Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Internacional derrota Santo André em SP

Colorado chegou aos 33 pontos e briga pelo troféu Osmar Santos

Andrezinho sofreu com a forte marcação do Santo André (Foto: Divulgação)

Andrezinho sofreu com a forte marcação do Santo André (Foto: Divulgação)

LANCEPRESS!

O Internacional venceu o Santo André no Bruno José Daniel por 2 a 0, na abertura da 19ª rodada da Série A. Desta forma, o Colorado chegou aos 33 pontos, quatro a menos que o líder Palmeiras, que tem dois jogos a mais (a equipe gaúcha ainda vai enfrentar o Santos e o Atlético-MG neste primeiro turno). O Internacional segue na briga ao lado de Palmeiras e Galo pelo troféu Osmar Santos, oferecido pelo LANCE! desde 2004 ao campeão do primeiro turno do Brasileirão.

O Santo André, em um incrível jejum de vitórias, teve de sair para o ataque. Do outro lado, o Internacional também pressionava o adversário. Era um jogo aberto, embora as equipes apresentassem mais correria do que outra coisa. O mau estado do gramado, inclusive, atrapalhava qualquer tentativa de troca de passes.

No primeiro tempo, a destacar apenas a grande jogada de Rômulo, do Santo André. Ele driblou pela esquerda, invadiu a área e acertou o travessão de Lauro. Com a partida muito embolada no meio-de-campo, eram raras as chances de gol. Nunes, pelo Ramalhão, e Alecsandro, pelo Colorado, estavam isolados no ataque. A bola pouco chegava.

As tentativas de armação de jogadas de Élvis e Rômulo – bem como as de Taison e Giuliano, do outro lado – em nada resolveram, e as equipes foram para os vestiários num insosso 0 a 0.

Na volta do intervalo, o jogo melhorou. O Inter tentava com chutes de longe de Alecsandro e Andrezinho, mas Neneca estava seguro no gol. O mesmo Alecsandro chegou a acertar a trave do goleiro depois de cruzamento na área.

Os chutes de fora da área eram a receita do time gaúcho. Taison, aos 23, tabelou com Giuliano e acertou uma bomba da meia-lua da área. Neneca só pulou para sair na foto, a bola já estava lá dentro: 1 a 0.

Em seguida foi a vez de os goleiros brilharem. Lauro evitou o empate do Ramalhão logo depois do primeiro gol, e Neneca seguia pegando bem.

Aos 43, Alecsandro, de pênalti, fechou o caixão do Santo André – que chegou à oitava rodada sem vencer. O Colorado segue brigando pela ponta – agora na vice-liderança -, mostrando que está sabendo se virar sem Nilmar.


FICHA TÉCNICA

Santo André 0x2 Internacional

Estádio: Bruno José Daniel, Santo André (SP)
Data/hora: 15/08/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha(GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO)
Renda e público:
Cartões amarelos: Cris (STO); Kléber, Bolívar (INT)
Cartão vermelho: Taison, 33’/2ºT
Gols: Taison, 23’/2ºT; Alecsandro, 43’/2ºT

SANTO ANDRÉ: Neneca; Cicinho (Ricardinho, 28’/2ºT), Cris, Marcel e Gustavo Nery; Fernando, Ricardo Conceição, Rômulo e Sidney (Ricardo Goulart, 34’/2ºT); Élvis (Pablo Escobar, 19’/2ºT) e Nunes
T: Alexandre Gallo

INTERNACIONAL: Lauro; Danilo Silva, Bolívar, Sorondo e Kleber; Sandro, Guiñazú, Giuliano e Andrezinho (Marcelo Cordeiro, 41’/2ºT); Taison e Alecsandro.
T: Tite.

agosto 15, 2009 Posted by | Internacional, Santo André | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo segura líder Palmeiras em São Paulo

Na estreia de Estevam, equipe carioca empata em 1 a 1 com Verdão

Diego Souza e Fahel disputam a bola no grande jogo entre Palmeiras e Botafogo neste sábado.

Diego Souza e Fahel disputam a bola no grande jogo entre Palmeiras e Botafogo neste sábado.

LANCEPRESS!

Com muita garra e demonstrando uma disciplina tática impressionante, o Botafogo foi até São Paulo e conseguiu arrancar o empate em 1 a 1 com o líder Palmeiras, no Parque Antarctica, com bom público, neste sábado, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols da partida foram marcados por Danilo para o Verdão e André Lima para o time carioca. O Glorioso ainda reclamou de um pênalti não marcado pelo árbitro em Lucio Flavio ainda no primeiro tempo.

Com o resultado, o Palmeiras chegou aos 37 pontos e aguarda os jogos atrasados do Internacional para saber se pode ser considerado o campeão do primeiro turno do Brasileirão.

Mesmo com o estádio lotado, o Botafogo, que teve a estreia do técnico Estevam Soares, não se intimidou e foi para o jogo, com o líder Palmeiras de igual para igual. Com sistema tático bem interessante, o time carioca conseguiu anular o ataque do Verdão, que pouco criou durante toda a primeira etapa. Os donos da casa só ameaçavam a meta do Glorioso em cobrança de bolas paradas. Aos 16 minutos, Cleiton Xavier cobrou uma falta na entrada da área e acertou a trave de Flávio.

Quando a torcida do Palmeiras começava a se animar e tentar empurrar a equipe para o gol, Lucio Flavio cruzou a bola, aos 24 minutos, e o artilheiro André Lima aproveitou um bate e rebate na área do Verdão e acertou um belo chute no canto de Marcos. O gol do Botafogo acordou a equipe da casa e aos 32 minutos, novamente em uma falta boba na entrada da área, o Porco chegou ao empate. Cleiton Xavier levantou a bola na área, Flávio, que pela primeira vez atuou como titular, falhou, e Danilo, de cabeça, marcou.

A segunda etapa começou em um ritmo alucinante, logo no primeiro minuto, o Botafogo deu um verdadeiro sufoco na equipe palmeirense e quase fez o segundo gol com André Lima, após lindo passe de Batista. Marcos salvou com o pé esquerdo. No minuto seguinte, o verdão acertou um bom contra-ataque, mas a zaga do Glorioso conseguiu salvar.

Curiosamente, o Palmeiras começou a crescer no jogo explorando os espaços deixados pelo meio-de-campo alvinegro. Os contra-ataques do Palmeiras iam ficando cada vez mais perigosos. Porém, o ataque do time da casa parou sempre no goleiro Fávio, que se recuperou da falha no primeiro gol do Porco.

Na próxima rodada, o líder Palmeiras vai até o Couto Pereira enfrentar o Coritiba, na quarta-feira. No mesmo dia o Botafogo recebe o Santo André no Engenhão.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 1 BOTAFOGO

Estádio: Palestra Itália, São Paulo (SP)
Data/hora: 15/8/2009 – 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Claudio Mercante (PE)
Auxiliares: Jossermmar Moutinho (PE) e Luciano Coelho Cruz (PE)
Cartões amarelos: Diego Souza, Wendel (PAL); Batista, Fahel, Leandro Guerreiro, André Lima, Lucio Flavio e Eduardo(BOT)
Cartão vermelho: Não Houve.

GOLS: André Lima, 24’/1°T (0-1); Danilo, 32’/1°T (1-1)


PALMEIRAS: Marcos, Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Armero; Sandro Silva (Robert, 21’/2ºT), Pierre, Cleiton Xavier e Diego Souza; Ortigoza (Daniel, 32’/2ºT) e Souza. Técnico: Muricy Ramalho.

BOTAFOGO: Flavio, Emerson, Juninho e Eduardo; Thiaguinho (Léo Silva, 36’/2ºT), Leandro Guerreiro, Fahel, Jônatas (Laio, 26’/2ºT), Lucio Flavio e Batista (Rodrigo Dantas, 45’/2ºT); André Lima. Tecnico: Estevam Soares.

agosto 15, 2009 Posted by | Botafogo, Palmeiras | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Avaí vence Náutico e segue sem perder

Catarinenses chegam à nona partida sem derrota no Brasileirão

O Avaí sofreu mas conseguiu vencer o Náutico por 2 a1 na Ressacada (Crédito: Cristiano Andujar)

O Avaí sofreu mas conseguiu vencer o Náutico por 2 a1 na Ressacada

LANCEPRESS!

Neste sábado, na Ressacada, o Avaí venceu o Náutico por 2 a 1, no fim do jogo e chegou a nona partida sem derrota no Brasileirão. Com o resultado o time de Santa Catarina chegou a 30 pontos – quinta colocação na tabela. Já o Náutico, parou nos 18 pontos e segue na zona de rebaixamento.

PRIMEIRO TEMPO
A partida começou equilibrada, com as duas equipes errando muitos passes. Enquanto o Náutico apostava em Carlinhos Bala, o Avaí atacava pelas laterais com Eltinho e Luís Ricardo. Como ambas as equipes não conseguiam criar boas jogadas de ataque, o primeiro gol da partida saiu em uma bola parada: aos 24 minutos Eltinho cobrou falta com categoria e colocou o Avaí na frente no placar.

Após o gol a equipe de Santa Catarina melhorou na partida e por pouco não amplia mais uma vez com Eltinho: o lateral chutou de peito de pé e o goleiro Glédson fez linda defesa. Visivelmente sentindo a falta do artilheiro Gilmar, o Náutico não ameaçava a meta de Eduardo Martini. Já o Avaí, jogando com sua força máxima, quase marcou o segundo na última oportunidade de gol do segundo tempo: o atacante William recebeu na área e bateu forte no canto para outra ótima defesa do goleiro pernambucano.

SEGUNDO TEMPO
Os dois times voltaram com os mesmos jogadores para a segunda etapa. E assim como terminou o primeiro tempo, o Avaí foi para cima e, mais uma vez, esteve perto de marcar: Marquinhos deu bom passe para Muriqui que entrou na área, mas chutou fraco para Glédson defender. Todavia, após essa chance o Náutico passou a pressionar e de tanto levantar bola na área conseguiu o empate aos 8 minutos: após falta cobrada por Rudnei, o zagueiro Emerson mandou de cabeça contra o próprio património.

O Avaí não esperava o duro golpe e partiu para tentar passar a frente novamente. A pressão era tanta que Emerson, Marquinhos e Eltinho colocaram uma bola na trave cada um. Muriqui foi outro a ficar só no quase, ao chutar para fora na cara de Glédson. Mas o gol da vitória só veio a acontecer aos 43 minutos em um golaço do meia Marquinhos.

FICHA TÉCNICA:

AVAÍ 2 X 1 NÁUTICO

Local: Ressacada, em Florianópolis (SC).
Data/hora: 15/8/2009, às 18h30.
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF).
Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e Cesar Augusto de Oliveira Vaz (DF).
Renda/público: Não divulgados.
Cartões amarelos: Nílson (NAU); Emerson (AVA); Marcus Winícius (AVA); Rudnei (NAU); Derley (NAU); Anderson Santana (NAU); Juliano (NAU); Roberto (AVA).
Cartões vermelhos: Rudnei (NAU, 17’/2ºT).
Gols: Eltinho (1-0, 24’/1ºT); Emerson (1-1, 8’/2ºT); Marquinhos (2-1, 43’/2ºT).

AVAÍ: Eduardo Martini; Rafael, Augusto e Emerson (Fabinho Capixaba, 27’/2ºT); Luís Ricardo (Roberto, 36’/2º), Marcus Winícius, Léo Gago, Marquinhos e Eltinho; Muriqui e William (Anderson, 46’/2ºT).
Técnico: Silas

NÁUTICO: Glédson; Asprilla, Nílson e Anderson Santana; Patrick, Rudnei, Derley, Juliano e Michel; Carlinhos Bala e Márcio Barros (Márcio, 31’/2ºT).
Técnico: Geninho.

agosto 15, 2009 Posted by | Avaí, Náutico | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco dança o vira sobre a Portuguesa e vence na Série B

Em jogo disputado, Gigante da Colina segue na cola do líder

Jogadores do Vasco comemoram vitória sobre a Portuguesa por 3 a 1, em São Paulo (SP) (Crédito: Ari Ferreira)

Jogadores do Vasco comemoram vitória sobre a Portuguesa por 3 a 1, em São Paulo (SP)

LANCEPRESS!


Com o resultado, a Lusa, na estreia do técnico René Simões, permaneceu com 27 pontos e caiu da quinta para a sétima posição, distanciando-se do G4 da competição. Já o Gigante da Colina vai a 36 pontos e segue em segundo lugar, na cola do líder Atlético-GO, na frente por ter uma vitória a mais.

Em um primeiro tempo que só melhorou em sua parte final, a Portuguesa abriu o placar logo aos quatro minutos em uma falha generalizada do sistema defensivo do Vasco: Carlos Alberto perdeu a bola na intermediária e a bola chegou em Fellype Gabriel, que encontrou Dinei livre na grande área para finalizar.

A partida foi disputada com muita vontade e pouca qualidade. Enquanto a Lusa, mais organizada, pouco chegava ao ataque, o Cruzmaltino, com a defesa desarrumada e sem criatividade no meio, também não conseguia sair. Com isso, as faltas proliferaram, de ambos os lados.

Contudo, as oportunidades foram aparecendo. Pelo Vasco, Gian, em cobrança de falta e em cabeçada à queima-roupa, obrigou Flávio a fazer duas boas defesas. Além disso, Elton ainda perdeu uma chance na grande área. Pela Portuguesa, Dinei, de cabeça, acertou o travessão, e Heverton, completando de calcanhar, fez Fernando Prass a salvar sobre a linha.

O jogo recomeçou no mesmo ritmo da etapa anterior, mas com os dois times chegando um pouco mais ao gol adversário. Mais aberto com a entrada do atacante Adriano no lugar do volante Amaral, o Gigante da Colina, após alguns bons lances da Lusa, empatou aos 11 minutos: Carlos Alberto cobrou falta pela direita e Gian fez de cabeça.

Logo aos 12 minutos o volante da Portuguesa Ygor foi expulso. Porém, o Vasco nem sequer aproveitou a vantagem, já que aos 15 minutos o lateral-esquerdo Ernani também levou o vermelho. Com isso, os times se desencontraram em campo e pouco perigo levaram.

Mas, aos 37 minutos, uma boa jogada do Gigante da Colina feita por Alex Teixeira e Elton, ambos até então apagados em campo, terminou com um cruzamento à meia-altura deste que encontou, na segunda trave, Adriano livre para escorar, virar o placar e dar a vitória aos visitantes, completada por Elton, convertendo aos 49 minutos, pênalti sofrido por Enrico.

Na próxima rodada, a última do primeiro turno da Série B do Brasileiro, a Portuguesa enfrenta, já nesta terça-feira, o Campinense, em Campina Grande (PB), às 21h. Já o Vasco, no sábado que vem, recebe o Ipatinga, às 16h10, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:
PORTUGUESA 1 X 3 VASCO

Estádio: Canindé, São Paulo (SP)
Data/hora: 15/8/2009 – 16h10
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e João Patrício de Araújo (GO)
Renda/público: não disponível
Cartões amarelos: Thiago Gomes, Ygor, Acleisson, Edno, Heverton, Preto e Bruno Rodrigo (POR); Ernani, Mateus e Souza (VAS)
Cartões vermelhos: Ygor, 12’/2°T, Thiago Gomes, 45’/2°T e Preto, 48’/2°T(POR); Ernani, 15’/2°T (VAS);

GOLS: Dinei, 4’/1°T (1-0); Gian, 11’/2°T (1-1); Adriano, 37’/2°T (1-2); Elton, 49’/2°T (1-3)

PORTUGUESA: Fábio, Fernandinho (Simão, 20’/2°T), Bruno Rodrigo, Thiago Gomes e Anderson Paim; Ygor, Acleisson, Preto e Fellype Gabriel (Heverton, 14’/1°T); Edno e Dinei (Kempes, 27’/2°T). Técnico: René Simões.

VASCO: Fernando Prass, Mateus (Amaral, 28’/2°T), Vilson, Gian e Ernani; Nilton (Adriano, intervalo), Souza, Enrico e Carlos Alberto (Rafael Morisco, 24’/2°T); Alex Teixeira e Elton Técnico: Dorival Júnior.

agosto 15, 2009 Posted by | Portuguesa, Vasco da Gama | , , , , , , , , | Deixe um comentário