Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Sem D’Alessandro, Inter mergulha na reta final da Sul-Americana contra o Chivas

Quatro jogos separam o Colorado de mais um título estrangeiro. Primeiro compromisso é contra os mexicanos, em Guadalajara

Faltam quatro jogos para o Inter fazer o futebol brasileiro conquistar pela primeira vez a Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira, às 22h, o último representante verde-amarelo na competição mergulha de vez na reta final ao enfrentar o Chivas Guadalajara no estádio Jalisco, no México. É o primeiro duelo das semifinais. O reencontro ocorre na semana que vem, no Beira-Rio.

O time de Tite vai a campo disposto a alcançar um resultado que proporcione o mínimo de conforto para a partida da volta. Um empate com gols já serve. O problema será conviver com a ausência de D’Alessandro, uma das referências da equipe.

O PORTAL FUTEBOL acompanha o duelo entre gaúchos e mexicanos em Tempo Real. O SporTV mostra ao vivo para todo o Brasil. A RBS TV exibe para o Rio Grande do Sul.

Valorização do torneio

O Inter tratou de valorizar a Sul-Americana desde o começo da disputa. O clube quer mais um título continental à recente coleção, que conta com a Libertadores, o Mundial, a Recopa e a Copa Dubai desde 2006. A vitória sobre o Boca Juniors animou ainda mais os vermelhos, que dão foco total à decisão.

– A Sul-Americana é um título que pode ser muito importante na minha vida, na minha carreira, como para todos os meus companheiros. Estou muito feliz de estar nesta competição. Estamos a um passo de ganhá-la, então vamos lutar até o final – afirma o argentino Guiñazu.

Para conquistar a Sul-Americana, o Inter precisa de um bom resultado no México. E o primeiro passo é superar uma dificuldade surgida de última hora. D’Alessandro, com um problema estomacal provavelmente causado por um pastel, sequer viajou com os colegas. Tite terá que escolher um substituto. Andrezinho, Taison, Rosinei e Daniel Carvalho estão na briga, com mais chances para o primeiro.

O treinador repetirá a estrutura defensiva utilizada no México, com Bolívar de lateral-direito e Álvaro como parceiro de Índio na zaga.

Adversário quer encaminhar vaga


O estádio Jalisco não tem sido uma arma para o Chivas. O time mexicano ainda não ganhou em casa na Sul-Americana. Nas quartas-de-final, avançou com empate por 2 a 2 com o River Plate, após vencer por 2 a 1 em Buenos Aires. Agora, o objetivo é encaminhar a vaga em casa.

Os mexicanos respeitam o Inter, especialmente depois de os brasileiros eliminarem o Boca Juniors. Eles prevêem um jogo difícil.

– Estudamos um pouco o adversário e sabemos que será muito difícil. Afinal, eliminou o Boca – afirma o atacante Santana.

CHIVAS INTERNACIONAL
Hernández, Esparza, Mejía, Reynoso e Ocampo; Solís, Araujo, Báez e Fabián; Arellano e Santana. Lauro, Bolívar, Índio, Álvaro e Marcão; Edinho, Magrão, Guiñazu e Andrezinho; Alex e Nilmar.
Técnico: Efraín Flores. Técnico: Tite.
Estádio: Jalisco, em Guadalajara (México). Data: 12/07/2008. Árbitro: Carlos Torres (Paraguai). Auxiliares: Emigdio Ruiz (Paraguai) e Nicolas Yegros (Paraguai).
Transmissão: O SporTV mostra ao vivo para todo o Brasil. A RBS TV exibe para o Rio Grande do Sul.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 22h (de Brasília).

novembro 11, 2008 Posted by | Internacional | , , , , , , , | Deixe um comentário

Diretoria do Timão quer festa do título da Série B no sambódromo

Marketing do clube paulista negocia com a prefeitura de São Paulo para levar trio elétrico com atletas até a pista do Carnaval.

A festa do Corinthians pelo acesso à elite e título da Série B pode acontecer no Sambódromo. A diretoria de marketing tenta as liberações necessárias com a prefeitura de São Paulo para levar os torcedores para lá e festejar o fim da temporada em que esteve no calvário da Segundona.

O projeto do Timão é que no dia 22 de novembro, depois da partida contra o Avaí, no Pacaembu, um trio elétrico com os jogadores e comissão técnica saia da praça Charles Miller, em frente ao estádio, em direção ao Sambódromo. No trajeto, o caminhão seria acompanhado pelos fanáticos alvinegros.

Depois de chegar no tradicional espaço que recebe o Carnaval paulistano, os jogadores ficariam num palco montado no local. A idéia é que haja também uma apresentação da bateria da escola de samba da maior organizada do Timão. O show ficaria por conta do trio elétrico que sairia da Charles Miller.

A confirmação ainda não foi feita, porque existem alguns trâmites burocráticos que podem travar a negociação, tais como trânsito e segurança. Mas a diretoria de marketing do clube espera receber uma resposta em breve.

O fato de que haverá uma festa, seja no sambódromo ou não, acaba com uma discussão intensa, já que a maioria das organizadas era contra a comemoração da Série B, só que a maior delas participará da mesma. A justificativa do presidente Andrés Sanches é que será não pelo título, mas sim pela temporada toda.

novembro 11, 2008 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Roth vê favorecimento ‘sempre aos mesmos’ e cita o São Paulo

‘Nos últimos três jogos do São Paulo, houve algumas coisinhas bem interessantes’, ironiza o treinador do Grêmio.

Levantamento feito pelo PORTAL FUTEBOL com a análise de todos os jogos do Campeonato Brasileiro, mostra que o Grêmio seria o líder da competição sem os erros capitais de arbitragem. O técnico do time gaúcho, Celso Roth, analisou a situação em entrevista coletiva nesta terça-feira. Ele disse que os favorecidos são sempre os mesmos. Depois, citou especificamente o caso do São Paulo.

– Precisamos considerar que é uma decisão de um ser humano, com pressão de todos os lados. Mas os beneficiados são sempre os mesmos. É isso que desequilibra um pouco – lamenta o treinador.

Em seguida, perguntado a que clubes se referia, Roth deixou escapar um questionamento às arbitragens dos jogos do São Paulo, algo que ele preferiu classificar como “coincidência”.

– Só disse que existe uma certa coincidência. Nos últimos três jogos do São Paulo, houve algumas coisinhas bem interessantes. Agora o STJD também suspendeu o campo do Goiás. São algumas coincidências que vemos se repetindo – afirma Roth.

O meia Souza também analisou a influência da arbitragem, mas não vê um prejuízo específico ao Grêmio.

– É natural que sempre tenha alguém chorando, porque os erros são muito comuns. Tem muito juiz errando.

O Grêmio é vice-líder do Brasileirão, com 63 pontos, dois atrás justamente do São Paulo. Na próxima rodada, o clube gaúcho recebe o Coritiba. O Tricolor paulista pega o Figueirense em casa.

novembro 11, 2008 Posted by | Grêmio, São Paulo | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Sorte de campeão? Só funciona com muito trabalho, dizem são-paulinos

Dagoberto usa Bernardinho como exemplo de vencedor que luta muito

O São Paulo é o líder do Brasileirão , com 65 pontos. Encarou jogos complicados nas últimas rodadas, mas venceu sempre. Contou também com a sorte, é verdade, como na vitória sobre a Portuguesa por 3 a 2, no último sábado.  Nesta partida, o time fez o gol do triunfo no final e ainda viu a Lusa acertar uma bola em sua trave. Sorte de campeão?

– Faz parte ver algumas palavras no futebol, tomara que seja sorte de campeão, que a gente tenha essa sorte. Mas não me apego a palavras ou superstição. As coisas vem para o meu lado porque eu corro atrás, sou determinado. Mesmo quando há muitos fatores contra continuo em pé. Isso não é sorte, é ser determinado. saber lidar com pressão e vaidade das pessoas no futebol – explica o técnico Muricy Ramalho

Dagoberto concorda com o treinador: a sorte é algo bom, mas só funciona com muito esforço. Ele busca a lição nas palavras de Bernardinho, técnico de vôlei, que escreveu um livro sobre seu trabalho.

– Tem que ter sorte, mas se a gente não trabalhar não adianta. O Bernardinho falou que todo mundo acha que ele tem sorte, mas ninguém vê que ele acorda cedo, passa o dia trabalhando, e muito. A sorte só ajuda –

novembro 11, 2008 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Departamento médico vai definir titulares

Expectativa gira em torno da volta do atacante Thiago Ribeiro

O departamento médico do Cruzeiro vai ser fundamental para ajudar o técnico Adilson Batista a escalar o time que enfrenta o Náutico, sábado, às 18h30m, nos Aflitos, pelo Campeonato Brasileiro. Thiago Ribeiro, que sentiu uma fisgada na coxa esquerda na semana passada e não enfrentou o Fluminense, deve participar dos treinamentos da semana e ser confirmado no jogo de sábado, em Recife.

Já o zagueiro Espinoza, com dores na patela do joelho direito, está em recuperação. Ele foi sacado do time na partida contra o Fluminense. Segundo o departamento médico, é o jogador que mais sentiu o número de jogos. Léo Fortunato deve continuar no time titular, ao lado de Thiago Heleno. Thiago, a propósito, teve câimbras no jogo contra o Flu e ainda sente o pé esquerdo. Porém, não preocupa.

Reservas vencem o Independente na Toca II

O Cruzeiro derrotou o Independente, por 3 a 1, em jogo-treino na tarde desta terça-feira, na Toca da Raposa II. A atividade durou cerca de 73 minutos e contou com os atletas que não atuaram contra o Fluminense. Os titulares fizeram um trabalho regenerativo no Centro Avançado de Reabilitação esportiva (CARE).

A equipe jogou com Rafael (Andrey); Wellington, Thiago e Thiago Martinelli; Maurinho, Zé Eduardo, Bruno (Edilberto), Camilo (Reina) e Gerson Magrão (Gerley); Weldon (Maicon) e Wanderley (Reinaldo). As informações são do site oficial do clube.

novembro 11, 2008 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Kléber Pereira pede desculpas a juiz e afirma que foi mal-interpretado

Após sugerir que o bolso de Elmo Resende estava cheio em São Januário, atacante afirma que não falou em suborno.

Num rápido pronunciamento, que durou quase dois minutos, nesta terça-feira à tarde, no CT Rei Pelé, o atacante Kléber Pereira, do Santos, pediu desculpas ao árbitro Elmo Alves Resende Cunha, a quem ofendeu após a partida contra o Vasco, no último sábado, em São Januário. Muito irritado com a arbitragem, o jogador insinuou que Elmo estaria deixando o estádio com os bolsos cheios por ajudar o time carioca, que venceu por 1 a 0, num pênalti que os santistas não conseguiram engolir.

Em entrevista ao PORTAL FUTEBOL, o juiz afirmou que pretende processar o jogador por danos morais. Ao saber disso, Kléber procurou a assessoria de imprensa do clube para se explicar. Apesar de admitir que estava de cabeça quente quando fez as críticas ao árbitro, o atacante diz que foi mal-interpretado.  No caminho para o vestiário, ao ser perguntado sobre se o juiz entrou em campo pressionado, Kléber disse:

– Ele não sentiu pressão. Já veio pressionado. O bolso dele deve estar cheio.

No entanto, no pronunciamento desta terça-feira, o jogador afirma que não teve a intenção de colocar em dúvida a honestidade de Elmo Resende.
– Eu me expressei mal, mas algumas pessoas colocaram coisas que não teria falado. Estou aqui para calar tudo. Quando falei do bolso, falei que ele é bem sucedido e não pode sofrer pressão. De maneira nenhuma quis dizer que há árbitros que recebem dinheiro. Falei num momento de fraqueza, de cabeça quente – afirma o santista.

novembro 11, 2008 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Avaí vence o Brasiliense na Ressacada e garante vaga na Série A de 2009

Com um gol aos 36 do segundo tempo, equipe catarinense chega aos 66 pontos. Jacaré ainda corre risco de rebaixamento.

Foram 30 anos de espera, mas a torcida do Avaí finalmente pode comemorar: o time está de volta à Série A do Campeonato Brasileiro. Em um jogo sofrido no estádio da Ressacada, em Florianópolis, a equipe venceu o Brasiliense por 1 a 0, gol de Evando, aos 36 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o time chegou aos 66 pontos e já garantiu, no mínimo, a quarta posição na Série B. O Corinthians, líder com 76 pontos, assegurou por antecipação o título e, por conseqüência, o retorno à elite. O Brasiliense, por sua vez, tem 43 pontos e segue ameaçado pelo rebaixamento.

A comemoração do time catarinense começou tão logo o árbitro encerrou a partida. E no gramado logo surgiu a figura do torcedor mais ilustre do Avaí: Guga. Em campo, o ídolo brasileiro simbolizava o delírio da torcida, que fazia sua festa na arquibancada. Eufórico, o tricampeão de Roland Garros foi jogado para o alto pelos atletas e comissão técnica da equipe. Em 2009, o ex-tenista terá a chance de ver pela primeira vez seu time de coração na Primeira Divisão. Afinal, ele tinha apenas três anos de idade em 1979, quando da última participação do clube na Série A.

O jogo

Precisando vencer para selar definitivamente a vaga, o Avaí animou sua torcida logo no início. Com 17 segundos de jogo, o goleiro Guto teve que trabalhar para evitar o gol de William. Empurrado pelo apoio de seu torcedor, a pressão do time da casa se intensificou. Aos quatro, Valber bateu falta da direita, Evando se antecipou à zaga e cabeceou por cima do gol.

O Brasiliense pouco ameaçou na primeira etapa. A melhor chance do time candango veio com 14 minutos, em chute de fora da área de Jóbson. Eduardo Martini espalmou para o lado. Guto voltou a trabalhar aos 19 minutos. Da entrada da área, Valber bateu prensado com a zaga. William partiu para cima da bola e chegou antes do goleiro, que, no entanto, abafou a finalização do atacante.

A chuva, presença constante nos últimos jogos do Avaí, desta vez não compareceu. Assim, o Leão tocava melhor a bola e pressionava o rival. Aos 29, quase saiu o grito de gol tão esperado na Ressacada. Evando foi lançado na área e deu um toque sutil por cima de Guto. Bida mostrou recuperação e tirou a bola em cima da linha.

Times caem de produção, Avaí sobe de divisão

No segundo tempo, apesar de a torcida do Avaí não parar de apoiar, o time catarinense caiu de produção. Apáticos, os homens de frente “aceitavam” a marcação do Brasiliense. A monotonia tomou conta do jogo, pois o Jacaré também não chegava ao gol adversário com perigo. Mas o panorama mudou, com os visitantes crescendo e ameaçando a meta catarinense por três vezes. Na primeira, Jóbson bateu cruzado e obrigou Eduardo Martini a esticar o braço para colocar a bola pela linha de fundo, aos 23. Na cobrança do escanteio, Ailson cabeceou duas vezes, e em ambas parou no goleiro do Avaí.

A tensão aumentou com o passar do tempo, mas os torcedores do Avaí não pararam de incentivar. Quando parecia que o jogo ficaria mesmo no empate, o Avaí chegou ao seu gol. Evando recebeu na esquerda, puxou para o pé direito e bateu de fora da área. A bola desviou em Fábio Braz e entrou por baixo das pernas de Guto. Foi a senha para a torcida entrar em delírio, apenas à espera do apito final que garantiu o retorno do time à elite do futebol brasileiro.

novembro 11, 2008 Posted by | Avaí | , , , , | Deixe um comentário

Galo vingador recebe o empolgado Vasco

Sob sombra de goleada, Atlético-MG quer se manter na Sul-Americana 2009; equipe vascaína busca se afastar do U4

Atlético-MG e Vasco abrem nesta quarta-feira, às 22h, no Mineirão (MG), a 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, sob a sobra da goleada imposta pela equipe cruzmaltina no primeiro turno (6 a 1), mas com o Galo em situação bem melhor na tabela do que a do seu adversário.

Acompanhe no PORTAL FUTEBOL a cobertura em tempo real desta partida.

O time mineiro é o 12º colocado da competição, com 44 pontos, e risco remoto de ser rebaixado: seu objetivo é se manter na zona de classificação à Copa Sul-Americana 2009. Por outro lado, os vascaínos ocupam o 15º lugar, com 37, e seguem na luta para se manter fora do U4.

O Atlético-MG reduziu o preço dos ingressos para o confronto e deve contar com apoio forte de seus torcedores que, além de incentivar a vingança pela goleada sofrida, verá o atacante Marques se tornará o jogador que mais defendeu o clube em Brasileiros, ao lado do ex-lateral-esquerdo Paulo Roberto, com 189 jogos.

Com relação ao time, o técnico Marcelo Oliveira não tem problemas. O jovem zagueiro Welton Felipe segue na vaga do capitão Marcos, que já se recuperou de uma entorse no joelho. Além disso, o também zagueiro Nem continua improvisado, enquanto no ataque permanece a dupla Castillo e o ídolo Marques.

O Vasco, invicto há quatro rodadas na competição (três vitórias e um empate), terá apenas um desfalque: o meia Alex Teixeira, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O treinador Renato Gaúcho deve colocar Edmundo como titular, atuando no esquema 3-5-2. Outra opção é a entrada do meia Leandro Bomfim, mantendo assim o time no 3-6-1 (tendo Leandro Amaral como único atacante).

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-MG X VASCO

Estádio: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 12/11/2008 – 22h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Aspirante Fifa-RS)
Auxiliares: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Julio Cesar Rodrigues Santos (RS)

ATLÉTICO-MG: Juninho, Sheslon, Leandro Almeida, Welton Felipe e César Prates; Nen, Márcio Araújo, Elton e Renan Oliveira; Marques e Castillo. Técnico: Marcelo Oliveira.

VASCO: Rafael, Eduardo Luiz, Jorge Luiz e Odvan; Wagner Diniz, Jonílson, Mateus, Madson e Rodrigo Antônio; Edmundo e Leandro Amaral. Técnico: Renato Gaúcho.

novembro 11, 2008 Posted by | Atlético-MG, Vasco da Gama | , , , , | Deixe um comentário

Borges: ‘Penso grande, mas faltam quatro jogos’

Contra a Lusa, atacante marcou pela primeira vez no São Paulo três gols em uma partida e não esconse sonho de ser hexa

Artilheiro do São Paulo no ano com 22 gols, Borges não é badalado como outros atletas do elenco. Mas, devagar, ele está mostrando que é indispensável para o sucesso do time dirigido por Muricy Ramalho.

Nos últimos dois jogos, marcou quatro gols. Quando não deixa a sua marca, não é porque foi mal. Com certeza é porque preferiu passar para algum companheiro, para dar uma assistência. Isso ocorreu cinco vezes no Brasileirão. Joilson, André Dias, André Lima, Jean e Hernanes já receberam passe dele.

Depois de passar por problemas no primeiro turno, Borges só quer agora terminar o Brasileirão jogando pelo São Paulo. O jogador já ficou 11 jogos fora da equipe no torneio, dez por causa de duas lesões que teve e uma por causa da expulsão no clássico contra o Palmeiras, que o afastou do duelo contra o Vitória.

– Sei que estou pendurado, mas estou tomando todo o cuidado para não receber o terceiro cartão amarelo. Não vou deixar de fazer nada, mas não quero levar cartão bobo em caso de uma falta desnecessária ou reclamação com o árbitro. Quero jogar até o fim – garante Borges.

Leia a entrevista que o jogador concedeu ao PORTAL FUTEBOL! nesta segunda-feira, após ótima atuação no sábado.

PORTAL!: Está mais fácil ou mais difícil o título após a rodada do fim de semana? A diferença para o vice-líder agora é de dois pontos…
Borges: Acho que a dificuldade é a mesma. O Grêmio agora está mais próximo da gente. Na rodada passada, era o Palmeiras que estava na cola, mas nós continuamos pressionados e não podemos vacilar. Temos de vencer o Figueirense em casa, porque, se não somarmos os três pontos, o Grêmio pode vencer seu jogo, que também será como mandante, e passar a gente na tabela. A distância aumentou um pouco, mas não podemos errar mais.
PORTAL!: O São Paulo já esteve 11 pontos atrás do Grêmio e hoje está dois na frente. Qual é a sensação agora?
Borges: Isso me deixa muito feliz, viu. Da forma que estávamos para a situação que estamos hoje, isso só nos deixa ainda mais na obrigação de trabalharmos muito nos quatro jogos que faltam deste Brasileirão.

PORTAL!: O que vocês fizeram de diferente para esta arrancada da equipe?
Borges: Mudamos o comportamento depois daquele empate (1 a 1) com o Atlético-MG. Colocamos a cabeça no lugar. Sabíamos que precisávamos jogar mais do que aquilo que estávamos jogando, porque tínhamos condições para isso. Começamos a fazer o simples, sem querer enfeitar. E a vontade aumentou também. Juntou tudo isso, com uma seqüência de vitórias e aí o
time inteiro ficou mais confiante.
PORTAL!: O que o São Paulo precisa fazer nestas quatro últimas rodadas? Dá para perder o foco em um mês?
Borges: Não passa pela minha cabeça não dar o máximo de mim nos treinamentos esta semana, para o jogo contra o Figueirense. E assim até o final do campeonato. Eu penso grande, penso em ser campeão brasileiro, não vou negar. Mas ainda faltam quatro finais. Não vamos chegar a este título outra vez se não nos esforçarmos. Temos de fazer valer, principalmente, o mando de campo. Domingo, não podemos nem pensar em perder pontos.

PORTAL!: Você tem 22 gols na temporada e seu melhor ano foi 2005, quando marcou 29. Dá para empatar?
Borges: Não sei, trabalho sempre pensando em fazer o máximo que eu puder. Não gosto de prometer gols, porque não é legal… Aí você não cumpre o que prometeu por um motivo ou outro e a cobrança não é legal. Garanto que, se tiver oportunidades, vou procurar marcar. Não vai faltar vontade. Vale lembrar também que, em 2005, marquei dez gols pelo União São João no Paulistão e 19 pelo Paraná no Brasileiro. Muitos desses foram de pênalti. Aqui no São Paulo, eu não sou o cobrador, já temos o Rogério Ceni. Todos os meus 22 foram com a bola rolando, o que me deixa ainda mais feliz com isso.

PORTAL!: Tem alguma superstição, certas coisas que faz antes dos jogos?
Borges: Não… Faço as mesmas coisas sempre, antes dos jogos ou em dias normais, que é ler a Bíblia e escutar músicas evangélicas (o atacante sempre ouve as bandas Apocalipse 16 e Ministério Ipiranga).

PORTAL!: Você tem contrato com o São Paulo até o final de 2009. Já pensou se vai ficar no clube ou se pretende voltar a defender uma equipe do exterior, caso receba proposta?
Borges:
Estava até em casa pensando nisso. Comentei com a minha esposa que, neste momento que o time está vivendo, eu não quero nem pensar em outra coisa. Não quero saber o que eu vou fazer no fim do ano, se vou receber alguma proposta. Não penso em outra coisa que não seja a possibilidade de ser campeão brasileiro mais uma vez pelo São Paulo.

PORTAL!: Já pensou na possibilidade de integrar a equipe do São Paulo, ainda mais como artilheiro, que conquistou o primeiro tri da história do clube? E do Brasileirão também, porque nenhum outro time conquistou este feito até hoje.
Borges: Primeiro temos de pensar em vencer os quatro jogos que temos pela frente. Se conseguirmos estas quatro vitórias, aí sim vamos entrar para a história do país e do São Paulo. Seria uma coisa que deixaria todos os atletas bem valorizados.

PORTAL!: Você ganhou de presente o terceiro gol da vitória sobre a Portuguesa. Foi uma partida especial?
Borges: Naquela hora, eu não tinha a certeza que a bola iria entrar. Quando eu vi ela na minha frente, só quis cabecear para o gol e garantir a vitória para o São Paulo. Depois, analisando as imagens, eu vi que nem precisaria ter tocado.

PORTAL!: O Muricy disse que ele levou você para o São Caetano e que acompanhou sempre a sua carreira. Qual a sua relação com o técnico?
Borges: É verdade. Eu jogava no Jataiense-GO e o Muricy me indicou no São Caetano em 2004. Na época, eles fizeram um contrato de quatro meses comigo, de risco. Quando o Muricy era o técnico, em menos de um mês depois eu já estava jogando. Eu brigava por posição com o Euller, Warley e Marcinho naquela época, grandes jogadores, mas o Muricy sempre me dava oportunidade de mostrar o meu trabalho. Mas aí, depois que ele saiu, passou um mês e me mandaram embora. Não sei o que aconteceu. Mas não guardo mágoa. Saí, rodei por alguns clubes, e consegui chegar ao São Paulo.

novembro 11, 2008 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Muricy não acredita em desistência de Luxa

Treinador são-paulino acha que rival não desistiu do título e que quer aliviar a pressão para voltar à disputa

As declarações do palmeirense Vanderlei Luxemburgo de que o Verdão está praticamente fora da briga pelo título Brasileiro e que a Libertadores passou a ser o foco principal do clube não foram levadas muito a sério no São Paulo. Luxa ‘jogou a toalha’ após a derrota para o Grêmio por 1 a 0 no Parque Antártica, mas ninguém do Tricolor acredita que o treinador tenha desistido.

A opinião é de que o palmeirense está usando uma estratégia de retirada para aliviar a pressão no clube e que o Verdão não vai deixar de lutar pelo título até quando tiver possibilidades matemáticas de conquista.

– Não dá para descartar ninguém, nem o Palmeiras. Isso às vezes é estratégia do Vanderlei para tirar um pouco da pressão no clube e essa declaração veio depois de uma derrota. Sabemos que, internamente, o pensamento deles deve continuar sendo o título – afirmou o técnico Muricy Ramalho.

Além de Grêmio e Palmeiras, o São Paulo também não perde a atenção com Cruzeiro e Flamengo, 4º e 5º colocados respectivamente, que também podem chegar ao título. O equilírio da edição deste ano acaba obrigando os jogadores a ficar atentos com todos os adversários e ninguém se arrisca a projetar quem é o favorito na disputa.

– É muito difícil analisar porque a cada semana muda muito. Primeiro todos falaram do Palmeiras, agora é o Grêmio…as coisas estão muito indefinidas – analisa o atacante Dagoberto.

Para não continuar dependendo de ninguém, o São Paulo entra em campo no próximo domingo precisando bater o Figueirense no Morumbi. Embora esteja na vice-lanterna, com 35 pontos, ninguém espera que os catarinenses facilitem a vida do líder.

– O Figueirense joga melhor fora de casa, tem um técnico (Mário Sérgio) que sabe explorar muito bem o erro do adversário e será um jogo dificílimo e que precisará de muita paciência, mas não podemos nos desesperar, temos que insistir até fazermos o gol – concluiu Muricy.

novembro 11, 2008 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Quatro reforços estão de volta para o time do Palmeiras

Sandro Silva, Roque Jr, Kléber e D. Souza estão à disposição de Luxa

Domingo, o Palmeiras encara mais uma decisão para tentar manter vivo o sonho do pentacampeonato brasileiro. Contra o Flamengo, no Maracanã, o time precisa vencer para diminuir a diferença de quatro pontos do atual líder do torneio, São Paulo, e disparar na tabela.

Mas diferentemente do último confronto, contra o Grêmio, em que o time estava todo remendado e perdeu por 1 a 0, o Verdão entrará em campo pela 35ª rodada com a presença de quatro reforços importantes.

Kléber, Diego Souza e Sandro Silva, que cumpriram suspensão automática, e também Roque Júnior, vetado do jogo contra o tricolor gaúcho por dores musculares, estarão à disposição do técnico Vanderlei Luxemburgo.

Na derrota de domingo, o treinador não conseguiu encontrar solução para a falta de criatividade de sua equipe devido ao número de desfalques. Sandro Silva, que havia perdido a posição no time titular para Jumar, pode voltar a atuar ao lado de Pierre por conta do baixo rendimento no setor central.

novembro 11, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , | Deixe um comentário

Palmeiras já não é mais o melhor mandante do torneio

Após derrota para Grêmio, líder São Paulo é quem assume o posto

Além de afastar o Palmeiras da luta pelo título – agora quatro pontos do líder São Paulo – a derrota para o Grêmio fez o time perder o posto de melhor mandante do Brasileirão. Este foi o segundo revés do Alviverde dentro do Palestra Itália.

A primeira derrota havia sido para o Sport, por 3 a 0, no dia 4 de setembro. Agora, o melhor mandante é o São Paulo.

– A diferença é que agora faltam quatro rodadas. Tem um peso muito grande ganhar dentro de casa e vencer fora porque a competição está na reta final – analisou Alex Mineiro.

novembro 11, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Flamengo x Palmeiras: ingressos à venda

Partida válida pelo Brasileiro será no próximo domingo, no Maracanã

Os ingressos para a partida de domingo entre Flamengo e Palmeiras, às 17h, no Maracanã, começam a ser vendidos nesta terça-feira das 9h até às 17h. A expectativa da diretoria rubro-negra é de estádio cheio, já que se trata de um confronto direto na tabela do Brasileiro.

Os bilhetes podem ser comprados nos seguintes pontos: Gávea, Laranjeiras, Parque Terra Encantada (Barra da Tijuca), sede do São Cristóvão e bilheteria 8 do Maracanã.

Preços: arquibancada branca (R$ 40); arquibancadas verde e amarela (R$ 30); cadeira especial (R$ 120); cadeira comum (R$ 20). Estudantes com carteirinha pagam meia.

novembro 11, 2008 Posted by | Flamengo, Palmeiras | , , | 1 Comentário

Marcos: ‘Reconheço, o que fiz foi ridículo’

Goleiro esclarece lance em que deixou a meta palmeirense e acha que merece punição de Vanderlei Luxemburgo

O goleiro Marcos veio à público, nesta terça-feira, para esclarecer a polêmica criada sobre sua atitude na derrota contra o Grêmio, por 1 a 0, no Palestra Itália. Na ocasião, o capitão do Verdão deixou sua meta, aos 29 minutos do segundo tempo, e lançou-se ao ataque na esperança de ajudar o time a conseguir o empate ou até mesmo a vitória. A atitude não foi bem interpretada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, que deu a entender após o jogo, que repreenderia o goleiro…

– A minha atitude foi ridícula. Eu vejo o tape do jogo e me questiono por ter feito isso. A pior cobrança é a minha – brincou o goleiro.

Ainda sobre o caso, o goleiro continuou e afirmou que espera ser julgado pelos companheiros, torcedores e, principalmente pela comissão técnica, mas pela sua atitude e não pela sua boa fé.

– Podem me julgar pela minha atitude, mas não pela minha intenção. Eu agi de boa fé, com vontade de ajudar o Palmeiras naquela hora. Achei que faltavam apenas sete minutos para acabar o jogo, perdendo de um ou de dois dá na mesma, o que pensei é que poderia atrapalhar a zaga do Grêmio e ajudar o time a conseguir o empate – justificou.

novembro 11, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Renato: ‘Poucas vezes vi um grupo tão unido’

Técnico do Vasco enaltece o espírito de equipe dos atletas do Cruzmaltino

O Vasco realizou, nesta terça-feira à tarde na toca da raposa II, um treinamento de apronto para a partida desta quarta-feira contra o Atlético-MG, às 22h, no Mineirão. O técnico Renato Gaucho enalteceu novamente a união do grupo Cruzmaltino após a atividade.

– Poucas vezes trabalhei com um grupo tão unido. A união e a atidude deles está sendo fundamental. Num momento difícil se tiver racha no grupo fica difícil. Aqui o clima é positivo e isso ajuda. Estamos motivados e preparados para as próximas quatro decisões – disparou o treinador do Gigante da Colina.

Como de costume, Renato segue fazendo mistério em relação à escalação da equipe. Alex Teixeira, suspenso por ter recebido o terceiro amarelo diante do Santos, não joga. A tendência é que o atacante Edmundo o substitua contra o Galo.

novembro 11, 2008 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Wagner Diniz estaria na mira do CSKA

Lateral-direito tem contrato com o Gigante da Colina até o fim deste ano

Segundo informações da Rádio Brasil, representantes do time de Vágner Love, o CSKA, da Rússia, teriam assistido as partidas do Vasco com Fluminense (2/11) e Santos (8/11) para observar o lateral-direito Wagner Diniz. Ainda segundo a rádio, os russos gostaram do que viram. O gerente de futebol do Vasco, Carlos Alberto Lancetta, desconhece o possível interesse do CSKA.

– Eu não sei de nada. No momento estamos preocupados em tirar o Vasco desta situação – afirmou.

Wagner Diniz tem contrato com o Vasco até o fim deste ano. O lateral teria sido sondado pelo São Paulo, mas o próprio atleta jé negou que tenha acertado com os paulistas para 2009.

novembro 11, 2008 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dinamite: ‘Vamos fazer o possível pelo Leandro’

Atacante pode ir para o Fluminense no ano que vem

Leandro Amaral já se envolveu em briga jurídica para trocar o Vasco pelo Fluminense no fim de 2007. Depois de acertar com Tricolor e ser obrigado pela Justiça a voltar ao Gigante da Colina, ele pode retornar para o Fluminense no ano que vem. A possibilidade da transferência do atacante não abalou o presidente Roberto Dinamite, que não fará loucuras, mas tentará manter um dos principais jogadores do Vasco neste Campeonato Brasileiro.

– O Leandro Amaral é um jogador importante e temos o interesse na permanência dele no plantel. Ele tem algumas coisas ligadas a parte jurídica e estamos conversando. O Vasco no ano que vem, com certeza, como falei, terá condições de investir mais em seus jogadores. Mas hoje no mercado qualquer jogador que receber uma proposta de fora, vai analisar. Vamos fazer o possível dentro de uma realidade e daquilo que consideramos que ele representa – disse à Rádio Lance!.

Leandro Amaral confidenciou a amigos que tem tudo acertado com clube das Laranjeiras. Mas o fato é que uma nova audiência ainda sobre o caso envolvendo o jogador, Vasco e Fluminense, acontecerá neste mês. Na audiência será revista a sentença que determinou a volta do atacante a São Januário e a mesma será mantida ou reformada.

Nesta sentença existiria uma determinação em que Leandro seria obrigado a cumprir de dois a quatro meses a mais de contrato, já que durante este mesmo período defendeu o Fluminense no início do ano. O advogado do atleta, Heraldo Panhoca, garante que seu contrato vai até 14 de dezembro. Este ponto será tratado no encontro na Justiça.

novembro 11, 2008 Posted by | Vasco da Gama | , | Deixe um comentário

Estevam Soares será mantido para o Paulistão

Diretoria da Portuguesa quer renovar com os jogadores que tem contrato até o fim do ano

Independentemente da colocação da equipe no fim no Campeonato Brasileiro, a comissão técnica da Portuguesa não sofrerá mudanças para a disputa do Campeonato Paulista de 2009. Essa é a prioridade do clube para o próximo ano, segundo o gerente de futebol da Lusa, Luiz Roberto Lino.

– Quando contratamos o Estevam Soares, fizemos um acordo, seja qual for a posição do clube no final do Campeonato Brasileiro. Toda comissão técnica será mantida para a disputa do Estadual – afirmou Lino.

Os contratos dos atacantes Fellype Gabriel e Jonas, do meia Héverton e dos goleiros Sérgio e Gottardi encerrarão no fim de dezembro, mas sobre isso o dirigente foi cauteloso e ressaltou que espera renovar com esses atletas para a próxima temporada.

– Provavelmente teremos uma reunião com Estevam Soares para definir o grupo. Se ele pedir alguns novos reforços, vamos conversar e discutir quais são as nossas possibilidades – disse.

Lino ressalta que o fato de o clube pagar os salários em dia influencia muito na hora de renovar ou até mesmo contratar um determinado jogador.

– Aqui na Portuguesa, todos os jogadores, comissão técnica e funcionários do clube recebem seus salários em dia – concluiu o gerente.

Restando quatro rodadas para o término do Brasileirão e com 36 pontos, a Lusa voltou para a zona do rebaixamento. No próximo sábado, a equipe enfrenta o Fluminense, às 18h30, no Maracanã.

novembro 11, 2008 Posted by | Portuguesa | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Procurador promete denunciar Kléber Pereira

Caso do artilheiro é parecido com o de Finazzi pelo Timão em 2007

O atacante Kléber Pereira será denunciado pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por causa das declarações após a derrota por 1 a 0 para o Vasco, em São Januário. O jogador insinuou que existiria um movimento para evitar o rebaixamento do clube carioca, em alusão ao pênalti marcado em Jonílson, que dividiu opiniões.

Pereira será enquadrado no Artigo 252 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala em ofender o árbitro, auxiliares ou qualquer outro participante do evento. A pena varia de dois a seis jogos de suspensão.

– Analisamos o que saiu na imprensa e, pelo que vi, ele será denunciado no artigo 252. A denúncia deve ser feita até a próxima sexta-feira – disse o procurado geral Paulo Schmitt ao site Justiça Desportiva.

Schmitt analisou a entrevista do artilheiro do campeonato, com 21 gols, que na saída de campo, alegou:

– Se esse juiz apitar sempre, o Vasco não vai cair. É uma vergonha para o futebol brasileiro – desabafou.

Não é a primeira vez que o Santos se envolve em polêmica com a arbitragem após sair derrotado. Contra o Grêmio, o zagueiro Fabiano Eller foi expulso e reclamou de forma acintosa com o juiz, ameaçando até sua integridade física. O resultado foi um gancho de três partidas.

CASO FINAZZI

O fato lembra a punição do atacante Finazzi, que em 2007, fez um gesto com a mão em direção ao juiz, sinalizando que o jogo, contra o Goiás, foi roubado. O Tribunal assistiu as imagens e tirou o artilheiro do Corinthians das duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Assim, o Timão terminou rebaixado.

novembro 11, 2008 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Elenco apóia Kléber Pereira e Fábio Costa além de criticar arbitragem

Jogadores devem ser indiciados pelo STJD nos próximos dias por declarações dadas após a derrota para o Vasco da Gama

Ambos os jogadores serão indiciados no artigo 251 do Código Brasiliero de Justiça Desportiva (ofender moralmente o árbitro) que prevê de dois a seis jogos de suspensão. Apesar do desabafo dos atletas poder prejudicar o time nesta reta final do Brasiliero, o elenco está fechado com os dois jogadores mais experientes do time alvinegro.

– Estamos juntos com o Kléber e o Fábio. A TV mostrou que foi falta fora da área. Tem uma hora que o jogador fica saturado. Foi um desabafo e, na minha maneira de ver, não tem nada de grave nisso. Todo mundo erra, jogador erra passe e árbitro, marcação (de falta). Estamos do lado dos nossos companheiros – garante o volante Wendel.

– São peças fundamentais e o Santos não vai medir esforços para contar com eles. Quando forem julgar um caso assim, as pessoas devem considerar a dimensão que o Santos tem, sabendo que uma decisão precipitada ou incoerente pode prejudicar o nosso time – disse Roberto Brum.

Brum lembra ainda da suspensão dada a Fabiano Eller e Domingos após a partida contra o Grêmio. Para o jogador, a arbitragem tem grande parcela na incômoda situação vivida pelo Santos no Campeonato Brasileiro.

– A arbitragem no Brasil não tem conseguido, no mínimo, respeitar o Santos. Não quero ajuda de ninguém, só o uso do mesmos critérios adotados para com os outros times. Não estamos sendo respeitados – dispara o volante, para completar em seguida:

-Faço questão que esses árbitros (Elmo Alves Cunha e Marcelo de Henrique Lima, contra o Grêmio) apitem jogos do nosso time na Vila ano que vem. Vão ser bem recebidos. Vai ter cafezinho e tudo.

novembro 11, 2008 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Eller e Souto estão na mira do exterior

Jogadores foram sondados no meio do ano e esperam nova proposta

Se não bastassem os problemas de renovação e o assédio do futebol europeu, outros dois jogadores titulares, Fabiano Eller e Rodrigo Souto, receberam propostas do exterior durante a temporada, e vivem a expectativa de serem novamente procurados.

O volante mantém o sonho da transferência, pois sua punição por doping é valida apenas para partidas organizadas pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

Já Eller recebeu uma boa proposta salarial do Al-Jazira, dos Emirados Árabes, em agosto, mas o clube rejeitou os US$ 2 milhões, oferecidos para comprá-lo. Os árabes prometeram retomar a negociação no final do ano.

novembro 11, 2008 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Guiñazú valoriza título da Sul-Americana

Volante do Internacional se motiva com a possibilidade do título

Exemplo de raça e dedicação, o volante Guiñazú entra em campo nesta quarta-feira, em Guadalajara, com uma motivação a mais para enfrentar o Chivas pela semifinal da Sul-Americana. Além de garantir vaga para a decisão, o jogador valoriza a conquista do título inédito para os brasileiros.

– A Sul-Americana é um título que pode ser muito importante na minha vida, na minha carreira, como para todos os meus companheiros. Àquele que não dá valor, problema é dele. Estou muito feliz de estar nesta competição, estamos a um passo de ganhá-la e vamos lutar até o final – afirmou.

Sem desmerecer o adversário, Guiñazú destaca que talvez o Chivas seja um adversário menos perigoso que o River Plate e o Boca Juniors, os dois principais times da Argentina.

– River e Boca são sempre perigosos, você tem que fazer um pouquinho mais para ganhar deles. O Chivas é um adversário que temos que respeitar muito, eles sabem jogar futebol, mas temos que estar preocupados com a gente, com nosso desempenho, e trazer um bom resultado – destacou.

O Internacional chega nesta terça-feira a Guadaljara e treina no período da tarde. O meia D’Alessandro, com uma infecção estomacal, não viajou ao México e desfalca a equipe. O técnico Tite tem Taison e Andrezinho como opções para a vaga do argentino.

novembro 11, 2008 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Grêmio pode perder três jogadores na reta final

Leo, Richard Morales e Réver irão a julgamento no dia 19 de novembro

O Grêmio pode ter três desfalques na reta final do Brasileiro. O efeito suspensivo que possibilita a utilização de Leo, Réver e Richard Morales será julgado no próximo dia 19 no Pleno do STJD.

Os jogadores foram punidos pelos fatos ocorridos no jogo contra o Botafogo, dia 4 de outubro. Caso a suspensão inicial seja confirmada, eles podem ficar fora das três últimas rodadas contra Vitória, Ipatinga e Atlético-MG.

Dos três, Richard Morales é o único que não vem atuando como titular. Denunciado nos artigos 254 (Praticar jogada violenta) e 258 (Assumir atitude contrária à disciplina ou à moral desportiva, em relação a componente de sua representação, representação adversária ou de espectador), o atacante pode pegar oito jogos de suspensão.

O zagueiro Leo, denunciado no artigo 253 (Praticar agressão física contra o árbitro ou seus auxiliares, ou contra qualquer outro participante do evento desportivo), foi expulso na partida contra o Botafogo e pegou um gancho de 120 dias. O jogador recebeu o cartão vermelho do árbitro Héber Roberto Lopes por revidar uma agressão do atacante Jorge Henrique.

E o outro zagueiro, Réver, através do artigo 255 (Praticar ato de hostilidade contra adversário ou companheiro de equipe), pegou três partidas por troca de tapas e empurrões com Carlos Alberto.

novembro 11, 2008 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Grêmio e Inter: disputa acirrada em títulos

Equipes estão empatadas em títulos e ainda podem ser campeãs esse ano

“Metade azul e metade vermelha de Porto Alegre”. Com tantas denominações, a expressão que melhor define a rivalidade entre Grêmio e Inter é exatamente esta.

O equilíbrio visto nas ruas da capital gaúcha se repete também em números de títulos. A conquista do Gauchão deste ano deu ao Colorado não apenas mais uma taça para a sala de troféus do clube, mas a igualdade de títulos com o arqui-rival – 45 a 45.

A vantagem colorada está nos estaduais (38 a 35). Além disso, a turma do Beira-Rio tem um Brasileiro a mais no currículo, marca que pode ser igualada pelo rival este ano.

Já o Grêmio tem mais títulos nacionais. A diferença está nas vezes em que conquistou a Copa do Brasil: 4 a 1. Os números também são favoráveis aos gremistas nos feitos internacionais. Com uma Libertadores a mais, os tricolores vencem o duelo. Contudo, a marca pode ser igualada se o Inter conquistar a Copa Sul-Americana.

A luta de gremistas e colorados pela hegemonia pode ganhar um novo capítulo ao fim de 2008.

– Isso é mais para o torcedor. Conquistar a Sul-Americana significa entrar na história do Inter. Passar o Grêmio, para o atletaem si, não trará benefício algum – avisou o meia Alex, do Inter.

Já Vítor, goleiro do Grêmio que renovou contrato ontem até 2013, prefere que o time se concentre apenas em fazer a sua parte.

– O normal seria torcer para que os dois fossem campeões, mas a rivalidade aqui é tão grande que não é possível. Estamos preocupados com o nosso título – ressaltou.

Para entrar na história, o capitão Tcheco e o craque Alex buscam ganhar as taças que podem igualar ou dar a vantagem provisória.

novembro 11, 2008 Posted by | Grêmio, Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 17 Comentários

Ingressos para Flu x Lusa a partir de quarta-feira

Carga total é disponibilizada e expectativa é de Maracanã cheio

Os ingressos para o jogo entre Fluminense e Portuguesa, válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, começarão a ser vendidos nesta quarta-feira.

A carga total de 68 mil ingressos será disponibilizada para a partida que acontece no próximo sábado, às 18h30, no Maracanã.

Confira os locais e horários de venda:

Das 9h às 17h: Sede do Fluminense (Laranjeiras), Sede do Flamengo (Gávea), Sede do São Cristóvão Futebol Clube, Terra Encantada (Barra da Tijuca) e na bilheteria 8 do Maracanã.
Obs.: Na sexta-feira e no sábado, a venda de ingressos na Terra Encantada será de 9h às 13h.

Venda no dia do jogo: no Maracanã, de 14h às 19h30.

Venda pela internet: através do site http://www.ingressofacil.com.br

Confira os preços:

Cadeira Especial: R$ 120
Arquibancada branca: R$ 20
Arquibancada Verde/Amarela: R$ 15
Cadeira Comum: R$ 10

Obs.: O limite de ingressos por pessoa é de três unidades. No caso de meia-entrada é necessária a apresentação das carteiras de estudante e identidade na hora da compra e na entrada do estádio.

novembro 11, 2008 Posted by | Fluminense, Portuguesa | | Deixe um comentário