Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Grêmio vence São Luiz e lidera seu grupo

Equipe tricolor perde muitos gols mas faz dois e chega aos 11 pontos

Com a vitória, Grêmio lidera o Grupo 2 com 11 pontos

Com a vitória, Grêmio lidera o Grupo 2 com 11 pontos (Crédito: Lancepress!)

LANCEPRESS!

Apesar de mais uma vez perder uma quantidade considerável de gols, o Grêmio venceu o São Luiz por 2 a 0 na noite desta segunda-feira, no Olímpico, pela 6ª rodada da Taça Fábio Koff, o segundo turno do Gauchão.

Makelele e Reinaldo, aos 37 segundos e 38 minutos do segundo tempo, marcaram os gols que garantiram ao Tricolor o direito de disputar as quartas-de-final do segundo turno. Neste momento, a equipe azul lidera o Grupo 2 com 11 pontos, superando o São José no saldo de gols (8 contra -2).

Para encerrar sua participação nesta etapa do Gauchão, o Grêmio enfrentará o Caxias na próxima quinta-feira, a partir das 15h45, no Estádio Centenário. Aproveitando-se das dores musculares de Alex Mineiro e da suspensão de Jonas na Libertadores, o técnico Celso Roth optou por sair jogando com Herrera e Maxi López pela primeira vez.. Mas a dupla atuou mal, sobretudo Maxi López, e foi substituída.

O problema das chances de gol desperdiçadas voltou a aparecer. Só no primeiro tempo foram oito. O primeiro gol veio aos 37 segundos do segundo tempo. Makelele, que substituíra o lesionado Ruy ainda na primeira etapa, tabelou com Herrera e chutou. A bola bateu em Maxi López e na zaga e, no rebote, Makelele abriu o placar.

Foi o quarto gol de Makelele no Gauchão. Apesar de reserva, ele alcançou a marca de Souza, Tcheco e Alex Mineiro na vice-artilharia do time. Jonas, com oito gols, é o goleador do Grêmio na competição.

O ritmo se tornou lento e as chegadas ao ataque foram ficando cada vez mais raras. Numa delas, aos 38 minutos, Reinaldo recebeu de Makelele, driblou o goleiro e fez 2 a 0.
FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 2 X 0 SÃO LUIZ
Estádio: Olímpico (Porto Alegre, RS)
Data-hora: 30/03/2009 – 19,30h (horário de Brasília)
Árbitro: Ronaldo Santos Silva
Auxiliares: Júlio César dos Santos e Carlos Selbach
Cartões amarelos: Rafael Marques (G), Oliveira, Felipe, Neguetti (SL)
Gols: Makelele (37seg/2ºT), Reinaldo 38min/2ºT

GRÊMIO: Victor; Léo, Réver e Rafael Marques; Ruy (Makelele), Adilson, Tcheco, Souza e Jadílson; Herrera (Reinaldo) e Maxi López (Jonas). Técnico: Celso Roth

SÃO LUIZ: Oliveira; Marcão (Gabriel), Bronzatti e Neguetti; Genison, Alex, Daniel Coracini, Carlos Lima (Alan) e Xaro; Ronaldo Capixaba e Kill (Felipe). Técnico: Itamar Schulle

abril 1, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco relaxado vence o Macaé no Maracanã

Equipe vascaína, desinteressada, bate oponente muito frágil

Rodrigo Pimpão comemora com Enrico (à esquerda) o gol da vitória vascaína no Maracanã

Rodrigo Pimpão comemora com Enrico (à esquerda) o gol da vitória vascaína no Maracanã (Crédito: Julio César Guimarães)

LANCEPRESS!

Já classificado para a semifinal da Taça Rio, o Vasco enfrentou o Macaé na noite desta terça-feira, no Maracanã, com uma postura relaxada e apenas para cumprir tabela. Sem muito apoio da torcida, que parece ter se resguardado para as partidas decisivas, o Gigante da Colina fez o suficiente e venceu o oponente por 1 a 0.

Com o resultado, o Alvianil permaneceu com dez pontos no Grupo B, no qual ocupa o quarto lugar neste segundo turno e não tem chances de avançar à fase decisiva. Na classificação geral, o time tem 20 pontos e é o quinto colocado, atrás dos quatro grandes. Já o Cruzmaltino foi a 21 pontos no Grupo A e manteve a liderança.

Diante de arquibancadas vazias, o primeiro tempo transcorreu em ritmo lento e sem cara de jogo oficial: de um lado, o Macaé não mostrou ímpeto algum e o trio de zagueiros não se encontrou; do outro, Elton tropeçou na bola, Tiago soltou bolas fáceis, a defesa do Vasco não se encontrou.

Exceção entre os 22 em campo, o lateral-esquerdo vascaíno Ramon foi o principal atleta em campo e criou as melhores chances da partida. Aos 12 minutos, em jogada iniciada por Enrico e Alex Teixeira, Ramon cruzou rasteiro e Rodrigo Pimpão, na pequena área, completou para a rede. E aos 25 minutos, o lateral fez bonita jogada e bateu forte para boa defesa de Darci.

No segundo tempo, o Gigante da Colina mostrou mais toque de bola no meio-de-campo. No entanto, por falta de capricho tanto no último passe quanto nas finalizações a posse de bola não se transformou em gols. E o ataque do Alvianil, se teve produção rara na etapa inicial, ela seria nula na final não fosse o chute de Bill aos 20 minutos.

Assim, cozinhando a partida, a equipe vascaína chegou a nona vitória consecutiva (sete pelo segundo turno, uma pela Copa do Brasil e outra ainda pela Taça Guanabara) e ao 14° jogo invicto no ano – a única derrota foi na estreia do Campeonato Carioca, para o Americano, por 2 a 0.

Na última rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, que acontece toda no próximo domingo, às 16h, o Vasco recebe o Bangu em São Januário e o Macaé vai a Duque de Caxias (RJ) enfrentar o Tigres do Brasil.

FICHA TÉCNICA:
MACAÉ 0 X 1 VASCO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 31/3/2009 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Ivan Silva Araújo (RJ) e Marçal Rodrigues Mendes (SP)
Renda/público: R$ 44.921,00 / 4.813 pagantes (5.635 presentes)
Cartões amarelos: Helton (MAC); Amaral, Rodrigo Pimpão, Enrico e Milton Benítez (VAS)

GOL: Rodrigo Pimpão, 12’/1ºT (0-1)

MACAÉ: Darci, Otávio, Helton e Marciel; Chiquinho (Fred, 35’/2°T), Andre Gomes, Fabricio (Osmar, 14’/2ºT), Wallacer, Gláuber e Bill; Kayke (Gedeil, 23’/2ºT). Técnico: Dário Lourenço.

VASCO: Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi (Leonardo, 27’/2°T) e Ramon; Amaral, Mateus, Enrico e Alex Teixeira (Milton Benítez, 15’/2ºT); Rodrigo Pimpão e Elton (Edgar, 19’/2°T). Técnico: Dorival Júnior.

abril 1, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fla vence no fim e fica a um passo da semi

Rubro-Negro bate o Americano por 1 a 0 e dispara no Grupo B

Erick Flores tenta passar pela marcação

Erick Flores tenta passar pela marcação (Crédito: Gilvan de Souza)

LANCEPRESS!

O Flamengo visitou o Americano na noite desta terça-feira, no Estádio Godofredo Cruz, em Campos, e, com doses de dramaticidade, venceu por 1 a 0, gol de Juan, de pênalti. Com o resultado, o Rubro-Negro foi a 16 pontos, na liderança do Grupo B, e está muito perto da semifinal da Taça Rio.

Na última rodada da Taça Rio, que será realizada toda no próximo domingo, o Flamengo fará o clássico contra o Fluminense, que pode tornar-se um mero amistoso, dependendo do restante dos resultados da sétima rodada.. O Americano visitará o Boavista em Saquarema.

Apesar de atuar fora de casa, o Flamengo começou a partida mais presente no campo de ataque. Josiel e Léo Moura criaram as duas primeiras chances e assustaram o goleiro Jefferson. Pouco depois foi a vez de Kleberson desperdiçar boa chance.

A partir daí, a partida rareou em emoção no restante da primeira etapa. O Flamengo carecia de disposição para buscar o gol e o Americano era perigoso apenas nos lances de bola parada, mas nada de excepcional. Os times foram para o intervalo com um já esperado placar em branco.

O Flamengo voltou para a segunda etapa com mais apetite e ameaçou logo no segundo minuto numa boa descida do lateral-direito Everton Silva. A pressão aumentou e Josiel teve chance para marcar depois de jogada de Kleberson, mas a zaga campista afastou o perigo.

O Americano respondeu com Kieza. O atacante arriscou de longe e por pouco não atingiu o ângulo do goleiro Bruno. Kim também teve oportunidade, mas chutou por cima da meta rubro-negra.

O jogo ganhou em movimentação e o Flamengo era mais perigoso. Josiel teve boa chance de marcar, mas foi travado pela zaga. Léo Moura pegou a sobra e errou na finalização. Pouco depois, Juan e Léo Moura tiveram ocasiões de gol quase na pequena área, mas não foram bem nas conclusões.

Sentindo que Josiel estava isolado, Cuca colocou uma companhia para ele. Maxi entrou em campo na vaga de Kleberson. O primeiro lance do argentino foi bonito. Ele deixou de calcanhar para Erick Flores, que deixou Josiel na cara do gol. O camisa 9 demorou a finalizar e a zaga do Americano se recuperou.

Por conta do volume de jogo bem superior, o Flamengo já era merecedor de um gol, mas insistia em falhar nas conclusões, como aconteceu com Ibson, que recebeu de Erick Flores e bateu por cima.

Aproveitando-se da exposição rubro-negra, o Americano explorou bem um contra-ataque. Ernani iniciou a jogada, que foi finalizada por Cafezinho. Bruno fez defesa sensacional.

Quando o empate parecia definitivo, o Flamengo achou o gol. Numa jogada de Maxi pela direita, a bola bateu na mão de Ânderson e o juiz marcou pênalti. Juan foi para a cobrança e, para não correr riscos, bateu no meio do gol para converter. A vantagem, mesmo que tardia, fez justiça ao que aconteceu na partida.

FICHA TÉCNICA:
AMERICANO 0 X 1 FLAMENGO

Estádio: Godofredo Cruz, Campos (RJ)
Data/hora: 31/03/2009 – 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Auxiliares: Jackson Lourenço Massara dos Santos (RJ) e Luiz Felipe Scofield Costa (RJ)

Renda/público: R$ 132.000, 00 / 8.100 pagantes

Cartões amarelos: Renan, Paulo Henrique, Diego Sales (AME); Willians, Léo Moura, Juan, Ibson, Bruno (FLA)
Cartões vermelhos: Não houve

GOL: Juan, 41’/2ºT (0-1)

AMERICANO: Jefferson, Elson, Carlão, Ânderson e Paulo Henrique; Renan, Siller (Kim, 6’/2ºT), Diego Sales (Cafezinho, 20’/2ºT) e Ernani; Eberson (Gil, 20’/2ºT) e Kieza. Técnico: Toninho Andrade.

FLAMENGO: Bruno, Everton Silva, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Willians, Kleberson (Maxi, 23’/2ºT), Ibson (Jônatas, 37’/2ºT) e Leonardo Moura; Erick Flores (Fierro, 37′, 2ºT) e Josiel. Técnico: Cuca.

abril 1, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Palmeiras empata e não garante liderança

Verdão ainda pode ser ultrapassado pelo São Paulo na última rodada

Keirrison, mal na partida, passou em branco mais uma vez. (Foto: Célio Messias)

Keirrison, mal na partida, passou em branco mais uma vez. (Foto: Célio Messias)

O Palmeiras não jogou bem, apenas empatou com o Oeste, em Itápolis, e não garantiu a liderança na primeira fase do Campeonato Paulista. Com 41 pontos e faltando uma rodada, o Alviverde ainda pode ser ultrapassado pelo São Paulo. O resultado de 1 a 1 também não foi bom para o Oeste, que segue ameaçado pelo rebaixamento.

O Verdão começou a primeira etapa ameaçando. Keirrison, logo aos três minutos, recebeu livre de marcação na área, mas chutou em cima do goleiro Weverton. Mas a pressão palmeirense parou por aí.

Como nas últimas partidas, o Palmeiras diminuiu o ritmo e, sem o brilhantismo de seus principais jogadores, pouco ameaçou o gol do Oeste. A equipe de Itápolis, por sua vez, defendeu com eficiência e chegou a marcar com Dezinho, mas o assistente indicou impedimento do zagueiro.

Sem conseguir criar boas jogadas ofensivas, o Verdão chegou apenas nas bolas aéreas. Diego Souza e Maurício Ramos tiveram suas oportunidades, mas não conseguiram marcar e o placar não foi alterado no primeiro tempo.

Nenhuma das equipes voltou com mudanças para a segunda etapa. O Palmeiras, assim como no primeiro tempo, ameaçou logo no começo. Jumar, de fora da área, bateu forte, mas Weverton fez a defesa. E, assim como no primeiro tempo, o Verdão parou e o Oeste marcou, mas desta vez o gol não foi anulado.

Nei Paraíba, aos sete minutos, dominou na intermediária e tocou em profundidade para Ademar. O camisa 6 do Oeste avançou com muita liberdade, entra na área e bate forte. Marcos conseguiu desviar, mas a bola acabou entrando.

Atrás no marcador, Luxemburgo tirou o zagueiro Marcão e o volante Jumar para colocar os atacantes Lenny e Marquinhos. A equipe melhorou, ganhou mais movimentação ofensiva e chegou ao empate aos 25 minutos. Marquinhos bateu falta fechada para a área. Maurício Ramos desviou de cabeça e igualou o marcador.

Keirrison teve chance de virar no final da partida, mas, assim como no começo do jogo, chutou em cima do goleiro Weverton.

Com o empate, o Verdão ainda permanece na liderança, com 41 pontos mas pode ver o São Paulo encostar na tabela. Se o Tricolor vencer o Guaratinguetá na quinta-feira, chega a 39 pontos, faltando apenas uma rodada para o final da primeira fase do Paulista. O Oeste chega a 17 pontos e segue ameaçado pelo rebaixamento.

Na rodada final, o Palmeiras recebe o Botafogo, já a equipe de Itápolis encara o Guará, fora de casa.
FICHA TÉCNICA:
OESTE 1 X 1 PALMEIRAS

Estádio: Ildenor Picardi Semeghine (Picardão), Itápolis (SP)
Data/hora: 31/03/2009 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo do Amaral
Auxiliares: Rafael Luiz da Silva e David Botelho Barbosa
Cartões amarelos: Dias e Ademar (OES); Cleiton Xavier, Diego Souza, Maurício Ramos e Pierre (PAL)
Gols: Ademar, 7’/2°T (1-0); Maurício Ramos, 25’/2°T (1-1)

OESTE: Weverton; Dede, Dezinho, Adriano e Ademar; Dias (Leandro Melo, 46’/2°T) Gleidson, Luciano Santos e Bruninho (Caíque, 15’/2°T); Luizinho (Leandro Love, 21’/2°T) e Nei Paraíba. Técnico: João Ricardo.

PALMEIRAS: Marcos; Marcão (Lenny, 19’/2°T), Maurício Ramos e Danilo; Sandro Silva (Evandro, 24’/2°T), Pierre, Jumar (Marquinhos, 19’/2°T), Cleiton Xavier, Diego Souza e Armero;Keirrison. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

abril 1, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Timão vence Ituano, convence e se classifica

Ronaldo marca, time faz vantagem no primeiro tempo e está na semi

Ronaldo comemora após marcar o segundo gol

Ronaldo comemora após marcar o segundo gol

O Corinthians venceu. Mais importante que isso, convenceu e se classificou. O placar de 3 a 0 sobre o Ituano na noite de terça-feira, no Pacaembu, garantiu ao time uma vaga nas semifinais e foi o primeiro clube grande a vencer o time de Itu neste Paulistão.

A velocidade fez parte do futebol corintiano desde o início, o que rendeu o primeiro gol logo aos três minutos, com o baixinho Jorge Henrique desviando cruzamento.

O Ituano ainda levou perigo duas vezes, até que o segundo gol, de Ronaldo, deu o domínio de volta ao Timão. O Fenômeno recebeu bom passe de Alessandro e só desviou para o gol. O atacante ainda sofreu falta na entrada da área, que Cristian chutou forte e, com a ajuda do goleiro, ampliou o placar ainda no primeiro tempo.

Já na segunda etapa, a velocidade deu lugar à cautela, diante de um Ituano inofensivo no Pacaembu. Mesmo assim continuou mais no ataque, o que rendeu um gol de Jorge Henrique, anulado por impedimento.

Enquanto Ronaldo jogava mais uma partida até o final, Mano Menezes aproveitou para rechear o meio de campo com Boquita, Túlio e Morais. Com a nova formação, o Timão apenas esperou o fim do jogo para comemorar a vaga. Antes, viu Ronaldo marcar mais um gol, mal anulado pelo assistente.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 3 X 0 ITUANO

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 31/3/2009 – 21h50
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima
Auxiliares: Alex Alexandrino e João Paulo Spim Redondo
Gols: Jorge Henrique, 3’/1ºT (1-0), Ronaldo, 27’/1ºT (2-0), Cristian, 41’/1ºT (3-0)
Cartões amarelos: Túlio, Alessandro e Morais (Corinthians) Thiago Bernardi, Peter, Moacir e Carlos Eduardo (Ituano)
Cartões vermelhos: Ceará (Ituano)

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias (Túlio, intervalo) e Wellington Saci (Boquita, 29’/2ºT); Jorge Henrique, Dentinho (Morais, 29’/2ºT) e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes.

ITUANO:Alexandre Favaro, Henrique, Anderson e Tiago Bernardi (Alex Fraga, 33’/1ºT); Ceará, Reinaldo (Ricardo Xavier, 32’/2ºT), Serginho, Peter (Carlos Eduardo, intervalo) e Moacir; Alex Afonso. Técnico: Zetti.

abril 1, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário