Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Após classificação heróica, Palmeiras chega nos braços da torcida

Cerca de 50 torcedores recepcionaram a equipe depois da vitória sobre o Colo Colo que garantiu a vaga para as oitavas-de-final da Libertadores

Ampliar Foto Julyana Travaglia/Globo Esporte Julyana Travaglia/Globo Esporte

Luxemburgo: chegada eufórica sob holofotes

Depois da vitória conquistada pelo placar mínimo nos minutos finais do jogo com o Colo Colo, no Chile, e que rendeu a classificação à fase de mata-mata da Taça Libertadores, o Palmeiras chegou no Brasil nos braços da torcida. Cerca de 50 torcedores foram ao Aeroporto Internacional de Guarulhos recepcionar a equipe.

– A gente já esperava que ia ter essa festa pela forma como ganhamos. Foi uma vitória emocionante e a torcida sabe disso – disse o zagueiro Danilo.

Além de gritos de incentivo, alguns jogadores ouviram frases como “assim vocês nos matam do coração”. Bem-humorado, o goleiro Marcos brincou com o comentário do torcedor.

– Isso se eu não morrer antes também – disse, aos risos, o camisa 12 palmeirense.

O Palmeiras volta aos treinos nesta sexta-feira, às 16h, na Academia de Futebol, com o adversário da oitavas-de-final já conhecido, já que os últimos grupos jogam na noite desta quinta-feira.

abril 30, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco lança novo produto da campanha O sentimento…

Boné se junta a chaveiro e camisas, além de homenagens à ídolos

Bone da campanha O sentimento não pode parar está à venda

Bone da campanha O sentimento não pode parar está à venda (Crédito: Site oficial do Vasco)

LANCEPRESS!

O Vasco lança nesta quinta-feira mais um produto da campanha de marketing O sentimento não pode parar, que vai servir de suporte a disputa do time na Série B do Campeonato Brasileiro.

Depois de camisas comemorativas, é a vez de um boné com a cruz-de-malta, o escudo cruzmaltino e as frases “O sentimento não pode parar” e “a cada dia te quero mais”. O valor é de R$ 19,90 e o clube leva 10% dos royalties.

O boné estara à venda na loja oficial cruzmaltina, juntamente com os modelos de camisa “O sentimento não pode parar” e o chaveiro lançado pela campanha.

Além disso, o clube lançou uma camisa em homenagem ao ídolo Geovani, meia nos anos 1980 e 1990, além de ter incorporado a camisa criada por um grupo de torcedores para Eduardo Santana, o ex-massagista Pai Santana.


abril 30, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Com péssima atuação, Vasco só empata na Colina

Nem gol contra de goleiro rival (dado oficialmente a Vilson) ajuda o time

Vasco não mostra força em casa e tropeça no Icasa (CE). Vilson 'ganhou' o gol vascaíno do árbitro Wagner Reway (MT)

Vasco não mostra força em casa e tropeça no Icasa (CE). Vilson ‘ganhou’ o gol vascaíno do árbitro Wagner Reway (MT) (Crédito: Cléber Mendes)

LANCEPRESS!

Vasco e Icasa (CE) fizeram um péssimo jogo na noite desta quinta-feira, em São Januário, no confronto de ida das oitavas-de-final da Copa do Brasil. Ambos se esforçaram para se mostrar mais atabalhoado que o oponente em campo e o resultado foi o empate por 1 a 1.

O carro da Polícia Militar que acompanhava a delegação do Verdão do Cariri até o estádio ficou sem gasolina no caminho e retardou a chegada do elenco, que teve apenas cerca de cinco minutos para se aquecer já dentro do gramado.

Com este resultado, o Gigante da Colina joga por uma vitória por qualquer placar ou por um empate por dois ou mais gols. Já o adversário, em casa, também se classifica com qualquer vitória ou com uma igualdade sem gols. A repetição do 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Do primeiro tempo, apenas dois acontecimentos dignos de nota, ambos pitorescos: um decisivo e o outro exemplar. O primeiro: aos sete minutos, Ramon cobrou escanteio e Rodrigo Pimpão, livre na segunda trave, bateu cruzado para o meio. A bola bateu em Vilson e em Esquerdinha antes de ser empurrada para a rede por um carrinho atabalhoado do goleiro Ari.

Como se não fosse pouco, o nítido gol contra do goleiro do Icasa foi dado pelo placar eletrônico de São Januário para Pimpão, enquanto o árbitro Wagner Reway (MT), no intervalo, perguntou a profissionais de televisão como havia sido o lance e afirmando que só revelaria na súmula para quem daria o gol, apesar de a tendência ser para Vilson – o que se confirmou depois da partida.

Em vantagem no placar, o Vasco tornou-se uma equipe preguiçosa e desarrumada, que esporadicamente tentava o ataque sem ímpeto algum, enquanto o oponente não esboça qualquer reação. Aos 46 minutos, em cobrança de falta “ensaiada”, Panda e Esquerdinha correm para a bola e passam sem chutar. Panda voltou para cobrar no meio do gol, sem perigo.

O técnico vascaíno Dorival Júnior reclamou bastante da atuação do time, mas a bronca parece não ter surtido efeito. O máximo que seus comandados conseguiram foram alguns escanteios e duas oportunidades perdidas por Rodrigo Pimpão, em uma delas obrigando o goleiro Ari a uma boa defesa.

Porém, o Verdão do Cariri foi encontrando espaços e, após um pênalti não marcado de Ramon em Gilberto aos 16 minutos e uma boa defesa de Tiago aos 24 minutos em chute de esquerdinha, Leozinho avançou em velocidade pela direita do ataque, entrou na área e rolou para Marciano, livre, empatar o confronto.

Na bronca, os torcedores vaiaram principalmente os meias Alex Teixeira e Léo Lima, que entrou no lugar do companheiro.

Vasco e Icasa voltam a se enfrentrar no dia 6 de maio, no duelo de volta das oitavas-de-final da Copa do Brasil. O confronto acontece no Estádio Mauro Sampaio, o Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE). Antes, no dia 2 de maio, o Gigante da Colina realiza amistoso contra o Santa Cruz, em Recife (PE).

FICHA TÉCNICA:
VASCO 1 X 1 ICASA (CE)

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 30/4/2009 – 19h30
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Paulo Cesar Silva Faria (MT)
Renda/público: R$ 72.175,00 / 4.866 pagantes e 5.691 presentes
Cartões amarelos: Ramon e Mateus (VAS); Esquerdinha, Marcus Vinicius, Luiz Carlos, Joãozinho e Thiago (ICA)

GOLS: Vilson, 7’/1ºT (1-0); Marciano, 31’/2°T (1-1)

VASCO: Tiago, Paulo Sérgio, Vilson, Titi (Gian, 24’/1°T) e Ramon; Amaral, Mateus, Enrico e Alex Teixeira (Léo Lima, 11’/2°T); Rodrigo Pimpão e Elton (Alan Kardec, 17’/2°T). Técnico: Dorival Júnior.

ICASA (CE): Ari, Alan, Thiago e Luiz Carlos; Marcus Vinicius (Gilberto, intervalo), Guto, Panda, Esquerdinha (Dodô, 46’/2°T) e Joãozinho; Leozinho e Moré (Marciano, 231/2°T). Técnico: Flávio Araújo.


abril 30, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Clima esquenta para a final: Andrés rebate acusações de Marcelo Teixeira

Corintiano diz que cumpriu tudo o que foi combinado na reunião realizada na Federação Paulista e pede que santista se informe antes de reclamar

Ampliar Foto Marcelo Prado/GLOBOESPORTE.COM Marcelo Prado/GLOBOESPORTE.COM

Dirigente disse que mandou dois mil ingressos para o Santos

O presidente do Corinthians , Andrés Sanches, rebateu as acusações feitas pelo mandatário do Santos , Marcelo Teixeira, que reclamou da cota de ingressos recebida para a decisão do Campeonato Paulista , no próximo domingo, que acontecerá no estádio do Pacaembu. Segundo Teixeira, o time de Parque São Jorge não cumpriu o combinado e apenas 1.260 bilhetes para a Baixada Santista.

– Espero que o meu amigo Marcelo Teixeira tenha uma reunião com seus funcionários para saber. Talvez ele esteja atrasado. O que foi combinado na federação, eu provo. Ele que prove se cumpriu tudo e eu vou provar se cumpri tudo. Tudo que foi combinado no arbitral vou cumprir. Então, ele que fale com seus funcionários para ver se realmente está faltando – rebateu Sanches, em entrevista coletiva concedida na tarde desta quinta-feira, no Parque São Jorge.

Sanches lembrou que na reunião realizada na Federação Paulista de Futebol, foi definido que os santistas receberiam dois mil ingressos. E, quando questionado novamente sobre o assunto, não escondeu a irritação.

– Eu já falei disso. Foi acertado que seriam dois mil ingressos. E o Corinthians está cumprindo o seu acordo. Ele que prove que não.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cuca fica no banco na decisão

Treinador do Flamengo conseguiu efeito suspensivo no TJD

Ampliar Foto Marcelo de Jesus/GLOBOESPORTE.COM Marcelo de Jesus/GLOBOESPORTE.COM

Cuca poderá ficar no banco na decisão

Cuca poderá comandar o Flamengo do banco na decisão do Carioca contra  o Botafogo, no próximo domingo, no Maracanã. O técnico rubro-negro esteve nesta quinta-feira no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro(TJD/RJ) novamente. Desta vez ele conseguiu efeito suspensivo As informações são do site Justiça Desportiva.

Cuca foi denunciado pela Procuradoria por ter dito em uma entrevista coletiva que o presidente do TJD/RJ, Antônio Vanderler, mentiu ao não conceder um efeito suspensivo que fora prometido, segundo ele, para a decisão do segundo turno do Campeonato Carioca.

– Devo ter entendido errado. Ele deve ter me dito que ia analisar e entendi que ele iria me dar o efeito suspensivo. Nunca tive a intenção de chamar alguém de mentiroso. Peço desculpas se ofendi alguém – afirmou o treinador na quarta comissão do TJD/RJ.


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)


abril 30, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , | Deixe um comentário

Neymar se machuca no treino coletivo e deixa gramado carregado

Jogador leva um pisão em unha encravada, mas médico acredita que ele não será problema para a final do Paulistão, contra o Corinthians

Ampliar Foto Adilson Barros/GLOBOESPORTE.COM Adilson Barros/GLOBOESPORTE.COM

Neymar deixa o campo amparado pelo fisioterapeuta Avelino Ribeiro

Preocupação para a torcida do Santos: o atacante Neymar se machucou durante o treinamento coletivo desta quinta-feira, no CT Rei Pelé, e teve de deixar o gramado carregado, sentindo dor no pé esquerdo. Ele foi atendido na beira do gramado e, em seguida, saiu em direção ao vestiário, amparado pelo massagista Gustavo Calixto.

O jogador se machucou logo após fazer um lançamento para Madson. No lance, ele acabou levando um pisão no mesmo pé que já andava dolorido por causa de uma pequena fissura em um dos dedos. Para piorar, o atacante tem uma unha encravada. A dor foi tanta que o garoto deixou o gramado chorando. O médico santista Carlos Braga acredita que a participação de Neymar no clássico contra o Corinthians, no próximo domingo, final do Paulistão, não estará comprometida.

– O pisão atingiu todos os dedos do pé, Ele já sentia dor causa dessa unha encravada. Acho que ele não terá problemas para o jogo. Vamos aguardar – afirma.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , , | 1 Comentário

Mancini arma Corinthians ‘cover’, e titulares vencem coletivo só por 1 a 0

Treinador tentou simular a formação corintiana com seus reservas. Roni fez o papel de Ronaldo

Divulgação/Site Oficial do Santos

Mancini criou uma versão corintiana do Peixe

O técnico Vagner Mancini, do Santos, comandou um treinamento coletivo nesta quinta-feira para testar a formação que mandará a campo na final do Paulistão, contra o Corinthians, domingo, às 16h (horário de Brasília), no Pacaembu. O treinador manteve os titulares com a formação já tradicional, com três atacantes. O zagueiro Domingos treinou no lugar de Fabão, suspenso, e o volante Roberto Brum, que volta após cumprir gancho, entrou no lugar de Pará.

Já o time reserva foi armado como um “cover” do Corinthians. Com o meia Molina treinando na lateral-esquerda, fazendo o papel de André Santos. O atacante Bolaños fez as vezes de Jorge Henrique e Roni tentou encarnar Ronaldo e teve apenas uma chance de gol: num cruzamento da direita, tentou desviar de cabeça, mas não acertou em cheio.

O treino foi bastante movimentado, mas com poucas chances de gol. Os titulares venceram por apenas 1 a 0, gol de Madson. Para ser campeão no próximo domingo, o Alvinegro Praiano terá de vencer por três gols de diferença, pois perdeu a primeira partida por 3 a 1, na Vila Belmiro.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ney confirma Emerson no time e garante bom estado emocional do ‘artilheiro’

Técnico elogia atuação do defensor no treino

Ampliar Foto Gustavo Rotstein/GLOBOESPORTE.COM Gustavo Rotstein/GLOBOESPORTE.COM

Ney Franco tenta fazer a cabeça de Emerson

A grande expectativa da torcida do Botafogo para a final do Campeonato Carioca está na possível recuperação de Reinaldo, que torceu o tornozelo direito e ainda é dúvida contra o Flamengo. No entanto, o coletivo desta quinta-feira apresentou a volta de Emerson, que ficou fora do treinamento de quarta por causa de dor na coxa direita. Mas a grande preocupação do Alvinegro em relação ao zagueiro não é a questão física.

Emerson marcou o gol contra que deu o título da Taça Rio ao Flamengo. Na primeira partida da decisão do Estadual, no último domingo, o gol de empate do adversário surgiu em um chute de Willians que desviou no zagueiro. No entanto, o técnico Ney Franco fez questão de reafirmar sua confiança no jogador.

– Eu jamais o escalaria se ele não estivesse bem física e emocionalmente. O Emerson teve boa atuação no treino de hoje, e vejo que ele está preparado para jogar no domingo. O que aconteceu na última partida foi uma infelicidade – observou.

O zagueiro vem sendo poupado de entrevistas, e caso seja também preservado pela comissão técnica, Wellington poderia ganhar mais uma chance como titular da zaga alvinegra.


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cleiton Xavier diz que gol da classificação foi momento mágico

Meia conta que não consegue explicar direito o lance que garantiu o Palmeiras nas oitavas da Libertadores

Ampliar Foto Agência/Reuters Agência/Reuters

Cleiton Xavier na comemoração do golaço

Herói da classificação do Palmeiras às oitavas-de-final da Libertadores, Cleiton Xavier disse que o gol que garantiu a classificação do Verdão aos 42 minutos do segundo tempo foi “um momento mágico”. O lance deu a vitória ao alvinegro diante do Colo-Colo, por 1 a 0, na noite de quarta-feira, em Santiago. O time precisava vencer para se manter na competição.

– Foi um momento mágico. Não dá para explicar direito. A bola foi no lugar certo. Só me veio na cabeça a luta que a gente passou para chegar até aqui. Foi um gol importante, de um time que vai chegar forte para essa próxima fase.

O jogador é um dos destaques do Palmeiras nesse ano. Ele participou diretamente de 21 dos 56 gols do time em 2009. Foram 6 gols marcados e 15 assistências, incluindo faltas recebidas e pênaltis que originaram gols.

abril 30, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , | Deixe um comentário

Grêmio anuncia volante Túlio, que rescindiu com o Corinthians

Jogador será reforço para as fases de mata-mata da Taça Libertadores

Ampliar Foto Marcelo Prado/Globo Esporte Marcelo Prado/Globo Esporte

Túlio é o novo reforço do Grêmio

O Grêmio anunciou um reforço para as oitavas-de-final da Taça Libertadores. Trata-se do volante Túliio, que rescindiu contrato com o Corinthians nesta quinta e teve passagens também por Goiás e Botafogo. Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa, Túlio havia confirmado a negociação com um outro time, embora não disesse o nome de seu futuro clube.

– Surgiu uma oportunidade profissional muito boa para jogar em outro grande clube, assim com o Corinthians. Procurei a diretoria, e chegamos a um acordo que foi bom para ambas as partes. É um negócio muito bom para mim em termos profissionais, que me dará oportunidade de disputar competições que sempre tive vontade. Agradeço à torcida por todo carinho e aos dirigentes, que sempre foram muito profissionais comigo em todos os sentidos. Vou torcer muito para que o Corinthians consiga conquistar o título paulista. Apesar de não estar mais presente, também me sentirei campeão – disse ele na nota.


Além dele, o meia Lucio Flavio também estaria sendo negociado para reforçar o clube gaúcho, já que o meia não está sendo aproveitado no Santos. Porém, segundo o empresário do atleta, ninguém do clube gaúcho procurou por ele.


Mesmo com o feriado do Dia do Trabalhador, nesta sexta, a direção gremista terá de trabalhar com rapidez para poder utilizá-lo na competição continental. O prazo de novas inscrições para a próxima fase da competição se encerra nesta segunda-feira – exatamente 48 horas antes do primeiro confronto, que poderá ser contra o San Martin, do Peru, ou Defensor, do Uruguai.

A contratação de Túlio supre a necessidade de um primeiro volante na equipe e também é a solução para a inviabilidade que se instaurou na tentativa de repatriar Rafael Carioca, que foi para o futebol russo no fim do ano passado. Ex-companheiro de Túlio no tempo de Goiás, o zagueiro Rafael Marques destaca que o volante é um jogador de muito empenho:

– É um jogador de muita força e muita pegada. Ele vai ser bem recebido aqui no Olímpico. É um grande caráter. Túlio vai vir pra ajudar, pra somar – disse Rafael Marques.

Com a negociação, Túlio não irá vestir a camisa do Corinthians no segundo jogo da decisão do Campeonato Paulista de 2009.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Botafogo, Corinthians, Grêmio | , , , , , , | Deixe um comentário

De volta ao Cruzeiro, Athirson desabafa: ‘Cheguei a pensar em parar’

Lateral volta ao clube disposto a ganhar títulos e disputar a Copa do Mundo

Ampliar Foto Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM

Athirson esbanja felicidade em sua apresentação

A diretoria do Cruzeiro apresentou o lateral-esquerdo Athirson. Nesta quinta-feira, o jogador voltou à Toca da Raposa II, vestiu a camisa celeste e foi para o campo realizar o primeiro trabalho no clube. Para o lateral-esquerdo, significa o resgate de um sonho. A chance de disputar os principais títulos contrasta com o momento que o jogador viveu nas últimas duas temporadas, quando passou por Brasiliense e Portuguesa.

– Fiquei muito feliz pelo interesse do Cruzeiro, depois de um momento difícil que passei na minha carreira e que não tem explicação. Quando voltei da Alemanha, do Bayer Leverkusen-ALE, não tive tantas oportunidades no Botafogo, tentei voltar para a Europa, mas não consegui. Para não ficar parado, aceitei a proposta do Brasiliense. Cheguei a pensar em parar. Não pelo clube, mas pelo momento que vivia. Foi quando o Estevam Soares me chamou para jogar de lateral-esquerdo na Portuguesa. Coloquei aquele objetivo na minha vida e consegui. A Lusa abriu as portas para mim e pude fazer um grande papel – disse.


Athirson revela que recebeu uma proposta superior do Sport nesta temporada e também foi sondado pelo Botafogo, mas preferiu o Cruzeiro.


– A minha família não estava muito animada para ir ao Recife, por conta da distância em relação ao Rio. Eu conheço todo mundo aqui. Foi uma opção de trabalho mesmo, porque meu sonho não acabou – afirmou.

O sonho de Athirson é voltar à seleção brasileira e, consequentemente, disputar a próxima Copa do Mundo.


– Quero disputar a Copa. Não sei se vou conseguir, mas acho que aqui no Cruzeiro a oportunidade pode pintar mais rápido – destacou.


O jogador trata o retorno à Raposa como um prêmio. Após o término do Paulistão para a Portuguesa, o jogador teve uma semana de folga, mas vinha realizando trabalhos físicos regulares. Segundo ele, a previsão de estreia depende da avaliação técnica.


– Fisicamente estou bem. Agora, é só trabalhar a parte técnica com o grupo e o posicionamento. Mas fico à disposição do Adilson e quero jogar – comentou.


Athirson tem contrato com o Cruzeiro até o fim deste ano, com possibilidade de renovação por mais duas temporadas.  O jogador será inscrito pelo clube na segunda fase da Taça Libertadores. Para o clube, começa na próxima quarta-feira, fora de casa. O adversário ainda não está definido.


Veja a ficha do reforço celeste:
Nome completo: Athirson Mazolli e Oliveira
Posição: Lateral-esquerdo
Data de nascimento: 16/01/1977
Local de Nascimento: Rio de Janeiro (RJ)
Altura: 1,83 m
Peso: 80 kg
No Cruzeiro: 27 jogos; 5 gols
Carreira: Flamengo (1996-1998); Santos (1998); Flamengo (1999-2000); Juventus-ITA (2000-2001); Flamengo (2002-2004); Cruzeiro (2005); Bayer Leverkusen-ALE (2005-2007); Botafogo (2007); Brasiliense (2008); Portuguesa (2008-2009); Cruzeiro (desde 04/2009)
Estréia no Cruzeiro: Cruzeiro 2 x 0 Democrata-SL, em 29/01/2005, pelo Campeonato Mineiro, no Mineirão
Último jogo pelo Cruzeiro: Cruzeiro 3 x 2 Paulista, em 01/06/2005, pela Copa do Brasil, no Mineirão
Títulos: Copa Conmebol 1998 (Santos); Copa Mercosul 1999 (Flamengo); Campeonato Carioca 1999 e 2000 (Flamengo); Vice-campão Italiano 2000/2001 (Juventus)
Convocações seleção brasileira: 17 partidas; 2 gols
Títulos seleção brasileira: Torneio Internacional Sub-21 1994 – Costa Rica; Torneio Pré-Olímpico 2000 – Londrina

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , | Deixe um comentário

Flu e Goiás se enfrentam em jogo ‘apimentado’

Declarações polêmicas esquentam duelo pelas oitavas da Copa do Brasil

Goiás e Flu se enfrentam em Goiânia pelo primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil

Goiás e Flu se enfrentam em Goiânia pelo primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil

LANCEPRESS!

Por conta de uma corajosa declaração de um conselheiro do Goiás, dizendo que o técnico Parreira é frio, preguiçoso e não estuda os adversários, o duelo entre o Esmeraldino e o Fluminense, pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil, nesta quinta-feira, às 21h30, ganhou uma pitada de sal a mais na partida que já prometia fortes emoções.

No Tricolor, Parreira, que preferiu não rebater as críticas, se rendeu às boas atuações do jovem atacante Maicon e o promoveu a vaga de titular no lugar de Everton Santos. Marquinho fará a função do lesionado Conca e dividirá a responsabilidade da criação das jogadas com Thiago Neves.

– Fluminense vai jogar para ganhar o jogo. Vamos com um time equilibrado e quem tem a obrigação de ganhar é o time da casa. Não vai ser diferente com o Goiás. Mas não podemos ficar acuados só defendendo – disse Parreira.

O Goiás deve encarar o Fluminense com apenas uma mudança. O técnico Hélio dos Anjos pode deslocar o lateral-esquerdo Julio César para o meio-de-campo, no lugar de Eduardo Ramos, promovendo a entrada de Zé Carlos na ala esquerda – o que torna este lado do time mais forte. É o que diz o próprio Júlio César em relação à possível mexida da equipe.

– O time ganha mais ofensividade pelo lado esquerdo. Quando eu jogo pela lateral, sou o único canhoto por ali. Com o Zé Carlos entrando podemos fazer tabelas e atacarmos com mais frequência por aquela faixa de campo. Ganhamos mais qualidade pela esquerda justamente por termos dois canhotos tabelando por aquele lado – comentou Júlio César, que em cinco jogos como profissional, jamais derrotou o adversário desta noite.

GOIÁS X FLUMINENSE

Estádio: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data/hora: 30/4/2009 – 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Arnoldo Vasconcelos Figarela (RO)
Auxiliares: Márcia Bezerra Lopes (Fifa-RO) e Wilson Gonçalves de Aquino (RO)

GOIÁS: Harlei,Rafael Tolói, Ernando e Leandro Euzébio; Vítor, Everton, Ramalho, Julio César e Zé Carlos;Iarley e Felipe. Técnico: Hélio dos Anjos.

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Mariano, Luiz Alberto, Edcarlos e João Paulo; Wellington Monteiro, Maurício, Marquinho e Thiago Neves; Maicon e Fred. Técnico: Parreira.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Fluminense, Goiás | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco recebe o Icasa (CE) pela Copa do Brasil

Nas oitavas-de-final, Cruzmaltino esperar manter sonho vivo

Vasco recebe o Icasa (SE) no primeiro jogo das oitavas-de-final da Copa do Brasil

Vasco recebe o Icasa (SE) no primeiro jogo das oitavas-de-final da Copa do Brasil (Crédito: Montagem: LANCENET!)

LANCEPRESS!

O Vasco não esconde que seu objetivo em 2009 é retornar à Série A do Campeonato Brasileiro, mas a Copa do Brasil é um sonho vivo no clube e a equipe vascaína enfrenta o Icasa (CE) nesta quinta-feira, às 19h30, em São Januário, no jogo de ida das oitavas-de-final para continuar no caminho para a Libertadores 2010.

Após passar pelas duas primeiras fases na primeira partida, o time vascaíno atua pela primeira vez em casa na atual edição da competição e tem como meta conseguir uma boa vantagem para decidir a vaga na próxima etapa, no Ceará (dia 6 de maio), com tranquilidade, já que estará bem perto da estreia na Série B (dia 9 de maio).

Depois de ficar 14 dias apenas treinando, o Vasco entrará em campo com cinco desfalques: o zagueiro Fernando (lesão na coxa direita), o volante Nilton (rompimento parcial dos ligamentos do ombro direito), o meia Jeferson (entorse no tornozelo esquerdo) e o meia Carlos Alberto (estiramento na coxa direita), que só devem retornar ao time no Brasileiro, e o zagueiro Leonardo, que substituiria Fernando, mas sofreu uma pancada na bacia.

Assim, entram na equipe o zagueiro Vilson na defesa, o volante Mateus no lugar de Nilton, o meia Enrico no de Jeferson e o meia Alex Teixeira no de Carlos Alberto.

– Infelizmente, tudo o que imaginávamos ganhar durante o recesso de quase duas semanas não aconteceu, pois não tivemos todos os atletas à disposição. Isso quebra o ritmo da equipe, mas não podemos nos lamentar. É preciso passar confiança para quem entrar na equipe – lamentou o técnico vascaíno Dorival Júnior.

Rebaixado no Campeonato Cearense, o Icasa tenta surpreender na Copa do Brasil depois de eliminar a Portuguesa e o Confiança (SE). O presidente do clube, Zacarias Silva de Souza, quer terminar a partida no Rio de Janeiro com alguma vantagem para o jogo decisivo, no Ceará.

– Eu espero que a gente consiga pelo menos um empate. O objetivo é não perder para decidir em casa. Nosso time não é aquele que foi rebaixado no estadual, temos seis jogadores novos e muita esperança. O time não se abateu com a campanha no estadual – declarou o presidente.

Para a partida desta quinta-feira o Icasa terá o desfalque do volante Jonas. Por outro lado, Flávio Araújo terá duas novidades para este confronto. Os recém-contratados Alan, zagueiro, e Guto, volante. O Verdão do Cariri, como é conhecido o time cearense, realizou um treinamento em São Januário para conhecimento de campo nesta quarta-feira.

FICHA TÉCNICA:
VASCO X ICASA (CE)

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 30/4/2009 – 19h30
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Paulo Cesar Silva Faria (MT)

VASCO: Tiago, Paulo Sérgio, Vilson, Titi e Ramon; Amaral, Mateus, Enrico e Alex Teixeira; Rodrigo Pimpão e Elton. Técnico: Dorival Júnior.

ICASA (CE): Ari, Marcus Vinicius, Alan, Thiago e Joãozinho; Guto, Panda, João Neto e Esquerdinha; Moré e Marciano. Técnico: Flávio Araújo.


abril 30, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , | Deixe um comentário

Corinthians perde a primeira para o Furacão

Defesa falha, mas Cristian e Dentinho salvam Timão de uma goleada na Arena da Baixada

Jogo foi disputado firme na Arena

Jogo foi disputado firme na Arena (Crédito: Felipe Gabriel)

O Corinthians perdeu a invencibilidade no ano na Arena Baixada, mas gols no final salvaram as chances nas oitavas-de-final da Copa do Brasil. Com o placar de 3 a 2, o Atlético-PR viu confortável vantagem virar mínima nesta quarta-feira. A nota baixa foi Ronaldo. O atacante saiu no intervalo por conta de uma lesão na costela e chegou a preocupar para a final do Campeonato Paulista, no domingo, mas o médico do Corinthians, Paulo Faria tratou de tranquilizar a torcida:

– Houve uma contusão no tórax, ele sentiu dor, mas não houve fratura e ele deve jogar domingo. Foi um lance normal, sem maldade, foi uma contusão, que faz parte do jogo.

O Corinthians começou no jogo apático, pressionado pela empolgação da Arena da Baixada lotada. Tanto que após uma série de ataques, Rafael Moura arrancou e cruzou para Wallyson, que abriu o placar em Curitiba.

Após o gol, a partida ficou equilibrada e o Timão ficou perto do empate, com chutes de Ronaldo, Morais, Cristian e Elias, que assustaram o goleiro Galatto. O Furacão, com vantagem no placar, apostava nos contra-ataques.

E com essa tática, conseguiu uma vantagem ainda maior antes do intervalo. Wallyson retribuiu o presente de Rafael Moura e colocou cruzamento na cabeça do companheiro, que tirou do alcance de Felipe.

Logo no começo da segunda etapa, a ducha de água fria. A bola foi dividida na área e sobrou para Chico, que marcou o terceiro gol do Furacão. A situação piorou quando Chicão, pelo Corinthians, desperdiçou pênalti ao acertar as duas traves.

Sem Ronaldo, que saiu no segundo tempo por conta da contusão na disputa de bola com o lateral-esquerdo Márcio Azevedo, o Alvinegro ficou perdido e quase levou o quarto gol nos contra-ataques do rival.

No final do jogo, Mano foi para o tudo ou nada e colocou Souza. O jogo mudou. Em cobrança de falta de Cristian, que acertou o ângulo de Galatto, o Corinthians diminuiu, e, no último minuto, Dentinho marcou o segundo, que deixa o Timão dependendo de uma vitória simples no Pacaembu, na próxima quarta-feira, para avançar.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 3 X 2 CORINTHIANS

Estádio: Arena da Baixada, Curitiba (SP)
Data/hora: 29/04/2009, às 21h50
Árbitro: Nielson Nogueira Goes (PE)
Assistentes: Ubirajara Ferraz Jota (PE) e Luciano José Coelho da Cruz (PE)
Gols: Wallyson, 15’/1ºT (1-0), Rafael Moura, 45’/1ºT (2-0), Chico, 2’/2ºT (3-0), Cristian, 41’/2ºT (3-1), Dentinho, 48’/2ºT (3-2)
Cartões amarelos: Antônio Carlos (Atlético); Souza (Corinthians)

ATLÉTICO-PR: Galatto, Antônio Carlos, Chico e Rhodolfo; Raul, Jairo, Fransérgio (Gustavo, intervalo), Marcinho e Marcio Azevedo; Wallyson e Rafael Moura. Técnico Geninho.

CORINTHIANS: Felipe, Fabinho (Alessandro, 25’/2ºT), Diego, Chicão e André Santos, Cristian, Elias, Douglas e Morais (Souza, 31’/2ºT); Dentinho e Ronaldo (Otacílio Neto, intervalo). Técnico: Mano Menezes.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Atlético-PR, Corinthians | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Inter goleia Náutico e bota um pé na próxima fase

Colorado leva alta vantagem para o jogo da volta em Porto Alegre

Inter foi superior durante o jogo todo

Inter foi superior durante o jogo todo (Crédito: Otávio de Souza)

LANCEPRESS!

Embora não contundente, como as das últimas semanas, foi outra goleada do Internacional: jogando nos Aflitos como se estivesse em casa, aplicou 3 a 0 no Náutico e praticamente limpou o caminho para a próxima fase da Copa do Brasil. O jogo da volta será na próxima quarta-feira no Beira-Rio. O adversário da próxima fase será o vencedor de Fortaleza x Flamengo.

O primeiro tempo foi muito pegado, de poucas jogadas de área. Mas, no segundo, o Inter mostrou toda a sua superioridade técnica, tocando a bola, e com D’Alessandro dando o seu show, inclusive com uma jogada espetacular no finzinho, quando construiu o terceiro gol.

Foi um primeiro tempo de muita marcação, entradas duras e até violentas. De futebol, só as tentativas do Internacional de colocar a bola no chão e entrar na base de tabelas. Porque o Náutico, embora saísse rapidamente da defesa para o ataque, pecava por simplificação no penúltimo passe.

A marcação foi dura de parte a parte. Glaydson, o substituto do lesionado Sandro, colou em Carlinhos Bala e Álvaro fez marcação severa em Gilmar – os dois mais rápidos do Náutico tiveram vida difícil. Da mesma forma, Gladstone não deu folga a Taison e Nilmar penou no meio de Negretti e Asprilla.

Mas, a partir dos 20 minutos, o Inter passou a se movimentar mais no meio-campo e a encontrar espaços para suas evoluções. Tudo sob a batuta de D’Alessandro, se mexendo de um lado para o outro. Magrão e Guiñazú davam a sustentação por trás.

Aos 33, depois de tanto tentarem a tabela, Taison e Nilmar foram felizes. Nilmar recebeu na meia-lua, fez que ia devolver e tirou Asprilla só com a ginga. Depois, bateu no alto do gol, com toda a sua categoria. Inter 1 a 0. No minuto seguinte, quase o segundo gol, em investida de D’Alessandro que Eduardo espalmou.

Empurrado pela torcida, o Náutico conseguiu seu primeiro arremate de perigo aos 43, com Sidny chutando perto do ângulo direito. No minuto seguinte, uma bela troca de passes do Inter se completou com cruzamento de Magrão para Nilmar. Mas a bola quicou na hora do toque final e o camisa 9 bateu por cima.

— Se o gramado não fosse tão ruim, o Nil faria aquele gol – lamentou Magrão.

O Internacional conquistou sua tranqüilidade muito cedo. E por mérito, pois partiu para a pressão no campo do Náutico. Aos 6, Magrão encontrou Taison na grande área, pela meia esquerda. O artilheiro colorado driblou Asprilla para o meio e tocou rasteiro, no canto esquerdo. Lindo gol.

A partir daí, o Inter “furou a bola”, como gostava de dizer o técnico Abel Braga, no sentido de que nem atacou mais, nem deu espaço para o adversário. Só tocou a bola de um lado para o outro.

Levou dois leves sustos, aos 19 e aos 20, em chute de Tiaguinho, para fora, e cabeceio de Asprilla. O Náutico, que tinha voltado com Kuki no lugar de Adriano Magrão, colocou mais dois atacantes, Tiaguinho e Anderson Lessa. Mas havia pouca gente a armar, o que facilitava o trabalho de meio-campo do Inter.

O terceiro gol foi a cereja do bolo. D’Alessandro foi à linha de fundo pela direita, parou à frente de Vágner e lhe aplicou o drible que os argentinos chamam de “la boba”, uma espécie de elástico. E recuou para o risco da pequena área, de onde Marcelo Cordeiro concluiu para a rede.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 0 X 3 INTERNACIONAL

Local: Estádio dos Aflitos (Recife, PE)
Data-hora: 29/04/2009 – 21,50h (horário de Brasília)
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP)
Auxiliares: Márcio Luiz Augusto e Vicente Romano Neto (SP)
Renda e público: R$ 158.010,00 e 10.507 pagantes.
Cartão amarelo: Gladstone, Juliano, Carlinhos Bala, Tiaguinho, Negretti (N), Bolívar, D’Alessandro e Magrão (I)
Gols: Nilmar (I) 33 do primeiro tempo; Taison 6, Marcelo Cordeiro 38 do segundo.

NAUTICO: Eduardo; Gladstone, Negretti e Asprilla; Sidny, Vágner, Juliano (Tiaguinho 9/2T), Carlinhos Bala e Wellington (Anderson Lessa 16/2T); Gilmar e Adriano Magrão (Kuki, intervalo). Técnico: Waldemar Lemos

INTERNACIONAL: Lauro; Bolívar, Indio, Álvaro e Kleber; Glaydson, Magrão, Guiñazú e D’Alessandro (Andrezinho 42/2T) ); Nilmar (Alecsandro 34/2T) e Taison (Marcelo Cordeiro 32/2T). Técnico: Tite.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Internacional, Náutico | , , , , , , | Deixe um comentário

Fla esbarra na Fortaleza e fica no 0 a 0

Rubro-Negro não consegue furar retranca dos cearenses e somente empata

Obina perdeu muitos gols no jogo

Obina perdeu muitos gols no jogo (Crédito: Felipe Vieira / Folha Imagem)

LANCEPRESS!

O Fortaleza fez jus ao seu nome e como tal, impediu o Flamengo de sair com a vitória nesta quarta-feira, no Estádio Raulino de Oliveira. Encontrando uma forte retranca da equipe cearense, o Rubro-Negro não saiu de um 0 a 0 no primeiro jogo das oitavas-de-final da Copa do Brasil.

PRIMEIRO TEMPO

Com uma proposta defensiva, o Fortaleza começou o jogo dificultando as coisas para o Flamengo. O Rubro-Negro não conseguia penetrar na defesa cearense e as jogadas não aconteciam. Os atacantes Obina e Emerson não apareciam para o jogo e o time não chegava ao gol adversário. O Tricolor, entretanto, nada produzia. Certas vezes, se via os 11 jogadores da equipe atrás da linha de meio-de-campo.

Ao time da Gávea restou ter tranquilidade. Aos poucos, as oportunidades começaram a surgir. Leonardo Moura e Obina tiveram boas chances, já Ibson acertou belo chute na trave. Porém, toda a pressão, principalmente nos cinco minutos finais, não foi suficiente para alterar o placar de 0 a 0 no primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

O Flamengo voltou para a segunda etapa como uma verdadeira avalanche. Diversas foram as oportunidades criadas, mas o Rubro-Negro tinha extrema dificuldade em concluí-las em gol. Obina, por sinal, parece estar realmente atravessando uma maré de azar. Ele bem que tentou, chutou, se esforçou, mas a bola cismou em não entrar.

Após tantas chances, Cuca resolveu sacá-lo para a entrada de Josiel. Com ele também entrou Zé Roberto no lugar de Erick Flores e, posteriormente, Everton no de Ibson. Entretanto, tais substituições não surtiram efeito e o Flamengo continuou tentando, tentando, até o árbitro dar o apito final e decretar o ruim 0 a 0 para as pretensões rubro-negras.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 0 X 0 FORTALEZA

Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data/Hora: 29/4/2009 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Roberto Baatz (Fifa-PR) e João Antônio Sousa Paulo neto (DF)
Renda/público: R$ 53.630,00 / 4.060 pagantes
Cartões amarelos: Danilo, Silvio, Eusébio, Júlio (FOR)
Cartões vermelhos:

FLAMENGO: Bruno, Leonardo Moura, Airton, Welinton e Juan; Willians, Kleberson, Ibson (Everton, 32’/2ºT) e Erick Flores (Zé Roberto, 17’/2ºT); Emerson e Obina (Josiel, 17’/2ºT). Técnico: Cuca.

FORTALEZA: Douglas, Danilo, Silvio e Edson; Coutinho, Júlio, Sidnei (Marcelo Nicácio, 20’/2ºT), Eusébio, Guto; Bambam (Wanderley, intervalo) e Luiz Carlos (Bismarck, 30’/2ºT). Técnico: Mirandinha.


abril 30, 2009 Posted by | Flamengo, Fortaleza | , , , , , | Deixe um comentário

Em começo fulminante, Vitória vence o Galo

Com três gols pelo alto, clube baiano conquista boa vantagem

Ramon e Jackson comemoram um dos três gols do Vitória

Ramon e Jackson comemoram um dos três gols do Vitória (Crédito: Romildo de Jesus)

LANCEPRESS!

Vitória vence o Atlético-MG por 3 a 0 com dois gols nos primeiros 16 minutos e leva boa vantagem para a segunda partida em Belo Horizonte. Atlético-MG mantem a ineficiência nas bolas aéreas; time sofreu dois gols na goleada por 5 a 0 para o arquirrival na final do Campeonato Mineiro e três contra o Vitória.

Com um início intenso, o Vitória abriu o placar logo aos quatro minutos de partida. Escanteio cobrado pela esquerda, Wallace escorou para o também zagueiro Victor Ramos, que marcou de cabeça. Doze minutos depois, novo gol de cabeça da equipe baiana. Cobrança de escanteio agora pela direita, Renan e Neto Baiano desviam no primeiro pau e o Vitória ampliou o marcador. Assim como na goleada sofrida no clássico de domingo contra o Cruzeiro, o Galo sofreu pelo alto e levou dois gols de cabeça.

O restante da etapa inicial serviu para o Vitória construir pelo menos mais duas chances de gol. Aos 18 minutos, Ramon Menezes passou fácil pela marcação de Marcos, invadiu a área e chutou. Leandro Almeida deu carrinho e desviou a trajetória da bola. Seis minutos depois, novamente jogada do camisa 10 do Vitória. Ramon Menezes saiu da marcação de Carlos Alberto e finalizou da entrada da área. A bola passou perto do gol de Juninho, assustando o goleiro atleticano.

A única chance atleticana foi com Alessandro, que entrou no lugar do machucado artilheiro Diego Tardelli. Aos 29, Alessandro bateu de primeira cruzamento de Éder Luís e errou o alvo.

O Vitória cadenciou a partida no segundo tempo e não deu espaço para o Atlético-MG diminuir o placar. O Galo se afobou e arriscou chutes de longa distância com Lopes e Carlos Alberto. Porém, a bola ia sem direção. Com os espaços dados pela equipe atleticana, o Vitória chegou ao terceiro gol novamente pelo alto. Aos 34, Apodi cruzou pela direita de pé esquerdo, Neto Baiano ganhou da marcação pelo alto e marcou o seu segundo gol na partida. Mesmo com o placar a favor, o Vitória não diminuiu o ritmo e pressionou o Galo até os últimos minutos.

FICHA TÉCNICA:

VITÓRIA 3 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data/Hora: 29/04/2009, às 21h50
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Auxiliares: Gilson Bento Coutinho (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Renda/público: não divulgados
Cartões amarelos: Márcio Araújo, Júnior, Carlos Alberto, Renan (ATL); Neto Baiano, Vanderson (VIT)
Cartões Vermelhos:
GOLS: Victor Ramos, 04’/1ºT (1-0); Neto Baiano, 16’/1ºT (2-0); Neto Baiano, 34’/2ºT, (3 -0)

VITÓRIA: Viáfara, Apodi (Robinho, 40’/2ºT), Victor Ramos, Wallace e Luciano Almeida (Uelliton, 40’/2ºT); Carlos Alberto, Vanderson, Bida e Jackson; R. Menezes (Adriano, 39’/2ºT), Neto Baiano. Técnico: PC Carpegiani.

ATLÉTICO-MG: Juninho, Élder Granja, Leandro Almeida, Marcos e Júnior; Renan, M. Araújo, Carlos Alberto e Lopes (Yuri, 26’/2ºT); Éder Luis e Diego Tardelli (Alessandro, 14’/1ºT – Kléber, 26/2ºT). Técnico: Emerson Leão.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Atlético-MG, Vitória | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Na raça e no fim, Verdão vence e se classifica

Com gol aos 41 minutos do segundo tempo e com um a menos, Palmeiras avança na Libertadores

Cleiton Xavier faz o gol da vitória épica do Palmeiras no Chile (Foto: EFE)

Cleiton Xavier faz o gol da vitória épica do Palmeiras no Chile (Foto: EFE)

O Palmeiras precisava somente da vitória. Um golzinho daria a classificação ao Alviverde já que o adversário parecia que não queria atacar. No entanto, apesar da luta, a equipe de Vanderlei Luxemburgo parecia que não conseguiria. Afinal, com um a menos, a missão era cada vez mais impossível. Mas, aos 41 minutos do segundo tempo, quando parecia se dar por vencido, o Verdão se superou. Com um golaço de Cleiton Xavier, o Alviverde fez 1 a 0 no Colo Colo (CHI), em Santiago, e se classificou para a próxima fase da Libertadores.

O Palmeiras terminou em segundo lugar, com dez pontos. O Sport, que venceu a LDU, no Equador, ficou com o primeiro lugar do grupo, com 13 pontos.

Prevendo uma pressão do adversário, Luxemburgo optou por modificar sua equipe. O treinador deixou Willians no banco e escalou o menino Souza, na cabeça de área. Assim, Diego Souza ficou com mais liberdade para armar e encostar em Keirrison. Wendel também começou jogando, no lugar de Fabinho Capixaba.


E foi Diego que chamou a responsabilidade de criar as chances do Verdão. Inspirado, o meia puxou contra-ataques, ganhou divididas e serviu seus companheiros. Na frente, porém, o Verdão desperdiçava uma chance atrás da outra. Cleiton Xavier perdeu gol feito, e Keirrison mandou duas bolas na trave. O Colo Colo tinha dificuldades para criar e Marcos não teve trabalho na primeira etapa.

Ampliar Foto Agência/AP Agência/AP

Cleiton Xavier comemora o gol da classificação para as oitavas-de-final


No segundo tempo, como prometido, Luxa voltou com Willians no lugar de Wendel. Mas a mudança não surtiu efeito. O Alviverde não conseguiu explorar os contra-ataques e, para piorar, perdeu Pierre e Marcão. O primeiro, por contusão, teve de ser substituído. O segundo, foi expulso após receber o segundo cartão amarelo.

Com um a menos, o Verdão perdeu força. Resumia-se a levantar bolas na área em cobranças de falta com Cleiton Xavier, sempre sem sucesso. O Colo Colo, inteligentemente, passou a administrar a partida. Tudo parecia decidido, até que Cleiton Xavier ressuscitou o Verdão na partida e no campeonato. Ele pegou a bola na entrada da área, gingou na frente do zagueiro e mandou um balaço de fora da área. Mais forte que o chute de Cleiton somente o grito do torcedor palmeirense, que só esperou o fim da partida para comemorar uma classificação épica. No fim, mas bem no fim, deu Palestra.

FICHA TÉCNICA:

COLO COLO (CHI) 0 X 1 PALMEIRAS

Local: Estádio Monumental, em Santiago (CHI)
Data/hora: 29/04/2009 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Torres (PAR)
Auxiliares: Nicolás Yegros (PAR) e Milcíades Saldivar (PAR)
Renda e público: não disponíveis
Cartão amarelo: Caroca, Figueroa, Rodrigo Millar (COL); Maurício Ramos, Marcão (PAL)
Cartão vermelho: Marcão (18’/2ºT)
Gols: Cleiton Xavier, 41’/2ºT;

COLO COLO: Cristian Muñoz; Figueroa, Luis Mena, Miguel Riffo, Salcedo; Sanhueza, Meléndez (Jará, 18’/2ºT), Rodrigo Millar e Macnelly Torres (Caroca, 16’/1ºT); Lucas Barrios e Carranza. Técnico: Gualberto Jara

PALMEIRAS: Marcos; Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Wendel (Willians, Intervalo), Pierre (Evandro, 15’/2ºT), Souza, Cleiton Xavier e Armero; Diego Souza e Keirrison. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

abril 30, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Manchester joga melhor e larga na frente do Arsenal no duelo semifinal da Liga

Atuando em casa, Diabos Vermelhos vencem por 1 a 0, gol de O’Shea, e vão jogar por um empate, semana que vem, em Londres, para irem à final

Ampliar Foto Agência/Reuters Agência/Reuters

O’Shea (centro) é abraçado após marcar

O Manchester United se impôs ao Arsenal nesta quarta-feira, em Old Trafford, e garantiu importante vantagem no duelo semifinal da Liga dos Campeões . O’Shea fez o gol do triunfo por 1 a 0 dos Diabos, que jogaram melhor a maior parte do tempo.

Com o resultado, o Manchester pode empatar a partida de volta, na próxima terça, em Londres, para ir à final da Liga pelo segundo ano consecutivo (é o atual campeão). A outra semifinal está sendo disputada entre Barcelona e Chelsea (empate por 0 a 0 no primeiro jogo, no Camp Nou).

Domínio dos Diabos no primeiro tempo

O Manchester United começou pressionando o Arsenal em seu campo de defesa. Tevez jogou como titular ao lado de Cristiano Ronaldo e Rooney no setor ofensivo dos Diabos e deu muito trabalho à defesa dos Gunners. Anderson, único brasileiro titular na partida (Denílson, do Arsenal, e Rafael, do Manchester, ficaram no banco), esteve muito ativo e municiou o ataque dos Red Devils sempre que pôde.

O goleiro Almunia fez grandes defesas e evitou que o Arsenal fosse para o intervalo levando de goleada. O espanhol fez milagre em chute de Tevez, aos 16 minutos, e ainda salvou na sequência do lance novamente. Pouco depois, entretanto, Almunia não evitou o pior. Após blitz na área, Carrick recolheu do lado esquerdo e cruzou rasteiro. Silvestre tentou cortar e acabou por matar completamente a defesa do Arsenal. O’Shea fuzilou e correu para o abraço.

Ampliar Foto Agência/Getty Images Agência/Getty Images

Muito marcado, Fábregas pouco produz

Sem Arshavin, que não está inscrito na Liga dos Campeões, o Arsenal teve muitas dificuldades para armar o jogo. Fábregas esteve pouco inspirado. Walcott ainda tentou alguma coisa no primeiro tempo, mas Adebayor ficou muito isolado e pouco pegou na bola.

Enquanto isso, o Manchester seguiu atacando. Aos 29, Almunia fez mais um milagre em cabeçada de Cristiano Ronaldo, cara a cara. O espanhol ainda brilhou ao pegar também o rebote, que foi concluído por O’Shea.

No segundo tempo, apesar de não ter feito nenhuma substituição, o Arsenal voltou mais bem postado em campo e, se não conseguiu ameaçar o gol de Van der Sar logo de cara, ao menos teve mais posse de bola e deixou de ser constantemente ameaçado pelo Manchester.

Giggs completa 800 jogos pelo Manchester


Aos 18 minutos, Adebayor enfim teve uma boa chance pelo Arsenal. O togolês recebeu, matou no peito e concluiu com perigo, assustando o goleiro Van der Sar. O técnico Alex Ferguson respondeu aos 22, ao fazer duas alterações ao mesmo tempo: lançou Berbatov na vaga de Tevez e Anderson deu lugar a Giggs, que completou 800 jogos pelo Manchester.

As duas substituições fizeram os Diabos retomarem o comando da partida de imediato. Logo aos 24, Cristiano Ronaldo recebeu livre na intermediária e soltou uma bomba que explodiu no travessão. O lance fez o Old Trafford se inflamar novamente e, daí em diante, o Manchester esteve muito mais perto do segundo gol do que o Arsenal de chegar ao empate.

Silvestre salvou o Arsenal numa bola que já havia passado por Almunia e que chegaria a Berbatov embaixo dos paus. Aos 33, Giggs recebeu livre, driblou o goleiro e tocou para a rede, mas a arbitragem acertou ao marcar o impedimento (de centímetros) no lance.

O Arsenal tentou o último gás ao lançar o brasileiro naturalizado croata Eduardo da Silva na vaga de Adebayor, mas o placar não foi mais alterado até o apito final.

Ficha técnica:

MANCHESTER UNITED 1 x 0 ARSENAL
Van der Sar, O’Shea, Ferdinand (Evans), Vidic e Evra; Fletcher, Carrick e Anderson (Giggs); Cristiano Ronaldo, Tevez (Berbatov) e Rooney. Almunia, Sagna, Touré, Silvestre e Gibbs; Song, Diaby e Fábregas; Walcott (Bendtner), Nasri e Adebayor (Eduardo da Silva).
Técnico: Alex Ferguson. Técnico: Arsene Wenger.
Gol: O’Shea, aos 17 minutos do primeiro tempo.
Cartão amarelo: Tevez (MAN). Cartão vermelho:
Estádio: Old Trafford, Manchester (ING). Data: 29/04/2009. Árbitro: Claus Bo Larsen (DIN). Auxiliares: Henrik Sonderby (DIN) e Anders Norrestrand (DIN).

abril 29, 2009 Posted by | Futebol Europeu | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ingressos para a final do Paulistão se esgotam em menos de duas horas

No Pacaembu, torcedores protestam contra a federação, atiram pedras na polícia, mas situação é normalizada

Abertas às 9h desta quarta-feira, as bilheterias do Pacaembu foram fechadas às 10h30m, com o encerramento da venda de bilhetes para a para a segunda partida da final do Campeonato Paulista entre Corinthians e Santos. Com longas filas, formadas desde antes da vitória corintiana por 3 a 1 na Vila Belmiro, os 1.500 ingressos disponibilizados nos guichês do estádio se esgotaram rapidamente.

No total, 34.500 entradas foram vendidas, sendo 17 mil antecipadamente, pela internet. Os ingressos para a arquibancada amarela só foram disponibilizados nas quadras das torcidas organizadas, para venda aos torcedores cadastrados na Federação Paulista de Futebol. Para evitar a ação de cambistas, só foi permitida a venda de três bilhetes por torcedor. Os santistas terão apenas 2 mil lugares.


Em frente ao estádio, muitos dos que não conseguiram garantir presença na partida do próximo domingo protestaram, cantando músicas contra a Federação Paulista, e cerca de dez torcedores atiraram pedras contra jornalistas e policiais. Apesar da frustração generalizada, a situação foi normalizada em seguida.

Paula Pereira Ab/GLOBOESPORTE.COM

Com procura grande e filas enormes, os ingressos para a decisão paulista acabaram em menos de 2h

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 29, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Mancini garante que não tem nada a ver com a ‘lei da mordaça’ santista

Treinador afirma que a ordem partiu da diretoria e que não cabe a ele julgar, apenas obedecer

Ampliar Foto Agência/Estado Agência/Estado

Vagner Mancini se irritou com a insistência no assunto ‘lei da mordaça antes da final’

O técnico Vagner Mancini, do Santos, garantiu no fim da tarde desta quarta-feira que não é responsável por proibir entrevistas de jogadores antes da final do Paulistão, domingo, contra o Corinthians, no Pacaembu. O treinador garante que foi uma decisão da diretoria e que ele apenas acatou o que foi determinado. Até domingo, nenhum atleta santista poderá falar com a imprensa.

– Sempre que há uma determinação da direção, temos de respeitar. Veio uma ordem de cima, sou funcionário e tenho de aceitar. Se é algo bom ou ruim, não cabe a mim discutir. É uma ordem – afirma o técnico.

Mancini demonstrou até impaciência com a insistência dos jornalistas em fazer perguntas sobre o assunto.

– Quero falar sobre o Corinthians, a final, a preparação da minha equipe. Se (esse assunto) continuar, eu levanto e saio da sala. Não gostaria de fazer isso – afirmou.

O diretor de futebol do clube, Adílson Durante Filho, explica que a medida foi tomada para preservar os jogadores.

– Às vezes, a imprensa faz de um A o abecedário completo. Então, achamos que o momento é de preservar os atletas para que o foco fique somente no Corinthians e no Campeonato Paulista.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 29, 2009 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Palermo faz nova proposta por Nilmar

Clube teria aceitado, e atacante pode deixar o Beira-Rio no meio do ano

Ampliar Foto Jefferson Bernardes/VIPCOMM Jefferson Bernardes/VIPCOMM

Nilmar (esq.) mais perto do futebol italiano

O atacante Nilmar pode estar perto de fazer seus últimos jogos com a camisa do Internacional. Segundo a Rádio Gaúcha, o Palermo, da Itália, tentará novamente a contratação do jogador na próxima janela de transferências europeia, no meio do ano. A nova proposta seria de US$ 20 milhões (cerca de R$ 44 milhões). A diretoria colorada teria aceitado, e a negociação pode ser fechada até o meio do ano.

A preferência do Palermo era por Ronaldo. Mas diante da recusa do Corinthians, os dirigentes italianos se voltaram para Nilmar, que tentam contratar há tempos. Em agosto de 2008, o Palermo ofereceu 14 milhões de euros (R$ 40,5 milhões) pelo jogador, mas o Inter não aceitou negociar. O cenário econômico pós-crise tornou impossível uma proposta maior na janela seguinte, em janeiro. Mas desta vez, os europeus parecem estar dispostos a fazer a negociação.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 29, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , | Deixe um comentário

Uma vitória garante o Verdão no Chile

Em Santiago, equipe tem a chance de dar o troco no Colo Colo para avançar na Libertadores

LANCEPRESS!

Chegou a hora da decisão. Mesmo com um começo muito ruim na Libertadores, com duas derrotas nas duas primeiras partidas, o Palmeiras chega ao final da primeira fase com chances de classificação. A equipe de Vanderlei Luxemburgo enfrenta o Colo Colo (CHI), nesta quarta-feira, em Santiago, no Chile, e uma vitória dá a vaga ao Verdão.

O Palmeiras tem a chance de dar o troco nos chilenos. No primeiro turno, o Alviverde foi derrotado dentro de sua própria casa. O 3 a 1 saiu amargo para os palmeirenses, que já haviam perdido para a LDU, do Equador, na estreia na competição.

A derrota significou mudança de planos para o Verdão que, a partir de então, passou a encarar cada partida da competição como uma final de campeonato. O Palmeiras tem sete pontos, contra a mesma pontução do Colo Colo. A equipe chilena, no entanto, leva vantagem no saldo de gol e, por isso, joga por um empate para se classificar. No mesmo grupo, o Sport é o líder com dez pontos, já classificado. Os pernambucanos enfrentam a LDU para tentar confirmar a primeira posição.

Em busca da revanche, Luxa terá o retorno do atacante Willians. O jogador se recuperou de uma contusão no púbis, que o tirou das semifinais do Paulistão e das duas últimas partidas pela Libertadores. Por outro lado, os volantes Sandro Silva e Edmílson estão fora da competição, mesmo que o Alviverde se classifique. Ambos estão machucados e ficarão pelo menos três meses fora. Assim, Luxa volta a armar a equipe no 3-5-2.

No Chile, o Verdão terá a pressão da torcida também como adversário. O Estádio Monumental reúne uma estrutura que aproxima o torcedor do gramado, este, por sua vez, em perfeitas condições.

O Colo Colo não encara a partida de outra maneira que não seja uma final. Assim como a equipe brasileira, o clube chileno aposta todas suas fichas na competição sul-americana, maior objetivo da temporada. O clube já foi campeão da Libertadores em 1991.

Lucas Barrios e Macnelly Torres são as principais armas do técnico Gualberto Jará. Os dois jogadores comandaram a equipe na vitória no Palestra Itália, marcando um gol cada um. A ordem é repetir o desempenho e garantir a vaga dentro de casa.

Tudo ou nada para o Verdão no Chile.

FICHA TÉCNICA

COLO COLO (CHI) X PALMEIRAS

Estádio: Monumental, em Santiago (CHI)

Data/hora: 29/04/2009, às 21h50
Árbitro: Carlos Torres (PAR)
Assistentes: Nicolás Yegros (PAR) e Milcíades Saldívar (PAR)

COLO COLO: Cristian Muñoz; Figueroa, Luis Mena, Miguel Riffo e Cereceda; Arturo Sanhueza, Salcedo, Rodrigo Millar, Macnelly Torres; César Carranza e Lucas Barrios. Técnico: Gualberto Jara

PALMEIRAS: Marcos; Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Fabinho Capixaba, Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Armero; Willians e Keirrison. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

abril 29, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Timão esquece final e enfrenta o Atlético

Mano escala Ronaldo e só Jorge Henrique não viaja

LANCEPRESS!

Com confortável vantagem na final do Campeonato Paulista, o Corinthians volta suas atenções para a Copa do Brasil, já que nesta quarta-feira, enfrentará o Atlético-PR pelas oitavas-de-final do torneio. O rival, nas finais do Campeonato Paranaense, vem de goleada por 4 a 2 sofrida diante do Coritiba, em plena Arena da Baixada.

Apesar de decidir o título estadual no domingo, o Alvinegro vai com força máxima para o sul. Até Ronaldo, que costuma ser poupado de jogos do meio de semana, viajou com a delegação e deve ir a campo.

A única baixa será o atacante Jorge Henrique, que saiu de campo contundido no último domingo, contra o Santos, no intervalo do jogo. O jogador não será baixa para o fim de semana, mas foi poupado pelo técnico Mano Menezes. Assim, Dentinho deve entrar na equipe.

Do lado do Furacão, o técnico Geninho sabe que sua equipe vem sendo contestada, mas acredita que uma vitória sobre o invicto Corinthians possa mostrar a real força da equipe.

– Vamos enfrentar o time da moda, que está invicto nesta temporada e que é apontado por muitos, no momento, como o melhor do Brasil. Acredito que um bom resultado neste duelo poderá mostrar exatamente do que esse grupo é capaz – disse o técnico.

Para surpreender o Timão, o time da casa confia no oportunismo de Rafael, atacante que já defendeu o Corinthians. Artilheiro do time no ano com 15 gols, Moura quer esquecer o passado em São Paulo e aproveitar a boa fase.

– Infelizmente acabei não ficando muito tempo no Corinthians, mas tenho ótimas lembranças da minha passagem por lá. No entanto, agora o meu pensamento é o Atlético Paranaense. Fui recebido muito bem, minha família está adaptada e vivo uma ótima fase – comentou o goleador.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR X CORINTHIANS

Estádio: Arena da Baixada, Curitiba (SP)
Data/hora: 29/04/2009, às 21h50
Árbitro: Nielson Nogueira Goes (PE)
Assistentes: Ubirajara Ferraz Jota (PE) e Luciano José Coelho da Cruz (PE)

ATLÉTICO-PR: Galatto, Antônio Carlos, Gustavo e Rhodolfo; Raul, Jairo, Chico, Marcinho e Marcio Azevedo; Wallyson e Rafael Moura. Técnico Geninho.

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, William, Chicão e André Santos, Cristian, Elias, Douglas e Morais; Dentinho e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 29, 2009 Posted by | Atlético-PR, Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fla volta as atenções para a Copa do Brasil

Rubro-Negro recebe o Fortaleza em Volta Redonda pelas oitavas

Flamengo recebe Fortaleza pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil

Flamengo recebe Fortaleza pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil (Crédito: Montagem: Lancenet!)

LANCEPRESS!

A preocupação com a final do Carioca, contra o Botafogo, para por alguns dias e o Flamengo volta as suas atenções para a Copa do Brasil. O Rubro-Negro recebe nesta quarta-feira, às 21h50 em Volta Redonda, o Fortaleza pelo primeiro jogo das oitavas-de-final. O clube cearense também está de olho na decisão regional e não vai com a força máxima.

A possibilidade de fazer o primeiro jogo em casa animou Cuca. Assim, ele não precisa se preocupar com uma viagem para Fortaleza na semana da final do Estadual e vai com força quase máxima a Volta Redonda (o Flamengo não pode jogar no Maracanã porque perdeu o mando de campo por um jogo).

Apenas os zagueiros Fábio Luciano e Ronaldo Angelim serão poupados. Em seus lugares jogam Welinton e Thiago Sales, que não tem atuado muito e pode sentir a falta de ritmo de jogo. O restante deve ter a base titular, mas a escalação completa ainda não foi definida – Obina e Josiel disputam uma vaga no ataque.

– Poupamos Fábio e Angelim por conta da necessidade estou pensando em poupar o Zé Roberto, mas nós vamos com força máxima. – afirmou o técnico Cuca, que não poderá comandar a equipe à beira do campo pois está suspenso por 90 dias pelo TJD-RJ.

Também de olho no título estadual, o do Cearense, o Fortaleza vai poupar alguns jogadores para o confronto contra o Flamengo. O técnico Mirandinha armou uma equipe focada na defesa. O treinador quer segurar o Flamengo e levar a vantagem para o jogo no Ceará.

– O objetivo é não tomar gols, mas também vamos tentar ganhar o jogo. Se não for possível, precisamos pelo menos de um empate para levarmos a vantagem para nossa casa. – disse Mirandinha.

O técnico confirmou que o artilheiro do time, Marcelo Nicácio e o volante Álvaro devem ficar no banco de reservas, como opção para o segundo tempo. No lugar deles, ganham nova oportunidade Júlio e Marcos Bambam, respectivamente. Ele ainda os desfalques de Gilmak, suspenso pelo terceiro amarelo, e Cleisson, que não está regularizado para a Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO X FORTALEZA

Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data/Hora: 29/4/2009 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Roberto Baatz (Fifa-PR) e João Antônio Sousa Paulo neto (DF)

FLAMENGO: Bruno, Leonardo Moura, Airton, Welinton e Juan; Willians, Kleberson, Ibson e Erick Flores (Zé Roberto); Emerson e Josiel (Obina). Técnico: Cuca.

FORTALEZA: Douglas; Danilo, Silvio e Edson; Bismarck, Júlio, Coutinho, Eusébio (Sidnei) e Guto; Bambam (Luiz Carlos) e Wanderley. Técnico: Mirandinha.


abril 29, 2009 Posted by | Flamengo, Fortaleza | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário