Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Muricy: ‘Jean hoje é o melhor do time’

Treinador ressalta cabeça boa do volante e lembra que ele foi encostado

Jean é hoje o melhor jogador do São Paulo . A afirmação é do técnico Muricy Ramalho, que escalou o volante em todas as partidas da temporada. O camisa 15 foi um dos destaques do time na vitória por 3 a 0 sobre o Oeste, na última quinta-feira, no Morumbi, pelo Paulistão . O treinador até brincou dizendo que seria bom o atleta tomar o terceiro amarelo na partida, para poder descansar em pelo menos uma rodada.

– Jean hoje é o melhor do time, o mais regular. Posso falar isso publicamente porque ele é cabeça boa e entende o que falo. Tem que continuar assim, está em fase excepcional e com humildade. Ele joga todas porque nunca apresenta problemas. Não podemos tirar esse ritmo dele. Se tomasse cartão seria até bom, porque ia descansar na marra – ressaltou o comandante, sorrindo.

Muricy se orgulha de ter percebido o talento do volante, que já tinha jogado no profissional em 2005, mas acabou emprestado a outros clubes e só foi ter a grande oportunidade no ano passado, quando foi escalado por Muricy no Brasileirão. Jean estava no grupo de jogadores que tinham idade acima dos juniores, mas treinavam em Cotia na expectativa de serem emprestados a outros clubes.

– É obrigação do técnico conhecer o clube em que trabalha. A ligação entre a Barra Funda (CT profissional) e Cotia (CT da base) estava distante. Por isso comecei a trazer os meninos para treinos com o time principal . O Jean era um dos casos de jogadores que voltavam de empréstimo com a idade estourada e eram encostados em Cotia. Ele veio treinar no CT e imaginei como ele não tinha sido aproveitado. Conversamos, ele disse que estava casado, sossegado, e mandei treinar com o profissional – contou o comandante.

fevereiro 27, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Tiago vibra com novo momento no Vasco

Goleiro supera ano ruim e volta a ter confiança da torcida e dos jogadores

Tiago vem se destacando pelo Vasco nesta temporadaTiago vem se destacando pelo Vasco nesta temporada (Crédito: Paulo Sérgio)

– A tempestade não poderia durar para sempre!

A afirmação em tom de alívio vem acompanhada de um largo sorriso do goleiro Tiago. Muito contestado em 2008, o titular do gol vascaíno conseguiu dar a volta por cima neste início de temporada e procura, a cada dia, agarrar a chance de se firmar como titular. Por enquanto, o céu é de brigadeiro.

Mas Tiago conheceu muito bem o outro lado da história. Chegou ao clube há pouco mais de um ano, com status de titular. Chegou a ser contestado, mas se manteve até o Brasileiro. Na competição, absorveu sozinho por várias vezes uma carga que, acredita, não era só dele.

Acabou fora até mesmo do banco de reservas. E tudo ficou difícil.

– Chegou um momento em que as coisas não andavam. Eu ia para jogo sabendo que tinha de fazer o meu, o de outro e o de outro para tomar pouco (gols). Sofrer dois gols, três gols, todo jogo.. Isso chateia. Chega uma hora que cansa – desabafou.

Mas se em 2008 Tiago se acostumou a buscar bolas no fundo da rede, a boa fase fez com que elas ficassem longe. A zaga do Vasco foi a menos vazada da Taça Guanabara, com quatro gols sofridos. A marca é motivo de orgulho para Tiago, amadurecido com o sofrimento da temporada passada.

No início do ano, poucos acreditavam que Tiago seria hoje o primeiro nome a surgir na escalação do time vascaíno. Rafael era o camisa 1 e Fernando Prass foi contratado. De última opção, Tiago teve volta relâmpago ao gol vascaíno e foi ajudado pelo destino. Agora, não quer mais largar a vaga. E esbanja confiança.

– Não esperava que fosse tão rápido. Mas vai continuar assim. Todo mundo vai saber que o goleiro titular doVasco é o Tiago – completou, com um sorriso, o goleiro cruzmaltino.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

ngressos do Sansão estão à venda na Vila

Torcida do Tricolor tem direito a 2 mil lugares no clássico

A Vila deve ficar cheia para o clássico da rodada.A Vila deve ficar cheia para o clássico da rodada.

LANCEPRESS!

VILA BELMIRO

NOME OFICIAL: Estádio Urbano Caldeira
CAPACIDADE: 20.000 pessoas
ENDEREÇO: Rua Princesa Isabel, Vila Belmiro
CONTATO: www.santos.globo.com

Obs: Serão 12 mil ingressos à venda, sendo 2 mil destinados ao São Paulo. A carga total é 20 mil, mas somente 10 mil são colocados à venda para a torcida santista, pois o restante da carga é para os sócios.
As vendas acontecem até o intervalo da partida, se os ingressos não forem esgotados.

VALOR DOS INGRESSOS:
Arquibancada – R$ 40,00
Cadeira lateral – R$ 80,00
Cadeira de fundo – R$ 70,00
Setor VISA – R$ 70,00
Torcida visitante – R$ 40,00

PONTOS DE VENDA:
Guichês da Vila Belmiro
Hotel Praiano – Avenida Barão de Penedo, 39 (Santos)
Casa dos Remédios – Avenida Afonso Pena, 71 (Santos)
Ali-Car Auto Peças – Via Santos Dummont, 752 (Guarujá)
Chaveiro Magenta – Rua Martin Afonso, 34 (Santos)
Pepino Esportes
Empório Brasil Esportes – Rua Jacob Emmerick, 448 (São Vicente)
Torcida visitante – guichês do Portão 21 da Vila Belmiro

VENDA PELA INTERNET:
www.futebolcard.com.br (setor VISA)

COMO CHEGAR:
O estádio fica situado próximo ao centro de Santos (aproximadamente 2 km), separado deste pelo Túnel Rubens Ferreira Martins. As referências locais são o Canal 2, a Santa Casa de Misericórdia, o Hospital Beneficência Portuguesa e o Estádio Ulrico Mursa (Portuguesa Santista).
Para quem vem de São Paulo, ao chegar em Santos pelas estradas Anchieta ou Imigrantes, haverá indicação para o estádio. Passe pelo centro ao lado da Rodoviária e atravesse o Túnel Rubens Ferreira Martins. Siga pela Avenida Dr. Waldemar Leão até seu fim. Encontrará um entroncamento, que faz uma breve curva à direita e depois à esquerda. Siga na mesma direção pela Avenida Bernardino de Campos (Canal 2). O estádio fica próximo à esquina da terceira rua à direita.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Santos, São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Evair, sobre Keirrison: ‘Vejo semelhança’

Ídolo palmeirense conversa com o LANCENET! e analisa o futebol do novo xodó da torcida do Verdão

Evair acha que Keirrison pode brilhar no Verdão (Foto: Lancepress!)Evair acha que Keirrison pode brilhar no Verdão (Foto: Lancepress!)

O técnico Vanderlei Luxemburgo recentemente comparou o futebol do atacante Keirrison, principal nome do Palmeiras no início desta temporada, com o do artilheiro Evair, um dos maiores ídolos da história do clube. Segundo Luxa, K9 tem o estilo refinado do ex-jogador.

O LANCENET! então foi atrás do antigo ídolo palmeirense para saber o que ele achou da comparação. Atualmente treinador do CRAC-GO, líder do Grupo A do Campeonato Goiano, Evair reconheceu que existem semelhanças entre os dois, mas que Keirrison pode não alcançar o mesmo status de ídolo por uma possível saída precoce para o exterior.
LNET!: Você concorda com o Vanderlei, que vê semelhança entre você, no início dos anos 90, e o Keirrison neste início no clube?
Evair:Acho que há semelhança. Eu era mais veloz no início da carreira e tinha presença de área. Isso fez eu me destacar pelos gols. Não sei como o Keirrison é no cabeceio. Só vi um jogo dele, na altitude. Mas é diferenciado e tem frieza à frente do goleiro. Ele tem uma velocidade curta.

LNET!: Ele pode atingir o mesmo status de ídolo que você?
Evair:
Eu acho difícil por causa do tempo. É a mesma coisa que eu respondi para vocês sobre Alex Mineiro e Vágner Love. Eu passei cerca de três anos e meio no Palmeiras e tive tempo para conquistar títulos. Ele não vai ter isso, logo logo vai embora. Para ser ídolo no Palmeiras é preciso de tempo e conquistas.

LNET!: Você acha que o Keirrison fica pelo menos até dezembro?
Evair:
Tem toda a qualidade e atitude para isso. Ele sabe se comportar. Além de bom jogador, no Palmeiras é preciso ter jogo de cintura. O Keirrison tem condições de ser ídolo do clube.

LNET!: Ele é o melhor atacante que surgiu nos últimos tempos?
Evair:
Ainda precisa provar. São os primeiros meses em um time grande, há muito caminho para percorrer. Ele precisa se firmar. Isso só acontecerá com títulos.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Jogadores do Inter vão correr por dirigente

Fernando Carvalho já avisou que não entregará taça ao Grêmio

Andrezinho será o provável substituto de D'AlessandroAndrezinho será o provável substituto de D’Alessandro (Crédito: VIPCOMM)

LANCEPRESS!

O vice de futebol do Internacional, Fernando Carvalho, revelou que não quer entregar a taça de campeão do primeiro turno ao Grêmio caso o rival se classifique para a final nesta sexta-feira, quando encara o Veranópolis. E no que depender dos colorados, o dirigente terá o pedido atendido. O meia Andrezinho compara o possível clássico à uma final de Copa.

– Será uma final de Copa do Mundo. Não queremos que o Fernando Carvalho entregue a taça ao Grêmio. Vamos lutar muito para evitar que isso aconteça – comentou ao site oficial do clube.

O meia será o provável substituto de D’Alessandro, que cumprirá suspensão. Na vitória por 2 a 0 sobre o Novo Hamburgo, nesta quinta-feira, o argentino foi punido com o terceiro cartão amarelo.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Inter inicia venda de ingressos para os sócios

Colorado espera a definição do adversário na final nesta sexta-feira

Torcida do Inter deve lotar o Beira-Rio na decisão do primeiro turnoTorcida do Inter deve lotar o Beira-Rio na decisão do primeiro turno (Crédito: Divulgação)

LANCEPRESS!

Depois de garantir vaga na final do primeiro turno do Gauchão nesta quinta-feira, quando venceu o Novo Hamburgo por 2 a 0, no Beira-Rio, o Internacional inicia a venda de ingressos para a decisão, que ocorre no domingo, nesta sexta-feira.

No entanto, por enquanto, apenas os sócios podem comprar seus bilhetes. As vendas começaram a 24h nas bilheterias do Beira-Rio.

Os torcedores comuns só poderão adquirir ingresso após a partida entre Grêmio e Veranópolis, nesta sexta, quando o Colorado conhecerá seu adversário. O vice-presidente de administração do Inter, Décio Hartmann, explica o motivo.

– No ingresso para torcedor comum, vai o símbolo do adversário. Como não sabemos ainda quem sairá vencedor, não podemos disponibilizar para compra. No caso dos sócios, o cartão é recarregado, portanto, não há problema nenhum. É só chegar na bilheteria e garantir a entrada – disse ao jornal Zero Hora.

A venda para os torcedores comundo começa neste sábado, a partir das 10h, também no Beira-Rio. Foram separados 3 mil ingressos para a torcida do Grêmio caso o maior rival se classifique.

– No último Gre-Nal, destinamos 2,8 mil ingressos para os gremistas, mas pensamos em aumentar um pouco. Ainda vou conversar com os dirigentes do Grêmio para acertar esse número – comentou ao jornal Zero Hora.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Obras da Arena do Grêmio podem atrasar

Construção do novo estádio deverá começar apenas em janeiro

Arena do Grêmio também sofre com a crise mundialArena do Grêmio também sofre com a crise mundial (Crédito: Divulgação)

LANCEPRESS!

A construção da Arena, o novo estádio do Grêmio, poderá sofrer um atraso. As obras, que deveriam começar este ano, somente deverão ser iniciadas em 2010.

O adiamento é provocado pela crise mundial que impossibilita que a OAS, empreiteira baiana responsável pela construação obtenha, dentro dos prazos, o financiamento de R$ 140 milhões para a realização da primeira parte do projeto.

O pedido está aguardando aprovação do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e representa 40% do custo total da obra, que tem orçamento de R$ 300 milhões.

Com o atraso no início da construção, o Grêmio vê diminuir as chances de ter o seu novo estádio como uma das sedes da Copa de 2014 no Brasil.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Tcheco: ‘Gre-Nal é importante para o Inter’

Capitão afirma que Grêmio prioriza a conquista da Copa Libertadores

Tcheco acredita que a Libertadores é mais valorizada no OlímpicoTcheco acredita que a Libertadores é mais valorizada no Olímpico (Crédito: Ricardo Rimoli)

LANCEPRESS!

Tcheco será um dos cinco titulares do Grêmio, que atuarão nesta sexta-feira diante do Veranópolis no jogo que decide quem será o adversário do Inter, domingo, na final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho.

Com a sequência de jogos provocada pela disputa paralela do Gauchão com a Libertadores, o técnico Celso Roth preferiu utilizar um time misto para não desgastar o grupo.

– Devido aos parâmetros das duas equipes no momento, há uma relativa vantagem em termos de importância para o Inter no que se refere à prioridade. Até porque dá para conciliar Copa do Brasil e Gauchão. Agora, Gauchão e Libertadores não tem como. Tanto pela importância dos torneios quanto pelo calendário – declarou Tcheco, que não esconde que no Olímpico só se pensa na Libertadores.

– Eu disse e volto a repetir: temos que priorizar o que nos interessa e importa. Mas lógico que não descartamos o Gauchão – declarou Tcheco, que terá ao seu lado nesta sexta-feira mais quatro jogadores considerados titulares: Léo, Réver, Fábio Santos e Jonas.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Grêmio, Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cuca coloca o Fla com a cara do Botafogo

Assim como fez no Alvinegro, técnico prepara surpresa tática pela direita

Treinador arma um esquema parecido com o que deu certo no BotafogoTreinador arma um esquema parecido com o que deu certo no Botafogo (Crédito: Julio Cesar Guimarães)

LANCEPRESS!

As mudanças táticas de Cuca começam a sair do papel. Apesar de ainda não serem conclusivas, já deu para perceber que o treinador pretende implementar no Flamengo o esquema que fez sucesso durante os anos em que comandou o rival Botafogo. E dois jogadores serão fundamentais para o sucesso da mudança: os laterais Leonardo Moura e Everton Silva.

Em 2007, Luciano Almeida era o elemento surpresa no setor esquerdo do Botafogo. Sem a bola, era um autêntico zagueiro. Quando o time partia para o ataque, ele virava ala e alternava posições no ataque. Ano passado, quem realizava essa função era Triguinho. Quem auxiliou tanto um quanto o outro na frente foi o atacante Jorge Henrique.

Cuca chegou a esboçar esse esquema com Ronaldo Angelim fazendo essa dupla função. Mas a lesão do jogador foi uma ducha de água fria nos planos do técnico. A solução foi trocar o lado. Everton Silva deve ganhar uma oportunidade para realizar a mesma função com o auxílio no ataque de Leonardo Moura, que deve ficar fixo no meio-de-campo.

A dupla garantiu que fará de tudo para que o esquema dê certo. Mas nenhum dos dois ainda se sente 100% confortável na nova função. Léo Moura, por exemplo, disse preferir jogar como lateral.

– Comecei no meio e sei que será uma opção no futuro. Mas ainda tenho fôlego e prefiro a lateral. Se ele optar por esta formação, vou jogar sem problemas. Se for para melhorar o time vamos acatar – explicou Léo.

Já Everton garante que fará de tudo para se sair bem como zagueiro. Ele lembrou que já atuou como lateral-esquerdo, mas nunca na zaga.

– Tenho de me adaptar. Minha posição não é zagueiro e sim lateral-direito, mas quero ajudar – disse Everton.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Léo Moura garante que sua boa fase irá voltar

Jogador admite que não tem jogado bem nesta temporada

Léo Moura chegou a ser vaiado pela torcida neste anoLéo Moura chegou a ser vaiado pela torcida neste ano (Crédito: Cléber Mendes)

LANCEPRESS!

Nos últimos tempos, as principais peças ofensivas do Flamengo têm sido os laterais. Tanto Juan quanto Léo Moura tiveram grande destaque no ano passado tanto que ambos chegaram à Seleção Brasileira. No entanto, neste ano, o panorama é outro.

O lateral-esquerdo nem teve uma queda tão acentuada de rendimento, mas se lesionou e ficou fora de boa parte da Taça Guanabara. O caso do lateral-direito é diferente. Ele disputou praticamente todas as partidas do Flamengo neste ano e não conseguiu ter boas atuações. O camisa 2 da Gávea chegou até a ser vaiado em algumas partidas e foi substituído na derrota para o Resende, na semifinal da Taça Guanabara.

O lateral garante que este panorama irá mudar a partir do segundo turno do Campeonato Carioca.

– Esse ano não rendi o que posso, mas tenho a consciência e a tranquilidade que, em breve, meu nome vai voltar a estar entre os melhores – disse o confiante lateral.

Para isso acontecer, o técnico Cuca pretende até alterar o posicionamento do lateral em campo. No treino tático desta quinta-feira pela manhã, Léo Moura jogou no meio de campo.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Bilhetes para a partida começarão a ser vendidos nesta sexta-feira

LANCEPRESS!

A diretoria do Cruzeiro definiu nesta quinta-feira como serão disponibilizados os 25 mil bilhetes para o jogo de domingo, às 16h, contra o Ituiutaba, no Mineirão. Os ingressos começarão a ser vendidos na manhã de sexta-feira, e têm desconto se adquiridos com antecedência.

Até o sábado, os preços são os seguintes: cadeira de setor (R$ 10); cadeira lateral (R$ 15); cadeira central (R$ 20) e cadeira especial (R$ 30). Estudantes, menores de 12 anos e maiores de 60 anos pagam a metade do preço em todos os casos.

A venda antecipada acontecerá na sexta-feira e no sábado, de 9h às 17h, na Sede Campestre (rua das Canárias, 254, Pampulha), no Ginásio do Barro Preto (rua Ouro Preto s/n) e na Loja Cruzeiro Mania do Barreiro (av. Sinfrônio Brochado, 125). Na Loja Cruzeiro Mania da Savassi (av. do Contorno, 6605), as bilheterias funcionam das 10h às 17h.

A bilheteria 1 do Mineirão (av. Abraão Caram, 1000) funcionará apenas na sexta-feira, de 9h às 17h, já que no sábado o estádio receberá outra partida do Campeonato Mineiro.

No domingo, os bilhetes sofrerão aumento, passando a custar: cadeira de setor (R$ 15), cadeira lateral (R$ 20), cadeira central (R$ 25) e cadeira especial (R$ 35). Estudantes, menores de 12 anos e maiores de 60 anos pagam a metade.

No dia do jogo, os ingressos serão disponibilizados de 9h às 12h na Sede Campestre, no Ginásio do Barro Preto e nas Lojas Cruzeiro Mania da Savassi e do Barreiro. No Mineirão, a venda acontecerá de 9h até os 2 min do segundo tempo, nas bilheterias 1, 3 e 4.

Os torcedores do Cruzeiro terão acesso ao Mineirão pelos portões 1, 2, 3, 6, 7A e 14. Os adeptos do Ituiutaba entrarão pelo 13 (cadeira inferior).

Fonte: Site oficial do Cruzeiro

fevereiro 27, 2009 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cruzeiro espera aprender com empate em Quito

Empate na altitude de Quito será exemplo para duelo na Bolívia

Em Quito, Ramires marcou seu sétimo gol na temporadaEm Quito, Ramires marcou seu sétimo gol na temporada (Crédito: Gil Leonardi)

LANCEPRESS!

Os jogadores do Cruzeiro viram o empate com o Deportivo Quito, do Equador, como uma forma de se preparar para a partida da próxima quarta-feira, contra o Universitário de Sucre, da Bolívia. Assim como a capital do Equador, a cidade boliviana está a mais de 2.800 metros acima do nível do mar.

– Para a gente é complicado. Creio que vamos trabalhar em cima do que aconteceu aqui para que não aconteça lá no jogo de Sucre, também na altitude, para a gente procurar sair com a vitória – disse o volante Ramires.

O camisa 8 da Raposa foi um dos jogadores que sentiram muito os efeitos da altitude. No segundo tempo acabou substituído pelo atacante Soares.

– É muito diferente. Dei dois piques ali e já senti. A gente cansa um pouco, e eu, ficar atrás e buscando o contra-ataque, ia ser um pouco difícil para executar – explicou.

Mesmo com o cansaço da viagem de volta, Ramires não quer ficar fora do jogo de domingo contra o Ituiutaba pelo Estadual.

– Estamos aqui para trabalhar, estou à disposição de Adilson – disse.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Timão confirma multa a Ronaldo por atraso

Fenômeno chegou ao hotel às 5h da manhã e perdeu treinamento que seria feito com o resto do elenco

Ronaldo atende fã em saguão. Fenômeno vai sentir punição no bolso (Foto: Tom Dib)Ronaldo atende fã em saguão. Fenômeno vai sentir punição no bolso (Foto: Tom Dib)

LANCEPRESS!

A assessoria de imprensa do Corinthians confirmou: o atacante Ronaldo será multado pela diretoria do clube. O jogador chegou ao hotel em que a equipe está concentrada, em Presidente Prudente, às 5h da manhã desta sexta-feira. Os atletas, que ganharam folga na tarde de quinta-feira, foram informados de que teriam de retornar ao hotel até as 23h. O Fenômeno, porém, não cumpriu a ordem.

Ronaldo também foi a grande ausência no treino desta sexta-feira na cidade do interior paulista. Todos os outros jogadores seguiram logo pela manhã para o estádio Prudentão, onde realizaram os treinamentos.

Nesta quinta-feira, após um almoço na residência de Antonio Carlos Zago, diretor de futebol do Corinthians, com a presença do presidente Andrés Sanches e o prefeito da cidade, Milton de Mello, o elenco foi liberado para uma tarde de folga. Diversos jogadores voltaram tarde, porém antes das onze horas da noite, horário limite para retornarem ao hotel.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Publicada em 27/2/2009 às 13:18

Torcedores ainda esperam por ingressos no EngenhãoTorcedores ainda esperam por ingressos no Engenhão (Crédito: Carlos Monteiro)

Confusão na venda de ingressos no Engenhão

Desde às 7h30, torcedores do Botafogo já faziam fila no Engenhão para adquirir ingressos para a final da Taça Guanabara, contra o Resende. Porém, até por volta de 12h30, as bilheterias do estádio ainda não estavam em funcionamento. Revoltados com a situação, os alvinegros gritavam “Vergonha, vergonha, vergonha”. Uma criança sentiu-se mal devido ao forte calor e sua mãe precisou abandonar a fila. As entradas deveriam começar a ser comercializadas às 10h.

LANCEPRESS!

fevereiro 27, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Final da Taça Guanabara já tem mais de 12 mil ingressos vendidos

Bilhetes para a partida entre Botafogo e Resende, neste domingo, no Maracanã, continuam disponíveis em sete pontos do Rio de Janeiro

Ampliar Foto Gustavo Rotstein/Globo Esporte Gustavo Rotstein/Globo Esporte

Torcida faz fila para compra de ingressos em General Severiano, nesta sexta

A torcida do Botafogo já se movimenta para acompanhar de perto a final da Taça Guanabara, contra o Resende, que acontece neste domingo. Até as 12h desta sexta-feira (segundo dia de comercialização), 12.640 ingressos já foram vendidos.

Os bilhetes continuam disponíveis em sete pontos de venda: General Severiano, Engenhão, sede do Flamengo, sede do Fluminense, sede do São Cristóvão, bilheteria 8 do Maracanã e parque Terra Encantada.

Os preços são: R$ 30 (arquibancada), R$ 20 (cadeira inferior) e R$ 120 (cadeira especial). Estudantes com carteira pagam metade do preço.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Marcando ou não, Reinaldo sonha comemorar gols no domingo

Atacante reconhece lutar para fazer gols, mas deixa individualismo de lado antes da partida contra o Resende

Ampliar Foto André Durão /Globo Esporte André Durão /Globo Esporte

Reinaldo, ao centro, comemora o gol de Fahel na quarta-feira com companheiros

Reinaldo insistiu, mas parou nas mãos de Fernando Henrique na vitória do Botafogo por 1 a 0 sobre o Fluminense, na última quarta-feira. A expressão do atacante a cada gol perdido revelava a insatisfação com a falta de gols, mas ao mesmo tempo ele não se mostra abalado por estar há duas partidas sem marcar.

O camisa 7 lembra que, nos dias que antecedem à decisão da Taça Guanabara, contra o Resende, é preciso pensar de forma coletiva, por mais que exista a ansiedade por voltar a balançar a rede.

– Lógico que quero sempre marcar, mas o importante é que a equipe está vencendo. Agora não é momento de priorizar o “eu”, a hora é de pensar em todos. Se o Leandro Guerreiro marcar um gol na final, vou comemorar como se fosse meu – explicou.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Alessandro quer fazer história no Atlético-MG

Atacante foi apresentado na Cidade do Galo na manhã desta sexta-feira

Alessandro foi revelado pelo América-MG e estava no CruzeiroAlessandro foi revelado pelo América-MG e estava no Cruzeiro (Crédito: Gil Leonardi)

LANCEPRESS!

O novo reforço do Atlético-MG para a temporada chegou na manhã desta sexta-feira com o planejamento de ser um dos grandes nomes do clube. O atacante Alessandro rescindiu contrato com o Cruzeiro no último dia 19 e assinou com o arquirrival alvinegro até o dia 12 de dezembro de 2010.

– Sei do meu potencial, da minha capacidade, e aceito o desafio. Eu planejo virar ídolo da torcida e fazer história no Atlético Mineiro – afirmou o novo contratado.

Alessandro disputará a vaga no ataque na temporada com mais outros oito jogadores. Éder Luis e Diego Tardelli serão os principais rivais da posição, já que estão sendo escalados como titulares pelo treinador Emerson Leão. O experiente Marques e o jovem Hudson, das categorias de base do Galo, estão em tratamento no departamento médico. Pedro Paulo está em fase final de recuperação e Kléber, Carlos Júnior e Raphael Aguiar seguem à disposição de Leão para a temporada. Por já tem atuado pelo Cruzeiro no Campeonato Mineiro, Alessandro poderá jogar pelo Atlético-MG apenas na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana.

– Tenho que trabalhar no dia a dia e dentro dos jogos tenho que mostrar capacidade, as minhas características, fazendo os gols para que eu possa me firmar – comentou o novo atacante atleticano.

Revelação do América-MG em 2001 no Mineiro de 2001 por fazer o gol do título estadual do Coelho, Alessandro já atuou por grandes clubes de Minas Gerais e Rio de Janeiro. O auge do atacante foi jogando pelo Ipatinga em 2007 quando foi artilheiro da Série B do Brasileirão com 25 gols anotados.

– Estou bastante animado com o carinho com que estou sendo recebido aqui (no Atlético). Estou bastante motivado por esta nova etapa da minha vida – completou Alessandro.

Nome completo: Alessandro Nunes Nascimento
Data de nascimento: 02/03/1982, em São João da Boa Vista (SP)
Posição: Atacante
Carreira (sambafoot.com):
2001: América-MG
2002: Feyenoord – Holanda
2003: América-MG
2004: Fluminense-RJ
2005: Flamengo-RJ
2005-2006: Lierse – Bélgica
2006-12/12/2006: Juventude-RS
13/12/2006-28/04/2007: Vasco da Gama-RJ
29/04/2007-01/12/2007: Ipatinga-MG
01/01/2008-15/01/2008: Tombense
01/02/2008-30/12/2008: Albirex Niigata – Japão
31/12/2008: Cruzeiro-MG

fevereiro 27, 2009 Posted by | Atlético-MG | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Inter derruba Novo Hamburgo e está na final

Em jogo duro, gols saíram somente no segundo tempo do jogo

Magrão domina a bola diante do marcador do Novo HamburgoMagrão domina a bola diante do marcador do Novo Hamburgo (Crédito: Ricardo Rimoli)

LANCEPRESS!

O primeiro classificado para a decisão do primeiro turno do Gauchão foi conhecido na noite desta quinta-feira: é o Internacional, que venceu o Novo Hamburgo por 2 a 0, num jogo dificílimo, em que o adversário juntou retranca e violência para tentar segurar o empate e decidir tudo nos pênaltis. Agora, o Inter espera o vencedor de Grêmio x Veranópolis, na noite desta sexta-feira, jogo que o Tricolor disputará com uma equipe quase toda de reservas. A decisão será no Beira-Rio, às 16h de domingo.

Uma muralha de defensores de azul, o time inteiro do Novo Hamburgo, se postou de sua intermediária para trás e impediu que houvesse futebol no primeiro tempo. Quando um colorado passava por um, logo era derrubado. As faltas se sucediam com violência, sobretudo em cima de D’Alessandro. Quatro do Novo Hamburgo levaram cartão amarelo no primeiro tempo – o técnico substituiu Micael aos 23 para não vê-lo expulso, tal a fúria do zagueiro.

A postura do bloqueio a qualquer preço tirou a fluência das jogadas do Inter, um time que tem dificuldade para atuar pelas pontas – o lateral-direito Bolívar não sabe apoiar, por ser zagueiro, e Kleber, o esquerdo, não mostra apetite, talvez por insegurança.

Assim, sem passagem, o Colorado foi fazer sua primeira ameaça só aos 29: D’Alessandro cobrou falta e Sandro concluiu mal. Nilmar teria duas chances claras – num preciso lançamento longo de Kleber e numa falha da zaga. Mas, infeliz, o atacante concluiu mal, na frente do goleiro.

Os dois times voltaram diferentes, pelo menos no início do segundo tempo: o Inter, pior, e o Novo Hamburgo, mais audacioso. Empurrado por seu meio-campo, o valente e veloz centroavante Jandson levou o terror à área colorada aos 6 e aos 8: na primeira chance, foi desarmado por Sandro já na frente de Lauro; na segunda, cabeceou livre, exigindo uma defesa espetacular de Lauro.

Tite tratou de dar mais ofensividade ao Inter já aos 9, substituindo o volante Magrão por Andrezinho. Deu certo. O meia trabalhou mais a bola na intermediária adversária e criou bons lances de ataque. Nilmar perdeu gol aos 14, em cruzamento de Taison que ele desperdiçou. Mas finalmente chegou ao gol aos 16: o centroavante desencantou ao receber de Andrezinho na grande área e chutar cruzado por cima do goleiro. Inter 1 a 0.

A partir daí, a equipe colorada acalmou os nervos e ficou tocando a bola até o final. Alecsandro, que substituíra Nilmar aos 40, passou por Paulo César, quatro minutos depois, e sofreu pênalti. D’Alessandro bateu com categoria, no canto esquerdo: 2 a 0, escore merecido, para a única equipe que procurou a vitória do início ao fim.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 X 0 NOVO HAMBURGO

Estádio: Beira-Rio (Porto Alegre, RS)
Data-hora: 26/02/2009 – 19,30h

Árbitro: Carlos Simon
Auxiliares: Marcelo Barison e João Lúcio de Souza Jr.
Renda e público: R$ 120.730,00 e 11.700 (público total)
Cartões amarelos: Kleber (I), Micael, Paulo César, Chicão, Luís Henrique, Matheus (NH)
Gols: Nilmar 16, D’Alessandro 45 do segundo tempo.

INTERNACIONAL: Lauro; Bolívar, Indio, Álvaro e Kleber; Sandro, Magrão (Andrezinho 9/2T), Guiñazú e D’Alessandro; Nilmar (Alecsandro 40/2T) e Taison. Técnico: Tite.

NOVO HAMBURGO: Flávio, Paulo César, Micael (Emerson 23/1T) e Luiz Henrique; Éder, Chicão, William Feijó (Vinicius, intervalo), Matheus (Jilian 25/2T) e João Paulo; Flaviano e Jandson. Técnico: Paulo Turra.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Após susto, Santos se recupera contra o Braga

Peixe sai atrás no marcador e perde goleador, mas arranca empate antes do clássico contra o São Paulo

Kléber Pereira em disputa de bolaKléber Pereira em disputa de bola

O Santos deu um susto na torcida, mas se recuperou e conseguiu o empate por 2 a 2 contra o Bragantino, fora de casa, quando perdia por dois gols de diferença. A reação ainda foi sem Kléber Pereira, que se machucou logo no começo e virou dúvida para o clássico diante do São Paulo, jogo que o Peixe disputa fora do G4.

Os primeiros instantes foram de puro equilíbrio e qualquer equipe poderia ter aberto o placar. O Santos começou a perder força quando Kléber Pereira, que acertara uma bola na trave, saiu de campo contundido, dando lugar ao apagado Roni.

A partir daí o Braga foi mais perigoso e no minuto seguinte abriu o placar. Malachias recebeu em posição duvidosa e tocou na saída de Fábio Costa, para abrir o placar.

O gol fez o Santos esboçar uma reação, mas tímida, só conseguiu um gol irregular, anulado pelo assistente. Fabiano Eller aproveitou um chute fraco e mandou para a rede, mas em impedimento. Já o Bragantino chegava bem ao ataque, mas com a pontaria descalibrada.

Até que aos 39 minutos, Marcelo Godri aproveitou falha de Fábio Costa, que reclamou de falta inexistente, para tocar livre de cabeça na pequena área e aumentar a vantagem.

Mas no segundo tempo as coisas mudaram e o Santos praticamente não saiu do ataque. Mesmo sem o oportunismo de Kléber Pereira, a velocidade de Molina, Madson e Roni furavam o bloqueio do Braga, que aos 13 minutos não aguentou. Rodrigo Souto subiu mais alto que a defesa e marcou o primeiro, de cabeça.

O Santos continuou pressionando e as coisas ficaram mais fáceis com a expulsão de Thiago Almeida, que acertou o adversário sem bola, de acordo com interpretação do árbitro.

O Bragantino levou perigo só com Dill, que perdeu chance clara na frente de Fábio Costa. Mas o Santos respondeu em seguida, com mais um gol. Molina, de carrinho, desviou cruzamento da direita e mandou a bola para a rede, colocando igualdade no placar.

O Santos continuou pressionando e ficou mais perto do terceiro gol, mas conseguiu apenas o empate, que pelas circunstâncias pode ser considerado um bom resultado.
FICHA TÉCNICA:
BRAGANTINO 2 X 2 SANTOS

Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data/hora: 26/02/2009 – 21h30min (Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Ferreira
Auxiliares: Rafael Ferreira da Silva e Rogério Pablo Zanardo
Gols: Malachias, 23’/1ºT (1-0), Marcelo Godri, 39’/1ºT (2-0), Rodrigo Souto, 13’/2ºT (2-1), Molina, 27’/2ºT (2-2)
Cartões amarelos: Malachias e Somália (Bragantino); Triguinho (Santos)
Cartões vermelhos: Thiago Almeida (Bragantino)

BRAGANTINO: Gilvan, Gabriel, César Gaúcho e Gustavo; Thiago Almeida, Moradei, Adãozinho (Adriano, 18’/2ºT), Somália e Pará; Malachias (Da Silva, 25’/2ºT) e Nunes (Bill, 16’/2ºT). Técnico: Marcelo Veiga

SANTOS: Fábio Costa, Luizinho (Pará, 26’/2ºT), Fabão, Fabiano Eller e Triguinho (Domingos, 6’/2ºT); Roberto Brum, Rodrigo Souto, Germano, Madson e Róbson; Kléber Pereira (Roni, 22’/1ºT). Técnico: Vagner Mancini.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Santos | , , , , , , | Deixe um comentário

Tricolor bate Oeste com tranquilidade

Rogério Ceni, que retornou ao gol quase não precisou fazer defesas

Ampliar Foto Divulgação/VIPCOMM Divulgação/VIPCOMM

Washington marca o quinto gol pelo Tricolor

O São Paulo bem que poderia ter marcado mais gols, mas fez seu papel e venceu o Oeste por 3 a 0, na noite desta quinta-feira, no Morumbi, pelo Paulistão. Pouco menos de 5 mil torcedores estiveram no estádio para acompanhar a partida, que registrou o retorno de Rogério Ceni ao gol tricolor, após cinco partidas sem ser titular, por conta de uma lesão na coxa direita. Washington, que não marcava há três partidas, voltou a balançar a rede. E Hernanes marcou um belo gol. Tudo tranquilo para o anfitrião.

Com o resultado, o Tricolor tem agora 23 pontos e segue na terceira posição. O Oeste tem 11 pontos, na 13ª colocação. Na próxima rodada, o time da capital encara o Santos na Vila Belmiro, no domingo, e a equipe de Itápolis enfrenta o Paulista, em Jundiaí, no mesmo dia.

Esquema diferente e gol de Washington

Satisfeito com o bom entendimento de Jorge Wagner e Junio Cesar pela esquerda na partida contra o Barueri, o técnico Muricy Ramalho manteve a parceria nesta partida e adiantou Hernanes para a armação. Com isso, Arouca ganhou uma oportunidade ao lado de Jean na cabeça-de-área. O treinador colocou dois zagueiros em campo, mas Zé Luis, que estava na direita, também ajudava a zaga.

O São Paulo começou a partida pressionando o Oeste desde o primeiro minuto. Aos seis, Washington foi impedido de finalizar pela zaga adversária. Aos 11, Borges chutou de longe e Weverton espalmou. Aos 20, a melhor chance tricolor: após cruzamento na área, André Dias rebateu de cabeça, e a bola só não entrou porque o camisa 1 do time de Itápolis impediu o gol.

O dono da casa continuou criando, mas começou a ter dificuldades de entrar na área do Oeste, que se fechou ainda mais. O Tricolor tentou muito com bolas alçadas, e apesar de ter dois jogadores habilidosos pelo lado esquerdo, atacou mais pela direita, com Zé Luis.

O gol saiu aos 37 minutos, mas não aconteceu pelos lados. Jean desceu pelo meio, passou por dois adversários e tocou para Washington que, na área, protegeu a bola, girou e chutou para a rede: 1 a 0 para o São Paulo (assista ao vídeo). Foi o quinto gol de Washington com a camisa tricolor. E o time foi para o intervalo com a vitória parcial, mas ciente de que poderia ter um placar mais amplo por causa das chances desperdiçadas. Rogério Ceni, em seus primeiros 45 minutos de volta à equipe, terminou a primeira etapa sem sujar o uniforme. Um retorno mais do que tranquilo ao time do São Paulo.

Borges só encontra a trave, mas Tricolor faz dois

O Oeste voltou para o segundo tempo sem Nei Paraíba e com Mirandinha na frente. O objetivo era dar mais velocidade na frente para o visitante. O time até se aproximou mais da área de Ceni, mas sem muita eficiência. O melhor chute foi de Mirandinha, aos sete minutos, mas ainda assim saiu fraco e com fácil defesa para o camisa 1 tricolor.

O dono da casa seguia perdendo chances de gol. Hernanes tentava através dos cruzamentos. E o lado esquerdo, não tão acionado no primeiro tempo, produzia mais no segundo, mas ainda sem a eficiência da última partida. Aos 16, o próprio Hernanes cansou de cruzar e chutou forte, obrigando Weverton a fazer uma defesa difícil.

Dois minutos depois, o gol não saiu por uma questão de centímetros. Borges arriscou o chute, mas a bola carimbou a trave esquerda de Weverton, que apenas rezou para que ela não entrasse. Aos 18, o camisa 17 quase marcou novamente, desta vez de cabeça, após cruzamento de Zé Luis. Weverton espalmou com a ponta dos dedos e colocou por cima do travessão.

Borges acertou novamente a trave, desta vez em uma cabeçada. Olhou para o céu, inconformado. Mas André Dias garantiu o segundo gol aos 28, também pelo alto. Hernanes cobrou falta pela direita e botou a bola na cabeça do zagueiro, que comemorou desenhando um coração no ar: 2 a 0.

Muricy voltou ao 3-5-2 ao tirar Junior Cesar, deslocar Jorge Wagner para a lateral e colocar Hugo em campo. Renato Silva também entrou na partida, compondo a zaga com três. Washington saiu mais cedo para descansar. O Tricolor perdeu mais oportunidades, principalmente com Borges. Mas finalizou o placar aos 42, com uma linda jogada. Jean, de calcanhar, passou para Hernanes bater com categoria, sem chances para Weverton. Ótimo jeito de fechar a noite dos são-paulinos.

Ficha técnica:

SÃO PAULO 3 x 0 OESTE
Rogério Ceni; Zé Luis, Andrés Dias, Miranda (Rodrigo) e Junior Cesar (Renato Silva); Jean, Arouca, Hernanes e Jorge Wagner; Borges e Washington (Hugo). Weverton; Dede, Dezinho, Adriano e Mazinho (Luiz Carlos); Luciano Santos, Dias, Dionísio e Vander (Luizinho); Caíque e Nei Paraíba (Mirandinha).
Técnico: Muricy Ramalho. Técnico: Marco Antônio.
Gols: Washington, aos 37 minutos do primeiro tempo; André Dias, aos 28 minutos, Hernanes, aos 42 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Borges (São Paulo); Dede, Vander (Oeste).
Estádio: Morumbi. Data: 26/02/2009. Árbitro: Robério Pereira Pires. Auxiliares: Junivan Rodrigues de Souza e Matheus Camolesi.

fevereiro 27, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário