e chutou no cantinho direito do capitão tricolor. Alex Silva deu um soco no ar, irritado com o lance. Mas a verdade é que a equipe relaxou após marcar os dois gols.

O Vozão se empolgou e passou a dar trabalho para a defesa são-paulina, chegando principalmente pela esquerda. Em uma bola cruzada na área, Alex Silva jogou para longe. Apesar do pequeno sufoco, o São Paulo assegurou a vitória em casa e ganhou o que mais precisava: a confiança para encarar o Colorado.

SÃO PAULO 2 X 1 CEARÁ
Rogério Ceni, Xandão (Fernandão), Alex Silva, Miranda e Junior Cesar; Jean, Hernanes, Marlos e Cléber Santana; Fernandinho (Dagoberto) e Ricardo Oliveira (Casemiro). Diego; Oziel, Anderson, Fabrício e Ernandes; Heleno (Ailton), Careca, João Marcos (Erick Flores) e Geraldo; Misael e Washington.
Técnico: Ricardo Gomes Técnico: Estevam Soares
Gols: Fernandão, aos 20 minutos, e Ricardo Oliveira, aos 22 minutos; Erick Flores, aos 39 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Miranda (São Paulo); Geraldo (Ceará).
Público: 11.793. Renda: R$ 242.050,59,00.
Data: 31 de julho. Estádio: Morumbi. Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR). Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Bruno Boschilia (PR).

julho 31, 2010 Posted by | Ceará, São Paulo | | Deixe um comentário

Com show de Conca e dois gols de Washington, Flu vence e vira líder

Coração Valente volta e brilha no triunfo por 3 a 1 sobre o Atlético-PR. Tricolor torce contra o Corinthians no clássico contra o Palmeiras

Bom público, gols, vitória convincente e liderança. De volta ao Fluminense após um ano e meio, Washington teve uma reestreia dos sonhos na noite deste sábado, no Maracanã. Com dois gols, o Coração Valente foi um dos destaques do triunfo tricolor por 3 a 1 sobre o Atlético-PR, em partida válida pela 12ª rodada do Brasileirão. Emerson também deixou o dele, e Bruno Mineiro descontou no fim. Quem não fez gol, mas comandou a vitória dos cariocas foi Conca, com belas jogadas e lançamentos.

Com direito a mais de 40 mil torcedores em êxtase e cantando a todo momento que o “show está começando” e que querem gritar “é campeão” – além de serem responsáveis por uma sonora vaia a Guerrón – , o Fluminense chegou aos 26 pontos e assumiu a liderança isolada. Para terminar a rodada nesta posição, precisa torcer para que o Corinthians não vença o clássico contra o Palmeiras, neste domingo.

Já o Furacão permanece com 13 pontos e cai para a 14ª posição. Para não terminar a rodada na zona de rebaixamento, precisa secar Vasco, Goiás, Botafogo, Grêmio e Atlético-MG.

Coração Valente mata a saudade e faz a festa do torcedor

Se não foi um primor tecnicamente e esteve longe de ser empolgante, o Fluminense fez das características do estreante do dia, Washington, uma arma para sair na frente do Atlético-PR. Valente, o Tricolor superou as ausências de última hora de Diguinho, com febre, e Carlinhos, ainda com problema na coxa esquerda, na base do coração e abriu vantagem com seu novo artilheiro na primeira etapa.

Com bastante espaço para atacar pelo lado esquerdo, o Furacão até começou melhor e levou perigo em boas jogadas de Paulinho aos 12, 14 e 16. Guerrón, principal esperança dos paranaenses, por sua vez, era bastante vaiado e errava tudo que tentava. Sem muita inspiração, o Flu pouco criava, e Washington e Emerson não se encontravam no setor ofensivo, mostrando falta de entrosamento.

O faro de gol do camisa 9, no entanto, foi capaz de superar qualquer adversidade. Na primeira conclusão, aos 18, a cabeçada foi fraca, para fora, mas três minutos depois Washington foi responsável por fazer explodir o Maracanã. Após passe torto de Emerson, Conca recuperou uma bola praticamente perdida na lateral direita, deixou Bruno Costa para trás e cruzou com maestria. Na entrada da pequena aérea, o Coração Valente escorou de primeira e correu para a galera batendo a mão no peito.

O lance incendiou as arquibancadas, mas dentro de campo a equipe tricolor continuava burocrática. Com Conca sozinho na criação, o Flu passava pouco do meio-campo com a bola dominada. Menos mal que o poder de fogo do Atlético-PR era mínimo. Na melhor oportunidade, aos 27, Guerrón recebeu de Vítor pela direita e chutou nas alturas.

Pressionado, o Fluminense ao menos tinha espaço para contra-golpes. E foi dessa maneira que levou perigo aos 38, quando Emerson rolou para Julio Cesar emendar firme. Neto fez a defesa. Quatro minutos depois, o time de Muricy Ramalho, enfim, se manteve por um bom tempo no campo ofensivo. A série de cruzamentos, porém, não surtiu efeito e o placar na descida para o intervalo continuou 1 a 0.

Conca comanda show tricolor

O domínio territorial no primeiro tempo e a desvantagem no placar fizeram com que Paulo César Carpegiani mandasse o Atlético-PR para o ataque no segundo tempo. Ousadia que custou caro. Depois de trocar um volante e um lateral por dois atacantes, o treinador até viu sua equipe arriscar alguns chutes de longa distância, mas quem balançou as redes foi o Fluminense.

Aos 10 minutos, Manoel foi desarmado por Washington no meio-campo. A bola sobrou para Fernando Bob, que rapidamente devolveu para o Coração Valente. Solidário, ele descolou ótimo passe para Emerson, que invadiu a área e soltou uma bomba de pé direito. Inapelável para Neto: 2 a 0.

Com muita disposição, o Fluminense passou a ser avassalador diante de um Atlético-PR atordoado. Roubadas de bola eram comuns no campo de ataque. Em uma delas, Emerson ficou novamente em boa condição, aos 12, e tocou com categoria no cantinho. Dessa vez, Neto foi bem e evitou o gol com a ponta dos dedos.

No minuto seguinte, mais uma boa chance. Mariano colocou a bola no peito de Washington, que dominou e chutou fraco para fora. Ciente de suas ações em campo, o Tricolor passou a dar espetáculo. Jogava com inteligência, dava campo para o Furacão e era mortal nos contra-ataques. Assim, chegou ao terceiro gol.

Aos 25, Darío Conca fez linda jogada no Maracanã, arrancou do meio-campo, deixou os adversários para trás, invadiu a área e deu o gol de presente para Washington. O atacante só teve o trabalho de tirar a bola do alcance de Neto e correr para abraçar o argentino. A festa estava garantida.

Nos 17 minutos restantes, Fernando Henrique ainda teve tempo para fazer uma série de defesas incríveis, mas não conseguiu impedir o gol de Bruno Mineiro, de cabeça, aos 39. Nada que atrapalhasse a festa de 40 mil tricolores ensandecidos e que felizes gritavam: “Vamos para cima Fluzão, quero gritar campeão”.

Na próxima rodada, o Fluminense vai até Porto Alegre, onde encara o Grêmio, domingo, às 18h30m (de Brasília), no estádio Olímpico, enquanto o Atlético-PR, no mesmo dia e horário, recebe o São Paulo, na Arena da Baixada, em Curitiba.

FLUMINENSE 3 X 1 ATLÉTICO-PR
Fernando Henrique, André Luis, Cássio e Leandro Euzébio; Mariano, Diogo, Belletti (Fernando Bob), Conca e Julio Cesar (Marquinho); Washington e Emerson (Alan). Neto, Wagner Diniz (Alex Mineiro), Manoel, Rhodolfo e Paulinho; Bruno Costa (Maikon Leite), Vítor, Chico e Paulo Baier; Guerrón (Branquinho) e Bruno Mineiro.
Técnico: Muricy Ramalho Técnico: Paulo César Carpegiani
Gols: Washington, aos 21 minutos do primeiro tempo. Emerson, aos 10, e Washington, aos 25, e Bruno Mineiro, aos 39 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Belletti, Diogo e Fernando Bob(FLU)
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ). Data: 31/07/2010. Árbitragem:Carlos Eugênio Simon (FIFA/RS), auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha Matos (FIFA/BA) e José Javel Silveira (RS).

julho 31, 2010 Posted by | Atlético-PR, Fluminense | , | Deixe um comentário

São Paulo enfrente crise e Ceará no sábado

Tricolor deve ir completo para afastar crise antes de decisão

Assombrado pela crise e pela semifinal da Copa Libertadores, o São Paulo recebe o Ceará neste sábado, no Morumbi, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem vencer há quatro jogos, tentará superar uma das surpresas do campeonato, que apesar de estar no G4, ainda não venceu no retorno após parada para Copa do Mundo.

Abalados pela derrota desta quarta contra o Inter, no Beira Rio, os jogadores veem a partida contra o Ceará como o primeiro passo para reverter a situação na Libertadores. Eles dizem que o time precisa vencer para ganhar confiança, por isso, o jogo de sábado vale mais que os três pontos.

– Tem de ter sempre o pensamento para vencer, somar pontos e se distanciar dessa zona, para entrar com outra cabeça contra o Inter – disse o volante Rodrigo Souto.

– É uma situação desconfortável, não desesperadora. O Ricardo (Gomes, técnico) sabe qual é a melhor maneira de escalar a equipe, o grupo é forte e quem entrar vai jogar bem. Queremos reagir e uma vitória nesse jogo vai nos dar muita confiança para a decisão de quinta-feira.

Depois de perder a vice-liderança, o Ceará tenta se recuperar na tabela. Para o confronto, o Vovô poderá contar com três jogadores que não atuaram no empate contra o Palmeiras, na última rodada: o volante Heleno, recuperado de lesão muscular na coxa, o meia Geraldo e o atacante Washington.

Apesar da má fase do adversário, a equipe do Ceará espera uma partida difícil. O Vovô não acredita que o São Paulo dará pouca importância ao confronto, priorizando a semifinal da Libertadores contra o Internacional, que acontece no meio da semana.

– Sabemos que o São Paulo está voltado em outra competição e não vive um bom momento no Brasileirão. No entanto, isso não muda nada. Eles são muito fortes dentro do Morumbi e, independentemente de quem vai jogar, o jogo será bem disputado. Espero que possamos fazer um bom jogo e trazer uma vitória para casa – declarou o lateral-direito Oziel.

O técnico Estevam Soares não poderá contar com o meio-campo Michel, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O jogador deverá ser substituído por João Marcos.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X CEARÁ

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 30/07/2010, às 18h30
Árbitro: Evandro Rogério Roman (FIFA/PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Bruno Boschilla (PR)

Rogério Ceni, Jean, Alex Silva, Miranda e Júnior César; Casemiro (Rodrigo Souto) Hernanes, Cleber Santana e Marlos; Dagoberto (Ricardo Oliveira) e Fernandão. Técnico: Ricardo Gomes

Ceará: Diego, Oziel, Fabrício, Anderson e Ernandes; Heleno, Careca, João Marcos e Geraldo; Misael e Washington. Técnico: Estevam Soares

julho 31, 2010 Posted by | Ceará, São Paulo | , | Deixe um comentário

Flu e Atlético-PR duelam com objetivos distintos no Maracanã

Enquanto cariocas querem vitória pela liderança, paranaenses lutam para afastar o perigo do rebaixamento

Fluminense e Atlético Paranaense se enfrentam neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no Maracanã, com objetivos diferentes. Enquanto os cariocas querem voltar ao topo da tabela do Campeonato Brasileiro, o Furacão quer se afastar de vez da zona de rebaixamento da competição. A partida marca a reestreia de Washington pelo Fluminense, que vai substituir o lesionado Fred. O Furacão também uma estreia. Trata-se do atacante Guerrón, principal esperança de gols para o restante da temporada.

O Tricolor reencontra a torcida no Maior do Mundo depois de empate no clássico do último domingo, contra o Botafogo, no Engenhão. O lateral-direito Mariano quer a busca pela vitória desde o início.

– Estamos lutando pela liderança e precisamos vencer. Estaremos jogando em casa ao lado da torcida e temos de agredir o adversário para conseguir a vitória. Sabemos que o time do Atlético-PR é forte e vai vir fechado. Dentro do Maracanã temos de ser mais fortes que eles, pois queremos a liderança – disse.

O técnico Muricy Ramalho elogiou o adversário, que segundo ele tem jogadores de qualidade, principalmente no ataque.

– Tem o Guerrón que é rápido, o Alex Mineiro, é um time muito forte. Temos que orientar nossos jogadores de acordo com quem vai jogar. É preciso tomar cuidado – afirmou, destacando as dificuldade de conseguir bons resultados como mandante nesta competição.

– Está muito difícil ganhar em casa. Muitos dos times vêm fechados. Essa história de que só vencer em casa basta é passado.

Embalado com duas vitórias consecutivas, que o tiraram da zona do rebaixamento, o Atlético Paranaense espera manter a boa fase no Maracanã. E nada melhor do que testar sua recuperação contra um time que briga pela liderança do Brasileirão.

– Fizemos duas excelentes partidas e as vitórias acabaram acontecendo de forma natural. É lógico que o Fluminense é uma equipe muito boa e vai dificultar a partida, mas vamos fazer o nosso jogo e buscar o resultado que é interessante para nós. Acredito que agora estamos entrosados e prontos para brigar por um objetivo maior – disse o zagueiro Bruno Costa.

Para isto, o técnico Paulo César Carpegiani terá à disposição a principal contratação do clube para a temporada: o equatoriano Guerrón. O atacante teve seu nome registado no BID (Boletim Informativo Diário) e fará sua estreia com a camisa do Furacão. Ele entrará no lugar de Alex Mineiro, que ficará no banco de reservas. Na defesa, Rhodolfo volta após cumprir suspensão.

Assim, o Atlético-PR, em princípio, irá escalado no 3-5-2, e pode, no decorrer da partida, alternar para o 4-3-3, com Bruno Costa fazendo a função de lateral esquerdo e Paulinho pela esquerda no ataque, enquanto Guerrón ocupará o lado direito.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X ATLÉTICO-PR

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 31/07/2010, às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (FIFA/RS)
Auxiliares: Alessandro Alvaro de Matos (FIFA/BA) e José Javiel Silveira (RS)

FLUMINENSE: Fernando Henrique; Mariano, André Luis, Leandro Euzébio e Carlinhos; Diogo, Diguinho, Belletti e Conca; Emerson e Washington. Técnico:Muricy Ramalho

ATLÉTICO-PR: Neto, Manoel, Rhodolfo e Bruno Costa; Wagner Diniz, Chico, Vitor, Paulo Baier e Paulinho; Guerrón e Bruno Mineiro. Técnico: Paulo César Carpegiani

julho 31, 2010 Posted by | Atlético-PR, Fluminense | , | Deixe um comentário

Vasco lança uniforme e homenageia campeões brasileiros de 74

Felipe, Carlos Alberto, Prass, Tiago e Adilson participam do evento. Camisa estreia no clássico deste domingo, contra o Fla, no Maracanã

O Vasco lançou nesta sexta-feira, em um evento no Forte de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, sua nova linha de uniformes. Com a presença dos apoiadores Felipe e Carlos Alberto e dos goleiros Fernando Prass, Tiago e Adilson, os modelos foram exibidos para cerca de 200 pessoas que se aglomeravam em um auditório da organização militar. Inspirados no período entre 1974 e 1977, as camisas serão utilizadas pela primeira vez no clássico deste domingo, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os principais detalhes são a gola clássica e o bordado branco em volta da Cruz de Malta, que dá um contraste e destaque ao escudo. O novo uniforme tem como ideia fazer uma releitura moderna da camiseta do primeiro título brasileiro, em 1974. Nele, há a frase mais entoada nas arquibancadas de São Januário: “O Vasco é o time da virada”.

A Penalty lançou ainda um adereço para colocar no braço no melhor estilo dos jogadores da NBA, a liga de basquete americana. A ideia é que as crianças vascaínas possam usar a segunda pele, já que não costumam colocar tatuagens nos braços. Felipe e Carlos Alberto utilizaram a peça durante o desfile.

No evento, a diretoria do Vasco ainda aproveitou para homenagear os campeões de 1974. O auxiliar Gaúcho, o técnico dos juniores, Galdino, o bicampeão do mundo Amarildo, e André Portela, filho do ex-jogador e funcionário do clube Alcir Portela, foram as presenças marcantes do evento. Todos receberam a nova camisa das mãos do presidente Roberto Dinamite.

– Essa geração vitoriosa de 1974 acredita muito no sucesso da equipe atual. Esperamos que as conquistas apareçam – afirmou o presidente Roberto Dinamite, que recebeu a camisa 10 das mãos do capitão Carlos Alberto.

Marketing espera superar venda do uniforme anterior

A expectativa da diretoria do Vasco é de dobrar as vendas de camisas do Vasco com o passar do tempo e a inauguração das novas lojas. O diretor executivo de marketing, Marcos Blanco, comentou as perspectivas cruzmaltinas.

– A expectativa é bater o recorde do uniforme anterior. A presença de ídolos é uma forma direta de aumentar as vendas – afirmou Blanco.

Lojas Gigante da Colina

A diretoria ainda anunciou a inauguração das novas lojas do Vasco, batizadas de Gigante da Colina. As franquias serão abertas em várias cidade do Brasil. A expectativa é de que o clube possa arrecar até 6 milhões por ano em royalties.

julho 30, 2010 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , | Deixe um comentário

Agora cheio de opções, PC tem ‘problemas’ até para montar o banco

Técnico faz mistério para escalar os titulares para o clássico com o Flamengo

Nos dois coletivos realizados para montar o time para o clássico com o Flamengo, o técnico Paulo César Gusmão testou muitas opções, inclusive as entradas dos jogadores que forem regularizados esta semana: Carlos Alberto, Éder Luis, Felipe e Zé Roberto. Os dois últimos são os que têm mais chances de iniciar a partida, mas isso o treinador avisou que só vai divulgar no Maracanã.

Agora com muitas opções no elenco, PC disse que está quebrando a cabeça até para escolher os 18 atletas que serão relacionados para o jogo.

– A dificuldade não é só para armar o time titular, é também para saber quem serão os 18. As mudanças eu faço no treino são também para estimular. Os que derem a resposta melhor vão jogar. Vamos sentar com a comissão técnica para decidir o que será melhor para o time – disse o treinador.

O comandante cruzmaltino já adiantou que não vê problema em escalar todos os medalhões ao mesmo tempo.

– Quando eles puderem fazer tudo que podem, sem sobrecarregar os setores, não vejo problemas em atuarem juntos.

PC Gusmão disse que irá aproveitar o tempo que os jogadores ficarão concentrados para conversar bastante e fazer ajustes. Ele lembrou que o duelo com o Fla, além da importância normal, ainda poderá fazer o Vasco encostar no rival na tabela de classificação.

– Concentro junto com os jogadores, vivo intensamente os momentos e aproveito este tempo para conversar, trocar informações. O máximo que pudermos usar, melhor. Este jogo envolve uma disputa direta para brigar em cima. O Flamengo já esteve no G-4, e nós já estivemos no Z-4.

Vasco e Flamengo se enfrentam no domingo, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã. O Gigante de Colina está em 14º lugar com 13 pontos.

julho 30, 2010 Posted by | Vasco da Gama | , | Deixe um comentário

Fora de campo, Zico e Roberto voltam a duelar 21 anos depois

Com a missão de comandar o futebol de seus clubes do coração, maiores ídolos de Flamengo e Vasco se reencontram neste domingo, no Maracanã

Os maiores ídolos das duas maiores torcidas do Rio de Janeiro estarão novamente no Maracanã, neste domingo. Dessa vez, não dentro do campo, como ocorreu 41 vezes nos anos 70 e 80. Mas nas tribunas, acompanhando os seus times do coração. Agora, com a função de comandar o futebol de seus clubes e tentar dar a dois gigantes do futebol brasileiro bons elencos e uma melhor estrutura. Zico, diretor-executivo do Flamengo desde junho, e Roberto Dinamite, presidente do Vasco a partir de junho de 2008, voltam a ser atrações do “Clássico dos Milhões”, 38 anos depois do primeiro duelo. E 21 após o último.

Ainda como revelações formadas, respectivamente, na Gávea e em São Januário, Arthur Antunes Coimbra e Carlos Roberto de Oliveira se enfrentaram pela primeira vez como profissionais em 7 de maio de 1972, quando Flamengo e Vasco empataram em 2 a 2 em jogo do Carioca.

O equilíbrio marcou a disputa particular. Tantos nos resultados como no comportamento dos atletas. Apesar da rivalidade entre os clubes, os dois ídolos sempre se respeitaram. E também o time do adversário.

Em 41 partidas com Zico com a camisa rubro-negra de um lado e com Roberto com a Cruz de Malta no peito do outro, cada um saiu vitorioso em 12 oportunidades. E ocorreram 17 empates.

E com vários confrontos importantes nos currículos. A primeira final de Carioca em que os dois se enfrentaram foi em 74. Em 22 de dezembro, o empate sem gols deu o título ao Fla. Em 76, Flamengo e Vasco decidiram a Taça Guanabara em um jogo extra. Uma partida decepcionante para Zico. Após empate em 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação (gols de Dinamite e Geraldo), o Galinho perdeu sua cobrança na disputa de pênaltis. E viu o adversário vencer por 5 a 4 e ficar com o troféu do turno.

julho 30, 2010 Posted by | Flamengo, Vasco da Gama | , | Deixe um comentário

Com Souto poupado, Gomes vai com força máxima contra o Ceará

Treinador diz que o que colocar em campo neste sábado estará muito próximo do time que vai enfrentar o Internacional na quinta-feira

O São Paulo terá que enfrentar o Internacional na próxima quinta-feira, no Morumbi, precisando vencer por dois gols de diferença para chegar à final da Libertadores. Mas antes terá que vencer o Ceará neste sábado, às 18h30m, também em casa, para se afastar da zona de rebaixamento no Brasileiro e ganhar confiança para a decisão na competição continental. O técnico Ricardo Gomes não divulgou a escalação, mas já adiantou que irá com força máxima, pois terá tempo de recuperar todo o time para o jogo de quinta. A única baixa é a de Rodrigo Souto, que será poupado porque ainda não está 100% fisicamente.

– Agora é diferente do clássico contra o Santos, quando não tínhamos tempo de recuperar o time para o jogo no Beira-Rio. Agora temos tempo até quinta e vamos com um time bem próximo do que jogará contra o Inter. Só tem o caso do Rodrigo Souto, que será poupado porque se machucou durante a Copa e ainda precisa melhorar a parte física. Mas ele está relacionado – explicou Gomes.

Sem Souto, Gomes pode escalar o jovem Casemiro ou ainda deslocar Jean para o meio e improvisar Xandão como um falso lateral-direito. Gomes elogiou o menino de 18 anos, que veio da base e estreou contra o Santos, no último domingo.

–  O Casemiro fez uma estreia muito boa na Vila Belmiro. Não foi um jogo fácil, mas ele teve personalidade. Estava com um certo receio, mas foi  bem. Tenho a opção do Jean também – explicou Gomes.

Richarlyson apresentou um estiramento na coxa após o jogo da última quarta e ficará três semanas em recuperação. Com isso, Cléber Santana, que entrou na sua vaga durante a partida, deverá começar jogando. Outra dúvida é se Ricardo Oliveira iniciará como titular ou entrará no decorrer do jogo. Em qualquer situação, o atacante só jogará 45 minutos, pois se recuperou recentemente de uma cirurgia no joelho esquerdo e ainda precisa aprimorar a parte física.

julho 30, 2010 Posted by | São Paulo | , | Deixe um comentário

Com estiramento, Richarlyson ficará três semanas longe dos gramados

Ressonância magnética feita na manhã desta sexta apontou lesão na coxa esquerda e ele ficará se recuperando no REFFIS

O volante Richarlyson está fora da segunda partida das semifinais da Taça Libertadores da América, contra o Internacional, na próxima quinta-feira, às 21h50m, no estádio do Morumbi. Depois de reclamar de dores na região posterior da coxa esquerda, o jogador foi submetido a uma ressonância magnética na manhã desta sexta-feira que apontou um estiramento. Segundo o site oficial do São Paulo, ele ficará cerca de três semanas afastado se recuperando no REFFIS.

Sem Richarlyson, o técnico Ricardo Gomes tem duas opções: Xandão e Cleber Santana. O São Paulo perdeu a primeira partida por 1 a 0 e precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar para a final da Libertadores da América.

julho 30, 2010 Posted by | São Paulo | , | Deixe um comentário

Santos usará camisa personalizada na final da Copa do Brasil

Uniforme trará um selo com a data e o local do confronto: Vitória x Santos, 4 de agosto de 2010, Barradão

Assim como no primeiro jogo da final da Copa do Brasil, contra o Vitória, o Santos vai usar uma camisa especial na partida, de volta, quarta-feira que vem, em Salvador. Ela trará um selo com a data e o local do confronto: Vitória x Santos, 4 de agosto de 2010, Barradão. Essa camisa será exclusiva para os jogadores. Não será vendida em lojas.

O Santos venceu na ida por 2 a 0 e agora pode ser campeão mesmo perdendo por 1 a 0 ou por dois gols de diferença, desde que marque pelo menos um. O Vitória precisa de vencer por três gols de diferença. Se devolver os 2 a 0, o time baiano leva a decisão para os pênaltis.

julho 30, 2010 Posted by | Santos | | Deixe um comentário

Dorival confirma escalação do misto santista para domingo, em Prudente

Dos titulares, somente o goleiro Rafael e o lateral-esquerdo Léo estarão em campo contra o Grêmio Prudente. Treinador vai encarar maratona

O técnico Dorival Júnior, do Santos, já confirmou a escalação da equipe que enfrenta o Grêmio Prudente, domingo, às 18h30m (horário de Brasília), em Presidente Prudente, pelo Brasileirão. Como a prioridade é a final da Copa do Brasil, quarta-feira que vem, contra o Vitória, em Salvador, o treinador mandará a campo um time quase todo reserva. O goleiro Rafael e o lateral-esquerdo Léo serão os únicos titulares em campo.

Esses serão os 11 santistas em Prudente: Rafael, Maranhão, Bruno Aguiar, Vinícius e Léo; Rodriguinho, Danilo, Marquinhos e Zezinho; Madson e Zé Eduardo.

Dorival, por sua vez, terá de encarar uma maratona neste final de semana. Ele comandará o treinamento dos titulares no CT Rei Pelé, domingo de manhã, viaja para Prudente, estará à beira do campo, volta a Santos no início da manhã de segunda-feira para treinar novamente os titulares, à tarde.

julho 30, 2010 Posted by | Santos | , | Deixe um comentário

Irmão diz que Ronaldinho pode renovar contrato até 2014 com Milan

Assis confirma conversa com clube rubro-negro, mas afirma que não há pressa para assinar novo compromisso: ‘É só formalidade’

Sonho de consumo de Palmeiras e Flamengo, Ronaldinho Gaúcho poderá ficar no Milan até o final de sua carreira. É o que diz o irmão e empresário do craque, Roberto Assis, à imprensa italiana. Em entrevista ao jornal “Corriere dello Sport”, o ex-jogador afirmou que o camisa 80 pode assinar novo contrato válido até 2014 com o clube.

Ronaldinho tem compromisso com o Milan até o meio do ano que vem. Recentemente, o Flamengo confirmou o interesse no craque, mas a equipe italiana descartou a negociação. Agora, o Palmeiras surge como candidato, apostando em uma parceria com investidores para bancar a contratação do ex-gremista. Porém, Assis diz que a intenção do meia-atacante é continuar em Milão.

– Estamos prontos para respeitar o contrato atual e depois falar sobre renovação. Quando sentarmos na mesa para conversar vamos fechar um acordo até 30 de junho de 2014. Não haverá problemas. Não há pressa para assinar, isso é uma formalidade – afirmou o empresário.

Atualmente, Ronaldinho recebe € 8 milhões (R$ 18,4 milhões) líquidos por ano, mas se acertar o novo contrato deverá ganhar menos: € 6 milhões (R$ 13,8 milhões) por temporada.

julho 30, 2010 Posted by | Flamengo, Palmeiras | | Deixe um comentário

Felipão esconde escalação, mas acena com retorno de Marcos

Treinador palmeirense evita comentar sobre possível time para clássico com Corinthians, mas diz que arqueiro tem chances de voltar

O técnico Luiz Felipe Scolari evitou comentar sobre a equipe que enfrentará o Corinthians neste domingo, no Pacaembu. Na coletiva desta sexta-feira, que antecedeu o treino com portões fechados do Palmeiras, o treinador apenas mencionou que o goleiro Marcos tem chances de voltar ao time no clássico paulistano.

– Ele está treinando, só que temos de ter cuidado. Estamos seguindo o trabalho determinado e, aos poucos, implementando alguma coisa a mais. A princípio, tudo indo de encontro para que tenha condições (de jogar) – afirmou o treinador.

Há um mês Marcos foi submetido a uma artroscopia no joelho esquerdo. Depois de passar por um tratamento especial no período de recesso do Campeonato Brasileiro, o atleta chegou a participar do confronto com o Botafogo (2 a 2, no Pacaembu), mas deixou a equipe novamente na partida com o Ceará, na última rodada.

Para o jogo com o Corinthians, Felipão terá os retornos dos volantes Marcos Assunção, Pierre e Edinho, que estavam suspensos contra o Ceará. Danilo, que conseguiu reverter a sua punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em 30 cestas básicas, também está à disposição do treinador para o clássico.

julho 30, 2010 Posted by | Palmeiras | , | Deixe um comentário

Roth admite que não gostaria de disputar Gre-Nal agora

Treinador entende que momento é inadequado para o Inter, envolvido nas semifinais da Libertadores

Se coubesse ao técnico do Inter, Celso Roth, a decisão sobre a existência ou não de um Gre-Nal no domingo, ele eliminaria o clássico da agenda colorada. O treinador não esconde que vê o jogo contra o Grêmio em momento inoportuno para o time vermelho, envolvido nas semifinais da Libertadores da América. A equipe do Beira-Rio será um misto de titulares e reservas na partida.

– Tenho que trabalhar e fazer minha função. Se pudesse escolher, não é o melhor momento para nós, pela circunstância óbvia. Estamos envolvidos na Libertadores. Não fui eu, nem o clube, quem escolheu. Foi o calendário que nos pregou essa peça – disse o treinador.

A dificuldade é dupla para o Inter: além da necessidade de preservar titulares, pesa a cobrança no caso de uma derrota. O risco, sem o time titular, é maior.

– É difícil, porque jogamos com colegas com quem talvez nunca tenhamos treinado. Mas temos que aproveitar que o Inter está bem, aí podemos fazer as coisas mais soltas. Com os titulares, fica mais fácil. Com os reservas, é superação, fazer o melhor – afirmou o atacante Rafael Sobis.

Celso Roth mantém em mistério a escalação colorada, mas ele já confirmou que Sobis irá a campo. O Inter tem novo treinamento na manhã deste sábado.

julho 30, 2010 Posted by | Internacional | | Deixe um comentário

Rafael Sobis joga o Gre-Nal. Titulares serão escalados

Técnico Celso Roth faz mistério sobre escalação, mas indica presença de equipe mais quente do que ele próprio previa

Disse Celso Roth logo depois do jogo contra o São Paulo, na quarta-feira, pensando no Gre-Nal: “Não será um misto quente, não”. Mas, pelo jeito, será, sim. O próprio técnico do Inter indica que escalará um número considerável de titulares no clássico de domingo, no Beira-Rio, pelo Campeonato Brasileiro. Contra o Flamengo, foram apenas quatro. Agora, a diferença é que tem um dia a mais de preparação para a partida com o São Paulo.

– Por que estou repensando? Porque a semana passada é diferente dessa semana. Na passada, tivemos o jogo no domingo e na quarta. Nessa, é domingo e quinta. Podemos recuperar os jogadores, ter tempo hábil. Estamos pensando nisso – disse o treinador.

Roth faz mistério. Ele não revela quais os titulares que irão a campo. Mas já garante um reserva. Rafael Sobis começará o jogo.

– É jogo para o Sobis domingo? Certamente. Ele vai jogar, se tudo correr bem. O rendimento dele vai realmente fazer com que tenha a possibilidade de iniciar em São Paulo? É possível. Por que não? Tudo é possível, mesmo que a gente saiba que Taison, D’Alessandro, Alecsandro, Guiñazu, Sandro, todos estejam em um momento muito bom. Tenho dito que futebol se faz com o presente, não com o passado. Se fizer com o passado e o jogador não estiver no nível dos outros, será injustiça com o grupo, com o coletivo – comentou o técnico.

A definição do time sai na manhã deste sábado. Jogadores como Renan, Fabiano Eller, Giuliano e Andrezinho devem começar a partida.

julho 30, 2010 Posted by | Internacional | | Deixe um comentário

Douglas rebate críticos: ‘Não posso correr até a zaga e pegar a bola’

Técnico Silas, no entanto, discorda e avisa ao meia que ele tem de correr atrás de bola, afinal tem a responsabilidade de armar a equipe

Desde os tempos de Corinthians, Douglas sofria com as críticas de que é um jogador lento, que parece desligar durante alguns jogos. E no Grêmio não é diferente. Acostumado com essa situação, o meia tem a resposta na ponta da língua. E o argumento dele é de certa forma polêmico.

– As pessoas falam que desligo muito no jogo, mas eu tenho de jogar com a bola no pé. Não posso correr até a zaga e pegar a bola para armar. Isso não vai acontecer nunca. Não vou estar bem em todos os jogos – comentou o camisa 10.

Recentemente, Silas fez até um elogio ao meia por conta de um pique aos 40 minutos do segundo tempo, no empate por 2 a 2 com o Cruzeiro. E até por isso o técnico estranhou a declaração do seu jogador.

– Se ele não fizer isso, não joga. Ele vai ter a bola no pé correndo atrás dela. Mas ele está feliz e sabe que precisamos muito dele. Ele foi muito bem no Corinthians e aqui esperamos igual ou mais do que ele fez lá – declarou o comandante.

Neste domingo, às 16h, o Grêmio tem clássico contra o Internacional, no Beira-Rio, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time tricolor é o 18º colocado, com 11 pontos, e o Colorado é o quarto, com 19.

julho 30, 2010 Posted by | Grêmio | | Deixe um comentário

Silas tenta deixar pressão de lado e avisa: ‘Estou abraçado ao Grêmio’

Técnico corre o risco de ser demitido caso Tricolor não vença o rival Inter no domingo. Douglas avisa que elenco está junto do treinador

Silas pode ficar sem emprego no domingo, dependendo do resultado do Gre-Nal, válido pela 12ª do Campeonato Brasileiro. Mas o técnico do Grêmio não quer se abater antes da hora. Pelo contrário. Em sua entrevista coletiva desta sexta-feira, ele mostrou confiança de que o momento turbulento vai passar.

– Estou abraçado ao Grêmio. Eu gosto daqui e sei que aqui tem gente que gosta do meu trabalho. As dificuldades fazem parte e estão aí para serem superadas – declarou o comandante do Tricolor, que está na zona do rebaixamento.

O pensamento no elenco é o mesmo. Nada de falar de possível demissão. O meia Douglas, por exemplo, passou qual é o sentimento do elenco tricolor.

– Nós queremos voltar a vencer e mostrar que temos condições de melhorar. Estamos juntos com o treinador. E não creio que se perder o Gre-Nal, o Silas vá sair. Mas temos de ganhar de qualquer maneira – declarou o camisa 10.

De qualquer maneira, Silas está bem cotado no mercado. O São Paulo, que também está em má fase e pode demitir Ricardo Gomes caso não avance à final da Libertadores, é um clube que tem interesse no treinador.

– Falar disso é saída para covarde. E tem mais: eu tenho o Ricardo Gomes como meu irmão. O São Paulo é um clube que tenho muita identificação, mas eu estou em um time grande e gosto de trabalhar no Grêmio – acrescentou Silas.

Depois de ser campeão gaúcho e semifinalista da Copa do Brasil, o Grêmio entrou em crise no retorno do Campeonato Brasileiro após o Mundial da África do Sul. De lá para cá, em quatro jogos, o Tricolor teve três empates e uma derrota.

julho 30, 2010 Posted by | Grêmio | | Deixe um comentário

Constelação tricolor agrada Muricy Ramalho: ‘Quantidade e qualidade’

Treinador explica contratação de Washington e diz que mescla de juventude e experiência pode levar o Fluminense ao título do Brasileirão

Fred, Washington, Emerson, Conca, Diguinho, Belletti e, possivelmente, Deco. O elenco do Fluminense se transformou em uma verdadeira constelação. As cifras da folha salarial envolvem milhões. E o treinador está mais do que satisfeito. Se na Seleção Brasileira Muricy Ramalho poderia convocar quem quisesse, nas Laranjeiras a situação não é muito diferente. Basta pedir que o patrocinador compra. E, aos poucos, o plantel tem ficado na medida para a disputa do título brasileiro.

Ao todo, o grupo tricolor conta com 32 jogadores. Número que agrada Muricy não somente pelo quantidade de opções, mas principalmente, pela qualidade.

– Tem algumas equipes com elenco maior que o nosso e já estão se reforçando há algum tempo. O Fluminense está procurando melhorar essa quantidade aliada a qualidade.

A contratação mais recente foi a de Washington para o ataque. Apesar de deixar o jovem Alan chateado, a chegada do Coração Valente foi considerada fundamental para o treinador, que não encontrava no elenco opções para substituir Fred.

– Esse campeonato tem essas coisas. O jogador chega no meio da competição e estreia. É importante reforçar o elenco. Não tínhamos jogadores parecidos com o Fred, e o Washington poderá nos proporcionar isso.

Com peças como Washington, de 35 anos, e Alan, de 21, por exemplo, o Fluminense tem a fórmula considerada ideal para Muricy.

– Essa mescla de juventude e experiência pode nos ajudar. Esperamos o sucesso desta fórmula – decretou.

Com 23 pontos, o Flu é o vice-líder do Brasileirão, atrás apenas do Corinthians, que tem 24. Neste sábado, a equipe encara o Atlético-PR, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã, pela 12a rodada.

julho 30, 2010 Posted by | Fluminense | | Deixe um comentário

Washington é regularizado e deve reestrear pelo Flu neste sábado

Coração Valente teve o nome publicado no BID nesta sexta

Sem poder contra com Fred, machucado, o ataque do Fluminense ganhou um importante reforço para o jogo deste sábado, às 18h30m, contra o Atlético-PR, no Maracanã. Contratado nesta semana, Washington teve seu nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF e está liberado para voltar a jogar pelo Tricolor.

O Coração Valente deve formar a dupla de ataque com Emerson no jogo contra o Furacão. A tendência é que a equipe escalada por Muricy Ramalho seja: Fernando Henrique, Mariano, André Luis, Leandro Euzébio e Carlinhos, Diogo, Diguinho, Belletti e Conca; Washington e Emerson.

O Flu ganhou ainda outros dois reforços nesta sexta. Sem as dores na coxa esquerda que o tiraram do último coletivo, o lateral-esquerdo Carlinhos participou normalmente do treino e deve enfrentar o Atlético-PR. O zagueiro Leandro Euzébio, recuperado de uma conjuntivite, também está confirmado.

julho 30, 2010 Posted by | Fluminense | | Deixe um comentário

Rogério confirma Val e Borja e foge de lembrança do Império do Amor

Técnico pede para que a torcida viva o presente do Flamengo e esqueça astros do passado recenteVinícius Pacheco só será utilizado no meio

De Adriano e Vagner Love a Val Baiano e Borja em pouco mais de dois meses. A transformação do ataque do Flamengo foi meteórica e será posta à prova pela primeira vez neste domingo, no clássico contra o Vasco.

O técnico Rogério Lourenço confirmou a nova formação ofensiva no duelo que começa às 18h30m (de Brasília), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro:

– É bem provável, né? Procurei fazer algumas variações, mas não existem tantas para fazer suspense – disse.

Mas para evitar pressão sobre os novos titulares, o treinador quer fugir das comparações com o Império do Amor. Questionado sobre a diferença brutal nos nomes, ele afirmou:

– Se for assim podemos falar que há três anos a dupla de ataque foi não sei quem e não sei quem, que há 30 anos era Zico e Nunes. Vamos pensar no presente, no meu grupo.

Vinícius só no meio

O Flamengo, aliás, perdeu mais uma opção para o ataque. Houve uma conversa entre Rogério e Vinícius Pacheco e ficou decidido que o jogador a partir de agora jogará apenas no meio-campo.

– Temos que ser justos. Vinícius é meia e que pode fazer segundo atacante às vezes. Vamos procurar utilizá-lo dentro do que é o mais forte, vindo de trás, com velocidade – declarou o treinador.

No momento, com dificuldades para contratar, o Flamengo só tem três atacantes no elenco: Val Baiano, Borja e Diego Maurício. Leandro Amaral deve se apresentar na próxima semana.

julho 30, 2010 Posted by | Flamengo | | Deixe um comentário

De volta da Disney, Patrícia Amorim confirma rescisão com Bruno

Presidente diz que vai seguir parecer da comissão jurídica por justa causa, mas admite acordo para pagar dívida do Flamengo com goleiro

Depois de quase dez dias nos Estados Unidos, Patrícia Amorim retornou à Gávea nesta sexta-feira esclarecendo a dúvida que ainda havia com relação ao vínculo de Bruno com o clube. A presidente confirmou ao GLOBOESPORTE.COM que vai seguir o parecer da comissão jurídica pela rescisão por justa causa. Nos próximos dias ela assinará a carta que será enviada ao goleiro notificando a quebra do contrato que duraria até dezembro de 2012. Mas ela admitiu a possibilidade de negociar o pagamento da dívida que o Flamengo ainda tem com o jogador.

Assim que ela viajou para a Disney, o vice geral, Hélio Ferraz, assumiu o clube sem querer ser o responsável pela assinatura do documento que rompe o vínculo com Bruno, preso por envolvimento no desaparecimento da ex-amante Eliza Samúdio. O dirigente se esquivou dizendo que desconhecia a decisão da comissão jurídica e que a definição do caso se daria quando Patrícia voltasse de viagem.

Logo no seu primeiro dia no retorno aos trabalhos na Gávea, ela não mudou sua postura diante do caso. Patrícia voltou a confirmar que Bruno não vai mais vestir a camisa do Flamengo.

– Minha posição é de acompanhar o parecer da comissão jurídica. Estou obedecendo todo o estatuto do clube. Primeiro, conversei com os membros do conselho diretor, depois com os presidentes de poderes, e, em seguida, criamos esta comissão de notáveis para tratar do assunto. Não tem mais como ele jogar pelo Flamengo. Nosso goleiro hoje é o Marcelo Lomba. O Bruno tem de cuidar da vida dele. Não é uma questão pessoal, mas profissional. Nos próximos dias vamos estar resolvendo isso – disse Patrícia, sem receio de pressões de conselheiros e dirigentes que acreditam que a justa causa seja uma decisão precipitada.

– Procuro tratar tudo com calma para não tomar decisões erradas. E para eu mudar essa decisão, que foi tomada por uma comissão com pessoas muito qualificadas dentro do assunto, a justificativa precisa ser muito boa – explicou a presidente.

O vice jurídico, Rafael de Piro, confirmou que a comissão jurídica manteve a decisão de rescindir o contrato com Bruno por justa causa.

– Não mudamos o nosso parecer. Nos próximos dias vou me reunir com a Patrícia. Só falta ela assinar a carta para enviarmos a comunicação da nossa decisão e ele não ter mais vínculo com o clube – disse Rafael.

Apesar disso tudo, o Flamengo não quer deixar de cumprir os compromissos financeiros firmados com Bruno antes dele se envolver no sumiço da sua ex-amante. Patrícia Amorim admite a possibilidade de negociar a dívida que o clube tem por premiações, salários e luvas atrasados. O valor não foi divulgado oficialmente. O advogado do goleiro, Ércio Quaresma, já afirmou ser superior a R$ 1 milhão. Na Gávea, a informação que circula é de que gira em torno de R$ 300 mil.

– Pode vir a ser interessante fazer um acordo apenas pela situação que o Flamengo deve ao Bruno. Acho justo. Mas só se for um bom acordo. Não pode ser qualquer proposta – explicou a presidente.

julho 30, 2010 Posted by | Flamengo | , | Deixe um comentário

Gilberto treina e pode ser a grande surpresa para o clássico de domingo

Meia se recuperou de um edema na panturrilha e pode jogar contra o Galo

O meia Gilberto, que durante a semana foi descartado para o clássico por conta de um edema na panturrilha esquerda, participou do treinamento técnico, antes do tradicional ‘rachão’. O jogador poderá ser a grande surpresa do Cruzeiro para o clássico de domingo.

Gilberto deixou a atividade calçando tênis, mas com as chuteiras nas mãos. Pesa contra sua escalação o fato de não ter ido a campo em nenhum treinamento durante a semana. Porém, o meia não chegou a ser vetado pelo departamento médico.

Já Roger viveu mais um dia de sua rotina na academia da Toca da Raposa II. Com contratura no músculo reto da coxa direita, o atleta passou a semana apenas fazendo atividades físicas.

Treino

Outra boa surpresa do treinamento foi a presença do zagueiro Cláudio Caçapa, que se recuperou da entorse no joelho direito. Ele participou do rachão e passa a ser opção do técnico Cuca. Com a possível volta do jogador ao time titular, Edcarlos e Fabinho disputarão a posição no esquema 3-5-2, já que Gil volta ao time após cumprir suspensão automática.

julho 30, 2010 Posted by | Cruzeiro | | Deixe um comentário

Cuca mantém mistério em relação à equipe que enfrenta o Atlético-MG

Treinador diz que vai aguardar até o fim por Gilberto, Roger e Caçapa

O técnico Cuca adotou o mistério quanto à escalação do Cruzeiro para o clássico contra o Atlético-MG, mas admitiu que aguardará as recuperações de Gilberto e Roger para definir a equipe.

– Eu não gosto de mentir. Não tenho o time definido. Prefiro falar que 48 horas no futebol é muito tempo, e a gente pretende esperar o Gilberto, o Roger e o Caçapa também.

Gilberto segue realizando tratamento para a cura de um edema na panturrilha esquerda. Já Roger corre contra o tempo para se recuperar de uma contratura no músculo reto da coxa direita. No treino técnico, o zagueiro Cláudio Caçapa, que vinha de uma entorse no joelho direito, entrou na vaga de Edcarlos, dando indícios de que deverá ser o titular no domingo.

O treinador garantiu que não está ansioso para seu primeiro clássico em Minas Gerais, mas voltou a ressaltar que vai esperar a volta dos contundidos.

– Estou muito tranquilo. Trabalhei a semana toda de forma objetiva. Precisava trabalhar dentro daquilo que achava necessário. Tive que abrir mão de treino técnico para fazer treino tático. Mas a gente tem a esperança de contar com esses jogadores.

julho 30, 2010 Posted by | Cruzeiro | | Deixe um comentário

Após primeiros treinos, Adilson pede calma para escalar atacante Ronaldo

Treinador elogia trabalhos do Fenômeno nesta semana, entretanto, quer mais tempo para que o centroavante melhore sua condição física

Adilson Batista não tem pressa para escalar Ronaldo. Depois dos três primeiros dias de treinamentos no gramado desde que o camisa 9 sofreu uma lesão na panturrilha direita, o treinador prometeu ter todo o cuidado possível antes de relacioná-lo para os jogos por conta do temor de um novo problema físico.

– Essa semana foi muito proveitosa. Ele trabalhou direitinho com bola, mas ainda é cedo. Ele estava há um bom tempo inativo e temos que ter cuidado para não estourar virilha ou coxa. Com calma, vamos ajudando. Tenho certeza de que ele será importante no decorrer do campeonato – explicou.

Adilson Batista vem seguindo à risca as orientações do departamento médico do Timão. De acordo com o corpo clínico, Ronaldo está recuperado da lesão, mas ainda precisa de uma boa evolução física para atuar. Os treinamentos comprovam isso. O Fenômeno faz todos os movimentos normalmente, porém, ainda requer perder peso e ganhar ritmo.

– Nós esperamos que ele tenha um crescimento no aspecto físoco. Na hora que ele estiver em uma condição que consiga suportar 45 minutos, vamos utilizá-lo do jeito que vinha, como centroavante, saindo, esperando, parando e decidindo. Não vou colocar o dia (da volta) porque isso nós temos que trabalhar em conjunto, internamente, com o departamento físico, médico e a fisiologia. Com calma, vocês saberão – acrescentou.

Ronaldo não atua desde o dia 9 de maio, quando marcou um dos gols do Corinthians na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, no Pacaembu, pela primeira rodada do Brasileirão. Depois disso, foi afastado pelos médicos para tratar da lesão na panturrilha direita. A primeira previsão era de que ele regressaria logo após a Copa do Mundo, mas o condicionamento físico fez a comissão técnica, na época comandada por Mano Menezes, mudar de ideia.

julho 30, 2010 Posted by | Corinthians | , | Deixe um comentário

Afastado, Felipe detona: ‘Estou de saco cheio de ouvir mentiras’

Revoltado com treinos longe do elenco, goleiro promete entrevista coletiva para explicar imbróglio e nega que tenha pedido para ser negociado

O clima entre o goleiro Felipe e a diretoria do Corinthians deve esquentar ainda mais nos próximos dias. Irritado com sua situação no Parque São Jorge, o goleiro garante que nunca pediu para ser negociado e promete conceder uma entrevista coletiva, quarta-feira, em São Paulo, para esclarecer alguns pontos do imbróglio com os dirigentes.

– Estou de saco cheio de ouvir mentiras. Na quarta-feira, vou quebrar o silêncio e vamos ver quem está mentindo, eu ou eles. Nunca quis deixar o clube – resumiu o ex-titular, por telefone.

A briga envolvendo a diretoria do Corinthians e o goleiro começou durante a Copa do Mundo. O Timão treinava em Águas de Lindoia, interior de São Paulo, quando Felipe recebeu uma proposta para ser negociado com o Genoa-ITA. O clube aceitou, mas a transação não foi concluída. Assim, o camisa 1 passou a treinar separadamente do grupo no Parque São Jorge. Segundo a direção, ele havia pedido para ser vendido e não queria mais atuar pelo Alvinegro.

Para aumentar o atrito, os empresários de Felipe fizeram uma denúncia ao Sindicato de Atletas Profissionais de São Paulo sob a alegação de que o jogador está sendo impedido de exercer sua profissão. O Corinthians alega que dá todas as condições de trabalho a ele e aguarda apenas a chegada de uma nova proposta para negociá-lo.

Na última quinta-feira, o presidente Andrés Sanches disse que Felipe não estava afastado e que precisaria treinar muito para recuperar a condição de titular. Entretanto, admitiu que assim que uma outra oferta surgir, o atleta será vendido imediatamente.

Felipe tem contrato com o Corinthians até o fim da temporada 2011 e seus direitos estão avaliados em aproximadamente € 4 milhões. Braga-POR, Galatasaray-TUR e Panathinaikos-GRE mostraram interesse nele, mas as negociações não avançaram.

julho 30, 2010 Posted by | Corinthians | , | Deixe um comentário