Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Atacante Alex Mineiro pode ficar fora do Gre-Nal

Lateral Ruy se recupera de lesão e Makelele será escalado

Alex Mineiro ainda deixa a desejar e precisa de gols para voltar a sorrir

Alex Mineiro ainda deixa a desejar e precisa de gols para voltar a sorrir (Crédito: Ricardo Rimoli)

LANCEPRESS!

O Grêmio tentou evitar, mas não escapou de encarar o Internacional nas quartas-de-final do segundo turno do Gauchão, domingo. Depois de ser goleado por 4 a 0 pelo Caxias, o Tricolor pode ter desfalques importantes no clássico.

Veja como foi a goleada do Caxias em cima do Grêmio

Segundo informações da Rádio Gaúcha e do Portal Clicrbs, o atacante Alex Mineiro ainda sente dores musculares e não tem vaga garantida entre os titulares. Caso não atue, Maxi López deve ser escalado.

Na lateral direita, Ruy ainda se recupera de dores na parte de trás da coxa esquerda e será substituído por Makelele.

Assim, Roth pode escalar o seguinte time para encarar o Inter: Victor, Léo, Réver e Rafael Marques; Makelele, Adilson, Tcheco, Souza e Fábio Santos; Jonas e Maxi López.

abril 3, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Misto do Grêmio conquistou apenas sete pontos em sete jogos no Gauchão

Tricolor teve aproveitamento de 33% nos jogos em que mesclou jogadores

Ampliar Foto Agência/EFE Agência/EFE

Roth admite rever planejamento no Gaúchão

O discurso no Olímpico segue o mesmo desde o começo da temporada 2009 – a prioridade do Grêmio é a Libertadores. Assim, em muitas partidas do Campeonato Gaúcho, o técnico Celso Roth levou a campo a equipe mista ou reserva. Nesta quinta, os reservas do Tricolor perderam por 4 a 0 para o Caxias, o que gerou críticas ao planejamento do clube. Em sete partidas em que mesclou atletas, o time conseguiu apenas sete pontos, o que dá um aproveitamento de 33%.

A equipe base titular tem Victor; Léo, Réver e Rafael Marques; Ruy, Adilson, Tcheco, Souza e Fábio Santos; Jonas e Alex Mineiro. Nesses sete jogos no Estadual, o treinador misturou alguns titulares a atletas mais jovens e demais reservas. Nesses confrontos, o Tricolor conquistou três vitórias, um empate e três derrotas. Marcou nove gols e sofreu 11.

Uma dessas vitórias foi em jogo de mata-mata. Nas semifinais da Taça Fernando Carvalho, o Tricolor derrotou o Veranópolis por 1 a 0 no Olímpico, com um gol de Reinaldo. Nas escalações, o meia Makelele foi presença constante, tendo atuado em todos os sete jogos. Na maioria das partidas, ele fez a função de lateral-direito. Além disso, alguns nomes contratados para serem titulares, acabaram tendo regularidade entre os reservas, como Jadílson, Herrera e Maxi López.

Após o jogo na serra, o próprio técnico Celso Roth admitiu que o clube pode repensar o planejamento. Para o Gre-Nal de domingo, no Beira-Rio, a equipe titular deve ir a campo.

– Por mais que a gente tenha que estar sempre do lado do grupo, o desempenho foi pífio contra o Caxias. Fomos abaixo da crítica. Vamos ter que repensar o caminho que vamos tomar. Chegou em um ponto em que temos que ver se vale jogar o Gre-nal com os titulares e colocar em risco a Libertadores – disse Celso Roth.

abril 3, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Inter se prepara para o Gre-Nal com treinos fechados no Passo D’Areia

Beira-Rio está sendo preparado para as comemorações do Centenário


Ampliar Foto
Agência/Vip.com

Agência/Vip.com

Tite prepara Inter para o Gre-Nal de domingo

O técnico Tite comandará o treino do Inter nesta
sexta-feira no Estádio Passo D’Areia, na zona norte de
Porto Alegre, pensando no clássico Gre-Nal de domingo, pelas
quartas-de-final da Taça Fábio Koff. O Beira-Rio foi vetado para
os trabalhos em função da preparação para as comemorações do
Centenário.

O treino desta tarde começa às 15h30m. No sábado,
o grupo volta a trabalhar a partir das 9h30m, também no Passo
D’Areia. Ambos os treinos serão com portões fechados para
imprensa e torcida.

O principal desfalque colorado para o clássico é o
meia D’Alessandro, que segue em recuperação de uma lesão
muscular na coxa. Depois da passagem pela Seleção Brasileira, o
lateral-esquerdo Kleber volta a ficar à disposição. Tite deve
escalar o que tem de melhor para enfrentar o Grêmio, embora o Inter
tenha compromisso pela Copa do Brasil na próxima quarta contra o
Guarani, em Campinas. O time provável tem: Lauro; Bolívar,
Índio, Álvaro e Kleber; Sandro, Magrão, Guiñazu e Andrezinho;
Taison e Nilmar.

abril 3, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Um centenário para emocionar: clube transforma o Gigantinho para a festa

Ginásio ganha decoração nas cores do Inter e imagens de ídolos históricos. Beira-Rio também passa por mudanças para os dois dias de comemorações

Ampliar Foto Eduardo Rickes/GLOBOESPORTE.COM Eduardo Rickes/GLOBOESPORTE.COM

Gigantinho se arruma para a grande festa

Vem aí uma festa digna dos 100 anos de vida do Internacional. O clube cuida dos últimos detalhes para as comemorações do centenário. A festa começa na sexta-feira, mas o ponto alto será no sábado. Os colorados que participarem do jantar no Gigantinho certamente ficarão boquiabertos com o que o clube preparou.

O ginásio foi transformado em salão de festas. As mesas ficarão dispostas em um segundo plano, acima do nível da quadra. Assim que olhar para cima, o torcedor dará de cara com painéis de ídolos históricos do Inter. São 23 imagens de heróis como Figueroa, Falcão e Fernandão.

A decoração é toda nas cores do clube. Até o teto do Gigantinho foi pintado de vermelho. Há seis telões espalhados pelo local. Em duas paredes, foram colocadas imagens antigas do clube. A produção do evento criou dois palcos. Em um deles, o principal, acontecerá uma apresentação com temática circense. A trilha sonora terá referências ao Inter. No centro do ginásio, um palco menor parece guardar uma surpresa. A dúvida é quem pisará ali. Na festa de um ano do título mundial, o destaque máximo foi Adriano Gabiru. Talvez aconteça o mesmo agora.

O evento terá a presença de 3 mil sócios, que serão tratados com todo o carinho desde a chegada ao estádio para o jantar das 20h (de Brasília). Eles devem acessar o Beira-Rio pelo Portão 8. De lá, serão conduzidos pelo vestiário profissional até o gramado do Beira-Rio, de onde rumarão para o Gigantinho.

Veja a galeria de fotos com imagens da preparação da festa

Eduardo Rickes/GLOBOESPORTE.COM

O palco da festa começa a ficar pronto no Gigantinho

Mais festa

Não é só o ginásio que ganha cara nova para a festa do centenário. Todo o complexo Beira-Rio passa por mudanças. Algumas delas já puderam ser vistas no jogo da seleção brasileira, como a nova pintura nas muretas, que agora lembram os 100 anos de vida do clube e celebram o título mundial de 2006.

As comemorações ganham força já na sexta-feira. Às 18h, um desfile no Shopping Iguatemi apresenta a coleção do centenário do Inter, que inclui o lançamento do terceiro uniforme, mantido em sigilo pela diretoria. Às 19h30m, acontece uma missa, seguida de queima de fogos, na Praça da Matriz, centro de Porto Alegre. Às 23h30m, a expectativa é de que cerca de 5 mil torcedores estejam presentes no Beira-Rio para a virada colorada, com a contagem regressiva para a chegada do dia 4.

No sábado, as festividades começam com uma caminhada que parte às 9h30m da Praça Sport Club Internacional (esquina das ruas Sebastião Leão com Jornal do Brasil) em direção ao Beira-Rio. Assim que a chamada Marcha Colorada chegar ao Gigante, os torcedores serão encaminhados à arquibancada superior, onde assistirão ao show da banda Ataque Colorado, com a participação de outros artistas identificados com o Inter.

A festa no Gigantinho encerrará os dois dias de celebrações, mas haverá novos eventos ao longo do ano. O clube promete lançar o documentário que conta a história do Inter, inaugurar o novo museu e promover um show para até 100 mil pessoas, com bandas e músicos nacionais e estrangeiros.

Edu Rickes /Globo Esporte

Expectativa é de que cerca de 5 mil torcedores estejam presentes no Beira-Rio

abril 3, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Adilson faz testes em coletivo

Técnico comanda treino entre profissionais e juniores da Raposa

Ampliar Foto Agência/VIPCOMM Agência/VIPCOMM

Wellington Paulista fez dois no coletivo

O técnico Adilson Batista comandou um treino coletivo nesta quinta-feira. A equipe principal do Cruzeiro enfrentou o time júnior e venceu por 3 a 0.

Após o trabalho em dois períodos na terça-feira, e o treino técnico de quarta, a comissão técnica quer adequar a carga de atividades para que os atletas estejam descansados no jogo contra o Tupi, domingo, às 6h, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora. Será o duelo de volta pelas quartas-de-final do Mineiro. No primeiro, vitória celeste por 1 a 0.
– A gente começou a semana com dois períodos, dando ênfase à parte física e agora somente à parte tática e técnica com o Adilson. O objetivo é que a carga suba no começo, estabilize e caia na sexta e no sábado, para os atletas chegarem descansados no domingo – explicou o preparador físico, Quintiliano Lemos, em entrevista ao site oficial.
O coletivo serviu para o técnico Adilson Batista testar diversas formações e fazer experiências. Com alta rotatividade, todos os atletas disponíveis estiveram em campo. Wellington Paulista (duas vezes) e Bernardo marcaram os gols.
O treinamento foi constantemente interrompido pelo técnico, que procurou corrigir os erros cometidos contra o Tupi, no último sábado, e projetar a forma como a equipe deve se portar na decisão da vaga na semifinal.

– A gente não deixa soltar o coletivo, trabalho em conjunto porque podem acontecer faltas e machucar alguém. Durante este trabalho o Adilson para, corrige, para que as coisas aconteçam da maneira que ele quer no jogo – explicou o auxiliar técnico, Ivair Júnior.

O volante Henrique diz que o grupo está atento aos erros cometidos no primeiro jogo.

– Pelo número de jogadores que nós temos, ele decidiu trazer os meninos para a gente ter um ritmo maior de treinamento e chegarmos bem condicionados no domingo. Ele já viu o vídeo do jogo e corrigiu o posicionamento para que a gente diminua os erros e vença – disse.

abril 3, 2009 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Jogadores são vacinados contra a gripe

Integrantes da comissão técnica e demais funcionários também se previnem

Divulgação/Site Oficial do Cruzeiro

Elicarlos é vacinado contra a gripe

Jogadores, membros da comissão técnica e demais funcionários do Cruzeiro foram vacinados contra a gripe nesta quinta-feira. A iniciativa do departamento médico pretende fazer com que a incidência da doença seja minimizada no período do outono e inverno, época em que ocorre com maior freqüência.

– O nosso primeiro objetivo é impedir alguns tipos de infecção por gripe. A gente tem uma menor incidência de quadros de gripe no meio de uma p

– Acho que todos os jogadores têm que tomar, assim como quem atua em outras funções no clube para poder se prevenir. Acho que é sempre importante – disse Elicarlos, em entrevista ao site oficial do clube.

Léo Fortunato ressalta a prevenção como uma forma de evitar que os atletas fiquem fora das partidas por causa da gripe.

– Quanto mais a gente se precaver nessas situações, melhor para a gente. Com isso ficamos fora só por cansaço ou por sentir alguma coisa, porque por doença estamos precavidos – afirmou.

opulação vacinada. Quando acontece de uma pessoa vacinada ter a gripe, a tendência é que ela se manifeste com uma intensidade menor. Com isso, caso algum atleta seja infectado, ficará menos dias afastado de suas atividades – explicou o médico do clube, Sérgio Freire Júnior.

Os jogadores aprovam a atitude. Para o volante Elicarlos, o fato de os funcionários também serem vacinados é algo positivo.

– Acho que todos os jogadores têm que tomar, assim como quem atua em outras funções no clube para poder se prevenir. Acho que é sempre importante – disse Elicarlos, em entrevista ao site oficial do clube.

Léo Fortunato ressalta a prevenção como uma forma de evitar que os atletas fiquem fora das partidas por causa da gripe.

– Quanto mais a gente se precaver nessas situações, melhor para a gente. Com isso ficamos fora só por cansaço ou por sentir alguma coisa, porque por doença estamos precavidos – afirmou.

abril 3, 2009 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Márcio Araújo e Lopes entre os titulares

Leão prepara a equipe para o duelo da próxima semana com o Uberaba

Ampliar Foto Felippe Costa/Globo Esporte Felippe Costa/Globo Esporte

Márcio Araújo foi titular no coletivo

O volante Márcio Araújo e o meia Lopes foram as novidades da equipe titular do Atlético-MG no treino coletivo realizado nesta quinta-feira, na Cidade do Galo. O técnico Emerson Leão deu sequência à preparação para o jogo de volta das quartas-de-final do Campeonato Mineiro, na próxima quarta-feira, contra o Uberaba, no Mineirão.

O time titular foi escalado com Juninho; Werley, Marcos, Leandro Almeida e Júnior; Renan, Carlos Alberto, Márcio Araújo e Lopes; Éder Luis e Diego Tardelli.

Os reservas treinaram com Bruno; Marcos Rocha, Welton Felipe, Rafael Miranda e Thiago Feltri; Fabiano, Júnior Carioca, Chiquinho e Alessandro; Kleber e Mariano Trípodi. O meia Yuri e os atacantes Pedro Paulo, Carlos Júnior e Raphael Aguiar também participaram do coletivo e entraram no segundo tempo.

O goleiro Édson foi poupado da atividade em razão de dores no joelho direito. Nesta sexta-feira, o treinamento será às 9h. As informações são do site oficial do clube.

abril 3, 2009 Posted by | Atlético-MG | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Namoro antigo, Elder Granja chega ao Atlético-MG motivado

Lateral-direito diz que espera títulos com a camisa do Galo e elogia a torcida

Ampliar Foto Bruno Cantini/Esporte Press Bruno Cantini/Esporte Press

Granja se diz impressionado com os atleticanos

Conquistar títulos e retomar a carreira. Este é o pensamento do lateral-direito Elder Granja, apresentado pelo Atlético-MG na tarde desta quinta-feira, na Cidade do Galo. Contratado até 31 de dezembro deste ano, o jogador afirma que está contente pelo acerto.

– Estou muito feliz pela oportunidade de defender o Atlético, um grande clube, que tem uma grande torcida. Venho com o objetivo de conquistar títulos. Fui campeão na maioria dos clubes que passei e tenho certeza de que aqui no Galo não será diferente – disse, em entrevista ao site oficial do clube.

Na última temorada, o lateral defendeu o Palmeiras. O nome do jogador surgiu pela primeira vez nos bastidores do Atlético-MG na segunda quinzena de março, mas o interesse de um clube alemão dificultou o negócio. Elder Granja afirma que sempre admirou a torcida atleticana e se diz motivado com a força dos torcedores. O jogador garante empenho com a camisa alvinegra.

– Sempre que eu jogava contra o Atlético aqui ficava admirado pela forma com que o torcedor incentiva a equipe. Quando a torcida começa a cantar o hino, motiva muito os jogadores e, agora, vou ter isso a meu favor. É uma motivação a mais para poder desempenhar um bom futebol aqui. A torcida pode esperar muita vontade, determinação e um atleta bastante trabalhador, que sempre entra em campo para dar o máximo – afirmou.

Sobre seu estilo de jogo e suas principais características, Granja prefere demonstrar seu potencial dentro de campo.

– Já joguei no 4-4-2 e no 3-5-2, então, aprendi a marcar e sei atacar bem. Espero, primeiramente, fazer um bom trabalho aqui. Minhas características eu vou mostrando aos poucos e espero conquistar o apoio da torcida. Meu primeiro objetivo é ser campeão pelo Atlético – reforçou.

O jogador já iniciou os treinos físicos e pretende estar à disposição do técnico Emerson Leão no próximo dia 15.

abril 3, 2009 Posted by | Atlético-MG | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Tricolor bate o Guará. Verdão que se cuide

São Paulo ainda tem chance de assumir a liderança

Washington marcou o seu e se igualou a Keirrison na artilharia. (Foto: Ari Ferreira)

Washington marcou o seu e se igualou a Keirrison na artilharia. (Foto: Ari Ferreira)

Na partida que gerou confusão pelo horário incomum (15h45 desta quinta-feira), o São Paulo bateu o Guaratinguetá por 2 a 1, gols de Dagoberto e Washington e, faltando uma rodada para o fim do Campeonato Paulista, encostou no líder Palmeiras. Com 39 pontos, dois a menos que o arquirrival, a equipe de Muricy Ramalho ainda sonha em terminar a primeira fase da competição na liderança.

Confira os gols da partida na TV L!

O São Paulo dominou a primeira etapa e criou diversas chances para marcar, contudo, a pontaria pouco calibrada de Dagoberto não colaborou. O camisa 25 perdeu chances claras de gol, mas a “zica” chegou ao fim aos 43 minutos. Dagoberto recebeu de Jorge Wagner na área e tocou na saída do goleiro Fernando. Este foi o primeiro gol do atacante na temporada.

O Guaratinguetá limitou-se a defender e ameaçou apenas duas vezes no começo da primeira etapa. Nenê e Thiago Saletti chegaram perto. Na primeira Rogério Ceni espalmou e na segunda o lateral-esquerdo errou o alvo.

O primeiro tempo se encaminhava com uma vitória tricolor, mas Washington decidiu colocar emoção na partida. O camisa 9 colocou a mão na bola dentro da área, pênalti para o Guará. Nenê bateu forte no meio do gol e empatou a partida.

O atacante se redimiu do pênalti logo aos nove minutos da segunda etapa. Após cruzamento de Hernanes, Washington desviou de cabeça e fez o gol da vitória tricolor. O camisa 9 se igualou a Keirrison na artilharia do Campeonato Paulista, ambos com 12 gols.

Com o resultado praticamente garantido, os pendurados do Tricolor começaram a receber cartões amarelos para entrarem zerados na semifinal. Hernanes, Rodrigo, Jorge Wagner, Jean e André Dias desfalcam o Tricolor na última rodada.

Agora, com 39 pontos, na vice-liderança, o São Paulo ainda sonha com a ponta da tabela. Para isso, o Tricolor deve vencer o são Caetano e torcer para o Palmeiras não derrotar o Botafogo. O Guará permanece com 19 pontos e tem poucas chances de cair.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 1 GUARATINGUETÁ

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 02/04/2009 15h45
Árbitro: Cleber Wellington Abade
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior e Nilson de Souza Monção
Público e renda: 12.995 pessoas / R$ 202.380,00
Cartões amarelos: André Dias, Washington, Jorge Wagner, Rodrigo e Hernanes (SAO); Renato, Nino e Nenê (GUA)
Gols: Dagoberto, 43’/1ºT (1-0); Nenê, 47’/1ºT (1-1); Washington, 9’/2ºT (2-1)

São Paulo: Rogério Ceni, Zé Luís, Rodrigo, André Dias (Richarlyson, 42’/2ºT) e Júnior César (Renato Silva, 37’/2ºT); Arouca, Jean, Jorge Wagner e Hernanes; Washington e Dagoberto (Hugo, 30’/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.

Guaratinguetá: Fernando, Ivo (Douglas, 36’/2ºT), Edson Rocha, Nino e Thiago Saletti (Jamur, 14’/2ºT); Renato (Jackson / intervalo), Magal, Gil, Alê e Nenê; Wellington Amorim. Técnico: Márcio Araújo.

abril 3, 2009 Posted by | São Paulo | , | Deixe um comentário

Flu consegue empate suado com Boavista

Tricolor joga mal, mas jovem Tartá livra equipe de derrota

Roger leva a melhor sobre Santiago, mas o jogo terminou empatado

Roger leva a melhor sobre Santiago, mas o jogo terminou empatado (Crédito: Paulo Sérgio)

Num jogou fraco técnicamente, o Fluminense penou mas conseguiu empatar em 2 a 2 com o Boavista, no Maracanã. Destaque, apenas, para o apoiador Tartá, que, por sinal, marcou os dois gols tricolores.

Veja os gols do jogo na TV LANCE!

O Fluminense iniciou o jogo imprimindo um ritmo forte. A equipe explorava a velocidade dos jovens Maicon e Tartá e o Boavista oferecia espaços. Wellington Monteiro, mesmo atuando como volante, municiava bem o ataque tricolor com passes e lançamentos.

Nessa levada, a equipe das Laranjeiras não demorou muito para abrir o marcador. Após Roger sofrer pênalti não marcado pelo árbitro, Tartá, no rebote, emendou um lindo chute de fora da área, no ângulo do goleiro Vinícius.

O gol, que parecia dar ainda mais tranquilidade ao Fluminense , fez com que o time parasse. Após alguns bons minutos de um futebol de baixo nível técnico, o Boavista passou a gostar da partida até chegar ao empate, com Tony, após falha da zaga em cruzamento rasteiro.

Não fosse Fernando Henrique, com bela defesa em chute de Têti, o Boavista poderia ter virado no primeiro tempo.

A segunda etapa começou com um verdadeiro “Deus nos acuda” para o Tricolor. Diversas foram as oportunidades para o Boavista, e o camisa 1 do Flu teve bastante trabalho, se destacando com ótimas defesas.

O que estava ruim, ficou pior quando o jovem zagueiro Digão foi expulso. Com um a menos, o Fluminense ficou completamente desarticulado. O resultado? Não poderia ser outro. Após uma jogada rápida, Leandro Cruz aproveitou o rebote de Fernando Henrique e colocou o a bola no fundo da rede, fazendo a virada para o time de Bacaxá.

No fim, o Tricolor se lançou de forma atabalhoada para o ataque e tentou a tática do “chuveirinho”, com bolas alçadas a área que não deram certo.

Porém, quando os poucos tricolores que ainda estavam presentes já pensavam em ir embora, Marquinho fez jogada individual e Tartá, de carrinho, empatou o placar para o Flu.

FLUMINENSE 2 X 2 BOAVISTA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 02/4/2009 – 15h45 (de Brasília)
Árbitro: João Carlos Batista de Arruda (RJ)
Auxiliares: Lino de Paula Leite (RJ) e Lilian da Silva Fernandes (RJ)
Renda/público: R$ 29.720,00/ 4.489 pagantes
Cartões amarelos: Cocito, Paulo Rodrigues, Fernando Bob (BOA)
Cartões vermelhos: Digão, 11’/2ºT
Gols: Tartá, 20’/1ºT (1-0); Tony, 39’/1ºT (1-1); Leandro Cruz, 34’/2ºT (1-2); Tartá, 44’/2ºT
FLUMINENSE: Fernando Henrique, Mariano, Digão, Dalton e Leandro; Wellington Monteiro, Maurício (Romeu, intervalo), Marquinho (Raphael Augusto, 28’/2ºT) e Tartá; Maicon e Roger (Alan, 21’/2ºT). Técnico: Carlos Alberto Parreira.

BOAVISTA: Vinícius, Medina, Pessanha, Santiago e Paulo Rodrigues; Bruno Moreno, Cocito (Leandro Cruz, 14’/2ºT), Fernando Bob, e Têti(Édson Di, 30’/2ºT); Tony e Roberto Santos (Felipe Adão, 21’/2ºT). Técnico: Jorge Perreco.

abril 3, 2009 Posted by | Fluminense | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Tricolor toma quatro do Caxias e provoca Gre-Nal

Com reservas, Grêmio é batido em Caxias do Sul e enfrenta clássico

LANCEPRESS!

O ar rarefeito da Serra gaúcha fez mal não apenas aos argentinos Herrera e Maxi López, mas a todo o time do Grêmio. Na tarde desta quinta-feira, no Centenário, em Caxias do Sul, o Caxias aplicou uma humilhante goleada de 4 a 0 no Tricolor – que atuou com os reservas, é verdade, mas a História não faz essas diferenças.

Foram quatro punhaladas no coração dos torcedores do Grêmio, duas em cada tempo. Com os resultados paralelos, a goleada teve a seguinte conseqüência: vai haver Gre-Nal no próximo domingo, no Beira-Rio. E terça-feira haverá jogo da Libertadores, contra o Aurora.

Desentrosado e com algumas atuações individuais decepcionantes, o time de Celso Roth foi uma mediocridade só.

O Caxias começou fechado e atuando no contra-ataque. Aos poucos, dominou o meio-campo. Marcou seu primeiro gol, aos 29, aproveitando trapalhada da zaga – Marcos Dener recolheu a sobra e chutou forte, de cima. E aproveitou o desequilíbrio geral do Tricolor para marcar o segundo dois minutos depois: Mika até se abaixou para cabecear, colhendo uma bola de escanteio.

O técnico Celso Roth mandou um Grêmio todo modificado para o segundo tempo. Mudou o esquema, do 3-5-2 para o 4-4-2, ao trocar o zagueiro Héverton pelo atacante Róberson; e, ao tirar Douglas Costa (alegadamente por lesão no joelho esquerdo), passou Makelelê para o meio-campo e fez entrar Tiaguinho na lateral-direita. O pecado de Roth: preferiu deixar em campo o zagueiro Fábio Ferreira, que não atuava há quatro meses.

Ficou uma confusão maior ainda, pois fragilizou uma defesa que já estava cheia de furos. Aos 3 minutos, o volante Júlio César errou em bola dentro da área, Júlio Madureira pegou a sobra e marcou o terceiro gol.

Aos 8, o velocíssimo Marcos Dener escapou do meio do campo, chegou na cara de Victor e mandou no canto esquerdo.

Depois, foi só administrar. O Caxias se fechou, suportou a leve pressão do Tricolor e esteve sempre mais perto de fazer o quinto gol do que tomar o primeiro.
FICHA TÉCNICA

CAXIAS 4 x 0 GRÊMIO

Estádio: Centenário (Caxias do Sul, RS)
Data-hora: 02/04/2009 – 15,45h (horário de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: Paulo Conceição e Cristiano Henning
Renda e público:
Cartão amarelo: Mika (C), Thiego, Júlio César, Maxi López (G)
Gols: Marcos Dener 29, Mika 31 do primeiro tempo; Julio Madureira 3, Marcos Dener 8

CAXIAS: Muriel; Daniel, Santin, Vágner Lima e Brida; Bruno, Mika, Roberto e Guilherme (Crivellaro 26/2T); Júlio Madureira (Anderson 44/2T) e Marcos Dener (Marcus Vinicius 41/2T). Técnico: Argel.

GRÊMIO: Victor; Fábio Ferreira, Thiego e Héverton (Róberson, intervalo); Makelelê, Júlio César, Maylson (Diogo 15/2T), Douglas Costa (Tiago, intervalo) e Jadílson; Herrera e Maxi López. Técnico: Celso Roth.

abril 3, 2009 Posted by | Grêmio | , | Deixe um comentário

Inter vence e mantem invencibilidade

Em treino de luxo, time de reservas Colorado joga bem e agrada Tite

LANCEPRESS!

O Internacional manteve a invencibilidade no Gauchão, com 15 vitórias e três empates, ao derrotar o Avenida por 3 a 0 na noite desta quinta-feira no Passo da Areia, em Porto Alegre. Foi o último jogo da fase classificatória do segundo turno do Gauchão, chamado de Taça Fábio Koff. Domingo, no Beira-Rio, o Inter enfrenta o Grêmio no clássico número 376, pela quarta-de-final.

Para o Avenida, que tinha chance de entrar no G-4, só a vitória interessava. Para os reservas do líder Inter, era mais do que um treino de luxo: eles não perdem chance de criar dúvidas na cabeça de Tite. Por isso os dois times realizaram um jogo interessante, movimentado do início ao fim.

O destaque colorado foi Walter. O atacante marcou dois lindos gols, um em cada tempo, e formou uma dupla muito incômoda com Alecsandro, autor do terceiro no último minuto.

O Avenida marcou forte e mostrou ousadia, defendendo e atacando em bloco, mas, por suas limitações, esbarrou sempre na sólida defesa colorada, que teve em Danilo o seu maior destaque.

No meio-campo, Glaydson e principalmente Rosinei tiveram grande atuação. E a dupla de atacantes mostrou grande categoria. No primeiro gol, Alecsandro serviu Walter de cabeça e o garoto bateu forte, de pé esquerdo, encobrindo o goleiro Fabiano. O goleiro ainda impediria outro gol de Walter, que aproveitou excelente lançamento de Alecsandro.

No segundo tempo, o garoto marcaria outro belo gol: aparou de cabeça um levantamento de Marcelo Cordeiro, deslocando Fabiano.

O terceiro gol foi um prêmio ao medalha-de-prata. Alecsandro pegou a sobra de uma bate-rebate e mandou para as redes.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 3 X 0 AVENIDA

Estádio: Passo da Areia (Porto Alegre, RS)
Data-hora: 02/03/2009 – 19,30h (horário de Brasília)
Árbitro: Márcio Coruja
Auxiliares: Alexandre Kleiniche e Vilmar Burini
Renda e público: não divulgados
Cartão amarelo: Rodrigo Dias (A)
Gols: Walter 20 do primeiro tempo; Walter 28, Alecsandro 45 do segundo.

INTERNACIONAL: Michel Alves; Arilton, Danilo, Danny Morais e Marcelo Cordeiro; Maycon (Paulinho 35/2T), Glaydson, Rosinei e Giuliano (Talles Cunha 40/2T); Alecsandro e Walter (35/2T). Técnico: Tite.

AVENIDA: Fabiano; Teda, Rudi e Rodrigo Dias; Alexandre Bindé, Cristiano (Catatau 32/2T), Carlos Eduardo, Sinval e Marciel; Magno e Alexandre (Edílson 25/2T). Técnico: Júlio César da Rosa

abril 3, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , | Deixe um comentário