Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Cruzeiro derrota o Santo André por 2 a 0

Mineiros vencem fora de casa e saem da zona de rebaixamento, mesmo com um jogo a menos

Gérson Magrão se livra da marcação de Rodrigo Fabri, observado por Fabrício (ao fundo) (Crédito: VIPCOMM)

Gérson Magrão se livra da marcação de Rodrigo Fabri, observado por Fabrício (ao fundo)

LANCEPRESS!

O Cruzeiro derrotou o Santo André por 2 a 0, fora de casa, na abertura da 13ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Desta forma, o time mineiro chegou aos 13 pontos e saiu da zona de rebaixamento, mesmo com um jogo a menos que os demais – a partida contra o Botafogo, adiada por conta da decisão da Libertadores.

PRIMEIRO TEMPO

O Santo André começou o jogo estranhamente tímido. O Cruzeiro, então, se aproveitou e empurrou o adversário para o seu campo, marcando sob pressão e atacando mais. A péssima qualidade do gramado, entretanto, não permitia à Raposa trocar a bola com passes rápidos. Wellington Paulista e Kléber até tentavam, mas não conseguiam comcluir com qualidade.

Aos 15 minutos, a melhor chance do Cruzeiro no jogo. Gérson Magrão cruzou pela esquerda, Wellington Paulista desviou na primeira trave e Kléber, sozinho, se esticou todo para alcançar a bola. O atacante, entretanto, não conseguiu o desvio, perdendo um gol feito. O time celeste seguiu apertando, mas esbarrava na sólida defesa do Santo André.

Aos 35, o Ramalhão resolveu acordar para a partida. O meia Elvis, aparecendo mais, levou perigo ao gol de Fábio. A oportunidade mais clara foi aos 44, com o apoiador costurando a defesa adversária e ficando frente a frente com o goleiro Fábio, que defendeu o chute fraco de Élvis. As equipes foram para os vestiários empatando sem gols.

SEGUNDO TEMPO

Apesar de o time da casa ter voltado mais ligado, foi o Cruzeiro que assustou com Fabrício, aos 4, cobrando falta. Percebendo que o Santo André recuava a medida que era pressionado, não demorou muito para a Raposa abrir o placar: Kléber, recebendo belo passe de Thiago Ribeiro, abriu o placar aos 14.

O Ramalhão ficou atordoado e se lançou ao ataque desordenadamente. O castigo veio oito minutos depois, com Diego Renan. O jovem valor mineiro havia acabado de entrar em campo e, em seu primeiro lance, invadiu pela esquerda e fuzilou o gol de Neneca: 2 a 0.

O treinador Sérgio Guedes tentou mexer no esquema da equipe paulista, mas as mudanças não foram suficientes para que seus atacantes vencessem o bom goleiro Fábio. Valeu para o Cruzeiro, que venceu bem fora de casa e deixou a zona da degola.

FICHA TÉCNICA

SANTO ANDRÉ 0X2 CRUZEIRO

DATA/HORA: 22/07/2009 às 19h30
LOCAL: Estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP)
ÁRBITRO: Carlos Eugenio Simon (RS-FIFA)
AUXILIARES: Paulo Ricardo Silva Conceição (RS) e José Amilton Pontarolo (PR).
RENDA E PÚBLICO: 1.709 pagantes
CARTÕES AMARELOS: Cesinha, Élvis (STO); Fabrício (CRU)
GOLS: Kléber (0-1), aos 14’/2ºT; Diego Renan (0-2), aos 22’/2ºT;

SANTO ANDRÉ: Neneca; Cicinho, Cesinha, Vinícius e Arthur (Bruno César, aos 28’/2ºT); Fernando, Ricardo Conceição, Rodrigo Fabri (Pablo Escobar, aos 28’/2ºT) e Elvis; Antônio Flávio (Ricardo, aos 18’/2ºT) e Nunes
T: Sérgio Guedes

CRUZEIRO: Fábio; Jonathan (Vinícius, aos 37’/2ºT), Henrique, Fabinho e Gerson Magrão; Fabrício, Elicarlos, Bernardo (Diego Renan, aos 22’/2ºT) e Marquinhos Paraná; Wellington Paulista (Thiago Ribeiro, aos 13’/2ºT) e Kléber
T: Adilson Batista

julho 22, 2009 - Posted by | Cruzeiro, Santo André | , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s