Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Grêmio x Esportivo: ingressos para volta ao Olímpico estão à venda

Valor dos bilhetes variam de R$ 30 a R$ 50. Partida será neste sábado

Os ingressos para a primeira partida do Grêmio no Olímpico em 2009, neste sábado, às 16h, contra o Esportivo, já estão à venda nas bilheterias do estádio. Sócios-torcedores, idosos e estudantes têm direito à meia-entrada.

Os portões serão abertos às 14h.
Confira os valores dos bilhetes:
Arquibancada – R$ 30,00

Cadeira lateral – R$ 40,00

Cadeira central – R$ 50,00

janeiro 22, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , , | Deixe um comentário

Raposa acerta contratação de Anderson

Zagueiro, que estava no São Paulo, ficará no clube mineiro até 15 de julho

Ampliar Foto Divulgação/Site Oficial do Cruzeiro Divulgação/Site Oficial do Cruzeiro

Anderson (Esq.) ao lado do médico celeste

Agora é oficial. O Cruzeiro, enfim, acertou o empréstimo do zagueiro Anderson, que estava no São Paulo, até o dia 15 de julho. O jogador tem seus direitos vinculados ao Lyon, da França, que o cederá à Raposa gratuitamente.

Anderson chega a Belo Horizonte ainda nesta quinta-feira para finalizar os exames médicos que já iniciou no Tricolor paulista. A apresentação do defensor, no entanto, só deve ocorrer nesta sexta-feira, pois seu empresário, Marcelo Djian, está em São Paulo para tratar dos trâmites burocráticos.

Confira a ficha do jogador:
Nome completo: Anderson Cleber Beraldo
Posição: Zagueiro
Data Nascimento: 27/04/1980
Naturalidade: São Paulo-SP
Altura: 1,85 m
Peso: 84 kg
Carreira: Grêmio Maringá (1994 – 1998), Corinthians (1998 – 2005), Benfica-POR (2005 – 2007), Lyon-FRA (2007 – 2008) e São Paulo (2008)
Títulos: Torneio Rio-São Paulo 2002, Copa do Brasil 2002, Campeonato Paulista 2003, Campeonato Brasileiro 2005, Super Taça da França 2005, Campeonato Francês 2007, Copa da França 2007 e Campeonato Brasileiro 2008
Convocações para a Seleção Brasileira: jogos contra Argentina e Paraguai pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006 e amistosos contra Hong Kong e Guatemala em 2005

window.google_render_ad();

janeiro 22, 2009 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Mesmo por R$ 150, área vip atrai bom público na estreia do Corinthians

Setor oferece traslado até o estádio, alimentação, segurança e proteção da chuva

Ampliar Foto Divulgação/Globo Esporte Divulgação/Globo Esporte

Torcida do Timão na chegada ao estádio

O preço era salgado, mas a torcida do Corinthians compareceu em bom número à área vip, setor criado pelo clube para receber torcedores mais endinheirados em jogos do Timão, no Pacaembu, durante a temporada 2009.
Por R$ 150, o corintiano tem direito a deixar o carro em um hipermercado na região do estádio. Ao chegar ao Pacaembu, acessa o setor por catracas exclusivas e permanece em uma espécie de saguão de entrada recheado de belas recepcionistas.

Já nas cadeiras, recebe um kit alimentação contendo sanduíche natural, pipoca, cachorro-quente, sorvete, refrigerante e água. A segurança do local também foi reforçada para evitar tumultos.

– Apesar do conforto, o preço ainda é bem alto. Fica complicado ficar neste setor sempre. Um trabalhador comum não tem condições de pagar – afirmou o estudante Thiago Costa Pereira, que tem direito à meia-entrada (R$ 75).

Por um pouco menos, o torcedor do Corinthians pode adquirir seu ingresso para um setor com bem menos comodidade. As numeradas descobertas, localizadas logo abaixo da área vip, foram vendidas por R$ 100 e não dão direito a nada. Como choveu durante o jogo, alguns alvinegros precisaram recorrer à tradicional capa para se proteger.
O mesmo aconteceu com quem optou por ficar nas arquibancadas laranjas, do lado oposto do estádio. Elas foram comercializadas por R$ 70 e também não trazem nenhum conforto. Os demais lugares, todos populares, estavam sendo vendidos por R$ 20.

janeiro 22, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Mano Menezes vê empate ‘heroico’ com ponderação

Técnico corintiano reconhece esforço, mas espera melhora

Ari Ferreira)Souza quase virou o jogo para o Timão (Foto: Ari Ferreira)

LANCEPRESS!

O técnico Mano Menezes, como de costume, foi ponderado ao analisar o empate entre Corinthians e Barueri, nesta quinta-feira, no Pacaembu. Para o comandante do Timão, a igualdade em 2 a 2 não pode ser vista com pessimismo, mas também não pode servir de exemplo para os próximos jogos.

Confira abaixo trechos da entrevista coletiva do técnico, após o jogo:

Com qual sentimento você deixa o Pacaembu, Mano? Frustração ou alívio pelo empate?
Nem um, nem outro. Não saímos daqui plenamente contentes, mas a última imagem é sempre a que fica. Tivemos um grande mérito no fim do segundo tempo, porque era hora da superação e conseguimos buscar o empate

Depois de tanta irregularidade, será preciso mexer muito na equipe para o próximo jogo?
Não é porque empatamos que temos de mudar tudo, é preciso ter coerência. Em determinados momentos, não fomos tão bem, mas o adversário teve méritos de conseguir marcar bem.

Por que o Douglas foi tão mal?
Ele estava mesmo desgastado no jogo, não conseguia mais arrancar para transpor a marcação. Eu queria um jogador que fizesse isso melhor e o Wellington Saci entrou bem, mais leve, soube procurar mais o jogo dentro da área. Além disso, deu novo ânimo para a equipe, que era necessário.

Wellington Saci e Otacílio Neto entraram bem no jogo, não?
Realmente. Souberam se posicionar bem, buscando espaços corretos em campo. Eles ajudaram demais a buscar o empate.

janeiro 22, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , | Deixe um comentário

Timão empata no final e afasta zebra

Corinthians começa nervoso, mas consegue dois gols relâmpagos e quase vira nos acréscimos com Souza

Corinthians tenta a posse de bola e consegue o empateCorinthians tenta a posse de bola e consegue o empate (Crédito: Ari Ferreira)

A impressão era de tragédia na estreia, mas com dois gols relâmpagos, o Corinthians conseguiu o empate por 2 a 2 contra o Barueri nesta quinta-feira, no Pacaembu. Com dificuldades de sair da forte marcação do adversário, que fez dois gols com Pedrão, o Timão só quebrou a barreira no final para sair com um ponto.

Empurrado pela torcida, o Corinthians imprimiu ritmo forte logo no começo e em cabeçada de Chicão, obrigou Renê a fazer excelente defesa. Mas o Barueri foi preparado para estragar a festa corintiana, com forte marcação e investidas rápidas com Leanderson e Thiago Humberto.

Em um dos ataques, Pedrão recebeu na cara do gol e aos 22 minutos, apenas desviou do alcance de Felipe para abrir o placar. O atacante estava em posição irregular, em lance difícil para o assistente.

Atrás do marcador, o Timão deu sinais de nervosismo, o que rendeu cartão amarelo para os três volantes: Elias, Túlio e Cristian. Já o adversário manteve a proposta de jogo, dificultando as ações de Douglas, maestro do Corinthians.

O segundo tempo manteve o perfil do primeiro e mesmo com mais posse de bola, o Alvinegro não conseguiu assustar o adversário. Ao contrário do Barueri, que chegou menos, mas sempre com mais perigo.

Na primeira jogada, Thiago Humberto recebeu livre na cara de Felipe, que fez grande defesa. Na seqüência, Chicão cometeu pênalti duvidoso convertido por Pedrão, aos 18 minutos.

Em busca de alternativas, Mano colocou Wellington Saci no lugar de Douglas, que saiu vaiado. A mudança deixou o time visitante com mais posse de bola, diminuindo qualquer chance de reação do Corinthians.

Aos 37 tudo começou a mudar. William levou chute na área e, de pênalti, Chicão diminuiu o placar. Cinco minutos depois, Otacílio Neto, que acabara de entrar, cruzou na cabeça de Jorge Henrique, que conseguiu o empate, que pelas circunstâncias, teve gosto de vitória.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 2 X 2 BARUERI

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 22/01/09, às 19h30
Árbitro: Milton Etsuo Ballerini
Assistente: Hilton Francisco de Melo e Edvânio Ferreira Duarte

Gols: Pedrão, 22’/1ºT (0-1), Pedrão, 18’/2ºT (0-2), Chicão, 37’/2ºT (1-2), Jorge Henrique, 43’/2ºT (2-2)
Cartões amarelos: Elias, Túlio, Alessandro e Cristian (Corinthians); Leanderson e Ralph (Barueri)
Cartões vermelhos:

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, Chicão, Willian e André Santos; Cristian, Túlio (Eduardo Ramos, intervalo), Elias (Otacílio Neto, 42’/2ºT) e Douglas (Wellington Saci, 21’/2ºT); Jorge Henrique e Souza. Técnico: Mano Menezes.

BARUERI: René, Bruninho, Daniel Marques, Diego Garetta e Márcio Careca; Ralph, Flávio, Leanderson e Flavinho; Thiago Humberto (Márcio Hahm, 32’/2ºT) e Pedrão (Basílio, 28’/2ºT). Técnico: Toninho Moura.

janeiro 22, 2009 Posted by | Corinthians | , , | Deixe um comentário

Ingressos para estreia contra o Boavista serão vendidos em General Severiano

Nesta sexta, torcedores poderão comprar bilhetes para a partida

Os torcedores do Botafogo que quiserem viajar até Saquarema para assistir à estreia da equipe no Campeonato Carioca de 2009, contra o Boavista, podem comprar ingressos nesta sexta-feira, na sede de General Severiano, das 10h às 18h. Os bilhetes serão vendidos a R$ 20.

O Botafogo viaja para Saquarema nesta sexta-feira, após o treino da parte da manhã, no Caio Martins. A Federação de Futebol do Rio de Janeiro escalou o árbitro Marcelo de Souza Pinto para apitar a partida, auxiliado por Jackson Lourenço Massara dos Santos e Marcos Antônio Bastos Júnior.

janeiro 22, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , | Deixe um comentário

Reinaldo não enfrenta o Boavista

Exame aponta estiramento na coxa direita, e atacante não vai participar da estreia do Botafogo no Campeonato Carioca

Ampliar Foto Agência/Globo Agência/Globo

Reinaldo não enfrenta o Boavista

O que os alvinegros temiam, aconteceu. O resultado do exame a que Reinaldo foi submetido mostrou um estiramento grau 1 (o menos grave) na coxa direita. Mesmo assim, é suficiente para que o atacante não possa enfrentar o Boavista, neste sábado, na primeira rodada do Campeonato Carioca.

A lesão aconteceu aos 13 minutos do jogo-treino contra o Olaria, na quarta, disputado no campo encharcado do Engenhão. O atacante sentiu a dor após dar um passe de calcanhar, deixando o campo de forma imediata e seguindo para uma clínica.

– Foi uma lesão leve mas que infelizmente tirará o jogador da estreia na competição. O tratamento será feito de forma intensiva. Prefiro não estipular qualquer previsão de retorno aos gramados, pois isso varia de acordo com a evolução de cada jogador – afirmou Luiz Fernando Medeiros, chefe do departamento médico do Botafogo, em declaração publicada no site oficial do clube.

O técnico Ney Franco pensa em duas opções: substituir Reinaldo pelo também atacante Diego, ou adiantar o meia Lucas Silva e escalar Túlio Souza no meio-campo.

janeiro 22, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , | Deixe um comentário

Ney Franco se decepciona com gramado do Engenhão

Treinador reconhece que esperava estado melhor, mas diretoria diz que campo vem sendo recuperado

Ampliar Foto Gustavo Rotstein/GLOBOESPORTE.COM Gustavo Rotstein/GLOBOESPORTE.COM

Gramado do Engenhão, que apresenta muitas falhas, decepcionou Ney Franco

Mesmo com a forte chuva que caiu durante o jogo-treino contra o Olaria, na última quarta-feira, Ney Franco viu a movimentação do Botafogo com normalidade. Para o treinador, o ponto negativo foi o estado do gramado do Engenhão, que estava em más condições. A primeira partida do Alvinegro em sua casa no ano de 2009 será daqui a uma semana, quando recebe o Macaé, pela segunda rodada da Taça Guanabara.

– Fiquei surpreso, pois esperava um gramado bem melhor. Mesmo se não tivesse chovido, não estaria legal. Mas acredito que será feito um trabalho para recuperá-lo – disse.

Segundo o vice de futebol André Silva, este trabalho já vem sendo realizado. No entanto, ele admite que o gramado do Engenhão não estará perfeito no dia do jogo contra o Macaé.

– Uma empresa foi contratada para reformar o gramado. Há uma semana eu estive no Engenhão, e o estado era bem pior do que o atual. A grama não estará 100%, mas as condições serão boas para o jogo contra o Macaé – afirmou.

A última partida oficial do Engenhão foi a derrota do Botafogo por 3 a 1 para o Figueirense, no dia 30 de novembro de 2008, pelo Campeonato Brasileiro. No dia 10 de janeiro, o estádio foi palco de um jogo-treino entre a seleção brasileira sub-20 e o Boavista.

janeiro 22, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , | Deixe um comentário

Juninho retoma posto de capitão do Alvinegro em 2009

Ney Franco explica que experiência em passagem anterior do zagueiro pelo Botafogo pesou em sua decisão

Ampliar Foto Agência/AGÊNCIA O GLOBO Agência/AGÊNCIA O GLOBO

Em sua primeira passagem pelo Botafogo, Juninho usou a braçadeira de capitão

Ney Franco preferiu não estender por muito tempo a dúvida sobre quem será o capitão do Botafogo em 2009. O posto ficará com Juninho, que, em sua primeira passagem pelo clube, havia exercido a função. O outro candidato era Leandro Guerreiro, um dos poucos remanescentes da última temporada.

– Na última quarta-feira conversei com os dois jogadores, tomei a decisão e comuniquei a eles. Ambos têm este perfil, mas o Juninho tem uma vivência como capitão e também fazendo a ligação entre o elenco e a diretoria. E não se pode desprezar as experiências anteriores de um atleta – explicou o treinador.

Juninho, de 27 anos, que assinou contrato até 31 de dezembro de 2011, retorna após um ano no São Paulo. Em sua primeira passagem, havia defendido o Alvinegro por três anos, disputando 105 partidas e marcando 18 gols.

janeiro 22, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Carlos Alberto já está liberado para jogar

Documentação pendente do Werder Bremem (ALE) chega a São Januário e meia pode enfrentar o Americano no sábado

Carlos Alberto não tem nenhuma pendência para jogar no sábadoCarlos Alberto não tem nenhuma pendência para jogar no sábado (Crédito: Cléber Mendes)

LANCEPRESS!

A diretoria do Vasco recebeu na tarde desta quarta-feira a documentação necessária para deixar Carlos Alberto em condições de estrear pelo Vasco no primeiro jogo do Campeonato Estadual. O Werder Bremen (ALE), clube detentor dos direitos federativos do apoiador, enviou um fax liberando o meia para jogar pelo Cruzmaltino neste sábado, contra o Americano.

O diretor executivo de futebol do Vasco, Rodrigo Caetano, confirmou a chegada do documento mas se mostrou apreensivo com a liberação dos outros atletas que vieram do exterior.

– A libetração do Carlos Alberto chegou mas a dos outros três ainda não – disse o dirigente.

Além de Carlos Alberto, o lateral-direito Fágner e os meias Enrico e Fernandinho estariam dependendo deste documento para poder jogar no sábado. O diretor executivo de futebol espera que isso não seja problema. Afinal, os três já estão inscritos na Federação Carioca de Futebol, mas só dependeriam desta liberação de seus antigos clubes.

– Só estamos esperando a confirmação da Federação para liberar os atletas nestas condições. A princípio, está tudo certo – finalizou Rodrigo Caetano.

Apesar da documentação de Carlos Alberto já estar regularizada, o apoiador teve um pequeno contratempo no treino desta quarta-feira. Ele saiu do recreativo com uma suspeita de fratura na mão direita, após um choque com o zagueiro Fernando. Apesar do problema, o jogador deve ser titular da partida de sábado, em São Januário.

janeiro 22, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , | Deixe um comentário

Santos estreia com time cheio de caras novas

Cinco reforços e um velho conhecido da torcida são as armas santistas

Santos abre participação no Paulistão diante do Guaratinguetá

Santos abre participação no Paulistão diante do Guaratinguetá

LANCEPRESS!

O Santos estreia no Paulistão 2009 contra o Guaratinguetá nesta
quinta-feira, ás 21h30, na Vila Belmiro. O Peixe inicia a campanha em
busca do seu terceiro título paulista em quatro anos e 18º na história
do clube.

O técnico Márcio Fernandes promoverá a estreia de
praticamente meio time, já no primeiro jogo da competição. Os laterais
Luizinho (ex-Flamengo) e Triguinho (ex-Botafogo), os meias Lúcio Flávio
(ex-Botafogo) e Madson (ex-Vasco), além do atacante Roni (ex-Gamba
Osaka do Japão).

As estréias mais esperadas são as dos meias
Lúcio Flávio e Madson, que chegaram para reforçar um setor que seu
muitas dores de cabeça aos torcedores santistas no ano passado. Mas
principal estrela do elenco santista continua sendo o atacante Kléber
Pereira.

Artilheiro do Brasileirão 2008, ele é o principal
responsável pelos gols santista, o que foi demonstrado na vitória
santista por 2×1 no amistoso contra a Portuguesa Santista, com dois
gols de Kléber Pereira.

Apesar do grande número de reforços que vão estrear com o time, Kleber Pereira não teme a falta de entrosamento.


O Santos é um time grande e tem que estar sempre pronto. No Campeonato
Paulista os pequenos costumam surpreender e nunca é fácil ser campeão.
– comentou o artilheiro.

Pelo segundo ano consecutivo, o Guará
estréia contra um dos grandes clubes do Estado. No ano passado, a
Tricolor do Vale recebeu o São Paulo em casa. Agora o adversário será o
Santos, na Vila Belmiro.

– Começamos a trabalhar já no domingo,
quando fui até o Pacaembu ver o jogo do Santos. Temos agora que acertar
alguns detalhes e encarar um grande adversário, que é um dos favoritos
para a conquista do título – disse o técnico Argel.

A grande esperança está na experiente dupla de ataque, composta por Rodrigão e Wellington Amorim.

FICHA TÉCNICA

SANTOS X GUARATINGUETÁ

Estádio: Vila Belmiro, em Santos(SP)
Data/hora: 22/01/2009 – 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra
Auxiliares: Celso Barbosa de Oliveira e Claudson Lincoln Beggiato

SANTOS:
Fábio Costa, Luizinho, Domingos, Fabiano Eller e Triguinho; Roberto
Brum, Rodrigo Souto, Lúcio Flávio e Madson; Roni e Kléber Pereira.
Técnico: Márcio Fernandes.

GUARATINGUETÁ: Jaílson, Ivo, Renato,
Nino e Jean Batista; Jackson, Gil, Magal e Ricardinho; Rodrigão e
Wellington Amorim. Técnico: Argel.

janeiro 22, 2009 Posted by | Santos | , , , , , , , | Deixe um comentário

Inter confirma acerto com Alecsandro

Atacante deve chegar em Porto Alegre na próxima terça-feira

Alecsandro passou pelo Cruzeiro em 2007Alecsandro passou pelo Cruzeiro em 2007 (Crédito: André Brant)

LANCEPRESS!

O Internacional confirmou a contratação do atacante Alecsandro, 27 anos. O jogador estava em Abu Dabi e, auxiliado pelo seu empresário Oldegard Filho, acertou nesta quarta-feira a liberação junto ao Al Wahda, dos Emirados Árabes. O empresário do jogador, Oldegard Filho, confirmou a informação e disse que os árabes aceitaram liberar Alecsandro por US$ 1,5 milhão (R$ 3,5 milhões).

Alecsandro é aguardado na próxima terça-feira em Porto Alegre para realizar os exames médicos e assinar o contrato, que terá duração de quatro anos.

– Está acertado. A expectativa do Alecsandro para jogar no Inter é a melhor possível – avisou o empresário, ao portal Clicrbs.

Ficha técnica:
Nome: Alecsandro Barbosa Felisbino
Nascimento: 4/02/1981 (Bauru-SP) – 27 anos
Altura: 1m83cm
Peso: 81Kg
Posição: atacante
Clubes: Vitória, Sport, Ponte Preta, Cruzeiro, Sporting (POR) e Al-Wahda (EAU)

janeiro 22, 2009 Posted by | Internacional | | Deixe um comentário

Ingressos para estreia do Flamengo à venda

Partida entre o Rubro-Negro e o Friburguense será neste domingo

LANCEPRESS!

O Flamengo estreia no Campeonato Carioca no próximo domingo, contra o Friburguense, às 17h, no Maracanã. Os ingressos para esta partida começam se ser vendidos nesta quarta-feira.

Os pontos de venda são: as sedes do Flamengo (Gávea), do Fluminense (Laranjeiras), do São Cristóvão, bilheteria 8 do Maracanã e Parque Terra Encantada (Barra).

As vendas serão feitas das 9h às 17h, exceto no Terra Encantada, que tem horários variados (quarta e quinta: 11h às 17h; sexta:9h às 13h; sábado: 10h às 13h).

Os preços dos ingressos são os seguintes: arquibancada branca (R$ 40); arquibancadas verde e amarela (R$ 30); cadeira especial (R$ 120) e cadeira comum (R$ 20). Estudantes com carteirinha pagam meia-entrada.

janeiro 22, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , | Deixe um comentário

Cruzeiro se esforçará para contratar Fred

Presidente publicou nota em que prometeu tentar fechar com o ídolo celeste

Fred já manifestou interesse em voltar à RaposaFred já manifestou interesse em voltar à Raposa (Crédito: EFE)

LANCEPRESS!

O retorno de Fred para o futebol brasileiro será difícil como o próprio atacante admite, mas o Cruzeiro não medirá esforços para tentar repratriar o atacante. Zezé Perrella publicou uma carta no site oficial do clube em que fala sobre uma possível negociação:

– Estamos aguardando o desenrolar dos acontecimentos para tentar um acordo, uma vez que o próprio jogador reconheceu publicamente a dificuldade de regressar ao nosso futebol diante das limitações dos clubes brasileiros em competir com o mercado europeu. A torcida pode ficar despreocupada. Caso ele fique no Brasil, o Cruzeiro fará todo esforço para contratá-lo – disse Perrella.

Palmeiras e Fluminense tentaram a contratação do ex-cruzeirense. Tottenham, da Inglaterra, e Atlético de Madrid, da Espanha, também estariam interessados em ter o atacante. Fred, por sua vez, mais uma vez demonstrou a preferência pelo Cruzeiro caso volte a jogar no futebol brasileiro.

– Desde de que eu fui para o Lyon já liguei, no mínimo, cinco vezes para Zezé Perrella, pedindo para voltar. Vale tudo para poder voltar. Eu falando assim parece até que falo como torcedor, mas realmente é uma paixão muito grande pelo Cruzeiro – disse o jogador em entrevista à Rádio Itatiaia.

Confira na íntegra a carta de Zezé Perrella:

“Ter o atacante Fred vestindo novamente a camisa do Cruzeiro é um sonho de milhares de torcedores e também nosso. Para isso, fizemos várias investidas na esperança de contar com ele. Em dezembro de 2007, o então presidente Alvimar de Oliveira Costa se reuniu com o jogador em Belo Horizonte e, posteriormente, tentou repatriá-lo, mas na época o presidente do Lyon descartou qualquer possibilidade de liberar o jogador.

Este ano, em uma conversa, o Fred me garantiu que se voltasse ao Brasil não fecharia com nenhum clube brasileiro sem ouvir o Cruzeiro. É natural que o jogador tenha conversado com outros clubes que o procuraram, mas estamos tranquilos, pois teremos a preferência se ele decidir retornar ao futebol brasileiro. Estamos aguardando o desenrolar dos acontecimentos para tentar um acordo, uma vez que o próprio jogador reconheceu publicamente a dificuldade de regressar ao nosso futebol diante das limitações dos clubes brasileiros em competir com o mercado europeu. A torcida pode ficar despreocupada. Caso ele fique no Brasil, o Cruzeiro fará todo esforço para contratá-lo.

Este ano fizemos vários investimentos para armar uma equipe competitiva. Compramos 50% dos direitos do meio-campo Fabrício e do atacante Wellington Paulista, contratamos ainda os atacantes Jael, Alessandro e Soares, o lateral direito Jancarlos e o zagueiro Leonardo Silva, além da permanência do Sorín. Mesmo com esses reforços a diretoria está trabalhando para contratar mais um zagueiro. O objetivo do Cruzeiro é o de entrar em todas as competições visando conquistas.”

Zezé Perrella
Presidente do Cruzeiro Esporte Clube

janeiro 22, 2009 Posted by | Cruzeiro | , | Deixe um comentário

Timão estreia e terá torcedor no Barueri

Renê, que é até sócio de torcida corintiana, fechou o gol no último confronto

Corinthians e Barueri jogam no Pacaembu, nesta quintaCorinthians e Barueri jogam no Pacaembu, nesta quinta

O Pacaembu deve receber nesta quinta-feira à noite mais de 20 mil corintianos. Um deles, porém, vai ao estádio com objetivo de ver a primeira derrota do Timão na temporada. Trata-se do goleiro Renê, do Barueri, adversário do Alvinegro na rodada inicial do Paulistão, às 19h30.

O camisa 1 é mais um do bando de loucos da sua família. Uma paixão que veio à tona no último confronto entre as equipes, pela Série B. Após pegar cobrança de pênalti de Chicão e de fazer inúmeras defesas, Renê foi vazado por André Santos nos acréscimos. E desabafou:

– Sou corintiano e sócio número 20.070 da Gaviões da Fiel, mas consegui fazer bem meu trabalho. Esperei 13 anos por esse momento. Fui feliz quase na partida toda, mas infeliz no último lance. Meus familiares, que estão aqui no tobogã, devem estar felizes – desabafou.

Corintiano declarado, o sócio espera que a história desta quinta-feira à noite seja diferente no Pacaembu.

– Espero jogar tão bem ou ainda melhor que naquele dia, mas que o jogo termine antes de tomarmos o gol – brinca o capitão do Barueri.

O Timão deve entrar em campo com a mesma formação que vem treinando em Itu. No ataque, Jorge Henrique e Souza tentarão provar que a atuação diante dos argentinos não foi obra do acaso. Além dos dois, o volante Túlio é outro que estreia em jogos oficiais pelo Timão. No mais, a equipe é a mesma do ano passado. Ronaldo, só mesmo em meados de março.

Já o Barueri, caçula da Série A do Brasileirão, trouxe oito reforços: o meia Xuxa (Juventude-RS); os laterais Bruno Ribeiro (Marília) e Neilton (Santa Cruz-PE); os zagueiros João Leonardo (Juventude), Diego Barros (Remo) e Daniel Marques (Paraná); o volante Márcio Hahn (ABC-RN) e o atacante Xuxa (Juventude-RS). Destes, apenas Daniel Marques deve ser titular na estreia.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS X BARUERI

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 22/01/09, às 19h30
Árbitro: Milton Etsuo Ballerini
Assistente: Hilton Francisco de Melo e Edvânio Ferreira Duarte

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, Chicão, Willian e André Santos; Cristian, Túlio, Elias e Douglas; Jorge Henrique e Souza. Técnico: Mano Menezes.

BARUERI: René, Marcos Pimentel, Daniel Marques, Leandro Castan e Márcio Careca; Flávio, Leanderson, Ralph e Éder; Thiago Humberto e Pedrão. Técnico: Toninho Moura.

janeiro 22, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Debaixo de muita chuva, Fogão derrota o Olaria

Temporal prejudica qualidade do jogo. Até Reinaldo sai machucado e vira dúvida

Reinaldo virou dúvida para o jogo contra o BoavistaReinaldo virou dúvida para o jogo contra o Boavista (Crédito: Ricardo Cassiano)

Sob um constante temporal, que assolou a cidade do Rio de Janeiro e prejudicou em demasia a qualidade do teste, o Botafogo derrotou o Olaria por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Engenhão, no último jogo-treino antes da estreia do Campeonato Carioca, contra o Boavista, sábado, em Saquarema. Os gols foram marcados por Victor Simões e Diego, com Tales Lemos descontando.

Não houve muito a destacar sobre a partida, exceto pela bisonhas jogadas proporcionadas pelo campo encharcado. A falta de sensibilidade dos responsáveis por não suspender a atividade pareceu ainda mais evidente quando Reinaldo, sozinho, sentiu uma fisgada no músculo posterior da coxa direita e teve de ser substituído por Diego. A lesão, porém, deu a impressão de não ter ocorrido por conta do lamaçal.

Antes, porém, Eduardo tentou bater um escanteio, mas só o que chutou foi a poça d´agua que rodeava a bandeirinha do lado esquerdo do campo. Na única trama em que o deplorável estado do campo não atrapalhou, Maicosuel acertou um lançamento para Lucas Silva, que chutou, o goleiro Jonathan espalmou e Victor Simões, por cobertura, marcou um belo gol.

Apostando nos contra-ataques, já que contava com um time leve e rápido, o Botafogo, até o fim da etapa, só chegou mais uma vez, quando Eduardo, livre na área, isolou a bola. De resto, somente erros de passe, show das poças e jogadas mais ríspidas. Quando o camisa 10 do Olaria, Vinícius, caiu lesionado em campo, o árbitro decidiu encerrar o primeiro tempo com apenas 35 minutos.

Na volta do intervalo, com 11 mudanças e um campo em condições menos precárias, o Alvinegro assumiu postura mais ofensiva, logo premiada com o gol de Diego, de pênati, sofrido por ele mesmo, aos nove minutos. A partir daí, sem forçar muito, o time de Ney Franco se limitou a tocar de lado, poupando-se, enquanto o Olaria, também todo alterado, foi ao ataque.

E o esforço da equipe do técnico Deninho foi premiado aos 32, quando Tales Lemos, de 17 anos, sofreu pênati que, a exemplo de Diego, ele mesmo bateu. O Botafogo ainda criou outras duas chances, mas não ampliou. Como no primeiro tempo, o árbitro terminou o jogo-treino pouco antes dos 45.
FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 2 X 1 OLARIA

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 21/01/2009, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Gilmar Henrique (RJ)
Assistentes: Luis Henrique (RJ) e Luis Carlos (RJ)
Renda e público: portões fechados
Cartões amarelos: –
Cartões vermelhos: –
GOLS: Victor Simões, 25’/1ºT (1-0), Diego, 9’/2ºT (2-0), Tales Lemos, 32’/2ºT (2-1)

BOTAFOGO: Renan (Milton Raphael, intervalo), Emerson (Wellington, intervalo), Leandro Guerreiro (Fahel, intervalo) (Alex, 29’/2ºT) e Juninho (Teco, intervalo); Alessandro (Thiaguinho, intervalo), Léo Silva (Batista, intervalo), Maicosuel (Túlio Souza, intervalo), Lucas Silva (Jean Carioca, intervalo) e Eduardo (Gabriel, intervalo); Reinaldo (Diego, 13’/1ºT) (Wellington Júnior, 29’/2ºT) e Victor Simões (Laio, intervalo). Técnico: Ney Franco.

OLARIA: Jonathan (Paulista, intervalo), Pedro Gabriel (Marquinho, intervalo), Romário (Diego, intervalo), Rafael (André, intervalo) e Marcus Vinícius (Eduardo, intervalo); Angelo (Boniek, intervalo), Thiago (Joel, intervalo), Wallace (Reginaldo, intervalo), Vinícius (Tales Lemos, intervalo); Diego Neto (Evandro, intervalo) e Felipe (Vinícius, intervalo). Técnico: Deninho

janeiro 22, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Grêmio sai perdendo mas arranca empate

Na estreia do Gauchão, time não teve bom rendimento

Assim como o arquirrival Inter, o Grêmio tropeçou na estreia do GauchãoAssim como o arquirrival Inter, o Grêmio tropeçou na estreia do Gauchão (Crédito: Divulgação)

LANCEPRESS!

O Grêmio ficou apenas no empate na estreia do Campeonato Gaúcho contra o Inter de Santa Maria, no Estádio Presidente Vargas, em Santa Maria. O tricolor começou mal na partida e acabou corrigindo os erros no segundo tempo, mas não foi o suficiente para sair com a vitória.

No primeiro tempo, foram poucas chances claras de gol para as duas equipes. Desde o começo, o Inter-SM anulou as principais jogadas do Grêmio, que não conseguia se acertar em campo.

O gol do Inter-SM saiu aos sete minutos: Vainer recebeu bola de Alê Menezes pelo lado esquerdo, limpou para o meio e chutou forte, de fora da área, no ângulo esquerdo do goleiro Victor, sem chance de defesa.

O Grêmio tentou dar a resposta e aumentou seu volume de jogo, mas não teve efetividade no ataque. Até o fim da primeira etapa, o jogo seguiu sem oportunidades de ambos os lados.

A equipe tricolor ainda reclamou dois lances polêmicos no primeiro tempo. Um pênalti não marcado do goleiro Goico em cima do lateral Fábio Santos, e um impedimento que não existiu em uma jogada de bola parada da equipe tricolor.

No segundo tempo, o Grêmio voltou melhor. O volante William Magrão, que estava jogando muito avançado, voltou dando maior proteção aos zagueiros. Os alas, Fábio Santos e Ruy, passaram a apoiar mais o ataque.

Logo no começo da segunda etapa, o gol do Grêmio surgiu em jogada envolvendo esses dois jogadores. Fábio Santos foi na linha de fundo pela esquerda e cruzou. Entre dois zagueiros, Ruy escorou de cabeça no canto direito do goleiro, empatando o jogo.

Depois do gol, o Inter-SM recuou e o Grêmio seguiu melhor. A equipe tricolor teve chances claras para ampliar, com o atacante, Alex Mineiro, e o lateral Jadílson, que entrou no lugar de Fábio Santos. Nos últimos cinco minutos, o Inter-SM conseguiu conter a forte pressão do Grêmio e assegurou o empate.
FICHA TÉCNICA
INTER-SM 1 X 1 GRÊMIO

Local: Estádio Presidente Vargas, Santa Maria (RS).
Data/horário: 21/01/09 – 16h30 (horário de Brasília)
Árbrito: Vinicius Costa
Auxiliares: Marcelo Barison e Marcelo Oliveira e Silva

Cartões amarelos: Ruy, Léo, Reinaldo, William Magrão (Grêmio); Goico, Darzone, Linno, Jeférson e Alê Menezes (INter-SM).
Gols: Vainer, 7’/1ºT (1-0); 5’/2ºT (1-1)

INTER-SM: Goico, Cassel, Linno e Darzone; Marquinhos, Márcio Souza, Sandro, Jonas (Fabinho 20’/2ºT) e Vainer (Rudimar 41’/2ºT); Wagner (Jéferson 12’/2ºT) e Alê Menezes. Técnico: Abel Ribeiro.

GRÊMIO: Victor, Léo, Rever e Rafael Marques; Ruy, William Magrão, Tcheco, Souza e Fábio Santos (Jadílson 30’/2ºT); Reinaldo (Rafael Martins 22’/2ºT) e Alex Mineiro. Técnico: Celso Roth.

Confira outros resultados desta quarta:

Avenida 0 x 0 Ulbra

Esportivo 1 x 1 São Luiz

Novo Hamburgo 2 x 1 Ypiranga

janeiro 22, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , | Deixe um comentário

Raposa goleia e leva o Torneio Verão

Time mineiro começa 2009 com título internacional e mais motivado

Ampliar Foto Agência/EFE Agência/EFE

Festa em Montevidéu: Cruzeiro campeão

O Cruzeiro começou a temporada 2009 de uma forma brilhante. O time foi campeão do Torneio Verão, na noite desta quarta-feira, após derrotar com facilidade o Nacional do Uruguai por 4 a 1, no Estadio Centenário, em Montevidéu. Pela maneira tranquila como venceu, a Raposa parecia estar jogando no Mineirão e não tomou conhecimento do adversário, mostrando que pode ficar bem mais forte do que ano passado. Ramires foi o grande destaque, e Fábio conseguiu defender um pênalti no final do primeiro tempo.

Elicarlos, Ramires, Thiago Ribeiro e Wellington Paulista marcaram para a equipe celeste, e Alexander Medina descontou. Todos os gols saíram na etapa inicial. O próximo compromisso da Raposa é neste domingo, contra o Uberlândia, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro.

Raposa logo toma conta do jogo

O Cruzeiro começou melhor a partida. O time mineiro aproveitou o bom entrosamento para tomar conta do jogo. O Nacional, empurrado pela sua torcida. apenas observava e cercava o adversário. Logo aos oito minutos, a Raposa abriu o placar. Elicarlos pegou um rebote da zaga e chutou rasteiro da entrada da área, a bola entrou no canto esquerdo do goleiro Leonardo Burián, que só observou.

Aos 12, Ramires entrou sozinho na área e finalizou na trave. No rebote, Wellington Paulista pegou forte e a bola foi por cima do gol. O Cruzeiro, mesmo na frente, continuava com mais volume de jogo. Como se estivesse jogando no Mineirão, o time mineiro chegou ao segundo gol aos 26. Wagner arrancou do seu campo, passou por dois jogadores do Nacional e tocou para Wellington Paulista. O atacante chutou cruzado e Ramires chegou para finalizar.

O Nacional só chegou ao gol de Fábio no minuto seguinte. O zagueiro Leo Fortunato furou e a bola sobrou para o atacante Alexandre Medina na cara do gol. Ele só teve o trabalho de tocar e dominuir o placar do jogo. Porém o lance não abalou o Cruzeiro. Aos 36, Thiago Ribeiro aproveitou um rebote da zaga uruguai e chutou rasteiro, a bola passou por todo mundo e entrou no cantinho.

No minuto seguinte, Ramires recebeu um lançamento pela direita e cruzou, Wellington Paulista, sozinho, marcou o quatro deixando a torcida feliz da vida no Estadio Centenário. Aos 44, porém, Thiago Heleno mais uma vez marcou bobeira e acabou fazendo pênalti em Medina. Blanco cobrou e Fábio pulou no canto direito para fazer a defesa e salvar o time de levar o segundo gol.

Adilson poupa jogadores no segundo tempo

O técnico Adilson Batista aproveitou o amplo placar no jogo e tirou alguns jogadores para poupá-los. Wellington Paulista e Henrique deixaram o campo para a entrada de Soares e Jancarlos, respectivamente.

A primeira grande chance do Cruzeiro no segundo tempo aconteceu com Thiago Ribeiro. Aos 15, ele driblou o zagueiro e chutou forte e a bola passou raspando a trave. Depois desse lance o jogo esfriou. O Cruzeiro não apertava muito e o Nacional apresentava um time fora de forma física. Aos 30 minutos, Jancarlos foi expulso após falta dura em cima de Medina no meio-campo.

Batista tirou Thiago Ribeiro e colocou Thiago Silva para recompor o sistema defensivo. Com um jogador a mais, o time uruguaio conseguiu chegar mais ao ataque. Aos 34, Blanco recebeu bom lançamento dentro da área e chutou forte assustando o goleiro Fábio. Mas ficou por isso mesmo. Um bom começo para a temporada sul-americana do Cruzeiro.

Ficha técnica:

NACIONAL-URU 1 x 4 CRUZEIRO
Leonardo Burián; Martín Rodríguez (Mathias Rodrigues), Mauricio Victorino, Adrián Romero e Gastón Filgueira; Alvaro Fernández, Oscar Javier Morales, Roberto Brum (Pablo) e Angel Morales; Sergio Blanco (Morales) e Alexander Medina Fábio; Jonathan, Thiago Heleno, Leo Fortunato e Fernandinho; Henrique (Jancarlos), Marquinhos Paraná, Ramires e Wagner (Camilo); Thiago Ribeiro e Wellington Paulista (Soares).
Técnico: Gerardo Perusso. Técnico: Adilson Batista.
Gols: Elicarlos, aos oito, Ramires, aos 26, Alexander Medina, aos 28, Thiago Ribeiro, aos 35, e Wellington Paulista, aos 37 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Roberto Brum e Sergio Blanco (Nacional); Fernandinho (Cruzeiro). Cartão vermelho: Jancarlos (Cruzeiro).
Estádio: Centenário, em Montevidéu (Uruguai). Data: 21/01/2009. Árbitro: Roberto Silvera. Auxiliares: Pablo Fandiño e Miguel Nievas.

janeiro 22, 2009 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

São Paulo tropeça em casa diante do Ituano

Ainda no ritmo do hexa, Tricolor exibe pouco futebol na estreia

Eduardo Viana)Dagoberto correu muito, mas não evitou o empate (Foto: Eduardo Viana)

Debaixo de chuva e sem muito apelo junto à torcida, o São Paulo teve uma estreia discreta no Paulistão. Nesta quarta-feira, o Tricolor empatou em 1 a 1 com o Ituano, em seu primeiro jogo oficial após a conquista do hexacampeonato brasileiro. Sentindo a falta de ritmo (foi o último dos grandes a voltar aos treinos), o Sampa não exibiu o futebol esperado.

Ainda na onda do hexa (e com o esquema do hexa, apenas Renato Silva estreou como titular), o São Paulo começou o jogo pressionando. O entrosamento foi primordial na armação das jogadas tricolores, principalmente com Dagoberto e Borges. O camisa 17, fazendo papel de pivô, serviu de garçom para dois chutes de longe. Um do camisa 10 Hernanes, e outro de Jean.

Insistindo nessa jogada, o Sampa chegou ao gol logo no início. Joílson rolou para Borges e, de costas, o atacante encontrou Hugo livre invadindo a área. Ao meia, coube tocar de pé esquerdo e tirar o goleiro do lance.

Tinha cheiro de goleada. Sempre em chutes de longa distância, tentando se aproveitar do campo molhado, o São Paulo criou pelo menos três boas oportunidades. Em todas, o goleiro Alexandre Fávaro fez grandes defesas e evitou o pior para a equipe de Itu.

Quando o São Paulo parecia bem mais próximo do segundo gol, veio a surpresa. Em uma jogada praticamente morta, Ricardo Xavier acertou de cabeça um cruzamento da direita. A bola não levaria perigo, mas Miranda apareceu no meio do lance e desviou para o gol, matando a ação de Rogério Ceni.

O empate sofrido no fim do primeiro tempo esfriou a equipe de Muricy Ramalho no segundo. O técnico promoveu mais uma estreia no intervalo, lançando Wagner Diniz no lugar de Joílson. As jogadas pelas alas, porém, continuaram raras. E o Ituano se sentiu mais á vontade em campo.

Hernanes, com o número 10 às costas, recebeu marcação dura e foi mais discreto na segunda etapa. Com o objetivo de dar mais liberdade ao volante, Muricy promoveu a terceira estreia da noite: Arouca, no lugar de Dagoberto. A partir daí, as jogadas começaram a sair.

O Sampa teve duas chances ótimas de vencer. Na primeira, Hugo quase fez um golaço de bicicleta após cruzamento de Jorge Wagner. Depois, Borges girou no meio de cinco defensores e chutou no cantinho, mas a bola passou raspando a trave.

Na próxima rodada, o São Paulo enfrenta a Portuguesa, no Canindé, às 17h do domingo. O Ituano recebe o Guarani, às 20h30 do sábado.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 1 X 1 ITUANO

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 21/1/2009 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Robério Pereira Pires
Auxiliares: Junivan Rodrigues de Sousa e Matheus Camolesi
Renda/público: R$ 275.110,00 e 11.402 pagantes
Cartões amarelos: Borges (SAO); Anderson, Erick (ITU)
Cartões vermelhos: Não houve
Gols: Hugo, 11’/1ºT (1-0); Ricardo Xavier, 36’/1ºT (1-1)

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Renato Silva, André Dias e Miranda; Joilson (Wagner Diniz, intervalo), Jean, Hernanes, Hugo (André Lima, 46’/2ºT) e Jorge Wagner; Dagoberto (Arouca, 27’/2ºT) e Borges. Técnico: Muricy Ramalho.

ITUANO: Alexandre Favaro, Henrique, Thiago Bernardi, Anderson e Ceará; Erick, Serginho (Ticão, 33’/2ºT), Muriqui (Charles, 44’/2ºT) e Carlos Eduardo; Alex Afonso (Anderson Aquino, 41’/1ºT) e Ricardo Xavier. Técnico: Vinícius Eutrópio.

janeiro 22, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Palmeiras supera Santo André e desconfiança

Cleiton Xavier vence na estreia e Verdão consegue diferença mínima, sem levar sustos em Ribeirão Preto

Palmeirenses comemoram o gol da vitóriaPalmeirenses comemoram o gol da vitória (Crédito: Reginaldo Castro)

O Palmeiras superou a desconfiança e venceu o Santo André na estreia do Campeonato Paulista por 1 a 0, em Ribeirão Preto. O Verdão não começou bem, mas ainda no primeiro turno tomou conta do jogo, e, com gol de Cleiton Xavier, volta para São Paulo com os três pontos.

Sem seus principais reforços e com a desconfiança da torcida, o Palmeiras foi pressionado no início de jogo, principalmente após os açucarados passes de Marcelinho Carioca. No entanto, a nova dupla de ataque do Ramalhão, formada por Jonathan e Alexandro, não conseguiu levar perigo ao gol de Bruno.

O Verdão também foi tímido ao ataque, que tinha apenas Lenny como jogador da posição. Diego Souza e Cleiton Xavier tentavam ajudar o atacante.

E foi na passagem de um dos meias que o Palmeiras abriu o placar. Fabinho Capixaba acionou Lenny, que deixou Cleiton Xavier na cara do goleiro para marcar o primeiro gol do Campeonato Paulista.

O jogo voltou mais aberto no segundo tempo e logo nos minutos iniciais, ambas as equipes puderam marcar. Primeiro foi Lenny, que só não teve boa chance porque o assistente foi equivocado ao assinalar impedimento. Do outro lado, Jonathan limpou a marcação e acertou a trave de Bruno.

Depois do susto, o Palmeiras voltou a tomar conta da partida e ficou mais próximo do segundo gol. As arrancadas de Lenny e Willans foram as principais armas, que esbarraram na defesa do Santo André.

Mesmo motivado pelo vice-campeonato da Série B, o Ramalhão não teve forças para surpreender o Alviverde, que apesar do clima instável, começa bem o torneio.
FICHA TÉCNICA
SANTO ANDRÉ 0 X 1 PALMEIRAS

Estádio: Santa Cruz, Ribeirão Preto (SP)
Data/hora: 21/01/09, às 16h30
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Newton dos Reis Barreira

Gols: Cleiton Xavier, 42’/1ºT (0-1)
Cartões amarelos:Elvis (Santo André); Sandro Silva e Pierre (Palmeiras)
Cartões vermelhos:

SANTO ANDRÉ: Neneca, Alexandre (Cicinho, 25’/2ºT), Cesinha, Marcel e Arthur; Fernando, Juninho, Marcelinho Carioca e Elvis (Chiquinho, 25’/2ºT); Jonathan e Alexandro (Osny/ intervalo). Técnico: Sérgio Guedes

PALMEIRAS: Bruno, Danilo, Jéci e Maurício Ramos; Fabinho Capixaba, Pierre, Sandro Silva (Jumar, 29’/2ºT), Cleiton Xavier e Jefferson; Lenny (Willans, 19’/2ºT) e Diego Souza (Daniel Lovinho, 38’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

janeiro 22, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , | Deixe um comentário