Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

No reencontro com a torcida, Tricolor tenta a primeira vitória do ano

Roth pretende manter esquema 3-5-2, mas com Jonas no lugar de Reinaldo

Ampliar Foto Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM

Roth dá a entender que Jonas terá chance

É apenas o segundo jogo do ano e o primeiro no Olímpico. Mas o Grêmio já sente a pressão por uma vitória. Neste sábado, o time recebe o Esportivo, de Bento Gonçalves, às 16h (de Brasília), pela segunda rodada do Gauchão 2009. O empate por 1 a 1 com o Inter de Santa Maria na estreia faz com que a equipe entre em campo para o duelo com uma só meta: vencer.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partida em Tempo Real, lance a lance, e o canal Premiere exibe a partida, em sistema de pay-per-view, para todo o Brasil.

Veja a classificação do Campeonato Gaúcho

O técnico Celso Roth tem todos os titulares à disposição. Apesar de ter treinado na véspera da partida no esquema 3-6-1, o mais provável é que repita o 3-5-2. A única mudança deve ser a entrada de Jonas no lugar de Reinaldo. Depois de cumprir suspensão automática, ele treinou entre os titulares pela primeira vez. Roth dá a entender que o atacante terá uma chance.

– Colocar o Jonas junto com o Alex é uma opção que eu já vinha pensando. Tem condições de jogo, já está relacionado e pode começar neste sábado. Tem treinado bem, se destacado, e foi o nome da Portuguesa no ano passado – ressaltou.

Nas demais posições não há mistério. O time terá Victor, Léo, Réver e Rafael Marques; Ruy, Willian Magrão, Tcheco, Souza e Fabio Santos; Jonas (Reinaldo) e Alex Mineiro. O meia Tcheco destaca que o time tem tudo para vencer pela primeira vez na temporada e que todo início de temporada é complicado.

Ampliar Foto Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM

Tcheco: ‘Buscamos os espaços’

– Contra o Esportivo há a necessidade da vitória. É o nosso primeiro jogo em casa, o campo do nosso estádio é bom. Está tudo dentro da normalidade. A gente vai encontrar um pouco de dificuldade no início do trabalho. Contra o Inter de Santa Maria faltou objetividade, mas é natural. Buscamos os espaços, mas não saiu a vitória – disse.

3-6-1 aparece no último treino

No treino dessa sexta-feira, Celso Roth testou duas formações: 3-6-1 e o 3-5-2. Na primeira opção, Reinado saiu do ataque, e Diogo fez a função de primeiro volante. Desta forma, Willian Magrão ficou mais solto para a saída de bola, Tcheco e Souza responsáveis pela armação, e Alex Mineiro no ataque. Depois de 25 minutos, o 3-5-2 reapareceu. Diogo deixou o time, e Jonas ganhou a oportunidade.

Técnico do Esportivo prevê dificuldades

Na estreia, o time da Serra Gaúcha deixou a vitória escapar contra o São Luiz. Vencia por 1 a 0 até os 41 minutos do segundo tempo. Para o desafio deste sábado, o técnico Círio Quadros espera muitas dificuldades contra o Grêmio, especialmente por ser uma partida na casa do adversário.

– Vamos jogar da mesma forma que fizemos na estreia. Será um jogo difícil. O Grêmio teve um tempo de preparação menor do que o nosso, mas está montado. Nós temos uma equipe nova, que ainda está buscando entrosamento. O empate é um bom resultado – avaliou.

A única dúvida do treinador está no meio. O volante Alexandre tem uma lesão na coxa direita e não vai para o jogo. Dois jogadores disputam a vaga.

– Treinei com o Airton e com o Nunes na posição, mas ainda não decidi. A gente tem jogado no 4-4-2, mas procura alternar o esquema – informou.

Ficha do jogo

GRÊMIO ESPORTIVO
Victor, Léo, Réver e Rafael Marques; Ruy, Willian Magrão, Tcheco, Souza e Fabio Santos; Jonas (Reinaldo) e Alex Mineiro. Fernando, Adams, Ramon, Ronan e Nunes (Airton); Éverton, Helton, Dângelo e Neilor; Valdson e Evilásio.
Técnico: Tite. Técnico: Círio Quadros.
Estádio: Olímpico, em Porto Alegre (RS). Data: 24/01/2009. Árbitro: Márcio Chagas da Silva. Auxiliares: Júlio César dos Santos e Carlos dos Santos Bittencourt .
Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, transmite o jogo para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOSPORTE.COM acompanha lance a lance a partir das 16h (de Brasília)

GAÚCHO

Primeiro turno – segunda rodada (horários de Brasília)
Sábado, 24/01
16h – Grêmio x Esportivo
18h30m – Canoas x Juventude
Domingo, 25/01
17h – São José POA x Internacional
17h – Ypiranga x Veranópolis
17h – Santa Cruz x Avenida
19h10m – Caxias x Internacional SM
19h30m – São Luiz x Novo Hamburgo

janeiro 24, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , | Deixe um comentário

Reformulado, Glorioso 2009 enfrenta o Boavista de olho em mais uma decisão

Alvinegro dá largada neste sábado à temporada com muitas caras novas no elenco, mas ainda sob o comando do remanescente treinador Ney Franco

O Botafogo inicia neste sábado a luta para chegar à terceira final seguida do Campeonato Carioca. A equipe começa a sua trajetória por Saquarema, onde enfrenta o Boavista, às 16h (de Brasília), pela primeira rodada da Taça Guanabara. O Alvinegro terá uma equipe reformulada, mas ambiciosa. O objetivo será, agora, conquistar o título que deixou escapar nos dois últimos anos. O Premiere transmite a partida ao vivo, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real.

O jogo deste sábado será o primeiro contato da torcida com um time bem diferente daquele que ela acostumou a ver nos últimos dois anos. Dos que terminaram 2008 como titulares, estarão em campo apenas o goleiro Renan, o lateral-direito Alessandro, o volante Leandro Guerreiro e o meia Lucas Silva. A maioria da equipe principal é composta por caras novas.

Até mesmo o esquema tático mudou. Ney Franco optou por uma formação no 3-5-2, com Leandro Guerreiro atuando como líbero. No meio-campo, ao lado de Lucas Silva, Maicosuel terá a missão de municiar os atacantes Diego e Victor Simões, um dos destaques da pré-temporada que durou duas semanas e aconteceu no Caio Martins, em Niterói.

Ampliar Foto Jorge William/O Globo Jorge William/O Globo

Ney Franco orienta os jogadores que formam o novo Botafogo

É no setor ofensivo, aliás, que o Botafogo terá o seu único desfalque. Reinaldo, um dos principais jogadores do elenco, sofreu um estiramento na coxa direita durante o jogo-treino contra o Olaria, na última quarta-feira. Esse fato gerou frustração, mas não diminuiu o otimismo de Ney Franco. Ele confia na boa atuação da equipe, embora saiba que o entrosamento ainda não é o ideal.

– Peço paciência à torcida, porque são normais as dificuldades neste início de temporada. Ainda buscamos a melhor forma física e técnica, o que acontecerá apenas com a sequência de jogos. De qualquer forma, isso não mudará nosso objetivo, que será sempre o de vitória.

No Botafogo, clube tão apegado à tradição, até mesmo a nostalgia tem gosto de novidade. A partida contra o Boavista também marcará a volta de um velho conhecido. Juninho, que passou o ano de 2008 no São Paulo, estará de volta ao comando da zaga, conquistando o status de capitão.

– Dá um frio na barriga só de pensar em voltar a disputar o Campeonato Carioca. Contamos com o apoio da torcida, e vamos superar a falta de entrosamento com muita garra – prometeu o zagueiro.

Mesmo sem medalhões, Boavista mostra confiança

Ampliar Foto Agência/Globo Agência/Globo

Juninho retorna ao Botafogo após um ano atuando pelo São Paulo

O Boavista também apresenta muitas caras novas para o Campeonato Carioca. Mas algumas das mais famosas, como o zagueiro Gustavo e o volante Cocito (ambos campeões brasileiros pelo Atlético-PR, em 2001), não poderão atuar, pois ainda recuperam a forma física. De qualquer forma, a equipe de Saquarema conta com o alçapão do Estádio Elcyr Resende de Mendonça, onde derrotou o Botafogo em 2007, acabando com as chances do Alvinegro de chegar à semifinal da Taça Guanabara.

O técnico Júlio Marinho tem apenas uma dúvida no time titular. Pessanha, ex-Internacional, e Juan disputam uma vaga na defesa. Mesmo assim, o comandante do Boavista acredita num bom desempenho de sua equipe na primeira rodada e no restante do Campeonato Carioca.

– O jogo de estreia é sempre mais complicado, mas estou confiante de que faremos uma boa partida, principalmente por estarmos jogando no nosso estádio. O Botafogo montou um elenco forte também e será um adversário difícil. Acredito que o ponto forte deles será o conjunto. O que as pessoas podem esperar do Boavista no Campeonato Carioca é um time competitivo e com vontade de vencer – afirmou Júlio Marinho.

BOAVISTA BOTAFOGO
Erivélton, Rogério Rios, Pessanha (Juan), Santiago e Hamilton; Thiaguinho, Alexandre Silva, Bruno Moreno e Têti; Tony e Roberto Santos. Renan, Emerson, Leandro Guerreiro e Juninho; Alessandro, Léo Silva, Lucas Silva, Maicosuel e Eduardo; Diego e Victor Simões.
Técnico: Júlio Marinho. Técnico: Ney Franco.
Estádio: Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ). Data: 24/01/2009. Árbitro: Marcelo de Souza Pinto. Auxiliares: Jackson Lourenço Massara dos Santos e Marcos Antônio Bastos Júnior.
Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 16h (de Brasília)

janeiro 24, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco mostra a nova cara contra o Americano

Após rebaixamento no Brasileiro, clube inicia temporada da recuperação neste sábado

Ampliar Foto Agência/FOTOCOM.NET Agência/FOTOCOM.NET

Carlos Alberto puxa a vila de caras novas do Vasco para a temporada de 2009

Um time cheio de caras novas. Dos titulares que entram em campo neste sábado para enfrentar o Americano, às 18h15min, no estádio de São Januário, apenas três estavam na campanha que rebaixou o Vasco para a Série B no ano passado. No total, foram 20 reforços e uma renovação completa no elenco. E na estreia do Campeonato Carioca a torcida começa a ver se a equipe está ou não no caminho certo. Os ingressos para a partida voltam a ser vendidos a partir das 11h somente nas bilheterias de São Januário.

Há seis anos sem conquistar títulos – o último foi o Estadual de 2003 – o Vasco entra como um azarão no Campeonato Carioca. O clube não é visto como um dos favoritos ao título, status que em 2009 fica com Flamengo e Fluminense. E a diretoria mesmo já declarou que o Estadual deste ano não é encarado como prioridade. O maior objetivo é arrumar a casa para entrar forte na Série B, que começa em maio.

Por isso, o técnico Dorival Júnior pede paciência aos torcedores. O time ainda precisa de entrosamento. Os primeiros jogos devem ser complicados. E para completar o comandante vascaíno ganhou um problema de última hora. O meia Jéferson teve o contrato suspenso pela 1ª Vara da Justiça do Trabalho de Taguatinga e está praticamente fora da partida contra o Americano. O clube ainda vai tentar uma liminar para colocar o jogador em campo. Mas Alex Teixeira é o provável substituto. Nilton também pode entrar no time.

– A equipe foi totalmente reformulada e o início de trabalho é sempre mais difícil. Mas já temos condições, pela qualidade dos jogadores, de mostrar algo aproximado do que pensamos fazer no Vasco no ano de 2009 – disse o treinador vascaíno.
Debaixo das traves, o goleiro-artilheiro Tiago reaparece após o contrato de Rafael ser rescindido por causa de um ato de indisciplina. Nas laterais, o experiente Paulo Sérgio, que veio do Grêmio e é o mais velho do elenco com 31 anos, e o jovem Ramon, ex-Internacional, herdam as vagas. Na defesa, Fernando terá como novo companheiro o zagueiro Titi, que veio do Náutico e fez o gol da vitória no amistoso contra a Desportiva durante a pré-temporada.

No meio-campo, Amaral volta após o fim do empréstimo do Grêmio. E Leo Lima, que retorna ao clube, joga como segundo volante. Na armação, o destaque é Fernandinho, um dos homens de confiança de Dorival Júnior. Mas a principal contratação está deslocada no ataque. Carlos Alberto, ex-Fluminense e Botafogo, assume a responsabilidade de comandar o time.

– O mais importante disso é um título para amenizar a dor que eles (os torcedores) sentiram no passado – disse Carlos Alberto.

E com a camisa 11, o Vasco terá Rodrigo Pimpão, um jovem atacante muito badalado no futebol paranaense e que chegou mostrando ter carisma com os torcedores. Resta saber se ele vai manter a tradição dos grandes artilheiros que passaram pela Colina nos últimos anos como Romário, Edmundo, Valdir, Alex Dias e Leandro Amaral.

– Só tenho que agradecer pelo carinho e apoio que estão me dando. Além disso, eles podem cobrar, que a cobrança vai ser bem vinda. Eu tenho que responder a eles. Não sei se essa simpatia veio com o sobrenome ou não, mas espero retribuir tudo isso em campo.

Ao contrário do Vasco, que teve menos de três semanas de treinos, o Americano se prepara há quase dois meses para o Campeonato Carioca. O time é jovem e formado por jogadores pouco conhecidos do público em geral. O mais famoso é o meia Rondinelli, que já passou pelo Vasco e vai ficar no banco. Além dele, o zagueiro Carlão e o volante Kim são os mais experientes do elenco.

– Fizemos o melhor durante o período de preparação e acredito que essa equipe possa surpreender durante o campeonato. Não temos grandes valores individuais, mas um grupo forte, unido, com jogadores querendo crescer dentro do futebol. Isso é importante, faz parte de nossa filosofia de trabalho – disse o técnico Paulo Marcos.

VASCO AMERICANO
Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Léo Lima, Alex Teixeira (Nílton) e Fernandinho; Carlos Alberto e Rodrigo Pimpão. Jéferson, Élson, Carlão e Anderson; Gil, Siller, Kim, Éberson e Ernani; Kieza e Diego.
Técnico: Dorival Júnior. Técnico: Paulo Marcos.
Estádio: São Januário. Data: 24/01/2009. Horário: 18h15min (de Brasília) Árbitro: João Batista de Arruda  Auxiliares: Jorge Luis Campos Roxo e Ivan Silva Araújo
Transmissão: Première
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a

partir de 18h (de Brasília).

janeiro 24, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Apoiado em Keirrison, Palmeiras busca vitória para voltar aos braços da torcida

Atacante deve estrear contra o Mogi Mirim, em Ribeirão Preto, enquanto equipe quer novo êxito para voltar bem para a torcida paulistana

Ampliar Foto Divulgação./Assessoria de Imprensa do Palmeiras Divulgação./Assessoria de Imprensa do Palmeiras

keirrison durante treino do Palmeiras: atacante se disse ansioso para a estreia

O Palmeiras enfrenta o Mogi Mirim neste sábado, às 17h, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto buscando alívio para voltar para casa. Apostando em Keirrison, atacante contratado para ser o homem-gol da equipe, o time de Vanderlei Luxemburgo quer vencer a sua segunda partida no Campeonato Paulista para retornar aos jogos no Palestra Itália em paz com seus torcedores.

A equipe, que se reapresentou há três semanas sob protestos dos torcedores, encontrou sossego no interior de São Paulo, junto a um público que não está acostumado a ver o time de perto. Aproveitando esse tipo de torcedor, os atletas palmeirenses querem engatar mais uma vitória para, enfim, se reencontrarem com aqueles que frequentam o Palestra Itália.

– É bom a gente vencer aqui para voltar bem para São Paulo. Aí o torcedor de lá não vai ter do que reclamar – disse o meia-atacante Willians.

Ampliar Foto Fabio Menotti/Assessoria de Imprensa do Palmeiras Fabio Menotti/Assessoria de Imprensa do Palmeiras

Luxemburgo orienta treino do Palmeiras

O camisa 8 deve fazer sua primeira partida como titular da equipe, na vaga de Lenny. Ao seu lado, Willians terá Keirrison, jogador no qual o Palmeiras aposta suas fichas para sanar os problemas no ataque.

Keirrison tem rejeitado o rótulo de salvador. No entanto, o jogador admite que tem uma responsabilidade a mais no Palmeiras. Artilheiro do Campeonato Brasileiro do ano passado ao lado de Kléber Pereira (Santos) e Washington (na época no Fluminense), o novo camisa 9 do Verdão prefere não fazer promessas.

– Salvador é uma palavra muito forte. Sei que minha responsabilidade aqui é muito grande. A torcida quer títulos, assim como os jogadores. Não gosto muito de falar sobre minhas metas, mas tenho certeza de que o ano vai ser maravilhoso para o Palmeiras. Espero fazer gols e a ajudar a equipe – comentou o atleta no dia da sua apresentação oficial no clube.

Julio César é o desfalque do Mogi Mirim

Já o Mogi Mirim do técnico Gelson Silva tem um desfalque certo contra o Palmeiras. Expulso na derrota por 2 a 0 para o Mirassol, o volante Julio César é a baixa no meio-campo. A vaga é disputada por Gilberto e Luis Henrique.

Em compensação, a equipe interiorana conta com a experiência do meia Giovanni, que brilho no Santos nos anos 90. Aos 35 anos, o atleta é o principal nome da equipe que é presidida pelo pentacampeão Rivaldo.

Ficha técnica:

Palmeiras x Mogi Mirim
Bruno; Jeci, Danilo e Maurício Ramos; Sandro Silva, Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Pablo Armero; Willians e Keirrison Fabiano Heves; Leomar, Thiago Couto e Neguette (Anderson Conceição); Jackson, Gilberto (Luis Henrique), Naves, Giovanni e Zé Rodolpho; Leandrinho e Evandro (Joelson).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo. Técnico: Gelson Silva
Estádio: Santa Cruz. Data: 24/01/2009. Árbitro: Guilherme Cereta de Lima. Auxiliares: Alex Alexandrino e João Paulo Spim Redondo.

janeiro 24, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , | Deixe um comentário