Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Túlio convoca a torcida para ver Ronaldo

O ex-atacante do Timão também deve iniciar o jogo no banco

Túlio ansioso para pegar o Corinthians na estreia do Fenômeno (Foto: LANCEPRESS)Túlio ansioso para pegar o Corinthians na estreia do Fenômeno (Foto: LANCEPRESS)

Os olhos do mundo se voltarão, nesta quarta-feira a noite, para Itumbiara, no interior de Goiás. E os olhares mais atentos não verão apenas um Fenômeno em ação. Além de Ronaldo, há outro, no adversário. Duvidam?

– Por ter quase 40 anos, 869 gols, ter sido artilheiro do Brasil seis vezes, artilheiro da Série B no ano passado, jogar um futebol competitivo, digo que o Fenômeno sou eu. Guardadas as devidas proporções, acho que somos dois fenômenos.

Túlio Maravilha será mais uma atração da partida. A facilidade para fazer gols é a mesma em dar declarações irreverentes. Como um autêntico político – o atacante é vereador em Goiânia, garante que os torcedores não se arrependerão de ir ao Juscelino Kubitschek.

– Para a cidade, será uma data histórica. Vai ficar por muito tempo nas manchetes dos jornais. E com meus 869 gols, mais uns 400, 500 dele (Ronaldo tem 524 na carreira), acho que passamos o Pelé. Serão mais de 1.300 gols em campo.

Assim como o “Fenômeno oficial”, Túlio pode começar no banco de reservas. Mesmo sem a titularidade constante e com menos treinos do que os companheiros – dá expediente nas manhãs de terça, quarta e quinta-feira na Câmara dos Vereadores de Goiânia, é vice-artilheiro do Estadual: cinco gols.

– Rapaz, essa é uma dúvida do treinador, viu. Quem sabe não entramos juntos, no segundo tempo?

Não seria a única coincidência entre Túlio e Ronaldo. Há 14 anos, eles estavam no ataque da Seleção Brasileira. Como dupla titular, no amistoso contra Israel. Só o Maravilha marcou na vitória por 2 a 1.

Desde aquela época, o veterano nutre profunda admiração pelo adversário desta noite. Para Túlio, o camisa 9 do Corinthians ainda é o maior atacante do mundo. E poderia ser ainda melhor, se não fosse…

– Sempre falei que se ele segurasse um pouquinho o extracampo, se concentrasse só no futebol, chegaria perto do que já foi. Mas, infelizmente, a tentação fala mais alto e ele se perde – lamenta Túlio.

Numa época de frases feitas, o Maravilha pode não se destacar mais pelo futebol da década passada, mas é um fenômeno de autenticidade. Um duelo entre ele e Ronaldo será, no mínimo, imperdível.

março 4, 2009 - Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s