Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Sem medo do desconhecido, Galo estreia na Copa do Brasil contra o Itabaiana-SE

Equipe de Leão quer eliminar a partida de volta. Técnico prega respeito

Ampliar Foto Reprodução/Site Oficial do Atlético-MG Reprodução/Site Oficial do Atlético-MG

Tardelli comanda o ataque do Galo

Itabaiana e Atlético-MG iniciam nesta quarta-feira, em Sergipe, a disputa da Copa do Brasil. O Galo nunca conquistou o título da competição nacional, que está na 21ª edição. A partida será realizada às 21h50m (horário de Brasília), no estádio Presidente Médici, em Itabaiana. Se vencer por dois ou mais gols de vantagem, o time mineiro se classifica para a próxima fase sem a necessidade de um segundo jogo. A Globo Minas transmite a partida.

O vencedor deste confronto vai enfrentar o classificado de Caxias-RS e Guaratinguetá-SP, que disputam o jogo de ida também na noite desta quarta, no interior de São Paulo.
Respeito é palavra de ordem

Comandante do time favorito, o técnico Emerson Leão quer evitar surpresas e destaca alguns pontos fundamentais para que o Galo conquiste um bom resultado fora de casa.
– Primeiro, é o respeito para com o adversário, independente de você conhecer mais ou menos, ter jogado mais ou menos. Segundo, objetivo definido, que é a vitória. Se nos permitirem e nós tivermos capacidade e formos merecedores, por mais de um gol – disse o treinador, ao site oficial do clube.

Leão não espera facilidades no confronto, mas diz que os jogadores estão bem informados sobre as armas do anfitrião.
– O Itabaiana jogará em casa, motivado pelo seus torcedores e isso é importante. Sempre com algo a mais para a Copa do Brasil. Pegamos algumas informações, sabemos como jogam e temos vídeo. Uma das coisas do futebol atual é informação e aquele que não for bem informado vai ficar devedor – disse. .

O comandante alvinegro ressalta as peculiaridades da competição.
– É diferente, principalmente para as grandes equipes que ficavam menosprezando as menores. Através disso, tivemos equipes menores vencedoras, não só por mérito delas, mas também por erros do adversário que achou que podia ganhar a qualquer momento. Não é o nosso caso hoje aqui – avisou.
Vitória em casa é a meta

Ampliar Foto Filipe Araujo/Divulgação Filipe Araujo/Divulgação

Líder do Sergipano, o Itabaiana empatou fora de casa com o Confiança, atual campeão

Líder do Campeonato Sergipano, com quatro vitórias e quatro empates em oito rodadas, a equipe do técnico Marcelo Sergipano quer surpreender o Atlético-MG. Tanto que descartou jogar no estádio Batistão, com capacidade para 20 mil torcedores, para atuar no Presidente Médici, que deve receber menos da metade metade disso. O motivo? O adversário está acostumado ao Mineirão, campo de grandes dimensões. Marcelo Sergipano se diz tranquilo para o duelo.

– Viemos de dois jogos dificílimos e conseguimos dois empates dentro do Campeonato Sergipano, mas agora é hora de esquecer o foco no Estadual e pensar na Copa do Brasil. Nosso objetivo é ganhar dentro de casa. É uma competição diferenciada e serve de motivação para nossa equipe – disse, ao site Emsergipe.com.

Assim como Emerson Leão, Sergipano mostra que conhece a principal arma dos mineiros.
– É um time rápido e temos que ter o máximo de cuidado. Os jogadores estão focados. Esperamos fazer um bom jogo e contar com o apoio da torcida – destacou.

ITABAIANA-SE ATLÉTICO-MG
Ricardo Gomes, Kiko, Éri, João Santos e Adenilton; Kempis, Raulino, Lelê e Nem; Luciano Pirambu e Berg. Juninho, Marcos Rocha, Leandro Almeida, Welton Felipe e Júnior; Renan, Carlos Alberto, Márcio Araújo e Yuri; Éder Luis e Diego Tardelli.
Técnico: Marcelo Sergipano. Técnico: Emerson Leão.
Estádio: Presidente Médici. Data: 18/02/2008. Árbitro: Arílson Bispo da Anunciação (BA). Auxiliares: José Raimundo Dias da Hora (BA) e Kleber Moradillo da Silva (BA).
Transmissão: A Globo Minas transmite a partida.

Links Patrocinados

fevereiro 18, 2009 Posted by | Atlético-MG | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

De ressaca por eliminação na Taça GB, Vasco encara o Fla-PI em Teresina

Em partida válida pela Copa do Brasil, time inicia trajetória para tentar chegar à Libertadores em 2010. Time segue indefinido

Ampliar Foto Márcio Iannacca/Globo Esporte Márcio Iannacca/Globo Esporte

Carlos Alberto autografa camisa de torcedor em Teresina: meia ainda não está confirmado

Após a manutenção da perda de seis pontos na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, por ter escalado o meia Jéferson de forma irregular, o Vasco entra em campo nesta quarta-feira, às 19h30m, para tentar curar a ressaca. O adversário da vez é o Flamengo-PI, no Albertão, em Teresina, em partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil. Para o confronto, a equipe cruzmaltina ainda não está definida e só vai ser confirmada momentos antes do início da partida.

Pela forma como preparou a equipe durante a semana, a tendência é que o técnico Dorival Júnior utilize apenas três titulares no início da partida. O goleiro Tiago, o zagueiro Titi e o volante Nilton estão confirmados entre os titulares. Do outro lado, o dado curioso fica por conta do comandante do Flamengo-PI. O ex-zagueiro cruzmaltino Paulo Moroni vai tentar surpreender o clube que tem como presidente o seu ex-companheiro Roberto Dinamite.

Acompanhe o jogão do Albertão ao vivo pelo SporTV e em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.

Dorival vai confirmar escalação momentos antes da partida

O técnico Dorival Júnior ainda não sabe qual equipe vai entrar em campo na partida desta quarta-feira. Após o julgamento no pleno do Tribunal de Justiça Desportiva, e a eliminação da Taça Guanabara, o treinador ficou com um grande ponto de interrogação na cabeça. A tendência é que ele mantenha um time misto, mas existe a possibilidade de alguns titulares iniciarem o confronto diante do rival.

Na última atividade, na véspera do confronto, o treinador trabalhou forte com um time misto. O treino, realizado no Albertão, teve a presença de um bom público, que apoiou o time durante os trabalho, que durou cerca de uma hora e meia. O time entrou em campo com a seguinte formação: Tiago, Fágner, Vilson, Titi e Edu Pina; Nilton, Mateus, Enrico e Alex Teixeira; Faioli e Alan Kardec.

– A princípio, os titulares vão ser escalados, mas não tem nada definido. Só vamos pensar nisso após uma conversa com a diretoria para saber quais rumos serão tomados em relação aos pontos perdidos – afirmou o treinador vascaíno.

Caso o time misto seja confirmado, o lateral-direito Fágner vai fazer a sua estreia com a camisa do Vasco. Contratado no fim do ano passado, o jogador iniciou bem a pré-temporada, mas uma lesão muscular acabou o afastando dos primeiros confrontos da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Recuperado, ele quer ganhar a confiança de Dorival Júnior.

– Espero que esse seja a primeira chance de muitas. Estou recuperado da lesão e espero ganhar a confiança do treinador com o passar do tempo – afirmou o meia, que vai receber o carinho da família, que é do Piauí.

Ex-vascaíno é o comandante do Flamengo-PI

O ano vascaíno está marcado por vários reencontros do presidente Roberto Dinamite, que foi atleta profissional, com antigos companheiros de clube. Na pré-temporada, o dirigente passou boa parte do tempo ao lado de Lira e Geovani. Agora, no Piauí, mais um ex-jogador vai cruzar o caminho do Vasco. Desta vez, o ex-zagueiro Paulo Moroni, hoje técnico do Flamengo-PI, vai tentar derrubar a equipe carioca no primeiro jogo da primeira fase da Copa do Brasil.

Ex-jogador do Vasco na década de 80, o zagueiro espera surpreender os cariocas neste início de competição. No entanto, o Flamengo-PI não está passando por um bom momento. Em seu primeiro jogo no Campeonato do Piauí, a equipe acabou derrotada pelo Barra por 1 a 0.

FLAMENGO-PI VASCO
Beto, Niel, Serginho, Jouber e Tote; Belkior, Alessandro, Wildinho e Michel; Joniel e Roni. Tiago, Fágner, Vilson (Fernando), Titi e Edu Pina (Ramon); Nilton, Mateus, Enrico e Alex Teixeira (Carlos Alberto); Alan Kardec e Faioli.
Técnico: Paulo Moroni. Técnico: Dorival Júnior.
Local: Albertão, em Teresina (PI) Horário: 19h30m (de Brasília) Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE) Auxiliares: Marcos Antônio da Silva Brígido (CE) e Francisco Carlos Feitosa da Silva (CE)
Transmissão: O SporTV exibe a partida ao vivo para os estados do Rio Grande do Sul e de São Paulo. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 20h30m (de Brasília).

fevereiro 18, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Misto do Grêmio vence o Brasil com facilidade

Tricolor fechou fase classificatória na liderança do Gauchão

LANCEPRESS!

O Grêmio derrotou o Brasil, por 3 a 0, na noite desta terça-feira, no Olímpico, e com isso fechou a fase classificatória do primeiro turno do Gauchão na liderança do Grupo 2. Os gols foram marcados por Herrera, Makelelê e Orteman. No jogo das quartas-de-finais, o Tricolor enfrentará o quarto colocado do Grupo 1, o Juventude, às 16h de sábado, no Olímpico.

Mesmo utilizando apenas quatro titulares (Victor, Leo, Diogo e Jonas), foi fácil demais derrotar o lanterninha Brasil, que ganhou tempo para se recuperar da tragédia em que morreram três de seus profissionais, em janeiro, e por isso vem jogando de dois em dois dias.

O time de Celso Roth intercalou momentos de pressão com outros de exagero de toques, mas exerceu domínio total sobre o esfacelado time pelotense. Começou devagar. Entre os 12 e os 14 minutos, aplicou uma blitz contra o gol de Danrlei, com dois arremates na trave (Makelelê e Leo) e um de Jonas, que o goleiro defendeu brilhantemente. Depois, baixou o ritmo. Para novamente acelerar a partir dos 20.

Até os refletores do Olímpico sabiam que o gol sairia. Veio aos 24: Jadilson, o melhor do time, cruzou e Herrera torneou de cabeça para o canto direito. Aos 45, quando o Grêmio guardava energias para o segundo tempo, Jadilson cruzou rasteiro e Makelelê apareceu pela direita e chutou cruzado: 2 a 0.

Aos nove do segundo tempo, o Brasil, que já se arrastava em campo, ficou com dez homens: Jorge Mutt foi expulso, por jogada violenta. Sua sorte é que o Grêmio reduziu o ritmo, em parte devido ao calor de 29 graus. O primeiro arremate em direção ao gol só aconteceu aos 30 minutos – pelo zagueiro Héverton.

Aos 37, o uruguaio Orteman, que entrara no intervalo e mostrava grande interesse, marcou o terceiro gol, tocando com classe entre Danrlei e o poste direito.

Valeu pelo primeiro tempo, período em que se destacaram Adilson, Makelelê e, mais do que todos, o lateral-esquerdo Jadilson, autor de assistências para dois gols.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 3 X 0 BRASIL

Estádio:Olímpico (PortoAlegre, RS)
Data-hora: 17/02/2009 – 20,30h
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: José Eduardo Calza e Edson Arnhold
Renda e público: R$ 132.824,00 e 9.865 pagantes (11.603 o total)

Cartão amarelo: Jorge Mutt, Pereira e Gleidson (B)
Cartão vermelho: Jorge Mutt (B) 9 do segundo tempo.
Gols: Herrera 24, Makelelê 45 do primeiro tempo; Orteman 37 do segundo.

GRÊMIO: Victor; Wellington, Leo, Héverton e Jadilson; Diogo, Adilson (Orteman, intervalo) Makelelê e Douglas Costa; Herrera (Róberson 19/2ºT) e Jonas (Reinaldo, intervalo). Técnico: Celso Roth.

BRASIL: Danrlei; Adriano Sella, Pereira, Eliandro e Gleidson; Luciano, Cleber Gaúcho, Fred (Picon 29/2ºT) e Gabriel (Porcellis, intervalo); Magno (Rodrigo, intervalo) e Jorge Mutt. Técnico: Claudio Duarte.

fevereiro 18, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Palmeiras perde invencibilidade em Quito

Com falha do goleiro Marcos, LDU faz 3 a 2 nos brasileiros e assume liderança do Grupo 1 da Libertadores

Verdão joga bem, mas não consegue segurar a atual campeã da Libertadores (Foto: EFE)Verdão joga bem, mas não consegue segurar a atual campeã da Libertadores (Foto: EFE)

LANCEPRESS!

A chuva de papel picado e um atraso de 15 minutos marcaram a primeira derrota do Palmeiras na temporada. A equipe equatoriana foi mais objetiva e, com dois gols de Walter Calderón e um de Manso, derrotou os paulistas, em Quito, por 3 x 2. Willians e Edmilson marcaram os gols palmeirenses. A LDU assumiu a primeira posição do Grupo 1 da Libertadores. O Sport viaja a Santiago para encarar o Colo-Colo, na próxima quarta-feira, pela outra partida da chave.

A LDU foi mais eficiente no início da partida. O Palmeiras, apesar de ter a posse da bola, não trocou passes com objetividade e pouco ameaçou o gol de Cevallos. Logo aos seis minutos, Bieler, com um chute de primeira de dentro da área, teve chance de abrir o placar, mas errou o alvo. William Araújo, cinco minutos depois, arriscou de longe, mas Marcos, com uma boa defesa, evitou o gol.

A partida seguia com a LDU melhor em campo e, no meio da primeira etapa, a equipe equatoriana foi recompensada. Manso, aos 23 minutos, com um belo cruzamento, deixou Walter Calderón em ótimas condições de marcar. O atacante, recém-chegado do Deportivo Quito, desviou de cabeça no canto esquerdo de Marcos, sem chances para o goleiro palmeirense.

O nervosismo parecia ter chegado à equipe brasileira, já que, dois minutos após o gol, Maurício Ramos levou amarelo por falta dura. Mas a equipe não se desesperou e chegou ao empate. Diego Souza fez boa jogada individual e bateu de canhota da entrada da área. Cevallos espalmou nos pés de Willians, que completou para o fundo do gol.

A alegria do time paulista durou pouco. Apenas seis minutos após o empate, Marcos falhou e a LDU marcou mais uma vez. Ambrossi tocou rasteiro para Walter Calderón na área. O goleiro palmeirense, inteiro no lance, saiu mal e não conseguiu segurar. Com o gol livre, o atacante tocou rasteiro para dar a vantagem aos equatorianos.

O Palmeiras pecou no último passe para concluir ao gol de Cevallos. Keirrison, bem marcado, pouco pegou na bola.

Vanderlei Luxemburgo colocou o atacante Marquinhos no lugar do zagueiro Maurício Ramos e a substituição fez efeito. A equipe ficou mais veloz e empatou com um minuto da segunda etapa. Cleiton Xavier bateu falta fechada. Edmilson chegou antes do goleiro e desviou de cabeça para o fundo do gol.

O Verdão seguiu dominando e, com muita velocidade, pressionava a LDU. Contudo sofreu mais um gol. Manso bateu com perfeição falta sofrida por Bieler na entrada da área palmeirense, acertou o ângulo esquerdo de Marcos e colocou os equatorianos novamente na frente.

Após o gol, a LDU se fechou e passou a jogar nos erros da equipe palmeirense. Bieler, com um chute da entrada da área, aos 29 minutos, chegou perto de marcar o quarto, mas Marcos evitou o gol.

O técnico Vanderlei Luxemburgo não gostou da falta de objetividade da equipe e colocou Lenny e Evandro nos lugares de Willians e Fabinho Capixaba. As alterações não surtiram o efeito desejado e o Palmeiras volta para o Brasil com a primeira derrota na temporada na bagagem.

FICHA TÉCNICA

LDU X PALMEIRAS

Estádio: Casa Blanca, Quito (EQU)
Data/horário: 17/02/2009 20h (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Javier Camargo (COL) e Julio Díaz (CHI)
Cartões amarelos: Pierre, Maurício Ramos e Armero (PAL); Walter Calderón e Larrea (LDU)
Gols: Walter Calderón, 23′/1ºT (1-0); Willians, 28′/1ºT (1-1); Walter Calderón, 34′/1ºT (2-1); Edmilson, 1′/2ºT (2-2); Manso, 13′/2ºT (3-2)

LDU: Cevallos; Campos, Norberto Araújo, Calle; Reasco, Urrutia (Larrea,41′/2ºT), William Araújo, Ambrossi (Diego Calderón, 16′/2ºT), Manso; Bieler e Walter Calderón (Obregon, 19′/2ºT). Técnico: Jorge Fossati.

PALMEIRAS: Marcos, Maurício Ramos (Marquinhos/intervalo), Edmílson e Danilo; Fabinho Capixaba (Evandro, 27′/2ºT), Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Armero; Willians (Lenny,25′/2ºT) e Keirrison. Técnico Vanderlei Luxemburgo

fevereiro 18, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário