Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Decisão do Carioca: ingressos à venda na segunda

Após empate em 2 a 2, Fla e Bota fazem jogo decisivo no domingo

LANCEPRESS!

Os ingressos para a final do Campeonato Carioca entre Botafogo e Flamengo, no domingo Maracanã, começam a ser vendidos nesta segunda-feira. A carga total disponibilizada é de 67.809.

Na segunda, a venda será das 11h às 17h. Nos outros dias começam às 9h e terminam às 17h.

O primeiro jogo da decisão terminou empatado em 2 a 2. A torcida do Flamengo compareceu em peso e a do Botafogo não foi em bom número.

Confira os postos de venda:

– Bilheterias da Gávea
– Bilheterias do Estádio Olímpico João Havelange (Bilheteria Norte)
– Bilheterias do Caio Martins
– Bilheterias de General Severiano
– Bilheterias do Fluminense(exceto na quarta-feira dia 22/07/2009)
– Parque Terra Encantada (Av. Ayrton Senna 2800, Barra da Tijuca – horários: qua. e qui. das 11h às 17h; sex. das 9h às 13h e sáb. das 10h às 13h)
– Bilheteria 8 do Maracanã (exceto na quarta feira dia 22/07/2009)
– Bilheterias do São Cristóvão

Preços dos ingressos:

Arquibancadas verde, amarela ou branca: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)
Cadeiras especiais: R$ 150 (inteira) e R$ 75 (meia)
Cadeiras de campo: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 26, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , | Deixe um comentário

Torcida do Fla ironiza a do Bota, que foi em número reduzido ao Maracanã

Rubro-Negros provocam e dizem que os atletas alvinegros não têm apoio

Ampliar Foto André Durão /GLOBOESPORTE.COM André Durão /GLOBOESPORTE.COM

Torcida do Fla compareceu em maior número

A movimentação do lado de fora do Maracanã já denunciava que a torcida do Flamengo estaria em grande maioria do Maracanã, neste domingo, contra o Botafogo, no primeiro jogo da decisão do Campeonato Carioca. O público total foi de 63.061 presentes. Nas arquibancadas, os rubro-negros não perdoaram a “ausência” dos rivais, que só encheram o setor verde do anel superior, e lançaram uma música provocativa:

“Oh, cadê você, cadê você? Ih, no Maraca eu nunca vi, no Engenhão nunca vai lá, os jogadores todos choram, não tem torcida para apoiar. Oh, cadê você , cadê você?”.

O gol de Juan, que abriu o placar para o Fla de pênalti, animou ainda mais a torcida rubro-negra, que já havia feito uma bonita festa na entrada do time no placar. Mas foi só o Bota empatar após cobrança de falta de Juninho para os alvinegros serem ouvidos em alto e bom som no estádio.

Gol de Juninho foi a senha a torcida do Botafogo soltar o grito e calar o Maracanã

A alegria dos botafoguenses ficou completa quando Reinaldo, de cabeça, deixou o Alvinegro em vantagem no placar. Os rubro-negros, incrédulos, tiveram que escutar os tradicionais gritos da torcida rival.

Na segunda etapa, a dramaticidade da partida aumentou e as duas torcidas foram ao desespero com a tentativa de pressionar do Flamengo e os contra-ataques desperdiçados pelo Botafogo. O gol de Willians, que deixou as equipes em igualdade novamente, enlouqueceu a massa rubro-negra, que passou a pedir a virada. No fim, o 2 a 2 deixou a briga inteiramente aberta para a segunda partida.

No próximo domingo, as duas torcidas têm novo encontro marcado no Maior do Mundo. Desta vez, o campeão carioca de 2009 será coroado.


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 26, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Kaká faz dois gols de pênalti, e Milan passa sem sustos pelo Palermo

Rubro-Negro aproveita tropeço do Juventus diante do Reggina e se isola na segunda colocação da competição

Ampliar Foto Agência/AFP Agência/AFP

Kaká e Inzaghi comemoram o primeiro gol do brasileiro na vitória do Milan sobre o Palermo

O Milan não encontrou dificuldades para vencer o Palermo neste domingo, por 3 a 0, no Estádio Giuseppe Meazza, em Milão, e assumiu a segunda colocação isolada do Campeonato Italiano. O Rubro-Negro se beneficiou do empate do Juventus com o lanterna Reggina (2 a 2) para abrir dois pontos de diferença. O meia brasileiro Kaká fez dois gols de pênalti. Filippo Inzaghi completou o placar. Ronaldinho Gaúcho iniciou o jogo no banco de reservas e só entrou no segundo tempo.

O Internazionale de Milão segue na ponta, com 74 pontos. O Milan, agora com 67 pontos, está na segunda posição, três pontos na frente do Juventus. A Fiorentina, depois da goleada sobre o Roma, no clássico deste sábado, assumiu a quarta colocação com 58 pontos. E o Genoa, que teve a chance de entrar na zona de classificação à Liga dos Campeões, mas perdeu para o Bologna por 2 a 0, neste domingo, é o quinto, com 57.

O Milan pressionou nos primeiros minutos e foi recompensado logo cedo, quando o volante Ambrosini foi derrubado na área por Cassani. O árbitro Nicola Rizzoli assinalou pênalti. Kaká cobrou no canto esquerdo, sem defesa, colocando o seu time na frente. O Palermo não teve muito tempo para se recuperar do golpe. Nove minutos depois, Inzaghi aproveitou de cabeça um cruzamento de Ambrosini e ampliou para 2 a 0.

Com a vantagem de dois gols, o time da casa tirou o pé do acelerador e passou a ser mais cauteloso. Teve a chance de jogar do jeito que gosta, nos contra-ataques, aproveitando a velocidade de Kaká e Seedorf, os meias de ligação.

No segundo tempo, o cenário continuou parecido. Até que aos dez minutos, o árbitro foi rigoroso e marcou pênalti de Balzaretti em Kaká (o lateral teria puxado a camisa do meia). O lance causou irritação nos jogadores do Palermo. O brasileiro, sem ter nada com isso, cobrou bem, sem chance para o goleiro Amelia.
Depois do terceiro gol, o Palermo se entregou. Com algumas exceções, conseguiu criar chances de gol. O Milan administrou o resultado, comemorando a vitória e a segunda colocação isolada.

Resultados deste domingo

Milan 3 x 0 Palermo
Bologna 2 x 0 Genoa
Lazio 0 x 1 Atalanta
Lecce 2 x 1 Catania
Reggina 2 x 2 Juventus
Sampdoria 3 x 3 Cagliari
Torino 1 x 0 Siena

Napoli 1 x 0 Inter de Milão

abril 26, 2009 Posted by | Futebol Europeu | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cruzeiro goleia Atlético-MG por 5 a 0 no Mineirão; assista

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.


abril 26, 2009 Posted by | Atlético-MG, Cruzeiro | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Flamengo e Botafogo ficam no 2 a 2; assista aos gols do jogo

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.


abril 26, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Corinthians faz 3 a 1 sobre o Santos em decisão; assista

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.


abril 26, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fenomenal, Timão faz vantagem sobre Santos

Santos pressiona, mas perde em casa e se complica na final do Paulistão, com show de Ronaldo

Ronaldo comemora um dos gols na Vila

Ronaldo comemora um dos gols na Vila (Crédito: Ivan Storti)

O Corinthians começou bem, levou pressão no meio do jogo, mas foi fenomenal no final. Com dois gols de Ronaldo, o Timão bateu o Santos por 3 a 1 e ganhou vantagem importante para decidir o título no Pacaembu, no próximo domingo.

O velho jargão já dizia que um jogo é decidido nos detalhes, e, neste quesito, o Santos começou mal. A defesa vacilou logo aos dez minutos e deixou Douglas sozinho na frente da área. O meia sofreu falta, que Chicão bateu para abrir o placar.

O time da casa ainda ficou mais no ataque, mas em novo vacilo da defesa, Ronaldo recebeu livre um chutão de Chicão, carregou a bola e desviou do alcance de Fábio Costa. Aos 25 minutos, já estava 2 a 0 para o Corinthians.

Empurrado pela torcida, o Santos foi ao ataque e aí quem brilhou foi Felipe, em finalizações de Kléber Pereira, Neymar e Triguinho. Mas o goleiro conseguiu manter a vantagem no placar.

O Corinthians voltou ao segundo tempo sem Jorge Henrique, o que deu ao Santos mais espaço para atacar. O time da casa foi só pressão, mas voltou a perder chances claras, enquanto o Timão, sufocado, pouco foi à frente.

Até que Triguinho recebeu com espaço e cruzou rasteiro, a bola desviou em Felipe e foi para o gol, dando ânimo novo à torcida santista, que via seu time ficar perto do empate.

Mas com um Fenômeno em campo, todo cuidado é pouco. Em lance genial, Ronaldo recebeu fora da área, limpou a marcação e deu um belo toque por cobertura sobre Fábio Costa, para marcar 3 a 1 e sacramentar a vitória na Vila.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 3 CORINTHIANS

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 26/04/2009, às 16 horas
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Émerson Augusto de Carvalho (SP) e Éverson Luquesi (SP)
Renda/público: R$ 1.044.350,00/ 17.259 pagantes
Gols: Chicão, 10’/1ºT (0-1), Ronaldo, 25’/1ºT (0-2), Triguinho, 15’/2ºT (1-2), Ronaldo, 31’/2ºT (1-3)
Cartões amarelos: Pará, Fabão e Germano (Santos); Cristian, Elias, André Santos, Morais e Chicão
Cartões vermelhos: não houve

SANTOS: Fábio Costa, Luizinho, Fabão, Fabiano Eller e Triguinho (Maykon Leite,33’/2ºT); Pará, Germano, Madson e Paulo Henrique (Robinho, 30’/2ºT); Neymar e Kléber Pereira (Roni, 30’/2ºT). Técnico: Vagner Mancini

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian (Túlio, 34’/2ºT), Elias, Douglas (Boquita, 26’/2ºT) e Morais; Jorge Henrique (Fabinho, intervalo) e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 26, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Na primeira decisão, Fla e Bota empatam

Placar de 2 a 2 não deixa favorito para jogo do próximo domingo

Ninguém terá vantagem na decisão do Campeonato Carioca, no próximo domingo. Em partida eletrizante, Botafogo e Flamengo empataram em 2 a 2, no Maracanã, e quem vencer o segundo jogo será o campeão. Em caso de novo empate, a disputa será decidida nos pênaltis.

Apesar de ser o primeiro confronto da decisão, as duas equipes começaram com tudo. O jogo foi muito corrido, nervoso e com muitas faltas. E foram as bolas paradas que fizeram a diferença. O Botafogo, com Eduardo como a surpresa na escalação, entrou com postura completamente diferente da final da Taça Rio e partiu para cima, dando os dois primeiros chutes. Mas foi o Flamengo que abriu o placar.

Em disputa com Alessandro na área, Juan caiu e o árbitro Rodrigo Nunes Sá marcou pênalti. O lateral cobrou no canto e fez 1 a 0 aos 19 minutos. Festa da torcida rubro-negra, esmagadora maioria no estádio, que só não comemorou mais por causa de Renan. O goleiro do Botafogo salvou o time aos 29 minutos defendendo chutes de Léo Moura, à queima roupa, e de Emerson.

Os poucos alvinegros que foram ao Maracanã estavam em silêncio quando Welinton fez falta em Maicosuel em cima da linha da área. Juninho cobrou rasteiro, com força e mandou para o fundo das redes aos 37 minutos. Festa da torcida. O empate animou o Botafogo e desestabilizou o Flamengo, que se desarrumou. Aos 43, nova falta. Maicosuel cobrou na área e Reinaldo, de cabeça, virou a partida.

Na volta para o segundo tempo, Cuca sacou o inoperante Zé Roberto e colocou Josiel. Mas o Flamengo continuou com o mesmo problema: errando muitos passes. Já o Botafogo manteve-se no ataque liderado por Maicosuel, que desta vez não tomou conhecimento da marcação individual de Willians.

Com o passar dos minutos, o jogo foi ficando cada vez mais tenso. Em três minutos, o Botafogo perdeu dois de seus principais jogadores: Reinaldo e Maicosuel saíram machucados. O Flamengo não conseguiu se controlar, não criou e foi salvo por Bruno em chute de Jean Carioca.

No desespero e na raça, o Flamengo chegou ao empate. Willians, aos 39 minutos, brigou na direita com Gabriel, ganhou a bola, invadiu a área e chutou cruzado. O jogo ganhou emoção. O Rubro-Negro por pouco não vira, mas o Botafogo também chegou perto do terceiro gol e parou em Bruno.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 2 X 2 FLAMENGO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 26/4/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)

Renda/público: R$ 1.462.853,00 / 58.711 pagantes (63.061 presentes)
Cartões amarelos: Juninho, Alessandro, Eduardo (BOT); Fábio Luciano, Emerson, Juan, Erick Flores (FLA) Cartões vermelhos: Não houve
GOL: Juan, 19’/1ºT (0-1); Juninho, 37’/1ºT (1-1); Reinaldo, 43’/1ºT (2-1); Willians, 39’/2ºT (2-2)

FLAMENGO: Bruno, Welinton (Erick Flores, 25’/2ºT), Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Léo Moura (Everton Silva, 16’/2ºT), Willians, Kleberson, Ibson e Juan; Zé Roberto (Josiel,intervalo) e Emerson. Técnico: Cuca.

BOTAFOGO: Renan, Emerson, Juninho e Leandro Guerreiro; Alessandro, Fahel, Léo Silva, Maicosuel (Renato, 16’/2ºT) e Eduardo (Gabriel, 7’/2ºT); Reinaldo (Jean Carioca, 19’/2ºT) e Victor Simões – Técnico Ney Franco.


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 26, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cruzeiro põe o Atlético-MG na roda, goleia sem dó e coloca a mão na taça

Raposa fez um segundo tempo memorável contra o maior rival

Raposa faz 5 a 0 e pode perder até por quatro gols de diferença no segundo jogo que fica com o título

Supremacia, hegemonia, freguesia…chame do que quiser. O fato é que o CruzeiroAtlético-MG há onze jogos. Neste domingo, no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, o time de Adilson Batista venceu por 5 a 0 e conseguiu inverter a vantagem para a partida decisiva, no domingo que vem. Com o resultado, a Raposa pode até perder por quatro gols de diferença que fica com o título. Ao Galo, resta devolver o saldo do primeiro embate. não perde para o

Foi o jogo de número 1.500 do Cruzeiro no Mineirão. O time não perde no estádio da capital mineira há 21 partidas. No próximo domingo, às 16h, os rivais voltam a medir forças. Só um vai sorrir. Antes, porém, o Atlético vai a Salvador para enfrentar o Vitória, quarta-feira, no primeiro jogo das oitavas-de-final da Copa do Brasil.

Confira a tabela do Campeonato Mineiro

Ampliar Foto Washington Alves/GLOBOESPORTE.COM Washington Alves/GLOBOESPORTE.COM

Tardelli é cercado pela marcação celeste

Os primeiros cinco minutos da decisão mineira foram de muita velocidade. Com o meia Lopes improvisado no ataque alvinegro, Diego Tardelli ficou com a missão de se descolocar pelas pontas. Papel muito parecido com o de Thiago Ribeiro do outro lado. A pedido do técnico Adilson Batista, ele se dividiu pelos lados do campo para tentar surpreender.

Aos 9, o primeiro lance de perigo do Cruzeiro. Wagner cobrou falta do lado esquerdo do ataque, o zagueiro Leonardo Silva subiu bem para cabecear, mas Juninho defendeu com segurança.

Aos 11, a dupla de ataque celeste trabalhou bem. Thiago Ribeiro achou Kléber livre de marcação na área, o Gladiador bateu firme, e Juninho fez uma defesa estranha, que originou um escanteio. Aos 14, Tardelli recebeu de Júnior na ponta direita, tocou de primeira para Carlos Alberto na área, mas o volante chutou mal.

O rebote de uma cobrança de falta quase resultou em gol para o Cruzeiro, três minutos depois. Após a cobrança de Fabrício parar na barreira, Wagner achou Leonardo Silva na área. O zagueiro bateu cruzado, Juninho defendeu, e Leandro Almeida afastou o perigo. A arbitragem marcava impedimento dos cruzeirenses que esperavam a sobra.

A resposta atleticana foi dada aos 24 minutos. O lateral-esquerdo Júnior bateu cruzado e rasteiro da entrada da área, a bola passou por todo mundo e quase surpreendeu Fábio. A partir deste lance, o jogo ficou concentrado no meio-campo, e os dois times abusaram dos erros de passe.

Aos 33, o Galo não conseguiu aproveitar um ótimo contra-ataque e quase sofreu o primeiro gol. Ramires ficou de frente para o gol, mas bateu fraquinho no canto esquerdo de Juninho. O goleiro atleticano não teve trabalho para defender.

Cinco minutos mais tarde, após cobrança de falta para área do adversário, Leandro Almeida subiu muito, mas a cabeçada desviou na zaga e foi pela linha de fundo. Na saída rápida do Cruzeiro, aos 39, um duro golpe para o Galo. Wagner recebeu na área, rolou de calcanhar para Kléber, e o Gladiador não desperdiçou. De pé esquerdo, chute colocado, e placar aberto no Mineirão: 1 a 0 (assista ao vídeo ao lado). Décimo segundo dele no Estadual. Na comemoração, o atacane imitou uma galinha e fez um gesto de choro na frente da torcida atleticana. O árbitro Paulo César de Oliveira puniu o jogador com cartão amarelo.Num primeiro tempo onde a forte marcação prevaleceu, Kléber conseguiu se dar melhor no duelo com Tardelli. O Cruzeiro buscou mais o gol.

Os dois times voltaram do intervalo com mudanças no ataque. Leão tirou Márcio Araújo e colocou Kléber. Na Raposa, Adilson sacou Thiago Ribeiro e lançou Soares.

Apesar da vantagem no placar, o time celeste foi com tudo para o ataque. Aos seis, Juninho evitou o segundo gol do Cruzeiro. Após cobrança de escanteio, Léo Fortunato subiu muito, cabeceou no cantinho, mas o camisa 1 fez gande defesa. Depois desta, foram mais quatro chances de gol. A persistência valeu a pena. Aos 10, Wagner cobrou escanteio, Juninho saiu mal do gol, e Leonardo Silva fez o segundo: 2 a 0

Seis minutos depois, mais um gol em jogada de bola parada. Wagner cobrou escanteio, Leonardo Silva, em tarde inspirada, subiu muito para fazer o terceiro do Cruzeiro (assista ao vídeo ao lado). Nas arquibancadas, os cruzeirenses gritavam ‘É campeão!’ e ‘Olé’, enquanto muitos atleticanos deixavam o Mineirão.

Aos 18, a situação do Galo ficou ainda pior. Renan fez falta dura sobre Ramires, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Um homem a menos para tentar diminuir o desastre.

Os gols deixaram o Atlético na lona e sem forças para reagir. O Cruzeiro ainda criou boas chances. A melhor delas surgiu de uma triangulação entre Ramires, Soares e Jonathan. O lateral-direito ficou na cara do gol e fez o quarto. Virou goleada. Título pertinho da Toca da Raposa.

Aos 38, Ramires sofreu falta de Leandro Almeida e revidou. O jogador do Galo recebeu o segundo amarelo e foi para a rua. O volante foi expulso direto. Dois minutos depois, o Galo quase fez o de honra. Kléber recebeu na área, bateu firme, mas Fábio defendeu. No lance seguinte, Jonathan ficou livre na área para fazer o quinto. Um baile celeste!

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Ficha técnica:

CRUZEIRO 5 x 0 ATLÉTICO-MG
Fábio; Jonathan, Léo Fortunato, Leonardo Silva e Gérson Magrão; Fabrício (Henrique), Marquinhos Paraná, Ramires e Wagner; Kléber (Wellington Paulista) e Thiago Ribeiro (Soares). Juninho; Werley (Marcos Rocha), Marcos, Leandro Almeida e Júnior; Renan, Carlos Alberto, Márcio Araújo (Kléber) e Rafael Miranda; Lopes (Chiquinho) e Diego Tardelli.
Técnico: Adilson Batista Técnico: Emerson Leão
Gols: Kléber, aos 39 do primeiro tempo. Leonardo Silva, aos dez e aos 16, Jonathan, aos 33 e aos 41 do segundo tempo.
Cartões amarelos: Gerson Magrão, Leonardo Silva, Kléber e Wellington Paulista (Cruzeiro); Werley, Renan e Leandro Almeida (Atlético-MG) Cartão vermelho: Ramires (Cruzeiro); Renan e Leandro Almeida (Atlético-MG).
Estádio: Mineirão, Belo Horizonte. Data: 26/04/2009. Árbitro: Paulo César de Oliveira (Fifa/SP). Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa/SP) e Maria Eliza Barbosa (Fifa/SP).

abril 26, 2009 Posted by | Atlético-MG, Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Peixe e Timão voltam a decidir estadual após 25 anos. Final mesmo, é a primeira Os rivais alvinegros já disputaram o título em outras quatro oportunidades, mas sempre em campeonatos de pontos corridos

Os rivais alvinegros já disputaram o título em outras quatro oportunidades, mas sempre em campeonatos de pontos corridos

Após 25 anos, Santos e Corinthians voltam a decidir o Campeonato Paulista. O Peixe tenta manter a hegemonia sobre o rival em decisões estaduais. Já o Timão, que conta com o Ronaldo, tenta acabar com a escrita. O primeiro jogo da decisão será neste domingo, às 16h (horário de Brasília), na Vila Belmiro. A segunda partida está marcada para o dia 3 de maio, no mesmo horário, no Pacaembu. Por ter melhor campanha, o Timão joga por dois empates. Na fase de classificação, o Corinthians venceu por 1 a 0. Relembre no vídeo ao lado.

As duas equipes disputaram o título estadual em quatro oportunidades: 1955, 1962, 1968 e 1984, em todas o Peixe levou a melhor. No entanto, todos esses campeonatos foram disputados em sistema de pontos corridos. Final propriamente dita, essa é a primeira. Somente em 84 houve a coincidência de as duas equipes chegarem à última rodada disputando o título e jogando entre si. Valeu como uma final: o Peixe, que jogava por um empate, venceu por 1 a 0, gol de Serginho Chulapa. Reveja o gol de Chulapa no vídeo ao lado.
Se em decisões estaduais há vantagem santista, no histórico de confrontos os corintianos levam a melhor. Pelo Paulistão, as duas equipes disputaram 184 jogos, com 78 vitórias corintianas, 49 empates e 57 vitórias santistas.

O Santos chega para o primeiro confronto tentando apagar o vexame que deu na última quarta-feira, quando foi eliminado da Copa do Brasil pelo CSA, na Vila Belmiro. O técnico Vagner Mancini aproveitou os últimos dias para conversar bastante com seus jogadores. Sua maior preocupação é fazer com que o elenco são sinta demais a eliminação.

– O importante é ter calma. A motivação tem de existir por si só. A gente não pode entrar no domingo pensando que, se errar, vai acontecer o mesmo (a eliminação).

O treinador tem problemas para escalar a sua equipe. Ele não terá seus dois volantes titulares. Rodrigo Souto está machucado; Roberto Brum, suspenso. Com isso, Pará e Germano serão os volantes santistas. Adriano foi testado em treinamento na última sexta-feira, mas deverá ficar no banco.

Rival alerta

No Corinthians, o tropeço do rival Santos no meio de semana fez o técnico Mano Menezes conversar muito com o elenco. Ele não quer que o time tenha a falsa impressão de que o adversário entrará desmotivado em campo.

– O Santos que vai entrar em campo no domingo é completamente diferente. Certamente, eles virão marcando mais adiantado e precisaremos saber sair dessa pressão.  O time precisará ter personalidade para enfrentar novamente uma situação adversa, assim como foi contra o São Paulo, no Morumbi.

Em relação ao time, o treinador deu todas as dicas de que usará Morais na vaga de Dentinho, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Mas Fabinho, pelo fato de ser mais alto e o time atuar sem o apoio de sua torcida, pode ser a surpresa de última hora.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Ficha técnica:

SANTOS CORINTHIANS
Fábio Costa, Luizinho, Fabão, Fabiano Eller e Triguinho; Pará, Germano e Paulo Henrique; Neymar, Kléber Pereira e Madson. Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias, Morais (Fabinho) e Douglas; Jorge Henrique e Ronaldo.
Técnico: Vagner Mancini. Técnico: Mano Menezes.
Estádio: Vila Belmiro, em Santos. Data: 26/04/2009. Árbitro: Wilson Luiz Seneme. Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Everson Luiz Luquesi Soares
Transmissão: A TV Globo e o SporTV exibem a partida ao vivo.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 15h45m (de Brasília).

abril 26, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Rivais íntimos, Botafogo e Flamengo fazem primeiro jogo da decisão

Equipes repetem final dos dois anos anteriores, com Rubro-Negro buscando mais um tri e Alvinegro na luta pela redenção

O confronto já deixou de ser novidade. Pelo terceiro ano consecutivo, Botafogo e Flamengo decidem o Campeonato Carioca. Mas o que poderia significar monotonia ganha emoção a cada jogo. Com a rivalidade em alta (a rivalidade sadia, diga-se), as duas equipes fazem neste domingo iniciam mais uma decisão, no Maracanã.

Vencedor das duas últimas edições do Estadual contra o mesmo o Botafogo, o Flamengo busca mais um tri, depois de conquistar a Taça Rio no último domingo fazendo 1 a 0 no Alvinegro, que garantiu a vaga na decisão por ter vencido a Taça Guanabara – primeiro turno do Campeonato Carioca. A segunda partida da decisão acontece no dia 3 de maio, também no Maracanã.

Botafogo tem semana marcada por treinos fechados

Ampliar Foto Agência/O Globo Agência/O Globo

Gabriel será novidade no time titular do Botafogo

O fato de enfrentar um inimigo íntimo fez com que o Botafogo se resguardasse do maior número de cuidados para surpreender o Flamengo. Por isso, o técnico Ney Franco decidiu fechar à imprensa grande parte dos treinamentos da semana. É possível que haja alguma surpresa na escalação, mas o técnico diz que seu principal objetivo foi trabalhar jogadas e dar aos atletas um momento de maior privacidade para conversar sobre o que deu errado na decisão da Taça Rio, quando o Alvinegro atuou de forma apática em alguns momentos e perdeu.

Na Gávea, o clima não é tanto de mistério. Ninguém esconde que a motivação é fazer parte da história de um clube que em quatro oportunidades chegou ao tricampeonato carioca. Além disso, seria a consagração de um grupo que tem como maiores expoentes o goleiro Bruno e os laterais Leonardo Moura e Juan, que conquistaram os títulos de 2007 e 2008.

– Estamos prontos, bem trabalhados em todos os sentidos. Não se pensa em outra coisa aqui que não seja o título. Temos confiança em fazer uma grande partida – afirma Cuca, que foi técnico do Botafogo nas duas decisões anteriores.

Welinton e Everton Silva são candidatos à vaga de Aírton

Ampliar Foto Agência/O Globo Agência/O Globo

Após perder duas decisões do Estadual pelo Botafogo, Cuca está do outro lado

O time de Ney Franco, campeão carioca em 2007 comandando o Flamengo, começou a semana cabisbaixo por causa da derrota e da má atuação na final da Taça Rio. Mas com uma grande dose de alertas de dirigentes e muito bate-papo entre os próprios jogadores, o grupo se diz motivado para acabar com a hegemonia rubro-negra no confronto.

– O Flamengo vai entrar em campo com mais moral porque venceu a Taça Rio, mas o Botafogo não está morto. Está mais vivo do que nunca – avisou o atacante Reinaldo.

Em relação aos times que entram em campo, há dois desfalques certos. No Flamengo, o volante Aírton, machucado, pode dar lugar ao zagueiro Welinton ou ao lateral-direito Everton Silva. No lado alvinegro, Thiaguinho cumpre suspensão e deverá ser substituído pelo lateral-esquerdo Gabriel. Maicosuel, que era dúvida, treinou normalmente neste sábado e vai para o jogo. No entanto, Ney Franco pode reservar surpresas para o meio-campo ou para o ataque.


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Ficha do jogo:

BOTAFOGO FLAMENGO
Renan, Emerson, Juninho e Leandro Guerreiro; Alessandro, Fahel, Léo Silva, Maicosuel e Gabriel; Reinaldo e Victor Simões. Bruno, Welinton (Everton Silva), Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Willians, Kleberson, Ibson e Juan; Zé Roberto e Emerson.
Técnico: Ney Franco. Técnico: Cuca.
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). Data: 26/04/2009. Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá. Auxiliares: Eduardo de Souza Couto e Rodrigo Pereira Joia.
Transmissão: A Rede Globo exibe a partida ao vivo para o Rio de Janeiro.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir das 16h (de Brasília).

abril 26, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

Segura o coração! Cruzeiro e Atlético-MG começam a decidir o título estadual

Rivais medem forças neste domingo, às 16h, no Mineirão, no primeiro jogo da grande final do Campeonato Mineiro

Ampliar Foto Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM

Amigos, Kléber e Tardelli medem forças em BH

Cruzeiro x Atlético-MG. O clássico, por si só, tem peso devido ao contexto histórico que o cerca. E quando envolve um troféu, há muito o que falar. O Galo é o maior vencedor. Nos 461 jogos disputados entre os rivais, foram 187 vitórias alvinegras, 151 celestes, e 122 empates. Neste domingo, um novo capítulo será escrito. Os dois times começam a decidir o título do Campeonato Mineiro deste ano.
Dono da melhor campanha da fase de classificação, o Atlético vai jogar por dois resultados iguais. Em campo, muitos personagens e expectativa. A melhor defesa do Estadual vai segurar o melhor ataque? Os cruzeirenses vão aumentar o tabu sem perder para o rival? E o duelo entre os goleadores do campeonato? Kléber vai conseguir alcançar Tardelli na artilharia? As perguntas são tantas…

As respostas vão começar a ser dadas, às 16h (de Brasília), no Mineirão. Às 13h, o Blog Domingo de Decisões traz informações, fotos e vídeos sobre os bastidores. A Globo Minas transmite a partida, ao vivo, para todo o estado. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, exibe o jogão para todo o país. O GLOBOESPORTE.COM acompanha o duelo em Tempo Real.

Invencibilidade. É sem dúvida a palavra mais ouvida no Cruzeiro. O time não perdeu um jogo sequer no Estadual deste ano. Não sabe o que é sair derrotado do Mineirão há 20 partidas. E a superioridade nos confrontos recentes com o Galo dura dez jogos. Ainda assim, ninguém conta vantagem na Toca da Raposa II.

– Tabu a gente tem que deixar fora do campo. Temos que pensar que é o primeio clássico, a primeira final do Campeonato Mineiro e esquecer o resto. O que passou passou. Com certeza a gente vai fazer um bom jogo e conseguir uma vitória – disse o volante Marquinhos Paraná (assista ao vídeo).

Marquinhos Paraná estará em campo neste domingo. Aliás, apesar de todo o mistério de Adilson Batista, resta apenas uma dúvida. No ataque, Thiago Ribeiro trabalha para ser o companheiro de Kléber. Ameaçado pelo tradicional rodízio do treinador, Wellington Paulista demonstra vontade.

Ampliar Foto Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM

Cheio de vontade, W. Paulista espera jogar

– O Adilson não passou nada ainda, não sabemos quem vai jogar, mas espero começar a partida. Eu quero jogar. É importante até para adquirir ritmo, para dar uma sequência boa – disse.

O clássico também será de estreia. Como chegou ao Cruzeiro com a temporada em andamento, Kléber vai disputar o jogão pela primeira vez. Motivos não faltam para o Gladiador exibir a determinação de sempre.

– Ainda não perdemos. Seria um motivo a mais para querer ser campeão e entrar na história do clube como um campeão invicto. Vamos com força total para vencer os dois jogos. O mais importante é que a gente não perca e possa ser campeão – comentou.

Quem também não vê a hora de jogar é Wagner. Depois de uma fase difícil no início do ano, o camisa 10 está pronto para conduzir o time em mais uma decisão. Logo ele que é quase um mister clássicos. O jogador disputou 15 jogos contra o Galo. E o desempenho é espetacular: 12 vitórias, dois empates e só uma derrota. Para ele, a qualidade do elenco celeste pode fazer a diferença.

– Se eles marcarem um jogador, temos outros que desequilibram. Tem o Ramires para desequilibrar, se marcarem ele vai sobrar espaço para o Paraná e o Fabrício. A gente não se preocupa com um ou outro jogador e sim com o todo – ressaltou.

No embalo de Tardelli, Galo quer engolir o Cruzeiro

É unanimidade. Nas entrevistas de jogadores de Atlético-MG, e até do Cruzeiro, o nome dele não falta: Diego Tardelli. Ou seria a sensação do Campeonato Mineiro? Dono de 20 gols na temporada, 16 no Estadual (cinco na frente de Kléber), o jogador vive uma fase onde tudo dá certo. É o grande trunfo atleticano para tentar, enfim, bater o rival. O camisa 9, aliás, disse esta semana que está engasgado com a supremacia recente do adversário.

– Não temos nenhuma raiva do Cruzeiro. Disse que estamos engasgados porque queremos vencer. Mas será um clássico de paz. O Cruzeiro pode ser melhor tecnicamente, mas a disposição que o Atlético tem pode fazer a diferença. É com este objetivo que a gente vai jogar – prometeu.

Ele prevê um duelo equilibrado nos dois jogos decisivos. E espera que o título apague qualquer tabu que possa incomodar os atleticanos.

– Quando eu cheguei aqui, falei que o Atlético era diferente. Isso foi mostrado no primeiro turno, no jogo que perdemos por 2 a 1. É importante para nós este título. Para apagar esses dez jogos que a gente não ganha. Sendo campeão, para a torcida vai ser passado – opinou.

Tardelli terá um companheiro de ataque diferente neste domingo. Suspenso, Éder Luís dá lugar a Lopes ou Kléber. Se a opção de Leão for pelo meia, o volante Rafael Miranda entrará no time. Na lateral direita, Marcos Rocha e Werley disputam a vaga.

Ampliar Foto Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM

Marcos garante motivação total do Galo

A disposição da equipe também chama a atenção do zagueiro Marcos. O capitão se impressiona com a vontade de vencer dos companheiros.

– Espero que o Atlético possa fazer um bom jogo. Tem tudo para ser disputado. Estou aqui há dois anos e nunca vi o time com tanta vontade de vencer. Acho que vai ser um clássico mais equilibrado. Do primeiro ao último minuto, não vai faltar empenho – assegurou.

Quem também está muito empolgado é o goleiro Juninho. Campeão mineiro com o Cruzeiro em 2006, ele quer quitar uma dívida com a torcida alvinegra (assista ao vídeo acima).

– Desde 2007, é a primeira vez que temos uma equipe competitiva. Temos uma dívida com a torcida, que sofreu muito no ano do centenário. Quero dar satisfação aos torcedores e tirar a desconfiança dos goleiros. Não só do Juninho. Somos muito cobrados – disse.

Sentiu o clima? Esta é só a apresentação do primeiro jogo. O domingo em Belo Horizonte promete.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
CRUZEIRO ATLÉTICO-MG
Fábio; Jonathan, Léo Fortunato, Leonardo Silva e Gérson Magrão; Fabrício, Marquinhos Paraná, Ramires e Wagner; Kléber e Wellington Paulista. Juninho; Marcos Rocha (Werley), Marcos, Leandro Almeida e Júnior; Renan, Carlos Alberto, Márcio Araújo e Lopes (Rafael Miranda); Kléber (Lopes) e Diego Tardelli.
Técnico: Adilson Batista Técnico: Emerson Leão
Estádio: Mineirão, Belo Horizonte. Data: 26/04/2009. Árbitro: Paulo César de Oliveira (Fifa/SP). Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa/SP) e Maria Eliza Barbosa (Fifa/SP).
Transmissão: A Globo Minas transmite a partida, ao vivo, para todo o estado. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, exibe o jogão para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 16h (de Brasília).

abril 26, 2009 Posted by | Atlético-MG, Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário