Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Canhotaças de Alex dão vitória ao Inter sobre o Boca Juniors no Beira-Rio

Camisa 10 manda duas bombas de fora da área na vitória sobre argentinos.

Lá em Buenos Aires, sentado na frente da televisão, Juan Román Riquelme, o camisa 10 do Boca Juniors, deve ter coçado a cabeça ao ver Alex, o 10 do Internacional, decidir o encontro de ida entre as duas equipes marcando dois gols, pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana. A diferença entre utilizar ou não os principais atletas ficou no placar. Os titulares colorados venceram os reservas xeneizes por 2 a 0, em um Beira-Rio inflamado pela expectativa de mais um título continental. Ambos os gols saíram da canhotinha de Alex, com aquela precisão que só ela tem.

O resultado é bom, especialmente porque o adversário é dos mais venenosos. O duela da volta será dia 6 de novembro, uma quinta-feira, na Bombonera. O Inter joga por qualquer empate e até por derrota de dois gols, a partir do 3 a 2. Se o Boca devolver o resultado, a decisão vai aos pênaltis. Caso os argentinos façam três ou mais gols de vantagem, ficam com a vaga. O adversário das semifinais sai do enfrentamento entre Chivas, do México, e River Plate, da Argentina. Os mexicanos venceram o primeiro jogo, em Buenos Aires, por 2 a 1.

Antes, o Inter volta a pensar no Campeonato Brasileiro. Neste sábado, encara o Atlético-MG, em Belo Horizonte, pela 31ª rodada.

O Boca é sempre o Boca

Pode ser com força máxima, com os juniores ou até com os veteranos: o Boca é sempre o Boca. Os xeneizes pisaram no tapete do Beira-Rio com uma formação quase reserva e não deram moleza para o Inter. Com o velho estilo argentino, marcaram forte, distribuíram toques curtos e rápidos e deram uma aula de compactação. Com isso, renderam algum equilíbrio ao jogo. Mas o Colorado foi superior.

Se houvesse uma lei que determinasse a necessidade de um vencedor no primeiro tempo, teria que ser o time gaúcho. É bem verdade que a equipe de Tite não teve nenhuma chance daquelas escancaradas, que fazem o torcedor chutar a mureta do estádio ao ver que a bola não entrou. Mas o Inter teve volume. A falta lateral que D’Alessandro mandou na parte externa da trave causou o “uh” mais prolongado do Gigante. Dois chutes de Alex e outro de “el Cabezón”, todos bem defendidos por Garcia, também animaram a galera.

Os dois canhotinhos carregaram o Inter ao ataque. Andrezinho, até pela função defensiva que precisou cumprir, foi mais discreto. Magrão e Índio quase comeram grama de tanta vontade. Os dois laterais, Ângelo e Gustavo Nery, seriam boas opções para furar a tranqueira argentina, mas eles pouco apareceram na linha de fundo.

O Boca ficou na dele. Traiçoeiro, tentou aproveitar eventuais sonecas da defesa vermelha. Fondacaro, aos 17, apareceu livre pela esquerda, mas mandou torto, por cima. Figueroa, aos 43, foi acionado em lançamento nas costas da zaga. Para sorte dos brasileiros, ele tropeçou nas próprias pernas e não conseguiu fazer nada de muito útil com a bola.

Sem chances mais evidentes de gol, a torcida ganhou dois presentes para vibrar: primeiro, um lance de D’Alessandro, que recordou os tempos de River Plate ao passar reto por três marcadores do Boca; depois, com Índio, que tirou a bola de um adversário com um carrinho e evitou que ela saísse em lateral com outro. O Beira-Rio vibrou como se fosse um gol.

Alex é sempre Alex

O técnico Tite optou por voltar do intervalo com Marcão na vaga de Gustavo Nery, que já estava com um cartão amarelo. A equipe colorada voltou com mais pressão, e Nilmar chegou com perigo aos dois minutos. Mas foi nos pés de Alex, em jogada de boa visão de jogo, que o Inter finalmente abriu o placar. O camisa 10 recebeu de D’Alessandro na intermediária, partiu para cima de três argentinos e, mesmo com pouco espaço, bateu firme de esquerda, de fora da área, no canto de García. Aos quatro minutos, a torcida foi ao delírio nas arquibancadas.

D’Alessandro tentou manter o embalo e, em cruzamento aos oito, quase fez Forlín fazer contra o patrimônio. O técnico do Boca trocou Cardozo e Figueroa por Gaitán e Noir, tentando dar velocidade ao time. A emenda saiu pior que o soneto, e aos 33, o jovem Noir, de 21 anos, entrou dando uma sola em Magrão e foi expulso de campo pelo árbitro uruguaio Jorge Larrionda. Apos um princípio de tumulto, a turma do “deixa-disso” conseguiu evitar uma briga generalizada.

Com um a mais em campo, o Inter ainda tentou aumentar o placar. Aos 38, D’Alessandro obrigou o goleiro García e fazer difícil defesa em dois tempos. Mas o dia era de Alex. Aos 43, ele viu que o camisa 1 do Boca estava inseguro e mandou outro sapato de fora da área, aumentando o placar e dando mais conforto ao time gaúcho para o duelo de volta na Bombonera.

Ficha técnica:

INTERNACIONAL 2 x 0 BOCA JUNIORS
Lauro, Ângelo, Índio, Bolívar e Gustavo Nery (Marcão); Edinho, Magrão, Andrezinho (Sandro) e D’Alessandro (Daniel Carvalho); Alex e Nilmar. García, Barroso, Roncaglia, Muñoz, Forlin e Fondacaro; Chávez, González e Cardozo (Gaitán); Gracián; Figueroa (Noir).
Técnico: Tite. Técnico: Carlos Ischia.
Gol: Alex, aos quatro e aos 43 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Gustavo Nery, Alex e D’Alessandro (Internacional); Roncaglia, Chávez e Gracián (Boca Juniors). Cartão vermelho: Noir (Boca Juniors). Público: 36.640 presentes. Renda: R$ 820.595, 00
Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). Data: 22/10/2008. Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai). Auxiliares: Pablo Fandiño (Uruguai) e Wálter Rial (Uruguai).

outubro 22, 2008 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Prejudicado pela arbitragem colombiana, Verdão perde para o Argentinos Juniors

Verdão vai ser obrigado a vencer por dois gols de diferença, na Argentina, para garantir a classificação para as semifinais da competição.

O mistão do Palmeiras foi muito prejudicado pela confusa arbitragem colombiana de José Buitrago e perdeu para o Argentinos Juniors por 1 a 0, nesta quarta-feira, em pleno no Palestra Itália, no duelo de ida das quartas-de-final da Copa Sul-Americana. Agora, na partida de volta, no dia 5 de novembro, fora de casa, o Verdão terá de vencer por 2 a 0 para garantir a classificação às semifinais. Escudeiro, que está na mira do Corinthians, foi o autor do gol.

A arbitragem foi prejudicial ao Verdão em várias jogadas. No primeiro tempo, em cobrança de falta, Leo Lima abriu o placar. A bola bateu no travessão, quicou e ultrapassou a linha. José Buitrago e o auxiliar Eduardo Diaz não observaram o gol e a jogada prosseguiu normalmente.

Na etapa final, após marcar uma penalidade, Diego Souza cobrou com paradinha, que é permitida, e sem nenhuma irregularidade e fez o gol. O árbitro não gostou da jogada, mandou voltar a cobrança e aplicou o cartão amarelo para o jogador do Palmeiras. Na segunda cobrança, o goleiro Torrico adiantou vergonhosamente, fez a defesa e o juiz mandou o jogo correr.

Agora, com a cabeça inchada com tantos erros da arbitragem colombiana, o Palmeiras precisa esquecer a Copa Sul-Americana e, com a maioria dos titulares, voltar a campo no próximo sábado, às 16h, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O adversário será o desesperado Fluminense.

Pressão alviverde

O jogo começou equilibrado, com as duas equipes se alternando no ataque. Porém, com melhor toque de bola e jogadas individuais, com Denílson e Diego Souza, o Verdão foi criando chances de gols. E chegou a abrir o placar, em jogada que não foi validada pelo auxiliar colombiano Eduardo Diaz.

Aos 17 minutos, em cobrança de falta milimétrica de Leo Lima, a bola bateu no travessão, entrou por completo, mas quicou e voltou para fora. Thiago Cunha, de cabeça, errou o alvo e mandou a bola novamente no travessão. O gol deveria ser validado, mas a arbitragem não viu e mandou prosseguir a jogada.

O técnico Vanderlei Luxemburgo, a pequena torcida que compareceu ao Palestra Itália, e os jogadores do Palmeiras reclamaram muito por não ter o gol validado. Mas a chiadeira foi em vão. O Verdão voltou a assustar, em nova cobrança de falta, aos 30, quando Diego Souza encheu o pé e o goleiro Torrico espalmou com dificuldade.

Apesar de sair em velocidade para o ataque, o Argentinos Juniors preferiu valorizar a posse de bola e pouco concluiu a gol. Na única real chance de abrir o placar, aos 40, Ortigoza lançou Hauche, que invadiu a área e parou em grande defesa de Marcos.

Segundo tempo

Na etapa final, o Palmeiras voltou com duas alterações. Entraram Evandro e Maicosuel nas vagas de Fabinho Capixaba e Thiago Cunha, respectivamente. E logo aos três minutos, a dupla que entrou fez grande jogada. Maicosuel rolou para Evandro, que, de fora da área, encheu o pé. Torrico rebateu com as pernas e impediu o gol.

Aos 12 minutos, Diego Souza encheu o pé, de fora da área, Torrico espalmou. No rebote, Evandro chutou, a bola explodiu nas mãos de Escudero, o árbitro não deu nada, mas o auxiliar Rafael Rivas marcou o pênalti, fazendo o juiz voltar atrás em sua decisão inicial.

Diego Souza cobrou o pênalti, aos 14, com paradinha e fez o gol. O árbitro, além de não validar, por não aceitar a paradinha, ainda deu o cartão amarelo para o jogador do Palmeiras. Depois de muita confusão, aos 16, Diego Souza cobrou novamente a penalidade, o goleiro Torrico adiantou e defendeu. E o juiz mandou seguir a jogada normalmente. As 19, Maicosuel exigiu grande defesa de Torrico.

Em seguida, Luxemburgo trocou o volante Jumar pelo atacante Lenny. Porém, aos 21, Escudero, que havia feito o pênalti, foi ao ataque, matou a bola no peito, e bateu cruzado. Um belo gol: 1 a 0 para o Argentinos Juniors.

Em vantagem, o Argentinos Juniors passou a tocar a bola e deixou os jogadores do Palmeiras nervosos. Apesar de pressionar no ataque e criar algumas chances de chegar ao empate, o Verdão, que perdeu Evandro e Gladstone, expulsos no fim do jogo, acabou perdendo dentro de casa.

No final do jogo, Leo Lima acertou um soco na cara de Escudero e o tempo fechou. Uma briga generalizada aconteceu em campo e a omissa arbitragem colombiana não fez nada.

Ficha técnica:

PALMEIRAS 0 x 1 A. JUNIORS
Marcos; Gladstone, Roque Júnior e Paulo Miranda; Fabinho Capixaba (Evandro), Jumar (Lenny), Leo Lima, Diego Souza e Jefferson; Denílson e Thiago Cunha (Maicosuel). Torrico; Scotti (Freitas), Caruzzo, Sabia; Prósperi, Mercier, Ortigoza (Recalde), Escudero e Quiroga; Hauche (Díaz) e Pavlovich.
Técnico: V. Luxemburgo Técnico: N. Gorosito.
Gol: Escudero, aos 21 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Denílson, Evandro e Diego Souza(Palmeiras); Prósperi, Escudero, Caruzzo e Pavlovich (Argentinos Juniors). Cartão vermelho: Evandro e Gladstone
Estádio: Palestra Itália (SP). Data: 22/10/2008. Árbitro: José Buitrago (COL). Auxiliares: Eduardo Diaz (COL) e Rafael Rivas (COL). Renda: R$ 125.470,00 – Público: 7.286 pagantes

outubro 22, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Com show de Edmundo, Vasco vence o Goiás e sai da lanterna

Edmundo marca dois e time volta a vencer após nove rodadas

O Vasco foi ao Serra Dourada como lanterna do Campeonato Brasileiro e precisando desesperadamente da vitória. No entanto foi com objetiva tranqüilidade e atuação decisiva de Edmundo que na noite desta quarta-feira o time carioca derrotou o Goiás por 4 a 2 em partida válida pela 31ª rodada da competição.

Com o resultado – voltou a ganhar após nove jornadas (dois empates e sete derrotas) – a equipe cruzmaltina foi a 30 pontos e deixou a última colocação da competição, porém segue na zona de rebaixamento da disputa: ocupa agora o 18º lugar. Já o Goiás, líder do returno, permanece com 45 pontos, em nono lugar.

O desenho da partida foi definido desde que a bola rolou. OGoiás, em casa, controlando as ações, mas sem profundidade, e o Vasco, mais recuado, explorando os contra-ataques com eficiência. Com bom volume de jogo quanto atacava, o time vascaíno abriu o placar aos 20 minutos: após paciente troca de passes no campo adversário, Mateus finalizou da entrada da área e o goleiro Harlei espalmou nos pés de Edmundo, que arrematou para a rede.

O Esmeraldino não conseguia ameaçar o oponente, seguro em campo. Aos 22 minutos, Mateus sofreu pênalti não marcado pelo árbitro. Mas, aos 28 minutos, Baiano cobrou lateral na linha que divide o gramado para Alex Teixeira. Com uma avenida a sua frente, o meia ganhou na velocidade de Ernando, entrou na área e marcou o segundo.

Com o jogo controlado, o Vasco cometeu um erro: Valmir cometeu falta em Vitor dentro da área cruzmaltina e o Goiás, que não ameaçava, diminuiu com Paulo Baier aos 32 minutos.

Na segunda etapa, o time vascaíno recuou excessivamente e atraiu o Alviverde, que não demorou muito a mostrar serviço: aos nove minutos, Vitor cruzou pela direita de ataque, Iarley dominou entre Eduardo Luiz e Baiano e empatou. No entanto, mostrando grande eficiência ofensiva, o time se São Januário conquistou sua segunda vitória como visitante no Brasileiro.

Logo aos 12 minutos, o zagueiro Jorge Luiz iniciou jogada, passou a Edmundo e recebeu na entrada da área. Com calma, rolou para Madson, que bateu cruzado – a bola desviou em Henrique e entrou. Cinco minutos depois, em novo contra-ataque cruzmaltino, Paulo Henrique cometeu pênalti em Edmundo, que o próprio Animal converteu.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Goiás enfrenta, na quarta-feira, dia 29 de outubro, o Palmeiras, em São Paulo, às 20h30. O Vasco, no dia seguinte, mas no mesmo horário, recebe, em São Januário, o Atlético-PR.

FICHA TÉCNICA:
GOIÁS 2 X 4 VASCO

Estádio: Serra Dourada, Goiás (GO)
Data/hora: 22/10/2008 – 22h (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (Fifa-RS)
Auxiliares: Paulo Ricardo Silva Conceição (RS) e José Antônio Chaves Franco Filho (RS)
Renda/público: R$118.810,00 / 7.984 pagantes
Cartões amarelos: Paulo Henrique, Paulo Baier e Júlio César (GOI); Alex Teixeira (VAS)

GOLS: Edmundo, 20’/1ºT (0-1); Alex Teixeira, 28’/1ºT (0-2); Paulo Baier, 32’/1ºT (1-2); Iarley, 9’/2ºT (2-2); Madson, 12’/2ºT (2-3); Edmundo, 17’/2ºT (2-4).

GOIÁS: Harlei, Paulo Henrique, Henrique e Ernando; Vitor, Fahel (Ramalho, intervalo), Fernando, Paulo Baier e Júlio César (Thiago Féltri, 29’/2ºT); Iarley e Anderson Gomes (Adriano Gabiru, 18’/2ºT). Técnico: Hélio dos Anjos.

VASCO: Rafael, Fernando, Jorge Luiz e Eduardo Luiz; Baiano (Wagner Diniz, 13’/2ºT), Jonílson, Mateus (Leandro Bomfim, 30’/2ºT), Madson, Alex Teixeira (Alex Teixeira, 36’/2ºT) e Valmir; Edmundo. Técnico: Renato Gaúcho.

outubro 22, 2008 Posted by | Goiás, Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Lucio Flavio nega racha e diz que elenco está insatisfeito por causa dos salários

Capitão afirma que se dá bem com todos no grupo, inclusive Carlos Alberto, e que não era o momento para Montenegro soltar declarações polêmicas

A derrota para o Estudiantes, na partida de ida pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana, tumultuou ainda mais o ambiente no Botafogo. Ironicamente, depois de mais uma partida na Argentina e de declarações polêmicas do vice de futebol do clube, Carlos Augusto Montenegro – em 2007, depois da eliminação diante do River Plate no Monumental de Nuñez, nas oitavas-de-final da mesma competição, opiniões pesadas do dirigente coincidiram com uma crise e o declínio da equipe no Brasileirão.

Desta vez, segundo ele, o ano está igualmente perdido, e há um racha no elenco: de um lado, Lucio Flavio e os jogadores que entendem as dificuldades da diretoria. Do outro, Carlos Alberto e aqueles que cobram uma posição mais firme da diretoria em relação à data de pagamento. O camisa 10 e capitão do time, um dos personagens centrais, tratou de negar uma divisão no grupo, mas confirmou que há uma insatisfação em relação aos salários atrasados. Não apenas de uma parte, mas sim do todo.

– Essa história de racha não tem nada a ver. Eu me dou bem com todos, inclusive com o Carlos. Uma situação como essa só deixa as coisas mais difíceis e atrapalha qualquer tipo de trabalho. Nossa relaçao é do dia-a-dia do trabalho. Do grupo do Botafogo, freqüento apenas as casas do Leandro Guerreiro e do Lopes, mas minha família já saiu com a do Túlio algumas vezes. Não tenho tanto contato com os outros fora do clube, e nos falamos vez ou outra por telefone. É uma situação normal em qualquer clube, em qualquer trabalho – diz Lucio Flavio.

Se recuperando de um estiramento grau 2 na coxa esquerda, o meia não viajou para a Argentina e só deve voltar ao time daqui a três semanas. O que não o impede de continuar preocupado com a situação financeira do clube e dos companheiros.

– Cada jogador pensa de uma forma. Ninguém esconde as questões politica e financeira, até poque isso afeta todo mundo. Alguns levam de uma maneira, e outros não conseguem esconder o sentimento. Isso tem de ser respeitado. Todos estão chateados, porque queremos receber. Alguns, por causa da liderança, têm seus nomes mais expostos, mas ninguém está satisfeito.

Diferentemente de Túlio e Diguinho, que criticaram de maneira mais pesada as declarações de Montenegro, Lucio Flavio opta por um estilo mais leve, mas deixa bem claro que o dirigente está errado.

– Assim como no ano passado, houve jogadores que administraram melhor a situação, e outros que sentiram mais. Agora será da mesma forma. Ainda temos oito jogos no Brasileirão e a partida de volta contra o Estudiantes. Não era o momento para falar isso. Em 2007, aquilo tudo (o declínio do time e a perda de uma vaga na Libertadores) aconteceu depois que fomos eliminados pelo River – lembra o capitão, preocupado com a repercussão negativa que a situação possa causar no elenco.

As chances de o Botafogo conseguir se classificar para a Libertadores em 2009 é pequena, mas não impossível. O Meia sabe que em duas ou três rodadas muita coisa pode mudar, e que a equipe pode vencer o Estudiantes por três gols de diferença, dia 5 de novembro, no Engenhão, e chegar às semifinais. Por isso mesmo, e apesar da insatisfação geral do elenco com o atraso nos salários, afirma que o grupo do Botafogo é composto por profissionais responsáveis que vão lutar para conquistar os dois objetivos.

– Um time não é composto dois grupos. O que acontece é que você tem mais afinidade com um ou outro atleta, nada alem disso. O ambiente é profissional. O problema é que se o resultado não aparece, as pessoas querem saber o porquê. Se eu achasse que estava criando alguma divisão, pediria para ir embora, porque isso vai contra os meus princípios. Meu objetivo é somar, e no dia que sentir que não estou fazendo isso, eu saio

outubro 22, 2008 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Traffic: reunião para comprar 20% de Keirrison

Parceira do Palmeiras cobiça revelação do time do Coritiba

Segundo publicação desta quarta-feira da Gazeta do Povo, a Traffic, parceira do Palmeiras, está próxima de comprar 20% dos diretos econômicos do atacante Keirrison, atualmente no Coritiba.

Ainda de acordo com o periódico, uma reunião entre a Traffic, a diretoria do Coxa e os empresários do jogador está marcada para esta quarta-feira, no Rio de Janeiro, para selar o novo acordo.

No próximo dia 30, Keirrison poderá assinar um pré-contrato com qualquer outro clube, já que estará há seis meses do término do seu vinculo com o Coritiba. Antes do Brasileirão, a Traffic chegou a oferecer R$ 1,5 milhão pelos 20%, mas este valor deverá ser aumentado.

O Palmeiras não esconde o desejo de contar com o atacante para a próxima temporada, onde possivelmente tentará o bicampeonato da Libertadores. No entanto, esta negociação, que já dura há alguns meses, promete ainda mais capítulos.

outubro 22, 2008 Posted by | Coritiba, Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Sandro pode ser a novidade do Internacional

Garoto pode reforçar marcação contra o time do Boca Juniors

Ele entrou no segundo tempo contra o Atlético PR e acertou o time. Com isso, o volante Sandro ganhou pontos com o técnico Tite e pode ser uma opção hoje contra o Boca Juniors.

A tendência é que Andrezinho seja escalado para ocupar o lugar de Guiñazú, mas caso o treinador prefira reforçar a marcação, Sandro é o mais indicado.

– Eu vou mais adiantado, o Edinho de fixo e eu pela direita – afirmou Sandro,explicando como seria o seu posicionamento.

Entretanto, a escalação só será anunciada momento antes da partida.

– O Tite está para decidir , treinou um pouco o André e um pouco eu. Estou louco para que chegue logo a hora do jogo e a hora da preleção para saber quem vai jogar – declarou o volante colorado.

outubro 22, 2008 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco não vê jogo com Goiás como decisiva

Treinador vascaíno diz que vitória ou derrota não vão definir a situação

Mesmo ocupando a última posição do Campeonato Brasileiro restando oito rodadas para o fim da disputa, o técnico do Vasco, Renato Gaúcho, não coloca a partida desta quarta-feira, às 22h, contra o Goiás, como uma decisão.

A equipe cruzmaltina entra em campo no Serra Dourada, diante do nono colocado da competição, com 27 pontos, quatro a menos que o primeiro time fora da zona de rebaixamento, a Portuguesa.

– Todos os jogos são importantes para a gente. Uma vitória não vai nos livrar desta situação e uma derrota não vai acabar conosco – explicou o treinador vascaíno.

O Vasco não vence uma partida no Campeonato Brasileiro há dois meses, quando derrotou, fora de casa, a Portuguesa, por 1 a 0, na segunda rodada do segundo turno.

Desde então, o time de São Januário acumulou sete derrotas e dois empates. Como visitante, o último resultado foi um empate por 2 a 2 com o Sport. Na rodada passada, a equipe foi derrotada pelo Flamengo por 1 a 0.

outubro 22, 2008 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Atacante Dagoberto faz críticas ao STJD

Para são-paulino, o que acontece no jogo deveria ficar apenas no gramado

O atacante Dagoberto foi o jogador são-paulino mais caçado pelos zagueiros do Palmeiras no Choque-Rei, que terminou empatado em 2 a 2, no último domingo. E assim tem sido na maioria das partidas deste Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, após o último treino para a partida contra o Vitória, o camisa 25 do Tricolor resolveu desabafar:

– Hoje em dia as coisas não são como antes. Já fui três vezes ao tribunal neste campeonato e até hoje não entendi o porque. Tem muitos interesses em jogo, e pessoas que querem aparecer às custas dos jogadores.

Dagoberto ainda critica o principal método de denuncia dos Promotores do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva): o vídeo tape. Para o camisa 25, as questões relacionadas ao jogo devem se resumir ao que acontece em campo.

– Acho que quem decide é o árbitro. Se ele deu cartão amarelo ou vermelho, ou deixou de dar uma falta, é responsabilidade dele. O tribunal não que ficar querendo aparecer depois do jogo. Daqui a pouco teremos 22 jogadores denunciados por partida – criticou Dagoberto, que fez questão de se defender da fama de cai-cai:

– Procuro fazer meu papel e me manter nas jogadas, mas tem uma hora que não dá para ficar de pé. tenho meu modo de jogar e não vou mudar isso.

outubro 22, 2008 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Oito podem dar a volta por cima no Corinthians

Dos que caíram em 2007, só Felipe e Dentinho são titulares do time na Série B

No próximo sábado, milhares de corintianos poderão comemorar, com seis rodadas de antecedência, o retorno do clube à Série A do Brasileiro. Para oito jogadores do atual elenco, uma situação especial.

