Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Galo bate Azulão e fica perto da final

Com gols de Tardelli e Éder Luis alvinegro vence no Mineirão

Éder Luis e Diego Tardelli marcaram os gols da vitória atleticana no domingo de Páscoa

Éder Luis e Diego Tardelli marcaram os gols da vitória atleticana no domingo de Páscoa (Crédito: Andre Brant)

LANCEPRESS!

O Atlético-MG deu um passo importante, neste domingo, rumo à grande final do Campeonato Mineiro. Jogando no Mineirão, o Galo

bateu o Rio Branco por 2 a 0, na primeira partida das semifinais da competição. A segunda partida acontece no próximo sábado, também no Gigante da Pampulha.

Apesar do mando de campo ser do Azulão, o Mineirão não deixou de ser a casa do Galo. E o primeiro tempo mostrou bem isso.

Jogando em sua casa, o time alvinegro tomou a iniciativa do jogo e foi para cima do time de Andradas. O Rio Branco, por sua vez, limitou-se a se defender, explorando os contra-ataques.

O time comandado por Leão tocava bem a bola e dominava as ações em campo. Além da dupla Tardelli/Éder Luis, Carlos Alberto e Júnior eram boas opções ofensivas para o time de Emerson Leão. Em várias oportunidades, ambos apareceram bem no setor ofensivo e ajudavam ainda na criação de jogadas. No entanto, foi em um lance de sorte que o Galo abriu o placar. Éder Luis recebeu passe no ataque, dominou mal e a bola sobrou limpa para Diego Tardelli, que só teve o trabalho de fuzilar o goleiro e Glaysson. 1 a 0 Atlético. Pouco depois, o artilheiro do Mineiro ainda deixou Lopes na cara do gol, mas o camisa 10 isolou.

Após sofrer o gol, o time do Rio Branco tentou sair mais para o jogo, sem sucesso. A equipe errava bastante, e os atacantes Márcio Diogo e Anderson Antunes atuavam isolados na frente, o que fazia com que os defensores alvinegros levassem a melhor na maioria dos lances. Já o Galo, continuava dominando, mas sem criar muitas chances. Com isso, a primeira metade do jogo terminou mesmo 1 a 0.

Na volta para o segundo tempo as duas equipes voltaram sem alterações na formação inicial. No entanto, o clube de Andradas mudou foi a postura. Diferentemente do primeiro tempo, quando entrou em campo de forma recuada, o Rio Branco voltou disposto a buscar o empate.

E o Azulão conseguiu assustar o Galo. Principalmente através dos pés de Márcio Guerreiro e Márcio Diogo. Prova disso é a boa atuação do goleiro atleticano Juninho. Na melhor chance do Azulão, Márcio Guerreiro cobrou falta na área atleticana. Anderson Carvalho desviou e Juninho, milagrosamente, resvalou na bola, que ainda tocou no travessão. Na sobra, André Alves, com o gol aberto, cabeceou para fora.

E quando o momento era a favor do Rio Branco, que passava a gostar do jogo, o Galo deu o golpe de misericórdia. Em um rápido contra-golpe, Júnior descolou belo lançamento para Éder Luis, que invadiu a área e tocou na saída de Glaysson. Galo 2 a 0.

Após o gol alvinegro, as duas equipes pocuo criaram. o Rio Branco não conseguiu reagir e passou a tocar a bola, dando a impressão de estar satisfeito com o placar desfavorável. O Atlético fez o mesmo e administrou bem o resultado, que deixou a equipe de Emerson Leão muito próxima da final.

Agora, se quiser avançar para a final, o Rio Branco precisa vencer o Atlético por uma diferença de três gols no próximo sábado. O vencedor do confronto enfrentará Cruzeiro ou Ituiutaba, que fazem o primeiro duelo na próxima terça-feira.

FICHA TÉCNICA:
RIO BRANCO 0 X 2 ATLÉTICO-MG

Data/hora: 12/04/2009, às 16h
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Juliano Lopes Lobato (MG)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago e Helbert Costa Andrade
Renda/Público: R$ 274835/27.902 pagantes
Cartões amarelos: Rômulo, Márcio Diogo, Anderson Antunes, Dudu Araxá, Márcio Loyola (RBR); Márcio Araújo, Diego Tardelli, Lopes, Chiquinho, Júnior (ATL)
Cartões vermelhos: Nenhum
GOLS: Diego Tardelli (23’/1ºT) e Éder Luis (32´/2ºT)

RIO BRANCO: Glaysson, André Alves, Anderson Carvalho e Tiago Costa; Rômulo, Dudu Araxá (Rodrigo Costa, 38´/2ºT), Fábio Gomes, Márcio Guerreiro (Felipe, 38´/2ºT) e Márcio Loyola; Márcio Diogo e Anderson Antunes. Técnico: Paulo César Catanoce.

ATLÉTICO-MG: Juninho, Werley, Marcos, Leandro Almeida e Júnior (Thiago Feltri, 40´/2ºT); Renan, Carlos Alberto, Márcio Araújo (Chiquinho, 17´/2ºT) e Lopes (Rafael Miranda, 22´/2ºT); Éder Luis, Kléber e Diego Tardelli. Técnico: Emerson Leão.

abril 13, 2009 - Posted by | Atlético-MG | , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s