Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Com uma mudança, Fla encara o Bangu

Rubro-Negro terá Everton como novidade no segundo jogo do Estadual

Flamengo volta a enfrentar o Bangu após quatro anosFlamengo volta a enfrentar o Bangu após quatro anos (Crédito: Arte: Luiz Cláudio Dionysio)

LANCEPRESS!

A estreia não foi o que a torcida esperava, mas o Flamengo terá nova chance de mostrar porque é o favorito do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro encara o Bangu, nesta quinta-feira em Volta Redonda, com praticamente a mesma equipe que venceu com dificuldades o Friburguense por 1 a 0.

A única mudança em relação ao primeiro jogo é o ataque. O novo companheiro de Obina será Everton. O apoiador entrou bem contra o Friburguense e ganhou uma vaga no lugar de Marcelinho Paraíba, que vem reclamando de atrasos de salários e até cogitou sair do Flamengo.

Passado o mal-estar desta semana com o problema de Marcelinho Paraiba, os jogadores esperam que o time possa apresentar melhor futebol contra o Bangu.

– Estreia é sempre complicado e penso que vamos melhorar com o passar dos jogos. O Friburguense veio muito retrancado, foi difícil chegar ao ataque. Os jogadores que vem de trás precisam trabalhar bem a bola e a movimentação para termos mais oportunidades. Mas a evolução será a cada partida – explicou Obina, que voltará a usar o número 18.

Pelo lado do Bangu, jogar fora do seu estádio é uma desvantagem, principalmente por ter que enfrentar um clube grande. Mas a principal preocupação da equipe é evitar os erros da derrota por 3 a 1 para o Mesquita. O fato de ter que jogar em Volta Redonda fica para segundo plano.

– Treinamos durante a semana e corrigimos os erros cometidos contra o Mesquita. Não podemos vacilar contra o Flamengo, que é um time que tem muita qualidade. Acredito que o fato de jogar em Volta Redonda não irá atrapalhar nossa equipe – disse o zagueiro Abílio.
FICHA TÉCNICA:
BANGU x FLAMENGO

Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data/Hora: 29/1/2009 – 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Djalma Beltrami (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Cláudio José de Oliveira (RJ)
BANGU: Thiago Eller (Diogo), Willian, Abílio, Edinho e Márcio Cleik; André Oliveira, Douglas Silva, Marcos Vinícius, Paulo Roberto (Rafael Soeiro); Bruno Luiz e Sassá (Somália). Técnico: Edson Souza.

FLAMENGO: Bruno, Aírton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Willians, Kleberson, Ibson e Juan; Everton e Obina. Técnico: Cuca.

janeiro 29, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , | 2 Comentários

Santos pega Mirassol em busca da liderança

Peixe recebe o Mirassol na Vila e conta com os gols de Kléber Pereira para manter 100% de aproveitamento

LANCEPRESS! O Santos recebe o Mirassol, às 21h30 desta quinta-feira, na Vila Belmiro, em busca de sua terceira vitória em três jogos no Paulistão. A equipe conta com o bom aproveitamento em casa e com os gols do artilheiro Kléber Pereira, para vencer mais uma e voltar a ser um dos líderes do campeonato.

O time não conta com o zagueiro Domingos, que sofreu um corte na canela na partida anterior. Fabiano Eller ainda não está à disposição. A dupla de zaga contará com Adaílton, mas seu parceiro ainda não está definido. Fabão e Paulo Henrique brigam pela vaga.

O Santos também não contará com Bolaños, principal reforço para a temporada, que ainda aguarda a sua documentação ficar pronta. Além de Léo, que deve levar cerca de 15 dias para estar em condições de jogo.

Márcio Fernandes espera que a equipe repita a boa atuação que teve diante do Guaratinguetá, primeiro adversário na Vila Belmiro, e vença com tranquilidade. Mas sabe que o Mirassol é um time perigoso.

– Eles estão treinando junto desde outubro e isso pesa muito na hora do jogo. Mas temos que usar o fator torcida e jogar com determinação para vencermos mais um jogo – declarou Márcio Fernandes.

No Mirassol, o treinador Roberval Davino tem problemas para escalar a equipe. O atacante Wesley, um dos destaques do time, sentiu dores musculares na coxa direita e passa a ser dúvida. Se ele não jogar, a vaga fica com o experiente Finazzi.

A outra dúvida do treinador está na zaga. Artur e Dão disputam uma vaga na equipe titular e cada um jogou um tempo no coletivo de terça-feira. Para Roberval Davino é importante o Mirassol manter seu estilo de jogo.

– Só não podemos mudar a forma de jogar. Apesar do empate com o Marília, o time mostrou um poder de reação excelente. Se tivéssemos saído na frente, com certeza a história seria outra – comentou Davino.

FICHA TÉCNICA

SANTOS X MIRASSOL

Estádio: Vila Belmiro, em Santos(SP)
Data/hora: 29/01/2009 – 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Ferreira
Auxiliares: Rafael Ferreira da Silva e Rogério Pablos Zanardo

SANTOS: Fábio Costa, Luizinho, Adaílton, Paulo Henrique (Fabão) e Triguinho; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Lúcio Flávio e Madson; Roni e Kléber Pereira. Técnico: Márcio Fernandes.

MIRASSOL: Fabiano, Roger, Artur (Dão), Augusto e Anderson Paim; Acleisson, Luciano Sorriso, Júnior Maranhão e Eder; Luís Ricardo e Wesley (Finazzi). Técnico: Roberval Davino.

janeiro 29, 2009 Posted by | Santos | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo recebe o Macaé, no Engenhão

Será apenas a segunda vez na história em que as equipes se enfrentam

LANCEPRESS!

O Botafogo recebe o Macaé nesta quinta-feira, às 18h45, no Engenhão pela segunda rodada do Campeonato Carioca. A partida pode valer a liderança do grupo B já que ambos venceram na primeira rodada. Além deles, Flamengo e Mesquita também somam três pontos.

Será apenas a segunda vez em que as equipes se enfrentam. No dia 23 de março de 2008, o Botafogo goleou o Macaé por 7 a 0, destaque para Wellington Paulista, autor de quatros gols. O resultado elástico do confronto serve de inspiração para o Glorioso conquistar a segunda vitória no Estadual, porém, Ney Franco prefere pregar cautela para evitar um possível tropeço.

– O princípio básico é o de evitar a todo custo os tropeços, principalmente contra os pequenos e em situações que se está em vantagem. É fundamental ter cautela sem deixar de ser agressivo, sempre mantendo a postura profissional e de respeito ao adversário. Mas vamos marcar o Macaé no campo deles e ter uma saída de bola rápida – disse o treinador alvinegro.

Pelo lado do Macaé, o técnico Dário Lorenço sabe que será uma tarefa difícil enfrentar o Botafogo no Engenhão, mas promete que a equipe vai suar sangue para tentar alcançar o resultado positivo.

– Assisti ao VT da partida do Botafogo contra o Boavista e vamos ter que suar sangue para conseguir um resultado positivo no Engenhão. Conversei bastante com o grupo e pedi tranquilidade, apesar de sabermos das dificuldades que iremos encontrar – explicou Dário Lourenço.
FICHA TÉCNICA:
Botafogo X Macaé

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 29/01/2009 – 18h45
Àrbitro: William Marcelo de Souza Nery (RJ)
Auxiliares: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Alexandre Eller (RJ)

Botafogo: Renan; Emerson, Juninho e Leandro Guerreiro; Alessandro, Léo Silva, Lucas Silva, Maicosuel e Eduardo; Diego e Victor Simões. Técnico: Ney Franco.

Macaé: Darci; André, Hélton e Vinícius (Wallacer); Chiquinho, Léo Gonçalves, André Gomes, Gláuber e Bill; Osmar e Jackson. Técnico: Dário Lourenço.

janeiro 29, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco desencanta e goleia o Tigres: 4 a 0

Rodrigo Pimpão deixa o dele, Faioli marca dois e o clube de São Januário vence sua primeira partida no Carioca

Rodrigo Pimpão marcou seu primeiro gol com a camisa do VascoRodrigo Pimpão marcou seu primeiro gol com a camisa do Vasco (Crédito: Cleber Mendes)

O Vasco finalmente desencantou neste Campeonato Carioca e goleou o Tigres com autoridade, nesta quarta-feira à noite, em Xerém (RJ). Rodrigo Pimpão abriu a contagem na primeira etapa. Nilton e Faioli, duas vezes, completaram o placar para o Cruzmaltino. Com isso, o clube de São Januário conquistou seus primeiros três pontos na competição enquanto o Tigres permaneceu com o ponto conseguido na sua estréia na Primeira Divisão carioca.

O Vasco mostrou maior entrosamento desde o início do primeiro tempo. Aos 13, Alex Teixeira recebeu de Rodrigo Pimpão, driblou o zagueiro mas chutou com pouca força. Dois minutos depois, Fernando tentou de cabeça mas Marcos Paulo defendeu sem dar rebote.

O Tigres, por sua vez, mostrou que também que poderia assustar em uma cobrança de falta de Clayton, aos 21. Tiago mergulhou no canto direito e espalmou. Guerra, de voleio, teve grande oportunidade dois minutos depois. Aos 24, Sorato bateu raspando a trave direita.

Apesar destas chances, no geral, era o Vasco que tinha mais volume de jogo, principalmente quando a bola passava pelos pés de Carlos Alberto. Mas foi em um passe de Jéferson que o Vasco abriu o placar. Aos 37, o meia foi lançado na ponta esquerda e cruzou rasteiro para o meio da área. Rodrigo Pimpão apareceu sozinho, driblou o goleiro com uma calma de veterano e só empurrou para o fundo da rede: Vasco 1 a 0.

Alex Teixeira chegou a ampliar a contagem três minutos depois. Mas, como tem acontecido constantemente no Campeonato Carioca, o árbitro assinalou equivocadamente impedimento do apoiador.

O Vasco e o Tigres começou a segunda etapa meio sonolento. Tanto que o primeiro lance de perigo aconteceu sem querer. Aos 7, Édson tentou cruzar da esquerda, Tiago fez golpe de vista e a bola carimbou a trave.

Depois deste lance, o Cruzmaltino acordou e teve várias chances de marcar como aos 15, com Alex Teixeira, e aos 17, com Carlos Alberto, mas os dois perderam suas oportunidades. Mas o Tigres teve novamente uma chance de marcar, aos 19, em uma cabeçada de Eduardo que Tiago teve que se esticar para defender.

As coisas ficaram mais facilitadas para o Vasco quando Marquinhos fez falta em Rodrigo Pimpão e foi expulso aos 25 do segundo tempo. E foi nesta infração que saiu o segundo gol do Vasco. Paulo Sérgio cruzou na área e Nilton apareceu entre os zagueiros para fazer de cabeça: Vasco 2 a 0, aos 26.

Com um a mais em campo, não demorou para o Vasco ampliar. Aos 34, Jéferson soltou uma bomba de fora da área que o goleiro Marcos Paulo espalmou. Faioli pegou o rebote e, sozinho, deslocou o goleiro: Vasco 3 a 0.

Faioli ainda teve a chance de fazer mais um. Em contra-ataque do Vasco aos 38 minutos, Carlos Alberto rolou uma bola açucarada para o atacante. Ele que soltou uma bomba e o goleiro Marcos Paulo não segurou: Vasco 4 a 0.

Agora, o Vasco tentará continuar com a boa apresentação contra o Duque de Caxias – que também será adversário do clube na Série B do Campeonato Brasileiro – no próximo sábado, em São Januário, às 16h. Já o Tigres vai até Campos pegar o Americano, que está com aproveitamento de 100% neste Carioca. A partida começa às 20h30.

FICHA TÉCNICA
TIGRES 0 x 4 VASCO
Estádio:
Los Larios, Xerém (RJ)
Data/hora: 28/01/09 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (RJ)
Renda/público: R$ 54.880,00 / 3.144 pag.
Cartões amarelos: Claiton (TIG); Alex Teixeira, Ramón e Carlos Alberto (VAS).
Cartões vermelhos: Marquinhos, aos 25’/2ºT (TIG)

GOLS: Rodrigo Pimpão, 37’/1ºT (0-1); Nilton, 26’/2ºT (0-2); Faioli, 34’/2ºT (0-3); Faioli, 38’/2ºT (0-4).

TIGRES: Marcos Paulo, Oziel, Zé Carlos (Aílson, 18’/1ºT), Gustavo e Edson; Neto (Gilcimar, intervalo), Marquinhos, Clayton e Denis; Guerra e Sorato (Eduardo, 12’/2ºT). Técnico: João Carlos Costa.

VASCO: Tiago, Paulo Sérgio, Titi, Fernando e Ramón; Amaral (Mateus, 27’/2ºT), Nilton, Jéferson e Alex Teixeira (Faioli, 32’/2ºT); Carlos Alberto e Rodrigo Pimpão (Carlos Antônio, 27’/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

if (!(dominioparceiro)){OAS_AD(‘x10’);}

janeiro 29, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

São Paulo x Santo André: ingressos à venda nesta quinta

Partida, no Morumbi, será válida pela quarta rodada do Campeonato Paulista

LANCEPRESS!

O São Paulo começa, nesta quinta-feira, a vender os ingressos para a partida de domingo, contra o Santo André, no Morumbi. O jogo está marcado para as 17h e será válido pela quarta rodada do Campeonato Paulista.

O São Paulo agora é o próprio responsável pela venda dos ingressos já que o contrato com a empresa BWA, antiga responsável, não foi renovado.

Como principal novidade, o fato do torcedor poder comprar seu ingresso em algumas lojas da rede de restaurantes Habib’s, patrocinadora do clube. As lojas credenciadas ficam abertas 24hs.

Confira os locais de venda e preços:

[ VENDA ]

Estádio Cícero Pompeu de Toledo

– Pagamento em dinheiro ou cheque (exceto Arquibancadas e Cadeiras Especiais – Cartão VISA)

Bilheteria 1
Horário:
A partir de 29 de janeiro
Das 10h00 às 17h00

Bilheteria 4 (EXCLUSIVA PARA SÓCIO TORCEDOR)
Horário:
A partir de 29 de janeiro
Das 10h00 às 19h00

[ OUTROS PONTOS DE VENDA ]

– Venda SOMENTE de Arquibancada Azul e Cadeira Amarela
– Pagamento em dinheiro

Lojas Habib´s 24hs nos seguintes endereços:

Edgar Facó
Av. Edgar Facó, 730 – Piqueri

Liberdade I
Av. Liberdade, 1070 – Liberdade

Ipiranga
Av. Ipiranga, 794 – República

São Caetano (ABC)
Av. Goiás, 1150 – São Caetano do Sul
Radial I
Av. Conde de Frontim, 2254 – Vila Matilde (Radial Leste)

Horário:

24 hs (das 10h00 de 29 de janeiro às 10h00 de 01 de fevereiro)

[ INGRESSOS DISPONÍVEIS ]

Av. Jules Rimet

PORTÃO 02
VISITANTE – Térreo Amarelo R$ 30,00 ½ entrada R$ 15,00

PORTÃO 03
Térreo Azul R$ 30,00 ½ entrada R$ 15,00

PORTÃO 04
Morumbi Premium Clube R$ 70,00 ½ entrada R$ 35,00

PORTÃO 05
Cativa Azul – Proprietário R$ 30,00
Cadeira Azul R$ 70,00 ½ entrada R$ 35,00

PORTÃO 06
Sócio Torcedor R$ 15,00 Somente no Estádio do Morumbi (Bilheteria 4)
Arquibancada Azul R$ 30,00 ½ entrada R$ 15,00 Venda no Estádio do Morumbi e Lojas Habib´s indicadas
Arquibancada Laranja R$20,00 ½ entrada R$10,00 (Somente Cadastrados – FPF)

Av. Giovanni Gronchi

PORTÃO 15
Futebolcard – Visa (50% de desconto para Sócio Torcedor)
– Cadeiras Especiais Superiores R$30,00 ½ entrada R$15,00
– Arquibancadas Especiais R$20,00 ½ entrada R$10,00
Venda somente no Estádio do Morumbi ou pelo site www.futebolcard.com
Pagamento no cartão de crédito VISA

PORTÃO 16
Cadeira Amarela R$ 30,00 ½ entrada R$ 15,00 Venda no Estádio do Morumbi e Lojas Habib´s indicadas
Cativa Vermelha – Proprietário R$ 30,00

PORTÃO 17
Geral Vermelha (Setor Deficientes) R$ 30,00 ½ entrada R$ 15,00
Acompanhante: Total 169 ingressos

PORTÃO 18
Geral Vermelha – R$ 30,00 ½ entrada R$ 15,00

EDIFÍCO GARAGEM – PORTÃO 14
Acesso para bilheteria no 2º Andar – Cativa Vermelha.

janeiro 29, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Washington não marca, mas garante o São Paulo

Artilheiro participa diretamente dos dois gols na vitória sobre o Guarani

Ari Ferreira)Washington comemora o gol que garantiu a vitória são-paulina (foto: Ari Ferreira)

LANCEPRESS!

O São Paulo bateu o Guarani, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no Brinco de Ouro, em Campinas, e segue na luta pelas prmeiras colocações do Paulistão. De quebra, ainda garantiu ao artilheiro Washington sua primeira vitória no estádio do maior rival do clube que o revelou – o Coração Valente ganhou destaque vestindo a camisa da Ponte Preta.

O jogo começou mal. Muitos passes errados de ambos os lados e raras chances de gol. Inicialmente, o Tricolor dominou a partida. Insistindo em jogadas pelo lado esquerdo e nas enfiadas pelo meio, incomodou a defesa, mas quase não chegou no goleiro Douglas.

E apesar do São Paulo ter mandado uma bola na trave, com Borges, após lindo passe de Washington, foi o Guarani quem criou as melhores oportunidades da primeira etapa. Gláuber, em chute de fora da área, e Cleverson e Bruno, na cara do gol, desperdiçaram boas chances.

Na volta do intervalo, o panorama se manteve, apesar da visível melhora no nível técnico da partida: o Bugre continuou mais perigoso. O time de Campinas chegou a acertar o travessão em chute de Fernando Gaúcho após vacilo do volante Jean.

Foi aí que Muricy Ramalho resolveu se mexer. Fez, de uma vez só, duas substituições – algo raro em seu trabalho. Tirou Hugo e Borges e promoveu a entrada de Richarlyson e Dagoberto. E as mudanças surtiram efeito. Com mais velocidade, o Tricolor melhorou o setor ofensivo e não demorou a fazer o gol.

Aos 21 minutos, Jorge Wagner avançou pela esquerda e cruzou para a área. Plínio e Washington dividiram e a bola entrou no canto esquerdo de Douglas. O árbitro da partida, Luiz Flávio de Oliveira, assinalou gol contra do zagueiro bugrino.

Mesmo com a vantagem no placar, o Tricolor continuou no setor ofensivo. Já o Guarani, visivelmente cansado, não conseguiu mais incomodar nos contra-ataques. E o segundo gol tricolor foi a consequência. Washington fez lindo lançamento para Dagoberto, que avançou sozinho em direção ao gol, esperou a saída de Douglas e rolou para Hernanes, que ainda limpou o zagueiro antes de chutar a dar números finais à partida.

Com a vitória, o São Paulo chegou a sete pontos e segue invicto na competição. Já o Bugre, que vinha de duas vitórias nas duas primeiras rodadas do Estadual, conheceu sua primeira derrota e segue com seis pontos ganhos.
FICHA TÉCNICA

GUARANI 0 x 2 SÃO PAULO

Data: 28/1/2009
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Newton dos Reis Barreira (SP)
Renda/Público: R$ 255.552,00 / 15.712
Cartões Amarelos: Hernanes, Hugo, André Dias (SPO)
GOLS: Plínio (contra) 21’/2ºT (0-1); Hernanes 43’/2ºT (0-2)

GUARANI: Douglas, Maranhão, Augusto, Plínio e João Paulo; Rafael Fefo, Gláuber (Henrique, 31’/2ºT), Bruno e Chiquinho (Walter, 39’/2ºT); Cléverson e Fernando Gaúcho. Técnico: Luciano Dias

SÃO PAULO: Bosco, Renato Silva, André Dias e Miranda; Zé Luis, Jean, Hernanes (Arouca, 45’/2ºT), Jorge Wager e Hugo (Richarlyson, 16’/2ºT); Borges (Dagoberto, 17’/2ºT) e Washington. Técnico: Muricy Ramalho.

janeiro 29, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , | 1 Comentário