Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Jonas brilha, Grêmio vence e está classificado

Tricolor ainda recebe o Brasil e pode terminar na liderança do Grupo 2

LANCEPRESS!

O Grêmio assumiu a vice-liderança do Grupo 2 do Campeonato Gaúcho ao derrotar o Avenida por 2 a 1 neste domingo, no Estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul. O destaque da partida foi o atacante Jonas, que mais uma vez foi decisivo para o time de Celso Roth. Já garantido nas quartas-de-finais, o Tricolor encerra sua participação no primeiro turno, na próxima terça-feira, contra o Brasil-RS.

Na primeira tapa, o jogo teve de ser paralisado por conta de um incêndio nas placas de publicidade.

Dentro das quatro linhas, pressionado pelo Avenida, Roth perderia Tcheco e William Magrão machucados. Mas o Tricolor teve a sorte e competência para abrir o placar aos 26 minutos com Jonas, aproveitando-se do rebote do goleiro Fabiano. O atacante ainda faria mais um aos 32, com um chute da intermediária.

Com o controle do jogo e explorando os espaços cedidos pelo adversário, que foi obrigado a se abrir, o Grêmio ainda criaria chances com Jonas e Souza. E como quem não faz leva, o Tricolor ainda levaria um susto na partida. Aos 30 minutos, Carlos Alberto, de cabeça, descontou para o Avenida.

No final da partida, Souza ainda carimbaria a trave do time de Santa Cruz do Sul. Vitória garantida e classificação muito comemorada.

FICHA TÉCNICA:

AVENIDA 1 x 2 GRÊMIO

Data: 15/02/2009.
Local: Estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul (RS).
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva.
Auxiliares: Alexandre Kleiniche e José Inácio de Souza.
Cartões amarelos: Leandro Alves e Carlos Eduardo (AVE); Rafael Marques, Jonas, Ruy e Réver (GRE).
Gols: Jonas, 26’/1ºT (1-0); Jonas, 32’/1ºT (2-0); Carlos Alberto, 30’/2ºT (2-1)

AVENIDA: Fabiano; Rodrigo Ramos, Alexandre Bindé, Rudi (Anderson Catatau) e Tedá; Bocha, Carlos Alberto, Carlos Eduardo e Leandro Alves; Alexandre e Magno (Gavião). Técnico: Beto Campos

GRÊMIO: Victor; Ruy, Réver e Rafael Marques e Fábio Santos; Adílson, Willian Magrão (Maylson), Tcheco (Makelele) e Souza; Jonas (Herrera) e Alex Mineiro. Técnico: Celso Roth.

fevereiro 16, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Santos complica jogo fácil, mas vence Bugre

Aos olhos de Vagner Mancini, Peixe espanta crise, mas leva susto diante de adversário que parecia inofensivo

Fabão comemora o segundo gol do SantosFabão comemora o segundo gol do Santos (Crédito: Ivan Storti)

O Santos deu fim à crise que o assombrava no Campeonato Paulista ao bater o Guarani por 3 a 1, neste domingo, na Vila Belmiro. Diante de um adversário fraco, os jogadores mostraram ao técnico Vagner Mancini, que assistia o jogo das cabines, um futebol melhor que o das rodadas anteriores e poderia até ter saído com goleada mais folgada.

Técnico novo, jogo na Vila Belmiro e adversário frágil. O cenário era o melhor possível para o Santos afastar a crise. Sem muitas dificuldades o time da casa abriu o placar, com Madson, que marcou seu primeiro gol pelo clube ao bater forte de fora da área no canto do goleiro.

O Peixe poderia ter feito uma goleada já no primeiro tempo se não fossem as chances de gol perdidas. Kléber Pereira esbarrou na trave, Róbson não fez porque Augusto tirou em cima da linha, Madson e Roni também tentaram, mas o placar no primeiro tempo foi 1 a 0.

Na segunda etapa o domínio também foi santista, diante de um Bugre não só mais fraco tecnicamente, como também desorganizado em campo, fruto da pressão que o técnico Luciano Dias sofre em seu cargo.

O Peixe desperdiçou uma série de chances, até que aos 14 minutos, Fabão aproveitou falha do goleiro em cobrança de escanteio e mandou para as redes, para aumentar a vantagem e dar tranquilidade ao time.

Mas logo depois veio o susto. Aos 20 minutos, Henrique diminuiu a desvantagem e mudou o perfil do jogo. O Guarani se aventurou ao ataque e ficou perto de empatar.

A preocupação do Santos passou a ser segurar o placar e apostar nos contra-ataques. Em um deles, Paulo Henrique Lima recebeu na esquerda, e, com muita categoria, bateu cruzado por cima do goleiro para fechar o placar.

Antes do fim do jogo, o árbitro ainda expulsou um de cada lado. Rodrigo Souto e Maranhão, ambos por falta no meio de campo, receberam cartão vermelho quando o placar já estava decidido.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 1 GUARANI

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 15/02/2009, 19h10
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Émerson Augusto de Carvalho (SP) e Éverson Luquesi Soares (SP)
Renda/público: R$43.450, 3.109 pagantes
Gols: Madson, 10’/1ºT (1-0), Fabão, 14’/2ºT (2-0), Henrique, 20’/2ºT (2-1), Paulo Henrique Lima, 41’/2ºT (3-1)
Cartões amarelos: Léo (Santos); Plínio e Itaqui (Guarani)
Cartões vermelhos: Rodrigo Souto (Santos); Maranhão (Guarani)

SANTOS: Douglas, Pará, Adaílton (Paulo Henrique, 9’/1ºT), Fabão e Léo; Rodrigo Souto, Roberto Brum, Róbson (Paulo Henrique Lima, 30’/2ºT) e Madson; Roni (Bolaños, 30’/2ºT) e Kléber Pereira. Técnico Serginho Chulapa.

GUARANI: Douglas, Maranhão, Plínio, Augusto e João Paulo; Glauber (Itaqui, 22’/2ºT), Claudiney Rincon, Bruno e Mário César (Dairo, intervalo); Cléverson (Chiquinho, 15’/2ºT) e Henrique. Técnico: Luciano Dias.

fevereiro 16, 2009 Posted by | Santos | , , , , , , , , | Deixe um comentário