Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Vasco engole o Brasiliense na Boca do Jacaré

Atacante Aloísio fica inconsciente, mas está passando bem

Jogadores do Vasco comemoram gol da vitória por 1 a 0 sobre o Brasiliense (Crédito: Adalberto Marques)

Jogadores do Vasco comemoram gol da vitória por 1 a 0 sobre o Brasiliense

LANCEPRESS!

O Vasco fez valer seu bom momento na Série B do Campeonato Brasileiro e engoliu o Brasiliense na Boca do Jacaré, nesta terça-feira, por 1 a 0, mantendo-se como líder isolado da competição.

O atacante Aloísio, que sofreu uma pancada na cabeça, chegou a ficar inconsciente no gramado, foi encaminhado a um hospital de Taguatinga (DF), mas está consciente e passa bem.

Com o resultado, o Gigante da Colina foi a 42 pontos e alcançou a sua terceira rodada consecutiva. Já a equipe do Distrito Federal permaneceu em décimo lugar, com 27 pontos.

O Vasco controlou a partida desde a saída de bola, acuando o Brasiliense, conduzida pelo ímpeto, especialmente, de quatro jogadores: o lateral-direito Fagner, o meia Carlos Alberto, o também meia Alex Teixeira e o atacante Aloísio.

E o gol vascaíno saiu logo aos cinco minutos: Ramon cobrou falta da intermediária pela direita e a bola foi diretamente para o gol, apesar da tentativa de desvio de cabeça de Carlos Alberto.

Apesar do domínio, o Vasco não criou novas grandes chances, exceto uma finalização de Aloísio em que Guto fez boa defesa. Já o Brasiliense, esporadicamente, chegava ao ataque, sem levar muito perigo.

O segundo tempo recomeçou com um susto: aos dois minutos de jogo o atacante Aloísio chocou-se de cabeça com Aílson, do Jacaré. O atleta cruzmaltino chegou a ficar desacordado, teve um princípio de convulsão no gramado, mas deixou-o já consciente, sendo encaminhado para um hospital.

A partida ficou mais nervosa após o incidente e com entradas mais duras também. Aos 13 minutos de jogo, Gustavo desviou de cabeça e Fernando Prass fez grande defesa, o único lance de real perigo da etapa final, apesar de certa pressão do time do Distrito Federal nos minutos finais.

Na próxima rodada da Série B do Brasileiro, o Brasiliense, na sexta-feira, enfrenta o Campinense, às 21h, em Campina Grande (PB). No mesmo dia e no mesmo horário o Vasco recebe, no Maracanã, o Ceará.

FICHA TÉCNICA:
BRASILIENSE-DF 0 X 1 VASCO

Estádio: Elmo Serejo Farias (Boca do Jacaré), Taguatinga (DF)
Data/hora: 25/8/2009 – 21h
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Moisés Aparecido de Souza (PR) e Bruno Boschilia (PR)
Renda/público: não disponível
Cartões amarelos: Cesar Gaúcho, Edinho e Pedro Ayub (BRA)

GOL: Ramon, 5’/1°T (0-1)

BRASILIENSE: Guto, Anderson, Aílson, César Gaúcho e Edinho; Pedro Ayub, Flávio, Didão e Éder (Rodriguinho); Abuda (Thiago Félix, 25’/2°T) e Gustavo (Somália, 19’/2°T). Técnico: Heriberto da Cunha.

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Vilson, Gian e Ramon; Mateus, Souza, Enrico (Amaral, 37’/2°T) e Alex Teixeira; Carlos Alberto (Rodrigo Pimpão, 19’/2°T) e Aloísio (Adriano, 5/2°T). Técnico: Dorival Júnior.

*Atualizada às 23h03

agosto 25, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Brasiliense e Vasco se enfrentam na Boca do Jacaré

Em jogo, liderança para cariocas e aproximação no G4 para donos da casa

LANCEPRESS!

Finalmente líder da Série B, o Vasco conseguiu o que perseguia rodadas a fio. Agora, como dizem, o mais difícil é permanecer no topo. É pensando nisso que o time carioca vai à Brasília, encarar o Brasiliense, pela primeira rodada do returno. A partida acontece nesta terça-feira, às 21h, na Boca do Jacaré, com o visitante tentando manter a diferença de três pontos para o segundo colocado, o Atlético-GO. O Brasiliense, com 27 pontos, ocupa a 10ª posição na tabela, e se vencer pode se aproximar do G4.

No jogo de abertura do campeonato, para os dois clubes, o Vasco derrotou o Brasiliense por 1 a 0, em São Januário, com gol de Rodrigo Pimpão, que pode ser relacionado para o compromisso desta terça. De certo, o time entra em campo com Aloísio, enfim titular, em virtude de uma lesão do atacante Elton – o jogador tem um trauma no pé direito. No entanto, Dorival tem alguns problemas. Carlos Alberto, com dores abdominais, não tem presença garantida, depende de uma avaliação médica para jogar. Na lateral-direita, nada de contusões, mas uma opção tática para o treinador fazer: Paulo Sérgio ou Fagner. O segundo treinou, nesta segunda-feira, entre os titulares e deve ganhar uma chance. No banco, o desfalque é Nilton, indisponível devido à uma gastrite.

– Vamos lutar o máximo possível para manter essa regularidade daqui para frente. O Vasco vai precisar de uma capacidade muito maior para se manter na liderança – analisou, friamente, o técnico Dorival Júnior.

Envolvido em um início de crise, o Brasiliense tenta vencer o líder e embalado Vasco em casa para se aproximar da zona que classifica os quatro primeiros colocados para a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. Mais do que armar a equipe para bater o Gigante da Colina, o técnico Heriberto da Cunha se vê obrigado a lidar com alguns problemas fora de campo.

Na semana passada, o técnico tirou o meia Iranildo do time, alegando que o jogador estaria fora de forma. A atitude causou reações do atleta. Iranildo alegou que vinha jogando desde o início do ano sem que fosse questionado por ninguém. Para piorar a situação, Éder, apoiador que ficou com a incumbência de armar as jogadas do time goiano, afirmou no intervalo do jogo contra o Vila Nova que o Brasiliense sente a falta de Iranildo.

No mesmo jogo, Éder foi substituído no segundo tempo e saiu de campo sem falar com Heriberto. O foco de toda a confusão, Iranildo, sabe que não enfrentará o Vasco, mas fez questão de exaltar o trabalho dos seus companheiros.

– Sei que vou continuar de fora. É uma opção dele. Mas vou continuar torcendo pelo Brasiliense e acredito que o time tem todas as condições de conseguir subir para a Primeira Divisão – afirma o meia.

Assim, o treinador pode seguir com o mesmo esquema que foi utilizado contra o Vila Nova: três volantes e apenas Éder fazendo a ligação entre o meio e o ataque. Ou colocar Rodriguinho no lugar de Didão e jogar com dois meias de armação. Juninho levou o terceiro cartão amarelo contra o Vila Nova e cumpre suspensão automática. Moacir deve entrar no lugar dele.

A boa notícia é que o atacante Abuda volta de suspensão e deve reforçar o ataque do Brasiliense.

FICHA TÉCNICA:
BRASILIENSE X VASCO

Estádio: Boca do Jacaré, Taguatinga (DF)
Data/hora: 25/8/2009 – 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR – FIFA)
Auxiliares: Moisés Aparecido de Souza (PR)
Bruno Boschilia (PR)

BRASILIENSE: Guto, César Gaúcho, Aílson, Moacri e Edinho; Pedro Ayub, Flávio, Didão(Rodriguinho) e Éder; Abuda e Gustavo. Técnico: Heriberto da Cunha

VASCO: Fernando Prass, Fagner (Paulo Sérgio), Vilson, Gian e Ramon; Mateus, Souza, Enrico e Alex Teixeira; Carlos Alberto (Adriano) e Aloísio. Técnico: Dorival Júnior.

agosto 25, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário