Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Andrés avisa: ‘Enquanto eu for presidente, o Corinthians não joga mais no Morumbi’

Re-eleito neste sábado para um mandato de três anos, Sanches anuncia que o clube não vai mais jogar na casa rival. Só quando não tiver mando…

Ampliar Foto Leandro Canônico/GLOBOESPORTE.COM Leandro Canônico/GLOBOESPORTE.COM

Andrés com Vampeta durante a eleição

Logo depois de ser re-eleito presidente do Corinthians, Andrés Sanches anunciou uma das suas primeiras decisões do seu novo mandato: o Timão não jogará mais no estádio do Morumbi, somente quando o mando for do rival. É mais uma maneira de retaliação por conta de o São Paulo ter disponibilizado ao Alvinegro apenas 10% dos ingressos para o clássico de domingo.

– Enquanto eu for presidente, o Corinthians não joga mais no Morumbi. Vai ser assim pelos próximos três anos, a não ser, claro, quando for mando de campo do São Paulo. Não tem Federação Paulista, CBF, Conmebol… Nós não vamos jogar lá – anunciou Sanches, que venceu as eleições deste sábado com larga vantagem sobre os opositores Osmar Stábile e Paulo Garcia.

Antes mesmo de o resultado das urnas ser divulgado, um grupo de torcedores do Timão protestava no mini-ginásio por conta da carga de ingressos. Eles cobraram uma ação mais enérgica da diretoria. Só que o presidente acha injusta essa pressão, principalmente porque o São Paulo está no seu direito.

– Eu não vi quem são as pessoas que estão protestando, mas vou ver… Eu não acho justo. Fomos prejudicados, mas o São Paulo está no seu direito. É uma pena que um co-irmão, um rival, ou agora pode até ser inimigo, não nos avisou dessa decisão no começo do ano, porque aí teríamos mais tempo para avisar o torcedor – discursou Andrés, em coletiva após o resultado do pleito.

Caso tenha de jogar uma partida que necessite abrigar uma capacidade maior de torcedores, como clássicos ou finais, o Corinthians promete ir para o interior.

fevereiro 14, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , | 1 Comentário

Palmeiras vence Paulista por 1 a 0 e segue líder com 100% de aproveitamento

Gol de Evandro deixa time com 21 pontos no Paulistão e garante viagem tranquila para confronto contra LDU pela Libertadores

Reprodução/SporTV

Palmeirenses comemoram gol de Evandro

Os reservas do Palmeiras fizeram sua parte e venceram o Paulista por 1 a 0 neste sábado, no Pacaembu. Evandro foi o autor do gol, que garantiu ao time os 100% de aproveitamento na temporada e a liderança do Campeonato Paulista, com 21 pontos. Na temporada, o Verdão tem nove vitórias em nove jogos – sete pelo estadual e duas pela primeira fase da Taça Libertadores, nos jogos contra o Real Potosí.

Além disso, o placar magro também assegura uma viagem tranquila dos reservas, que vão encontrar os titulares em Quito, no Equador. Na terça-feira, o time entra em campo para a primeira partida da fase de grupos da Libertadores contra a LDU.

CONFIRA A TABELA DE CLASSIFICAÇÃO DO PAULISTÃO

Agora, o Palmeiras volta a jogar pelo Campeonato Paulista para defender a liderança da competição somente no próximo sábado, contra a Portuguesa , no Canindé.

Já o Paulista se mantém na 16ª posição, com somente seis pontos conquistados. E volta a jogar no próximo sábado, contra o Marília, em casa.

Equilíbrio na etapa inicial

Precisando vencer para poder deixar o país ainda na liderança, o Palmeiras encontrou dificuldades para furar o bloqueio imposto pelo time interiorano. A tática do Paulista era de congestionar ao máximo o meio-campo para poder aproveitar os contragolpes em velocidade.

Em uma dessas tentativas, logo aos 11 minutos, Francisco Alex obrigou o goleiro Marcos, que retornou ao time, a fazer a primeira defesa da partida.

Mas o Palmeiras não ficou atrás e partiu para cima do time visitante. As principais jogadas do time de Vanderlei Luxemburgo ficaram por conta do meia-atacante Marquinhos, atleta que mais girava em campo com a bola pelo time alviverde.

E era também o jovem atleta quem mais arriscou contra a meta de André Luiz. Na melhor delas, aos 22 minutos. Depois de tramar bela jogada com Lenny, Marquinhos chutou de longe e viu a bola desviar em um defensor do Paulista antes de sair pela linha de fundo.

Enquanto Marquinhos era o mais efetivo no ataque, o goleiro Marcos sofria com a falta de ritmo. Em duas oportunidades o camisa 12 errou na saída do gol e quase complicou a situação da equipe palmeirense.

– Tenho muito a melhorar só com ritmo de jogo que vou conseguir acertar alguns defeitos – reconheceu Marcos, na saída para o intervalo.

Na segunda etapa o Paulista continuou assustando o palmeirense Marcos. Na cobrança de falta de Zé Carlos, a bola passou rente à trave alviverde, levando susto aos poucos torcedores que compareceram ao Pacaembu.

Errando muito passes, o Palmeiras perdia cada vez mais o domínio do jogo para o adversário. Não foi raro ver Marcelo Toscano ou Zé Carlos aparecerem na cara do gol palmeirense por um equívoco na troca de bolas entre os palmeirenses.

No entanto, quando o Paulista parecia mais próximo de movimentar o placar, os reservas palmeirenses resolveram a situação.

Em jogada de velocidade, principal característica do time alviverde nesta temporada, Evandro recebeu de Lenny e enconbriu o goleiro André Luiz, marcando o único gol da partida, aos 19 minutos da segunda etapa.

O gol não abalou o Paulista, que seguiu arriscando contra o gol de Marcos. Na melhor oportunidade, Felipe Azevedo acertou a trave palmeirense, aos 37 minutos. Pelo Palmeiras, Deyvid tentou encobrir André Luiz. E o magro 1 a 0 no Pacaembu foi o suficiente para manter o time sem derrotas até o momento.

Ficha técnica:

PALMEIRAS 1 x 0 PAULISTA
Marcos; Jeci, Maurício Ramos e Maurício; Wendell (Paulo Miranda),  Souza, Jumar e Evandro, Jefferson; Marquinhos (Deyvid Sacony) e Lenny (Max). André Luiz; Freire, Eli Sabiá e Marcelo Xavier; Devas, Francisco Alex (Léo), Felipe Azevedo, Rodrigo Santos, Eduardo (Jailson); Zé Carlos e Marcelo Toscano (Léo Costa).
Técnico: V.Luxemburgo. Técnico: Giba.
Gols: Evandro, aos 19 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Jumar, Jeci, Wendell e Jefferson (Pal), Zé Carlos e Rodrigo Santos (P).
Estádio: Pacaembu. Data: 14/02/2009. Público: 7.010 pagantes. Árbitro: Márcio Roberto Soares. Auxiliares: Jumar Nunes Santos e Fabio Aparecido Gomes Ribeiro.

fevereiro 14, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , | Deixe um comentário

Com apenas dois titulares, Palmeiras tenta manter os 100% diante do Paulista

O chamado time B do Verdão levou a melhor diante da Ponte Preta, quando venceu por 3 a 2, em Campinas. Agora a equipe joga no Pacaembu

Ampliar Foto Divulgação/Assessoria de Imprensa do Palmeiras Divulgação/Assessoria de Imprensa do Palmeiras

Marquinhos e Lenny são as principais esperanças de gols do Verdão

O irresistível Palmeiras, uma das poucas equipes brasileiras com 100% de aproveitamento na atual temporada e a única do Paulistão com seis vitórias em seis jogos, onde ocupa a liderança isolada com 18 pontos, defende a sua eficiência na competição sem a força máxima. O Verdão quer mostrar, mais uma vez, a força do seu elenco na partida contra o Paulista, de Jundiaí, neste sábado, às 17h, no Pacaembu. O GLOBOESPORTE.COM acompanha o duelo em Tempo Real, enquanto o PFC transmite o jogo ao vivo para todo o Brasil.

Enquanto nove titulares já estão em Quito fazendo um trabalho para minimizar os efeitos da altitude, visando a partida contra a LDU, na primeira rodada do Grupo 1 da Libertadores, na próxima terça-feira, o time reserva do Palmeiras, reforçado pelo goleiro Marcos e o zagueiro Maurício Ramos, será testado novamente.

Na única vez que o time reserva do Verdão foi a campo no Paulistão, o resultado acabou sendo positivo. Na oportunidade, jogando com apenas os zagueiros titulares Maurício Ramos e Danilo, a equipe derrotou a Ponte Preta por 3 a 2, em Campinas. E o atacante Lenny fez todos os gols.

A partida será disputada no Pacaembu porque no Palestra Itália haverá eleição para a presidência do Conselho Deliberativo do Palmeiras. E o departamento de futebol preferiu se distanciar da política interna do clube.

Aposta na velocidade

Apesar de não contar com nove titulares, o técnico Vanderlei Luxemburgo vai manter o mesmo esquema tático: 3-5-2. E continua apostando na velocidade, agora com Evandro na armação das jogadas e Lenny e Marquinhos no ataque.

A principal novidade será o retorno do goleiro Marcos, recuperado de lesão muscular, e que fez um trabalho específico para melhor o condicionamento físico. Inclusive, o capitão alviverde já enfrentará a LDU.

Outro motivo para a torcida do Palmeiras ficar animada com a força do elenco estará no banco de reservas. O atacante Ortigoza, que teve a documentação regularizada na CBF e FPF, ficará no banco de reservas e provavelmente entrará no decorrer da partida.

– O Palmeiras não tem apenas 11 jogadores e estou colocando isso na cabeça dos jogadores. Somos um elenco e, independente de quem estiver em campo, temos de procurar vencer sempre – afirmou Luxemburgo.

Verdão proíbe Enílton de reforçar o Paulista

O atacante Enílton não estará em campo no Pacaembu. Os seus direitos federativos pertencem ao Palmeiras, que o emprestou para o Paulista, mas o proibiu de atuar neste sábado.

O outro desfalque da equipe de Jundiaí será o meia Alex Oliveira, expulso na partida contra a Portuguesa, que cumprirá suspensão automática. O ex-são-paulino Francisco Alex assume a posição.

– Palmeiras é Palmeiras. Independente de quais atletas estarão em campo, eles têm qualidade de estar em uma equipe de alto nível. Muitos desses jogadores têm condições de serem titulares em várias equipes do interior de São Paulo – analisou o técnico Giba.

PALMEIRAS PAULISTA
Marcos; Maurício Ramos, Jeci e Maurício; Wendel, Jumar, Souza, Evandro e Jefferson; Lenny e Marquinhos. André Luís; Eli Sabiá, Freire e Marcelo Xavier; Marcelo Toscano, Ramalho, Rodrigo Santos, Francisco Alex e Eduardo, Felipe Azevedo e Zé Carlos.
Técnico: V. Luxemburgo. Técnico: Giba.
Estádio: Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu). Data: 14/02/2008. Árbitro: Márcio Roberto Soares. Auxiliares: Jumar Nunes Santos e Fabio Aparecido Gomes Ribeiro.
Transmissão: O PFC, pelo sistema pay-per-view, mostra a partida para todo o Brasil.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 16h45m (de Brasília).

fevereiro 14, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Após perda de pontos, Vasco pega o Madureira sem saber se vai às semifinais

Resultado no Engenhão não garante time da Colina na próxima fase da Taça GB. Julgamento vai ser na próxima terça-feira

Ampliar Foto Agência/FOTOCOM.NET Agência/FOTOCOM.NET

Jéferson está confirmado no time titular que vai encarar o Madureira, neste domingo

O Vasco entra em campo neste domingo, às 16h, com um antigo ditado na cabeça. Como diz a cultura popular, o time da Colina vai encarar o Madureira, no Engenhão, pela última rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, com “um olho no padre e o outro na missa”. Em outras palavras, a equipe precisa de um resultado positivo diante do Tricolor suburbano e de uma vitória no Tribunal de Justiça Desportiva, na próxima quinta-feira, para ficar com uma das vagas nas semifinais do torneio.

Na última quinta-feira, o Vasco perdeu seis pontos no julgamento realizado no TJD. Os auditores do tribunal consideraram irregular a escalação do meia Jéferson na estreia do time no Carioca, contra o Americano, no dia 24 de janeiro. O departamento jurídico do time de São Januário alega que conseguiu uma liminar para ter o atleta em campo. Acompanhe o confronto ao vivo pelo Premiere e em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.

Alex Teixeira e Titi voltam ao time titular de Dorival Júnior

O técnico Dorival Júnior vai poder escalar a equipe considerada ideal no confronto da sétima rodada da Taça GB. O treinador poderá escalar o zagueiro Titi e o meia-atacante Alex Teixeira, que cumpriram suspensão na partida diante do Cabofriense, na última quarta-feira. Para o retorno dos atletas, o comandante cruzmaltino vai sacar Vilson e Elton.

Apesar da perda de seis pontos no julgamento da última quinta-feira, a comissão técnica vascaína está fazendo um trabalho para conscientizar os jogadores de que nada está perdido. Dorival confirmou que vai se esforçar para colocar na cabeça do grupo que o Vasco entra em campo com 11 pontos na tabela de classificação do Grupo A. Segundo o comandante cruzmaltino, o time está focado no confronto diante do Madureira.

– Você observa o semblante de quase todos e eles estão bem. A maioria está focada no melhor rendimento, no resultado de domingo, nada mais. O Vasco vai buscar a vaga no campo, não no tapete – afirmou o treinador vascaíno.

Além da perda de pontos, o clube ainda vive uma ebulição política. Na última semana, o vice de marketing José Henrique Coelho acusou a diretoria comandada por Roberto Dinamite de não ter capacidade para gerir o clube e acusou alguns correligionário de fazer caixa dois. Mesmo distante da briga, Dorival acompanhou o momento em que o seu nome foi envolvido na discussão, já que os valores de seus vencimentos foram revelados pelo ex-cartola. Mesmo assim, ele diz que vai seguir com o seu trabalho.

– Vou seguir fazendo o meu trabalho da mesma maneira. No caso dos jogadores, eles precisam focar o trabalho, pensar dentro de campo. A maioria dos atletas está focado em fazer a melhor partida possível – disse Dorival.

Tricolor suburbano ainda sonha com uma vaga na semifinal

O Madureira, com sete pontos, está em sexto lugar. O time também ganhou uma sobrevida com a perda dos pontos do rival deste domingo. Porém, a situação é a mais complicada. O Tricolor suburbano precisa vencer a equipe da Colina, além de torcer por empates nos jogos Cabofriense x Duque de Caxias e Fluminense x Tigres.

Curiosamente, o Madureira conta com dois ex-vascaínos na partida deste domingo. O lateral-direito Claudemir, revelado nas categorias de base de São Januário, e o meia Abedi, que teve o seu melhor momento na carreira defendendo as cores do time cruzmaltino.

MADUREIRA VASCO
Renan, Claudemir, Paulão, Ricardo e Daniel; André Paulino, Bruno, Victor Silva e Abedi; Fábio Oliveira e Júnior Amorim. Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson e Alex Teixeira; Carlos Alberto e Rodrigo Pimpão.
Técnico: Robson Macedo. Técnico: Dorival Júnior.
Estádio: Engenhão. Data: 15/02/2009. Árbitro: Leandro Noel Laranja (RJ). Auxiliares: Jackson Lourenço Massarra dos Santos (RJ) e João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ).
Transmissão: O Premiere exibe a partida.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 15h30m (de Brasília).

fevereiro 14, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Sob comando de Chulapa, Santos tenta se redimir contra o Guarani, na Vila

Ídolo santista vai quebrar o galho como técnico interino. Diretoria segue buscando uma alternativa para Márcio Fernandes, demitido quinta-feira

Ampliar Foto Agência/Diário de São Paulo Agência/Diário de São Paulo

Diretoria garante que não há possibilidade de Chulapa ser efetivado no cargo

Sem técnico e em crise, o Santos recebe o Guarani neste domingo, às 19h10m (horário de Brasília), na Vila Belmiro, tentando recuperar o moral. A derrota para o Marília, por 1 a 0, na última quinta-feira, derrubou o técnico Márcio Fernandes. Contra o Bugre, Serginho Chulapa, auxiliado pelo ex-zagueiro Narciso, será o técnico interino. A diretoria garante que não existe nenhuma possibilidade de Chulapa ser efetivado.
O Peixe não vence há dois jogos e despencou para o oitavo lugar na tabela do Paulistão, com dez pontos. Já o Guarani, que começou bem o ano com duas vitórias consecutivas, parou. Acumula cinco jogos sem vitórias e tem apenas oito pontos, em 13º lugar.

CONFIRA A TABELA DINÂMICA DO PAULISTÃO

O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partida em Tempo Real, com vídeos exclusivos. O SporTV transmite ao vivo.

O clima no Santos é muito ruim e Serginho Chulapa é o escolhido para tentar apagar o incêndio. E ele terá vários problemas para escalar a equipe. O lateral-direito Luizinho e o volante Roberto Brum estão machucados. O zagueiro Domingos e o meia Molina, suspensos. Para piorar, o meia Lucio Flavio, fora de forma, não deverá ser relacionado para a partida.

– Estou atendendo a um pedido do presidente. Vou para esse jogo com o Narciso. Vamos buscar esses três pontos, pois o Santos está precisando muito – afirma o ex-atacante alvinegro.

Bugre na expectativa de contar com Amoroso

No Guarani, o atacante Amoroso corre contra o tempo para tentar se recuperar e estar em campo contra o Peixe. O jogador torceu o tornozelo direito durante treinamento e não jogou na última quarta-feira, contra o Guaratinguetá. Apesar de ser uma lesão leve, Amoroso ainda não sabe se poderá jogar. Já o atacante Fernando Gaúcho está fora. O jogador sofreu uma lesão muscular na perna direita e ficará dez dias afastado.

SANTOS GUARANI
Fábio Costa; Pará, Adaílton, Fabiano Eller e Leo; Rodrigo Souto, Germano, Madson e Róbson; Roni e Kléber Pereira. Douglas, Maranhão, Augusto, Éder Baiano e Itaqui; Rafael Fefo, Claudiney Rincón, Bruno e Cléverson; Dario e Henrique.
Técnico: Serginho Chulapa. Técnico: Luciano Dias.
Estádio: Vila Belmiro. Data: 15/02/2009. Árbitro: Wilson Luiz Seneme. Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Everson Luiz Luquesi Soares.
Transmissão: O SporTV exibe a partida ao vivo. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 18h50m (de Brasília).

fevereiro 14, 2009 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

De novo com time misto, Inter estreia Alecsandro contra o Caxias

Equipe grená tem remotíssimas chances diante do já classificado Colorado

Ampliar Foto Agência/VIPCOMM Agência/VIPCOMM

Alecsandro: um gol em jogo-treino

O Internacional vai entrar em campo mais uma vez com um time misto neste domingo, quando recebe o Caxias, no Beira-Rio, às 16h (de Brasília), pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Já garantido com o primeiro lugar da Chave 1, com 17 pontos, invicto, o Colorado apenas espera o adversário das quartas-de-final. A grande atração no Gigante será a estreia do atacante Alecsandro com a camisa colorada.

Do outro lado, com remotas chances, o time grená precisa vencer e torcer para que o Grêmio perca seus dois próximos jogos, que o Canoas só conquiste um ponto dos dois compromissos que ainda tem, e que o São José não ganhe do Veranópolis.O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.

Veja a classificação do Campeonato Gaúcho

O técnico Tite preferiu não usar o termo “revezamento” que foi adotado pelo vice-presidente de futebol Fernando Carvalho, para explicar a equipe mista que empatou sem gols com o Ypiranga na última rodada.

– Isso desvaloriza o grupo de jogadores. Eu falo em oportunidades que estou dando a outros jogadores. O grupo é muito forte – declarou após o treino desta sexta.

A crise com o meia Alex, que andou insatisfeito com as recentes substituições, parece ter estacionado. Tite até elogiou a camisa 10 nos treinos, mas não confirmou se ele estará na equipe domingo.

A novidade fica por conta da estréia do atacante Alecsandro, que deve atuar ao lado de Nilmar, um dos titulares do mistão. Na quinta, o recém-contratado marcou um dos gols da vitória dos reservas colocados por 3 a 0 sobre o Cruzeiro de Porto Alegre.

– Não estou trabalhando apenas para esse jogo de domingo. Se eu tiver a oportunidade de jogar no domingo, vou ficar feliz, mas se não, vou ficar feliz do mesmo jeito – disse o atacante.

No Caxias, parece que a recuperação vai ficar mesmo para o segundo turno. Após a derrota por 1 a 0 para o Avenida, em plano estádio Centenário, seis jogadores foram dispensados: o goleiro Fernando, o lateral-direito Schneider, o zagueiro Emerson, o volante uruguaio Mathias Riquero, o atacante Juliano e o volante e meia Leo Mineiro, a maior surpresa da lista. O técnico Argel disse que já está com reforços em vista.

Ficha do jogo

INTERNACIONAL CAXIAS
Lauro; Bolivar, Índio, Álvaro e Marcão; Sandro, Guiñazu, Magrão e Taison; Alecsandro e Nilmar. Juninho; Tiago Henrique, Zacarias (Ciro), Santín e Aelson; Roberto, Mika, Marielson e Marcus Vinícius; Júlio Madureira e Marcos Denner.
Técnico: Tite. Técnico: Argel.
Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). Data: 15/02/2009. Árbitro: Fabrício Neves Corrêa. Auxiliares: Cristiano Arlei Hennig e Carlos Alberto dos Santos Bittencourt.
Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.

Primeiro turno – oitava rodada (horário do Brasília)
Domingo, 15/02
16h – Avenida x Grêmio
16h – Internacional SM x Santa Cruz
16h – Esportivo x Canoas
16h – Novo Hamburgo x Sapucaiense
16h – Veranópolis x São José POA
16h – Internacional x Caxias
16h – Juventude x São Luiz
20h30m – Brasil de Pelotas x Ypiranga

fevereiro 14, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Grêmio visita Avenida no primeiro de dois jogos decisivos no turno

Time de Santa Cruz do Sul precisa vencer o Tricolor e secar os adversários

Ampliar Foto Reprodução/Site Oficial do Grêmio Reprodução/Site Oficial do Grêmio

Tcheco: ideia é evitar Gre-Nal antecipado

O Grêmio faz a primeira de duas partidas decisivas do primeiro turno do Campeonato Gaúcho na tarde deste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul.

Em quarto lugar na Chave 1, com dez pontos, no limite da zona de classificação às quartas-de-final, o Tricolor pode permanecer no mesmo lugar ou até mesmo pular para a liderança, dependendo dos resultados de Ypiranga, Santa Cruz e São Luiz, que também jogam fora de casa contra Brasil de Pelotas, Inter de Santa Maria e Juventude, respectivamente. O outro jogo do Tricolor é nesta terça, diante do Brasil, no estádio Olímpico.

A equipe anfitriã também está na briga. Em quarto na Chave 1, precisa vencer e torcer para que Veranópolis ou Esportivo tropece diante de São José e Canoas. Em caso de empate ou derrota, depende dos resultados dos outros e ainda ficar de olho no Juventude.

A RBS TV exibe a partida ao vivo para o estado do Rio Grande do Sul. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.

Veja a classificação do Campeonato Gaúcho

Com a estreia na Taça Libertadores se aproximando (dia 25, contra o Universidad de Chile, no Olímpico), o ideal para o Grêmio seria uma confortável classificação em primeiro lugar na chave. Se terminar em quarto, será obrigado a re-encontrar o arquirrival Internacional nas quartas. E pior: dentro do Beira-Rio.

– Queremos evitar este Gre-Nal antecipado, pois a data vai coincidir com a nossa estreia na Libertadores. Mesmo que Federação adie o clássico em 48 horas, ainda estaremos desgastados – disse Tcheco ao Zero Hora.

O técnico Celso Roth deu todos os sinais de que vai manter o esquema 3-6-1, com Alex Mineiro na frente, embora Jonas e Herrera tenham entrado bem na vitória por 2 a 0 sobre o Juventude. Diogo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, está fora, e Adilson será seu substituto.

– Estamos chegando com muita gente de qualidade ao ataque. Confio neste esquema e a minha ideia é testá-lo até a nossa estreia na Libertadores – disse Roth.

Ficha do jogo

AVENIDA GRÊMIO
Nicolas; Alexandre Bindé, Rodrigo Santos, Rudi e Rodrigo Ramos; Bocha, Carlos Alberto, Carlos Eduardo e Leandro Alves; Alexandre e Anderson Catatau. Victor; Léo, Rever e Rafael Marques; Ruy, Adilson, Willian Magrão, Tcheco, Souza e Jadílson; Alex Mineiro.
Técnico: Beto Campos. Técnico: Celso Roth.
Estádio: Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul (RS). Data: 15/02/2009. Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva. Auxiliares: Alexandre Kleiniche e José Inácio de Souza.
Transmissão: A RBS TV exibe a partida ao vivo para o estado do Rio Grande do Sul. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.

Primeiro turno – oitava rodada (horário de Brasília)
Domingo, 15/02
16h – Avenida x Grêmio
16h – Internacional SM x Santa Cruz
16h – Esportivo x Canoas
16h – Novo Hamburgo x Sapucaiense
16h – Veranópolis x São José POA
16h – Internacional x Caxias
16h – Juventude x São Luiz
20h30m – Brasil de Pelotas x Ypiranga

window.google_render_ad();

fevereiro 14, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , | Deixe um comentário

Flu faz jogo decisivo contra o Tigres e fica na torcida contra adversários diretos

Tricolor precisa vencer e torcer por derrotas ou empates do Cabofriense ou do Americano para ficar com a vaga nas semifinais da Taça Guanabara

Ampliar Foto Agência/Photocâmera Agência/Photocâmera

René Simões quer que os seus jogadores esqueçam os outros jogos da rodada

O domingo promete ser de muita torcida para o Fluminense. Seja em São Januário, onde o time enfrenta o Tigres, às 16h, pela última rodada da Taça Guanabara, seja no estádio do Trabalhador onde o Americano pega o Resende, ou no Alair Corrêa, local do jogo entre Cabofriense e Duque de Caxias, respectivamente.

Para conquistar uma das vagas nas semifinais da competição, o Tricolor, com oito pontos ganhos e em terceiro na tabela, precisa fazer o seu papel e vencer o Tigres. No mesmo horário estarão jogando Americano, com nove, e Cabofriense, como oito pontos, líder e vice-líder do Grupo A, respectivamente, e o Fluminense precisa torcer pela derrota ou empate de pelo menos um desses adversários para se classificar.

O técnico René Simões está confiante na conquista da vaga e faz questão de passar isso para os seus jogadores.

– Temos que entrar em campo contra o Tigres e esquecer dos outros jogos. Vamos em busca da vitória para depois ver o que aconteceu com os nossos adversários diretos na luta pela classificação. Antes da vitória contra o Americano, o Fluminense tinha apenas 6% de chances de ficar com a vaga. Hoje ela aumentou e continuamos sonhando – disse René Simões.

Para este confronto decisivo contra o Tigres, o comandante tricolor terá pelo menos três desfalques certos no time titular. O goleiro Fernando Henrique e o zagueiro Luiz Alberto, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e o atacante Leandro Amaral, vetado pelo departamento médico por causa de dores do joelho direito.

– Não tem mistério para esta partida. Ricardo Berna, Cássio e Maicon serão os substitutos dos jogadores que não podem jogar. Gostei da atuação do time contra o Americano e o restante do time será o mesmo – afirmou o treinador.

Sem poder contar com Luiz Alberto, a braçadeira de capitão para esta rodada ficará com o volante Fabinho, que ano passado era considerado a voz de René Simões dentro de campo.

O Tigres, sem maiores aspirações dentro da Taça Guanabara, busca a vitória para fugir da lanterna do Grupo A. O grande destaque do time da Baixada Fluminense é o atacante Sorato, autor do gol do título do Campeonato Brasileiro de 1989 com a camisa do Vasco.

FLUMINENSE TIGRES
Ricardo Berna; Mariano, Edcarlos, Cássio e Leandro; Fabinho, Diguinho, Thiago Neves e Conca; Maicon e Roger. Marcos Paulo; Guerra, Gustavo, Ailson e Edson; Leão, Fábio, Neto e Marquinho; Juninho e Sorato.
Técnico: René Simões. Técnico: João Carlos Costa.
Estádio: São Januário. Data: 15/02/2009. Árbitro: Felipe Gomes da Silva. Auxiliares: Ronaldo Kenupp e Rodrigo Henrique Corrêa.
Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 16h (de Brasília).

fevereiro 14, 2009 Posted by | Fluminense | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Após semana de falatório, São Paulo e Corinthians medem forças no Morumbi

Majestoso testa habilidade e preparação das equipes, depois de polêmicas com ingressos e bate-boca via imprensa

Depois de sete jogos no início da temporada, São Paulo e Corinthians fazem o primeiro grande teste do ano neste domingo, às 16h, no Morumbi, pelo Paulistão. O Majestoso, como é conhecido o clássico paulista, está cercado de emoção antes mesmo de começar: polêmica na separação de ingressos, reencontro das duas equipes após mais de um ano e equilíbrio de forças em campo -o último confronto aconteceu em 27 de janeiro de 2008, em um 0 a 0, no Morumbi.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partida em Tempo Real a partir das 16h. A TV Globo e o Premiére transmitem o duelo.

A proximidade na tabela também evidencia um clássico parelho. O Corinthians tem 17 pontos, na segunda colocação, e o São Paulo soma 16, na terceira posição. Ambos têm cinco vitórias, mas o Timão ainda não foi derrotado no Paulistão. O Tricolor tenta voltar a ser forte em casa, e vem de duas vitórias no seu território.

Fora de campo, a cota de ingressos para o visitante gerou confusão. O anfitrião determinou apenas 6,8 mil da carga total para o Corinthians, que ficou revoltado, apesar de saber que a medida está dentro do que determina o Estatuto do Torcedor. A diretoria alvinegra criticou abertamente os tricolores, ressaltando que se tratava de uma atitude egoísta. Mas não teve jeito.

Alheio à confusão, o técnico Muricy Ramalho não quer saber de polêmica nem analisa se o anfitrião terá vantagem por ter mais torcida no Morumbi. Ele prefere evidenciar a rivalidade saudável que há entre os clubes e será posta em prática no campo. E vê os times em formação, porém mais preparados do que nas últimas temporadas.

– A rivalidade existe, mas do lado bom do futebol. É clássico, não importa se o São Paulo terá mais torcida ou não, é um jogo igual. As duas equipes estão se achando no campeonato em termos de time. Mas vai ser um bom jogo. Nos outros anos, os grandes não se preparavam da mesma forma, contratavam durante a competição e não iam bem. Esse ano não. Está sendo diferente – analisou o comandante são-paulino.

O técnico Mano Menezes, do Corinthians, também prefere deixar a confusão por ingressos de lado. O treinador só se preocupa com o que acontece em campo. Mas sabe que será uma situação inusitada para o Timão: jogar só com uma pequena parte do “bando de loucos” presente no Morumbi.

– – Nós, profissionais, não gostamos que questões de fora do campo interfiram no jogo. Gostamos que ele seja definido sempre na bola, no espetáculo. Não acho que esse problema (dos ingressos) vá interferir na equipe. São poucos os duelos em que convivemos com essa condição (de pouco apoio), porque nossa torcida é atuante. Mas vamos ter minoria. Partidas como essa fazem parte do campeonato. Tem que saber jogar em condições adversas, sem perder a naturalidade de equipe – opinou o treinador do Timão.

Escalação vai ser pensada com carinho

Ampliar Foto Wander Roberto/VIPCOMM Wander Roberto/VIPCOMM

Muricy pretende esperar até o último treino para definir a equipe para o clássico

No Tricolor, Muricy sabe que não pode pensar somente no clássico deste domingo, pois tem a estreia na Libertadores nesta quarta-feira, contra o Independiente (COL), também em casa. O treinador não pode correr o risco de colocar um jogador sem estar 100% em campo e depois não ter o atleta bem também contra os colombianos. Para completar, o São Paulo esteve em campo na última quinta-feira contra a Ponte Preta, e terá dois dias apenas de recuperação. Por isso a escalação vai ser estudada com carinho.

– A gente ainda não resolveu o time, vamos esperar a recuperação dos jogadores. Eles vão estar realmente cansados amanhã (sábado). Tem que ter calma, não adianta colocar o jogador que não está apto, porque ele não se sairá bem em nenhum dos dois jogos. Temos um bom plantel e vamos com o que possuímos de melhor – explicou o técnico.

Muricy deve optar pelo 3-5-2. A dúvida é saber quem começará jogando: Rodrigo ou Renato Silva. No meio, o treinador não terá Hugo, que recebeu o terceiro cartão amarelo contra a Ponte. Mas Hernanes volta de suspensão e fica responsável pela criação.

Treino secreto antes do clássico

Ampliar Foto Ag./Agencia Estado Ag./Agencia Estado

Mano ainda não definiu o esquema tático do Timão para o clássico de domingo

Mano Menezes faz mistério sobre a escalação da equipe. Nesta sexta, comandou um treino secreto no Parque Ecológico do Tietê e testou o time no 3-5-2, utilizado na vitória por 2 a 0 sobre o Mogi Mirim. No entanto, não está descartada a possibilidade de o treinador voltar ao tradicional 4-4-2.

O técnico tem boas notícias: Alessandro, Cristian, Douglas e Jorge Henrique voltam de lesão. Apenas o primeiro ainda não está totalmente liberado para jogar, mas deve ser confirmado no fim de semana. Se Alessandro não puder mesmo atuar, a vaga fica entre Túlio ou Fabinho.

SÃO PAULO CORINTHIANS
Bosco, Renato Silva (Rodrigo), André Dias e Miranda; Zé Luis, Jean, Richarlyson, Hernanes e Jorge Wagner; Borges e Washington. Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias, Morais e Douglas; Jorge Henrique e Souza.
Técnico: M. Ramalho. Técnico: M. Menezes.
Estádio: Morumbi. Data: 15/02/2009. Árbitro: José Henrique de Carvalho. Auxiliares: Ednilson Corona e Anderson Jose de Moraes Coelho
Transmissão: A TV Globo exibe a partida ao vivo. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, também mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 16h (de Brasília).

fevereiro 14, 2009 Posted by | Corinthians, São Paulo | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fla e Bota decidem a liderança do Grupo B e o status de melhor time do Carioca

Crescente rivalidade entre os clubes ganha mais um capítulo neste domingo no Maracanã

Ampliar Foto Editoria de Arte/Montagem Editoria de Arte/Montagem

Ney Franco e Cuca terão pela frente, neste domingo, clubes que já dirigiram recentemente

A rivalidade cresceu nos últimos anos. Com jogos decisivos, emocionantes, polêmicos. O clássico Flamengo e Botafogo parece que ganhou um ingrediente a mais. E neste domingo, às 16h, no Maracanã, mais um capítulo da história será escrito. A partida vale a liderança do Grupo B e o status de melhor campanha da Taça Guanabara. O Rubro-negro é o líder com 16 pontos e joga pelo empate. O Alvinegro vem logo atrás com 15. O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partida em tempo real.

Saiba como comprar ingressos para o clássico

Flamengo e Botafogo se enfrentam pela primeira vez em 2009 com uma curiosidade. Os destaques dos dois clubes trocaram de lado. No Rubro-negro, o técnico Cuca e o meia Zé Roberto faziam, até pouco tempo, sucesso no rival. Já pelo Alvinegro, os artilheiros Reinaldo e Victor Simões são crias da Gávea. E o técnico Ney Franco comemorou o título carioca de 2007 pelo Fla justamente em cima do atual clube.

Ampliar Foto Agência/Estado Agência/Estado

Revelado na Gávea, Reinaldo é a esperança de gols do Alvinegro neste domingo

A partida deste domingo não é uma decisão, mas tem um sabor especial para os alvinegros. Afinal é a chance de acabar com a invencibilidade do rival no campeonato e entrar na fase final com a melhor campanha.

– Botafogo e Flamengo pode ser amistoso ou valer título que sempre terá uma repercussão muito grande. É sempre bom vencer, ainda mais este clássico que agora vale o primeiro lugar geral da Taça Guanabara – disse o técnico Ney Franco.

Dono do melhor ataque do Campeonato Carioca, com 15 gols, o Botafogo deposita em Reinaldo a esperança para começar a dar o troco no Flamengo.

– Acho legal essa rivalidade, sem violência, sem nada. As provocações são válidas. O chororô já passou. A maior parte desse grupo não estava presente naquela época, mas temos que carregar isso com a gente. Cabe a nós mudar essa história vencendo o Flamengo, principalmente em jogos decisivos – disse o atacante.

O Alvinegro, porém, não terá um de seus principais jogadores. O meia Maicosuel foi expulso na última partida contra o Friburguense. Além disso, o zagueiro e capitão Juninho está fora do clássico por causa de uma lesão no joelho esquerdo. Além disso, o zagueiro Emerson e o volante Léo Silva, que estão pendurados com dois cartões amarelos, devem ser poupados pelo treinador. Assim, o clube não correria o risco de perdê-los para a semifinal.

Tudo pelos privilégios da liderança

Ampliar Foto Agência/Agência Estado Agência/Agência Estado

Zé Roberto, agora camisa 10 do Fla, não quer dar mole para o seu ex-clube

Com dois ex-alvinegros como destaque, o Flamengo só pensar em não perder na linha de chegada os privilégios nas semifinais por ser o primeiro colocado do Grupo B. Depois de poupar mais de metade do time no empate por 2 a 2 contra o Boavista, no meio da semana, Cuca trocou os testes pela precaução e somente os pendurados Ronaldo Angelim, Airton e Marcelinho Paraíba, e Juan, lesionado, não estarão em campo contra o Botafogo. Thiago Sales, Toró, Jônatas e Egídio, respectivamente, entram em seus lugares.

O objetivo de Cuca é consolidar a primeira posição para disputar a semifinal já no sábado de carnaval, e ter mais tempo para preparar a equipe em caso de classificação para a decisão. Além de enfrentar um adversário teoricamente mais fraco, o segundo colocado do Grupo A, apesar do risco de ser o Fluminense.

Podendo até empatar para garantir a liderança, o treinador, no entanto, garante que não terá nem um pouco de dó se for para vencer o clube que comandou por mais de dois anos. Apesar de admitir o respeito e carinho pelo Botafogo, Cuca não esconde a vontade de ter justamente em um clássico a primeira atuação convincente no comandado do Flamengo.

– Sou profissional. Dei o máximo no Botafogo por respeito a entidade e agora acontece o mesmo aqui no Flamengo. Tenho toda a vontade do mundo de ser feliz aqui. O Botafogo ganhou bem do Friburguense e isso faz ganhar corpo, embalar. O Flamengo é o único time invicto no Estadual. Será um grande jogo.

Opinião semelhante tem o meia-atacante Zé Roberto. O jogador irá enfrentar pela primeira vez o ex-clube, mas garantiu que a pressão que sofre pelos flamenguistas nas ruas o faz sequer pensar em dar moleza para os ex-companheiros.

– A rivalidade cresceu muito nos últimos anos. A torcida do Flamengo me para nas ruas para dizer que não quer perder para o Botafogo. Não vale muita coisa, mas é um clássico que vai decidir a liderança do grupo. É a primeira vez que vamos pegar uma equipe tão qualificada como a gente. É um teste para ver como vamos nos portar. Mas temos um grupo maduro e experiente.

BOTAFOGO FLAMENGO
Renan; Alex (Emerson), Leandro Guerreiro e Wellington; Alessandro, Fahel, Batista (Léo Silva), Lucas Silva e Thiaguinho; Victor Simões e Reinaldo. Bruno, Willians, Fábio Luciano e Thiago Sales; Leo Moura, Toró, Jônatas (Kleberson), Ibson e Egídio; Zé Roberto e Obina.
Técnico: Ney Franco. Técnico: Cuca.
Estádio: Maracanã. Data: 15/07/2008. Árbitro: José Alexandre Barbosa Lima. Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e Raimundo Araújo dos Santos.
Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 15h40m (de Brasília).

window.google_render_ad();

fevereiro 14, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Atlético-MG reencontra o Cruzeiro e tenta acabar com um tabu de quase dois anos

Atleticanos não vencem o rival desde 29 de abril de 2007: 4 a 0

Ampliar Foto Editoria de Arte/Globo Esporte Editoria de Arte/Globo Esporte

Diego Tardelli e Wellington Paulista são as grandes esperanças de gols no grande clássico

Os maiores rivais de Minas Gerais voltam a se encontrar na temporada de 2009 desta vez em jogo válido pelo Campeonato Mineiro. Cruzeiro e Atlético já duelaram na semifinal do Torneio Verão no Uruguai, em janeiro, e a Raposa levou a melhor vencendo por 4 a 2. Mais um capítulo desse clássico será escrito no próximo domingo, às 16h, no Mineirão, e o Galo vai tentar acabar com um tabu que dura quase dois anos sem vencer o rival. A última vez que isso ocorreu foi em 29 de abril de 2007, quando goleou por 4 a 0, no primeiro jogo da final do estadual. Desde então, foram oito derrotas e um empate.

O time celeste chaga ao duelo como o único clube na competição com 100% de aproveitamento e 15 pontos ganhos. Já os atleticanos aparecem com 66% e na quarta colocação com oito pontos. Na história do Campeonato Mineiro, foram 247 confrontos com 83 vitórias do Cruzeiro, 61 empates e 103 vitórias do Atlético. O ataque cruzeirense marcou 263 gols e o atleticano 317.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha tudo em Tempo Real a partir das 16h. O Premiere transmite a partida ao vivo para todo o Brasil.

Adilson Batista tem dúvida na zaga

A Raposa vem motivada para o jogo. A equipe teve sua base 2008 mantida e os resultados já começaram a aparecer nesta temporada. Depois do título invicto do Torneio Verão (duas vitórias), o time ainda não sabe o que é perder no Campeonato Mineiro. Em cinco jogos disputados tem o melhor ataque da competição com 15 gols marcados e apenas três sofridos.

Mesmo com todos os titulares a disposição, o técnico Adilson Batista faz mistério quanto a escalação do sistema defensivo para o jogo. Thiago Heleno e Anderson brigam por uma vaga de titular. A única ausência certa é do lateral Sorin que reclama de dores no calcanhar e está em tratamento. O argentino ainda não tem data certa para fazer sua reestreia com a camisa celeste.

O atacante Wellington Paulista disputará o segundo clássico pela Raposa. O jogador esteve presente na vitória por 4 a 2 sobre o maior rival, em Montevidéu. Para o jogador, a importância do confronto já fornece os ingredientes necessários para motivar jogadores e torcida.

– Clássico por si só já é motivante, não precisa nem a gente pedir para a torcida vir, empenho ou determinação de qualquer um dos jogadores. A gente sabe que vai ser muito pegado, muito corrido. Esperamos manter essa boa média que a gente tem em cima deles para que possamos sair vitoriosos – afirmou.

Galo com desfalques para o jogo

O Galo tem grandes desfalques para o clássico. O jovem Renan Oliveira que acabou de ser Campeão Sul-Americano com a seleção Sub-20. O jogador se reapresentou ao clube se queixando de dores no joelho direito e não teve tempo suficiente para uma possível recuperação. Os meias Lopes e Tchô também estão fora. Lopes sofreu estiramento grau dois na região posterior da coxa esquerda e ficará em tratamento por cerca de três semanas. Por sua vez, Tchô teve um estiramento leve também na região posterior da coxa esquerda e ficará em tratamento por cerca de 15 dias

A principal modificação é a entrada do meia Yuri, que teve grande participação na vitória sobre o Uberaba por 4 a 1, fazendo com que a equipe jogasse com dois jogadores nesse setor. Segundo o técnico Emerson Leão, que disputa seu primeiro clássico em Campeonatos Mineiros, ele deu uma nova característica ao time deixando o Galo com um toque de bola mais refinado.

– Vimos o porquê da condição do Yuri dentro do campo. Foi uma troca de passes constante, uma rapidez, uma fluência para chegar dentro da grande área e definir a partida – lembrou o técnico.

Ficha do jogo

CRUZEIRO ATLÉTICO-MG
Fábio; Jonathan, Leonardo Silva, Thiago Heleno (Anderson) e Fernandinho; Henrique, Marquinhos.Paraná, Ramires e Wagner; Thiago.Ribeiro e Wellington Paulista Juninho, Marcos Rocha, Leandro Almeida, Welton Felipe, Junior; Renan, Carlos Alberto, Márcio Araújo, Yuri; Diego Tardelli e Eder Luis
Técnico: Adilson Batista. Técnico: Emerson Leão
Estádio: Mineirão. Data: 15/02/2009. Árbitro: Alício Pena Júnior. Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago e Celso Luiz da Silva.
Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 16 (de Brasília).

fevereiro 14, 2009 Posted by | Atlético-MG, Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário