Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Ex-gandula, Cristian reencontra seu mentor profissional, Vagner Mancini

Volante do Timão era zagueiro no Paulista e foi lançado no profissional pelo atual técnico do Santos. Eles duelam, domingo, na final do Paulistão

Ampliar Foto Reprodução/Rede Globo Reprodução/Rede Globo

No domingo, Cristian reencontrará seu mentor nos tempos de Paulista, de Jundiaí: Mancini

De gandula de um pequeno time do interior de São Paulo a titular absoluto do Corinthians e finalista do Campeonato Paulista. Em seis anos, o futebol mudou drasticamente a vida de Cristian, mas será ingrato nos dois próximos domingos. Se quiser ser campeão Estadual pela primeira vez, o jogador precisará derrotar nada menos que seu “guru”: Vagner Mancini, técnico do Santos, adversário do Timão na decisão.

– Foi ele quem me colocou para jogar. Tudo o que aconteceu na minha carreira devo a ele. É uma pessoa honesta e muito humilde. Só tenho boas lembranças – afirmou o marcador.

A história deles se cruzou em 2003, no Paulista, de Jundiaí. Cristian, com 19 anos na ocasião, era zagueiro das categorias de base do Galo da Japi e servia de gandula nos jogos da equipe profissional. O trabalho o levou a admirar Vagner Mancini, um meio-campista, de 38 anos, em final de carreira.

– Eu era gandula do Paulista nos jogos e acompanhava as atuações dele. Era um grande jogador, que tinha muito carinho da torcida – lembrou Cristian.

Ampliar Foto Agência/Estado Agência/Estado

Vagner Mancini deu uma chance ao jovem Cristian, quando comandava o Galo da Japi

O destino começou a mudar a vida do volante poucos meses depois. Zetti deixou o comando do Paulista, e Mancini encerrou o ciclo como atleta para se transformar em treinador. Sem muitos recursos para contratar, decidiu apostar nos garotos das equipes de base. Um deles, Cristian, zagueiro até então.

– Eu treinava com o profissional, mas era zagueiro. Um dia, ele me viu jogar e disse que passaria a me usar como volante porque eu tinha boas características para essa função. Depois disso, as coisas só foram melhorando para mim – contou.

No meio-de-campo, Cristian ajudou o Paulista a conquistar o inédito título da Copa do Brasil de 2005 sobre o Fluminense. Em seguida, foi negociado com o Atlético-PR e, pouco tempo depois, passou pelo Flamengo, até ser comprado pelo Corinthians, em meados de 2008.

A distância, contudo, não foi suficiente para apagar a amizade da dupla. Mesmo adversários, Cristian e Mancini conversam praticamente todos os dias. Mas, domingo, a história ficará para trás.

– Ligo para ele todos os dias. A gente conversa muito, tem uma amizade muito grande. No jogo da primeira fase, dei minha camisa para ele. Agora, vai ser cada um brigando pelo seu pão – completou.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 22, 2009 - Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s