Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Drogba, o fiel da balança de Costa do Marfim e Portugal

Estreia das seleções é marcada pela dúvida em relação a atacante

Quando está em campo, Drogba é daqueles jogadores que podem mudar a história de um jogo. O mesmo acontece quando ele é dúvida para uma partida tão importante quanto Costa do Marfim x Portugal, duelo que abre os trabalhos do grupo G nesta terça-feira, às 11h (de Brasília), em Port Elizabeth, pela Copa do Mundo da África do Sul.

A presença do jogador no confronto mexe com marfinenses e portugueses. Para a seleção da África, Drogba representa experiência, confiança e respeitabilidade. Para os europeus, contar com o atacante do Chelsea do outro lado significa cautela e maiores preocupações defensivas.

Depois de uma grande temporada pelo time londrino, Drogba se credenciou de vez como a maior esperança de um africano figurar entre os grandes nomes da Copa. A lesão no braço direito provocada por um choque no amistoso preparativo contra o Japão quase pôs tudo a perder. Depois de boa recuperação, sua escalação será um mistério até minutos antes da partida começar.

– Sinceramente, ainda não sei se Drogba estará em campo. A decisão está nas mãos do jogador. Ele é que vai decidir. Mas é claro que gostaríamos que ele jogassse e estou confiante de que isso possa acontecer – afirmou Sven Goran Eriksson.

Drogba é a única dúvida para o jogo, pelo menos por questões físicas. Pelas bandas de Portugal, Carlos Queiroz trabalha com uma incerteza técnica. A boa atuação de Hugo Almeida no amistoso contra Moçambique, quando marcou dois gols, deixou a titularidade de Liedson ameaçada.

Enquanto o craque marfinense causa suspense, Cristiano Ronaldo, o outro astro da partida, é presença mais do que confirmada. Depois de decepcionante temporada de estreia pelo Real Madrid (ESP), o português sonha retomar o topo do futebol mundial com grande atuação na Copa do Mundo. Não há quem duvide do capitão de Portugal, preso à humildade pouco comum na hora de analisar as chances de sua seleção na África do Sul.

– Como disse antes da Copa do Mundo, não somos favoritos. Mas isso não quer dizer que as equipas menos favoritas não possam ser campeãs. Julgo que algumas das seleções que estão neste Mundial têm algo a mais do que Portugal, isso não é segredo, mas nós vamos dar uma luta enorme. Vamos dar o nosso melhor e, assim, qualquer coisa pode acontecer – completou.

FICHA TÉCNICA:
COSTA DO MARFIM X PORTUGAL

Estádio: Port Elizabeth, Nelson Mandela Bay (AFS)
Data/hora: 15/6/2010 – 11h (de Brasília)
Árbitro: Jorge Larrionda (Fifa-URU)

Costa do Marfim: Barry; Eboué, Kolo Touré, Demel e Tiéné; Zokora, Yaya Touré, Tiote e Dindane; Drogba (Doumbia)e Kalou. Técnico: Sven Goran Eriksson.

Portugal: Eduardo; Paulo Ferreira, Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Fábio Coentrão; Pedro Mendes, Raúl Meireles e Deco; Simão, Cristiano Ronaldo, e Liédson (Hugo Almeida). Técnico: Carlos Queiroz.

junho 14, 2010 Posted by | ABC de Natal, America-RN, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, CRB, Criciuma, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Futebol Europeu, Futebol Sulamericano, Goiás, Grêmio, Grêmio Prudente, Internacional, Juventude, Náutico, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, Portuguesa, Santo André, Santos, São Caetano, São Paulo, Sport, Vasco da Gama, Vila Nova, Vitória | , , | Deixe um comentário

Brasil estreia diante da misteriosa Coreia do Norte

Condição de Julio Cesar e Kaká é a preocupação dos brasileiros

Cinco dias após o início da Copa do Mundo da África do Sul, finalmente é hora de acabar com a ansiedade. A Seleção Brasileira estreia na competição nesta terça-feira, às 15h30 (de Brasília), no Ellis Park, em Johannesburgo. A partida fecha a rodada de abertura do Grupo G – às 11h, Costa do Marfim e Portugal fazem o primeiro jogo da chave.

Muita expectativa gira em torno da Seleção Brasileira – sempre considerada favorita em Copas do Mundo. Durante a semana, o técnico Dunga aumentou a tensão ao fechar alguns treinos da equipe. Mistério às vésperas do duelo justamente contra a equipe mais enigmática da Copa, com o regime político mais fechado dentre os 32 participantes.

Porém, conforme a reportagem do LANCENET! desvendou, o treinador não teria nenhuma surpresa de última hora , e deve manter o mesmo time titular escalado nos amistosos contra Zimbábue (vitória por 3 a 0) e Tanzânia (vitória por 5 a 1).

Deste modo, Michel Bastos foi o último atleta a garantir a vaga de titular no Brasil. O lateral, que tem Gilberto como rival na briga pelo lado esquerdo da zaga brasileira, deve estar presente na formação inicial de Dunga nesta terça.

Durante o primeiro dos dois amistosos que a Seleção fez como preparação para a Copa do Mundo – ante o Zimbábue – o torcedor brasileiro ganhou mais uma preocupação: o goleiro Julio Cesar deixou a partida após sentir dores lombares. O atleta foi poupado da partida contra a Tanzânia, e em seguida preservado em alguns treinamentos.

Na última quinta-feira, no treino que o Brasil fez pela manhã, o goleiro voltou a sentir dores e a preocupar a comissão técnica brasileira. À tarde, porém, o jogador se destacou no treino tático ao mostrar desenvoltura e ao fazer boas defesas. Nesta segunda-feira, Julio garantiu estar 100% para a estreia.

– Estou legal. Não tem dúvida nenhuma, nunca teve dúvida. Eu tive um problema na coluna, na zona lombar. Passei para o setor médico que com uns três dias de tratamento eu ficaria legal. Fiz um belo trabalho de recuperação. Estou zerado – garantiu.

Se a situação do camisa 1 já não inspira tanta preocupação, o mesmo não se pode dizer do 10 do Brasil. Kaká ficou de molho durante boa parte do primeiro semestre no Real Madrid, se recuperando de uma pubalgia. Nos amistosos de preparação, o meia não apresentou o ritmo de jogo ideal – autou em 45 minutos ante Zimbábue, e ficou em campo o jogo inteiro diante da Tanzânia. Após o segundo jogo, o próprio Kaká admitiu estar distante da melhor forma.

– Não sei quanto tempo vou aguentar em campo (na estreia), mas espero que seja o tempo todo. O Brasil terá 100% da minha vontade. Eu fiz o possível para me recuperar – declarou o camisa 10.

A real situação de Julio, de Kaká e o que Dunga tentou esconder em seus treinos secretos serão revelados neste confronto para o torcedor brasileiro.

FICHA TÉCNICA:
BRASIL X COREIA DO NORTE

Estádio: Ellis Park, Johannesburgo (AFS)
Data/hora: 15/6/2010 – 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Viktor Kassai (HUN)
Auxiliares: Gabor Eros (HUN) e Tibor Vamos (HUN)

BRASIL: Julio Cesar; Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano e Kaká; Robinho e Luís Fabiano. Técnico: Dunga.

COREIA DO NORTE: Ri Myong Guk; Nam Song Chol, Pak Chol Jin, Ri Jun Il, Ri Kwan Chon e Cha Yong Hyok; Rio Chol Myong, Mun In Guk, An Chol Hoyk e Choe Kum Chol; Jong Tae Se. Técnico: Kim Jong Hun.

junho 14, 2010 Posted by | ABC de Natal, America-RN, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, CRB, Criciuma, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Futebol Europeu, Futebol Sulamericano, Goiás, Grêmio, Grêmio Prudente, Internacional, Juventude, Náutico, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, Portuguesa, Santo André, Santos, São Caetano, São Paulo, Sport, Vasco da Gama, Vila Nova, Vitória | , | Deixe um comentário

Revelação do Fla acerta e já viaja com elenco

Carlos Alberto e Rafael Coelho, porém, só viajam nesta terça-feira

O atacante Bruno Paulo, ex-Flamengo e Palmeiras, acertou os últimos detalhes com o Vasco, assinou contrato de quatro anos e já embarca na tarde desta segunda com a delegação para Magaratiba, onde começará o período de preparação para o recomeço do Campeonato Brasileiro. A apresentação do jovem jogador será feita no local, ainda sem data.

Em contrapartida, o apoiador Carlos Alberto está em fase final de recuperação da tendinite no joelho esquerdo e só viaja na terça-feira, junto com o atacante Rafael Coelho, que ficará no Rio resolvendo problemas particulares. Já Elton e Rodrigo Pimpão seguem na Cidade Maravilhosa realizando treinamentos específicos.

O Vasco já terá o reforço de Zé Roberto e Nunes, que não está 100% fisicamente, em Mangaratiba. E jogadores como Fagner e Jumar, embora também não estejam prontos, viajarão sem problemas.

junho 14, 2010 Posted by | Flamengo, Vasco da Gama | , | Deixe um comentário

Felipão quer Diego Souza, mas Traffic nega

Intenção da empresa é negociar o meia com outro clube

Em conversas com o vice-presidente Gilberto Cipullo, o técnico do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari, manifestou o desejo de contar com o meia Diego Souza no elenco.

Porém, a possibilidade de o atleta ser reintegrado ao grupo é considerada muito pequena, pois a vontade da Traffic é vendê-lo – já há negociações com clubes do exterior em andamento. A Felipão, resta torcer para que todas essas transações fracassem.

– Sobre o Diego Souza, Felipão falou que, se houver a possibilidade de reaproveitá-lo, ele gostaria de contar com o atleta – disse Cipullo.

– Com a Traffic, já estava combinado desde o ano passado que o jogador seria negociado agora. Se Diego não sair, podemos conversar depois – completou o dirigente.

O presidente da Traffic, Júlio Mariz, admitiu a dificuldade de a situação ser revertida, mesmo com a chegada de Felipão ao Palmeiras.

– É difícil. Diego está muito perto de ser negociado – afirmou.

junho 14, 2010 Posted by | Palmeiras | , | Deixe um comentário

Agora é oficial! Emerson é tricolor!

Sheik se apresenta nesta quarta-feira nas Laranjeiras

O flerte entre Fluminense e o atacante Emerson, enfim, teve um final feliz. O jogador foi confirmado como novo reforço do Tricolor e será apresentado oficialmente nesta quarta-feira nas Laranjeiras.

Restava apenas um documento do Al Ain (QAT) que chegou nesta segunda-feira, e após uma reunião entre o vice de futebol do Fluminense, Alcides Antunes, o presidente da patrocinadora do clube, Celso Barros, e o empresário de Emerson, Reinaldo Pitta, tudo ficou concluído.

junho 14, 2010 Posted by | Fluminense | | Deixe um comentário

Fábio Costa é apresentado e diz que está pronto para estrear pelo Galo

Novo goleiro do Atlético-MG está recuperado de uma grave lesão, que o tirou dos gramados por vários meses

A diretoria do Atlético-MG apresentou oficialmente o goleiro Fábio Costa, ex-Santos e Corinthians. O jogador foi contratado para tentar encerrar uma lacuna deixada por Diego Alves, que foi negociado com o Almería da Espanha, em 2007. Desde então, vários atletas passaram pelo gol do Galo, mas não conseguiram se firmar como titulares.

Atualmente, o Atlético-MG tem, além de Fábio Costa, Aranha, Carini, Marcelo e Renan Ribeiro. Excetuando-se o último, que ainda é uma esperança das categorias de base do clube, todos os outros já tiveram suas chances e falharam. Para Fábio Costa, a responsabilidade é a mesma de qualquer outro jogador.

– Os goleiros estão aqui porque têm qualidade. Só que no futebol nem tudo ocorre como esperamos. Se um jogador não jogar bem no Atlético-MG, vai jogar bem em outra equipe. Todos têm qualidade. Eu estou aqui para ajudar a dar mais qualidade ao elenco e a brigar pelo titulo do Brasileiro e pela Taça Libertadores – disse Fábio Costa.

O goleiro está longe dos gramados, sem uma sequência de jogos, há vários meses. Fábio Costa se recuperou de uma grave lesão, sofrida – coincidentemente – em uma partida diante do Atlético-MG, na Vila Belmiro. No entanto, segundo o próprio jogador, Fábio Costa está totalmente recuperado e à disposição do técnico Vanderlei Luxemburgo.

A estreia de Fábio Costa deverá acontecer no dia 15 de julho, diante do Atlético-GO, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo precisa da vitória, já que está apenas na 17a posição, com apenas seis pontos conquistados.

junho 14, 2010 Posted by | Atlético-MG | | Deixe um comentário

Dodô veste a camisa da Portuguesa

Atacante foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira, no Canindé

Após acertar até o fim da temporada, na última quinta-feira, Dodô foi apresentado oficialmente como jogador da Portuguesa, na tarde desta segunda-feira, no Canindé. Com a camisa da Lusa, o atacante de 36 anos disputará a Série B do Campeonato Brasileiro. No início do ano, o artilheiro dos gols bonitos assinou com o Vasco após longa suspensão por doping, mas teve o contrato rescindido seis dias antes de fechar com o time paulista. (Foto: Agência Estado)

Após acertar até o fim da temporada, na última quinta-feira, Dodô foi apresentado oficialmente como jogador da Portuguesa, na tarde desta segunda-feira, no Canindé. Com a camisa da Lusa, o atacante de 36 anos disputará a Série B do Campeonato Brasileiro. No início do ano, o artilheiro dos gols bonitos assinou com o Vasco após longa suspensão por doping, mas teve o contrato rescindido seis dias antes de fechar com o time paulista. (Foto: Agência Estado)

Dodô apresentado na Portuguesa

junho 14, 2010 Posted by | Portuguesa | | Deixe um comentário

Santos vende André para o Dínamo de Kiev por 8 milhões de euros

Peixe vai receber metade do valor pago pelo atacante, que irá participar das finais da Copa do Brasil antes de deixar a Vila Belmiro

O Santos não resistiu ao poder financeiro do exterior e fechou nesta segunda-feira a venda do atacante André, que vai para o Dínamo de Kiev, da Ucrânia. O jogador assinará um contrato de cinco anos com o clube ucraniano, que vai desembolsar oito milhões de euros (aproximandanete R$ 17,7).

O clube do litoral vai receber metade deste valor, quatro milhões de euros (cerca de R$ 8,85 milhões).

– Fechamos a negociação. O contrato será de cinco anos, e o valor da venda foi de 8 milhões de euros – confirmou Guilherme Miranda, diretor do Grupo DIS, ao GLOBOESPORTE.COM.

O Grupo DIS (parceira do clube em contratações) possuía 25% dos direitos, e os outros 40% eram da Cabofriense-RJ, time que revelou o jogador. Porém, cada um deles cedeu 7,5% dos direitos para o Santos, que tinha 35%, mas passou a ter 50%, com o objetivo de fazer o clube aceitar a negociação.

Antes de sair da Vila Belmiro, André participará das finais da Copa do Brasil, nos dias 28 de julho e quatro de agosto, contra o Vitória.

– Vou disputar a final da Copa do Brasil. Eu estava por fora da negociação. Só sabia que estavam negociando. Sobre a Ucrânia, conheço através dos brasileiros que jogam lá – declarou André, em entrevista à Rádio Globo.

O atacante é goleador da equipe no Brasileirão, com cinco gols, e vice-artilheiro do time na temporada, com 26, um a menos que o amigo Neymar. O vínculo do atacante com o Santos era até 2014 e a multa rescisória estava estipulada em 50 milhões de euros.

junho 14, 2010 Posted by | Santos | | Deixe um comentário

Washington decide ficar no São Paulo e frustra os planos do Vasco

Atacante prefere cumprir contrato e cariocas estudam novas possibilidades

As negociações avançaram bem, mas Washington analisou melhor e recusou a proposta do Vasco. O atacante pretende cumprir o contrato com o São Paulo, que vai até o fim do ano, para depois pensar no futuro longe do Morumbi. O jogador não quer quebrar o compromisso com os paulistas, apesar de preterido no elenco tricolor.

– Ele (Washington) avaliou bem e falou que quer cumprir o contrato com São Paulo – disse o empresário Gilmar Rinaldi.

Com isso, o diretor executivo do Vasco, Rodrigo Caetano, deve conversar com o técnico Paulo César Gusmão durante a semana para avaliar as possibilidades para o ataque cruzmaltino. O clube anunciou nesta segunda-feira a contratação de Bruno Paulo, ex-Palmeiras. Já Éder Luis, do Benfica, segue em negociação com o Gigante da Colina.

junho 14, 2010 Posted by | São Paulo, Vasco da Gama | | Deixe um comentário

Itália e Paraguai ficam iguais em 1 a 1

Ofensiva, Azzurra vacila e tropeça no jogo de estreia no Mundial

Itália e Paraguai ficam iguais em 1 a 1 (AFP)

Atual campeã mundial, a Itália até ameaçou repetir o feito da Alemanha, quebrando suas tradições e apresentando um futebol ofensivo. No entanto, a tentativa foi frustrada: nesta segunda-feira, a Azzurra parou na defesa adversária e ficou apenas no 1 a 1 com o Paraguai, na Cidade do Cabo, em jogo de abertura do Grupo F da Copa.

Alcaráz abriu o placar para os paraguaios, no fim do primeiro tempo. De Rossi, após o intervalo, garantiu o empate. Com o resultado, ambas as equipes dividem a ponta do grupo, com um ponto cada. Eslováquia e Nova Zelândia completam a rodada na terça-feira, em Rustemburgo.

As duas seleções voltam a campo no próximo domingo. A Itália encara a Nova Zelândia, em Nelspruit. Já o Paraguai vai a Bloemfontein enfrentar a Eslováquia.

O jogo
O técnico Marcello Lippi manteve a surpreendente escalação testada nos últimos treinos com um meio de campo jovem e ofensivo. Montolivo, Pepe e Marchisio ganharam chance ao lado dos experientes De Rossi e Iaquinta, improvisado na ponta esquerda.

No entanto, a tentativa de Lippi foi frustrada. Marchisio, Pepe e Iaquinta trocaram repetidamente de posições em busca de espaços na defesa adversária. Arrumado atrás, o Paraguai soube esperar sua oportunidade.

Após algumas investidas no ataque, principalmente pelo lado direito, com Torres e Valdez, os sul-americanos chegaram ao gol. Aos 38 minutos, o zagueiro Alcaráz aproveitou cobrança de falta e completou de cabeça: 1 a 0.

Depois do lance, o goleiro italiano Buffon reclamou com os companheiros. O camisa 1 deixou o campo no intervalo visivelmente irritado. Sem explicações, foi substituído por Marchetti.

A Itália justificou sua postura ofensiva apenas na etapa final, quando Lippi adiantou mais sua equipe e deixou o jogo aberto. De início, a Azzurra sofreu com os contra-ataques paraguaios. Vera, aos nove, perdeu chance clara para ampliar.

A recompensa para a ousadia italiana saiu aos 18: Pepe cobrou escanteio da esquerda, o goleiro Villar saiu muito mal e De Rossi, na pequena área, completou para empatar. A Azzurra sufocou até o fim da partida, mas errou nas conclusões. Início nada bom para o time de Lippi.


FICHA TÉCNICA:
ITÁLIA 1 X 1 PARAGUAI

Estádio: Green Point, Cidade do Cabo (AFS)
Data/hora: 14/6/2010 – 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Benito Archundia (MEX)
Auxiliares: Hector Vergara (CAN) e Marvin Torrentera (MEX)

Cartões amarelos: Camoranesi (ITA); V. Cáceres (PAR)
Cartões vermelhos: Não houve
GOLS: Alcaráz, 38’/1ºT (0-1); De Rossi, 18’/2ºT (1-1)

ITÁLIA: Buffon (Marchetti, intervalo), Zambrotta, Cannavaro, Chiellini e Criscito; De Rossi, Montolivo, Pepe, Marchisio (Camoranesi, 13’/2ºT) e Iaquinta; Gilardino (Di Natale, 27’/2ºT). Técnico: Marcello Lippi.

PARAGUAI: Villar, Bonet, Da Silva, Alcaráz e Morel Rodríguez; Vera, Victor Cáceres, Riveros e Aureliano Torres (Santana, 14’/2ºT); Valdez (Santa Cruz, 23’/2ºT) e Barrios. Técnico: Gerardo Martino.

junho 14, 2010 Posted by | ABC de Natal, America-RN, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, CRB, Criciuma, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Futebol Europeu, Futebol Sulamericano, Goiás, Grêmio, Grêmio Prudente, Internacional, Juventude, Náutico, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, Portuguesa, Santo André, Santos, São Caetano, São Paulo, Sport, Vasco da Gama, Vila Nova, Vitória | | Deixe um comentário

Itália x Paraguai: confira o pré-jogo ao vivo

Itália x Paraguai: confira o pré-jogo ao vivo (AFP)

Clique aqui e Assista AO VIVO

junho 14, 2010 Posted by | ABC de Natal, America-RN, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, CRB, Criciuma, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Futebol Europeu, Futebol Sulamericano, Goiás, Grêmio, Grêmio Prudente, Internacional, Juventude, Náutico, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, Portuguesa, Santo André, Santos, São Caetano, São Paulo, Sport, TV ao Vivo, Vasco da Gama, Vila Nova, Vitória | , | Deixe um comentário

Seleção brasileira faz animado treino de reconhecimento do Ellis Park

Time de Robinho faz 8 a 4 na equipe de Kaká no tradicional treino recreativo

A seleção fez, nesta segunda-feira, o treino de reconhecimento do gramado do estádio Ellis Park, em Joanesburgo, palco da estreia na Copa do Mundo. O local é um velho conhecido da maioria dos jogadores já que foi o estádio em que o Brasil conquistou a Copa das Confederações, no ano passado.

O treino durou uma hora. Nos primeiros 15 minutos, os jogadores fizeram exercícios físicos. Depois aconteceu um rápido aquecimento. A partir daí começou um animado treino recreativo entre os times de Kaká e Robinho. Julio Cesar treinou normalmente no gol.

O time de Robinho venceu com sobras por 8 a 4. Grafite foi o destaque ao marcar quatro gols. Depois, os jogadores ficaram treinando chutes a gol da entrada da área. Luis Fabiano, Michel Bastos, Elano e Kaká também aproveitaram para bater pênaltis.

O Brasil estreia na Copa do Mundo nesta terça contra a Coreia do Norte, às 15h30 de Brasília (20h30 locais), em Johannesburgo. O confronto será válido pelo Grupo G, que também tem Costa do Marfim e Portugal, que se enfrentam também nesta terça-feira, às 11h de Brasília.

junho 14, 2010 Posted by | ABC de Natal, America-RN, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, CRB, Criciuma, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Futebol Sulamericano, Goiás, Grêmio, Grêmio Prudente, Internacional, Juventude, Náutico, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, Portuguesa, Santo André, Santos, São Caetano, São Paulo, Seleção brasileira., Sport, Vasco da Gama, Vila Nova, Vitória | | Deixe um comentário

Em jogo com poucas chances, Eto’o não brilha e Japão derrota Camarões

Honda marca o único gol da partida, disputada em Bloemfontein

No duelo entre os dois considerados ‘azarões’ do grupo E da Copa do Mundo, o Japão levou a melhor. Em um jogo de baixo nível técnico, a seleção asiática derrotou Camarões por 1 a 0 nesta segunda-feira, no estádio Free State, em Bloemfontein. O gol foi marcado por Honda, no primeiro tempo. Eto’, principal esperança dos africanos, pouco tocou na bola e só teve uma jogada de brilho em 90 minutos.

Com este resultado, os japoneses somaram três pontos, assim como fez a Holanda mais cedo. Porém, a seleção europeia, que venceu a Dinamarca por 2 a 0, lidera a chave por ter feito um gol a mais. Os camaroneses seguem sem pontuar.

A partida marcou o fim de dois tabus. Pela primeira vez a seleção japonesa venceu um jogo de estreia em Mundial. Já a equipe camaronesa, até então, nunca havia sido derrotada em sua partida inaugural.

As duas seleções voltam a campo no próximo sábado. O Japão enfrenta a Holanda às 8h30m (de Brasília) em Durban, enquanto Camarões joga contra Dinamarca, às 15h30m, em Pretória.

Gol de Honda sai na primeira etapa

O jogo começou muito amarrado no meio-campo, com as duas seleções distribuindo chutões. No primeiro bom ataque de Camarões, aos oito minutos, Webo cruzou na área para Choupo Moting, mas o atacante não conseguiu o domínio ideal para a conclusão.

O time africano assustou novamente aos dez, quando Kawashima saiu errado do gol após cobrança de falta. Na sequência, Mbia acabou cometendo falta de ataque. Ligeiramente mais ofensiva, a equipe camaronesa insistia em jogadas pelo meio-campo, mas os japoneses congestionavam bem o setor.

O Japão ameaçou pela primeira vez aos 16. Matsui desceu pela direita e cruzou para a área, mas Souleymanou, atento, fez a defesa. Aos 20, entretanto, o goleiro de Camarões soltou uma bola depois de trombar com Mbia. Mas Okubo estava impedido e o lance foi paralisado.

A partida seguiu equilibrada, com muitas faltas e raras chances de gol. Samuel Eto’o, jogador mais renomado em campo, cansou de levantar a mão pedindo a bola, mas seguia pouco participativo. Aos 30 minutos, Kawashima saiu mal do gol, soltou a bola e bateu com as costas no chão. Depois de ser atendido, continuou em campo.

Aos 37, finalmente, uma boa conclusão a gol de Camarões. Eyong bateu de pé direito e Kawashima caiu para fazer a defesa. No minuto seguinte, a resposta do Japão veio de forma certeira. Matsui cruzou na segunda trave, Honda dominou livre e chutou no alto: 1 a 0. E foi o último bom lance da primeira etapa.

Eto’o só aparece uma vez com destaque e trave salva Japão no fim

No segundo tempo, logo aos três minutos, finalmente Eto’o fez uma grande jogada. Passou por três marcadores e cruzou rasteiro, mas Choupo-Moting chutou para fora, desperdiçando a melhor chance camaronesa na partida.

Mostrando mais disposição em campo, Camarões criou nova oportunidade aos nove, Mbia cruzou e Webo completou de cabeça, para fora. Aos 11, Choupo-Moting desceu pelo lado esquerdo do ataque, finalizando pela linha de fundo.

Para deixar o time camaronês mais ofensivo, o técnico Paul Le Guen tirou o volante Matip e colocou o atacante Emana, aos 18 minutos. Aos 23, foi a vez de Takeshi Okada mexer, colocando Okazaka no lugar de Matsui. E a zaga nipônica continuava bem postava em campo, cortando as investidas ofensivas dos africanos.

A partir dos 30 minutos, Camarões foi para o tudo ou nada. Geremi e Idrossou entraram, mas a equipe seguia com dificuldades para criar jogadas ofensivas. Eto’ o, bem marcado, tentava distribuir passes nas pontas, todos neutralizados pelos asiáticos.

O Japão chegou com muito perigo aos 36 minutos. Hasebe recebeu na entrada da área e bateu no canto, obrigando Souleymanou a fazer grande defesa. No rebote, Okasaka acertou a trave, mas estava impedido.

Aos 40, a jabulani quase surpreendeu o goleiro Kawashima. No lindo chute de Mbia, a bola pegou um efeito e tocou caprichosamente no travessão. Por muito pouco não veio o empate.

Na chance derradeira de Camarões, a estrela de Kawashima brilhou. Após cruzamento da direita, Webo tocou de cabeça e o goleiro fez grande defesa, aos 47. Mas Eto’ já havia feito falta de ataque. Fim de jogo e festa azul, tanto em Bloemfontein quanto na terra do sol nascente.


JAPÃO X CAMARÕES
Kawashima, Nagatomo, Nakazawa, Tulio Tanaka e Komano; Matsui (Okazaki), Honda, Abe, Hasebe (Inamoto) e Endo; Okubo (Yano) Souleymanou, Mbia, Nkoulou, Bassong e Assou Ekotto; Matip (Emana), Makoun (Geremi) e Eyong; Eto’o, Webo e Choupo Moting (Idrissou)
Técnico: Takeshi Okada Técnico: Paul Le Guen
Gol: Honda, aos 38 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Nkoulou (CAM)
Estádio: Free State, em Bloemfontein. Data: 14/0/2010. Árbitro:Olegário Bequerenca (POR). Assistentes: José Cardinal (POR) e Bertino Miranda (POR)

junho 14, 2010 Posted by | ABC de Natal, America-RN, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, CRB, Criciuma, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Futebol Europeu, Futebol Sulamericano, Goiás, Grêmio, Grêmio Prudente, Internacional, Juventude, Náutico, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, Portuguesa, Radio ao vivo, Santo André, Santos, São Caetano, São Paulo, Seleção brasileira., Sport, Vasco da Gama, Vila Nova, Vitória | , , | Deixe um comentário

Japão x Camarões: AO VIVO!

Japão x Camarões: pré-jogo ao vivo! (João Garschagen / Globoesporte.com)

Clique na imagem e Assista AO VIVO

junho 14, 2010 Posted by | ABC de Natal, America-RN, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, CRB, Criciuma, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Futebol Europeu, Futebol Sulamericano, Goiás, Grêmio, Grêmio Prudente, Internacional, Juventude, Náutico, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, Portuguesa, Santo André, Santos, São Caetano, São Paulo, Sport, TV ao Vivo, Vasco da Gama, Vila Nova, Vitória | | Deixe um comentário

Ajudada por gol contra, Holanda bate a Dinamarca e inicia bem a Copa

Uma das favoritas ao título, seleção laranja mostra bom toque de bola, mas conta com ajuda de defensor dinamarquês para abrir caminho para vitória

A seleção da Holanda é conhecida pelo futebol ofensivo e pela habilidade de seus jogadores. Nesta segunda-feira, em seu primeiro jogo na Copa do Mundo 2010, uma das fortes candidatas ao título mostrou bom toque de bola, mas precisou de um lance de pura sorte para abrir a defesa dinamarquesa e o caminho para uma estreia vitoriosa no Mundial disputado na África do Sul. Ajudada por um gol contra de Simon Poulsen, a Laranja derrotou a Dinamarca por 2 a 0 no Soccer City, em Joanesburgo, no jogo de abertura do Grupo E da Copa.

Após ganhar um presente com um minuto do segundo tempo, os holandeses controlaram a partida e garantiram o triunfo com um gol de Kuyt aos 39 minutos.

As duas seleções voltam a campo na África do Sul no próximo sábado. A Holanda vai a Durban enfrentar o Japão, às 11h (de Brasília). A Dinamarca encara Camarões em Pretória (15h30).

Dinamarquês blefa e escala atacante vetado

Na véspera do primeiro duelo europeu na Copa 2010, o treinador holandês afirmou que as duas seleções se conheciam. “Não temos segredos”, garantiu. Mas Bert van Marwijk não contava com a estratégia do colega dinamarquês. No domingo, Morten Olsen afirmou que o atacante Bendter, principal esperança de gols do time, não jogaria devido a uma lesão na virilha. Mas o nome do jogador do Liverpool apareceu na lista de titulares.

Olsen não despistou quando disse que um empate seria um ótimo resultado. E escalou apenas um atacante de origem (exatamente Bendter). O meia Rommedahl teve a missão de auxililar o centroavante. Na Holanda, sem ainda contar com Robben, poupado após sofrer uma lesão muscular na coxa no último dia 5, Marwijk mandou a campo o estilo ofensivo característico do país, com um trio de atacantes (Van Persie, Kyut e Van der Vaart). E com Sneijder também chegando na área.

Apesar da postura teoricamente mais defensiva, a Dinamarca não se retraiu nos primeiros minutos, buscando também o ataque. E parando as investidas adversárias com faltas. Foram três infrações nos primeiros quatro minutos.

A Holanda conseguiu criar a primeira boa jogada aos nove minutos. Kuyt recebeu na entrada da área, dominou e bateu forte. O goleiro Sorensen defendeu, largou e voltou a agarrar, sem a aproximação de qualquer adversário.

Mais calmos em campo, os holandeses passaram a mostrar a sua famosa capacidade de trocar passes. Pacientemente, os jogadores de laranja rolavam a bola de pé em pé em busca de uma brecha na defesa rival. Van Persie encontrou esse espaço aos 19 e acionou Van der Vaart na meia-lua. O jogador do Real Madrid concluiu, mas Aggen desviou para escanteio. No minuto seguinte, no mesmo ponto do campo, Van de Vaart recebeu cruzamento da direita de Van Bommel, gingou na frente de Agger e arrematou à direita do gol.

Até a metade da etapa inicial, a Dinamarca não havia feito sequer uma conclusão a gol. Mas levou grande perigo aos 26 minutos. Na jogada esperada: cruzamentos para Bendter, de 1,91m. O atacante concluiu cruzamento da direita rente à trave do goleiro Stekelenburg, dando um susto nos holandeses que pintaram parte do Soccer City de laranja.

Apesar da Holanda passar a maior parte do tempo no campo ofensivo (chegou a ter 63% de posse de bola na etapa inicial), foi o time de branco que exigiu o goleiro adversário. E duas vezes seguidas. Em contra-ataque, aos 36, Rommedahl recebeu lançamento longo pela direita e arriscou o chute de fora da área. Stekelenburg agarrou a Jabulani com dificuldade. No minuto seguinte, Bendter mostrou que, apesar da altura, tem certa habilidade. O grandalhão superou a marcação e passou para Rommedahl. Agora pela esquerda, o meia chutou cruzado, obrigando o arqueiro holandês a se esticar e espalmar para córner.

Depois dos sustos, o cabeça de chave do Grupo E só voltou a ameaçar aos 43. Van Persie recebeu livre no bico da área pela direita. Mas em vez de seguir na direção da meta, trouxe a bola para o pé esquerdo, o seu ponto forte. Mas assim permitiu a chegada da marcação e acabou arriscando de direita mesmo, para fora.

Gol contra no início do segundo tempo muda o jogo

O panorama para o segundo tempo parecia preocupante para uma das seleções consideradas por muitos especialistas como uma das favoritas ao título. Mas a sorte sorriu para a Holanda. Com apenas um minuto de jogo, Van Persie acreditou em um lançamento longo sobre a área, aproveitou uma saída errada do goleiro Sorensen e cruzou da direita. Simon Poulsen, que joga no futebol holandês (AZ Alkmaar), se apavorou e cabeceou errado, para trás. A bola bateu nas costas de Agger e entrou mansamente no canto direito, tocando na trave antes de ir para a rede.

O gol desarrumou momentaneamente o sistema defensivo dinamarquês, que voltou a falhar aos oito minutos, permitindo que Van Persie invadisse livre a área. Sorensen saiu do gol e evitou a conclusão do atacante. O arqueiro voltou a ser exigido aos 13, se esticando e fazendo uma ponte para defender uma conclusão de chapa de Van der Vaart.

Com a equipe inferiorizada no placar, o treinador Morten Olsen decidiu reforçar o sistema ofensivo, trocando um meia (Enevoldsen) por um atacante (Gronkjaer) aos 11. Mas seis minutos depois precisou tirar Bendter, ainda sem as condições físicas ideais.

No lado da Holanda, Van Persie continuava como o atacante que levava mais perigo. O camisa 9 chegou a colocar a bola na rede aos 15 minutos, em lance já invalidado por impedimento. E alegou para o árbitro francês Stephane Lannoy que não ouviu o apito devido ao barulho causado pelas vuvuzelas.

As alterações realizadas por Morten Olsen, capitão da ‘Dinamáquina’ da Copa de 86, não melhoraram o desempenho da equipe. Com pouca criatividade, em nada lembrando o time que marcou época no Mundial disputado no México, a seleção dinamarquesa se limitava a tentar cruzamentos para a área para tentar o empate. Rebatidos pelos defensores rivais.

Substituição que deu resultado foi a entrada de Elia no lugar de Van der Vaart. Com muita habilidade, o atacante holandês deu trabalho para os adversários e criou boa chance aos 30. Elia cruzou para área e o goleiro Sorensen afastou de soco. Na sequência, Van Bommel avançou pela direita e chutou bem. O camisa 1 espalmou, evitando o segundo gol. Que quase aconteceu aos 37. Apagado no jogo, Sneijder arriscou de fora da área, e a bola tocou no travessão dinamarquês.

O segundo laranja, que já estava maduro, saiu aos 39. Sneijder fez lindo lançamento para Elia, que tocou na saída do goleiro. A bola, caprichosamente, tocou na trave esquerda e sobrou para Kuyt completar para rede.

Se fez um gol contra, Simon Poulsen evitou o terceiro gol ao tirar em cima da linha uma bola tocada por Affelay aos 43.

HOLANDA 2 X 0 DINAMARCA
Stekelenburg, Van der Wiel, Hitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst; Van Bommel, De Jong e Sneijder; Kuyt, Van Persie (Afellay) e Van der Vaart (Elia). Sorensen, Jacobsen, Agger, Kjaer e Simon Poulsen; Christian Poulsen, Kahlenberg (Erikssen), Jorgensen e Enevoldsen (Gronkjaer); Rommedahl e Bendtner.
Técnico: Bert van Marwijk. Técnico: Morten Olsen.
Gols: S. Poulen (contra), a um minuto do segundo tempo, e Kuyt, aos 39.
Cartões amarelos:. De Jong, Van Persie (HOL), Kjaer (DIN)
Estádio: Soccer City, Joanesburgo (AFS). Data: 14/06/2010. Árbitro:Stephane Lannoy (FRA). Assistentes: Eric Dansault (FRA) e Laurent Ugo (FRA) .

junho 14, 2010 Posted by | ABC de Natal, America-RN, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, CRB, Criciuma, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Futebol Europeu, Futebol Sulamericano, Goiás, Grêmio, Grêmio Prudente, Internacional, Juventude, Náutico, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, Portuguesa, Santo André, Santos, São Caetano, São Paulo, Sport, Vasco da Gama, Vila Nova, Vitória | , | Deixe um comentário