Eles integram o grupo de sobreviventes do maior vexame do Timão em seus 98 anos: o goleiro Felipe, o zagueiro Fábio Ferreira, os volantes Nílton, Marcelo Oliveira, Carlos Alberto e Bruno Octávio, além dos jovens atacantes Lulinha e Dentinho, promovidos em 2007.

Jogadores que, no futuro, serão lembrados pelos torcedores por fazerem parte desse momento negro, mas que também poderão bater no peito para dizer: “caí, mas ajudei na campanha da reconstrução e no retorno à Primeira Divisão”.

– Sou corintiano e sofri muito com aquele momento. Tentamos de tudo, mas não foi possível. Agora, estamos perto de voltar ao lugar de onde nunca deveríamos ter saído – lembra o atacante Dentinho.

O camisa 31, aliás, durante a viagem a Salvador confessou que preferiu se isolar após a queda. Seu refúgio foi a cidade de Itanhém (BA), onde residem alguns de seus parentes.

– Fui descansar e tentar esquecer o que tinha ocorrido. Mesmo assim, fizeram carreata para mim na cidade, com festa e tudo mais. Isso quando o time caiu, imagine agora que vai conquistar o acesso – brinca o artilheiro da equipe no ano (23 gols).

Para o técnico Mano Menezes, o sentimento de Dentinho e dos outros sete jogadores que retornarão junto com o clube à Série A não será diferente da alegria que todos os outros contratados sentirão com o acesso.

– Com o Dentinho, por exemplo, é óbvio que será algo forte e gostoso porque ele participou daquele momento ruim e, agora, viverá uma coisa positiva. Ainda mais ele que foi tão importante este ano. Mas não estou menos contente. Trabalhamos muito para chegar aqui – lembra.

Julio não jogou em 2007
O goleiro Julio Cesar, que se destacou em algumas partidas da Série B, fez parte do elenco rebaixado, mas não jogou nenhuma partida. No jogo que confirmou a queda, contra o Grêmio, no Olímpico, o reserva foi Marcelo, que está sem clube.

QUEM FICOU

Felipe Suas defesas impediram a queda da equipe com antecedência. Depois de muita confusão na renovação do contrato, alternou bons e maus momentos. Foi até barrado.
Dentinho Recém-promovido ao time profissional, fez o que pôde para evitar a queda. Em 2008, transformou-se em um dos principais jogadores do Timão na temporada.
Carlos Alberto Em 2007, apenas um volante lutador. Este ano, passou a jogar na lateral direita, deixando jogadores da posição no banco. Agora, voltou a ser opção no banco.
Fábio Ferreira Considerado um dos culpados pela queda, foi acusado de abusar das noitadas ao lado de Zelão. Este ano, viu a dupla Chicão/William mostrar segurança.
Nílton No ano passado, ficou “famoso” por ter feito um gol de falta no Santos. Em 2008, foi titular em algumas partidas, mas sofreu com o excesso de contusões e trombadas.
Marcelo Oliveira Um dos destaques no início do BR-07, sofreu grave lesão no joelho e perdeu boa parte da competição. Liberado pelos médicos há poucos meses, segue fora.
Bruno Octávio Situação parecida com a de Marcelo Oliveira. Sofreu uma grave lesão, recuperou-se e vinha sendo utilizado por Mano Menezes em 2008. Mas, machucou-se de novo.
Lulinha Na pressão do rebaixamento ou na tranqüilidade da liderança da Série B, não mostrou futebol condizente com sua polpuda renovação de contrato. Quando joga, irrita os torcedores.

QUEM SAIU

Jogam na Série A Jogam no exterior Adversários na Série B Sem clube
Gustavo Nery (Internacional-RS), Rosinei (Internacional-RS), Héverton (Portuguesa-SP), Dinelson (Coritiba), Éverton Santos (Fluminense), Eduardo Ratinho (Fluminense), Clodoaldo (Náutico), Wilson (Sport) e Iran (Botafogo) Edson (Nacional-POR), Carlão (Sochaux-FRA), Marcelo Mattos (Panathinaikos-GRE), Willian (Shakhtar Donetsk-UCR), Marcus Vinícius ( Istanbul BB-TUR), Wellington (Mainz-ALE), Aílton (Higgins-CHI), Zelão (FC Saturn-RUS), Betão (Dynamo Kiev-UCR), Arce (Seongnam-COR), Junior Negrão (Belenenses-POR), Ricardinho (Kashiwa Antlers-JAP) e Amaral (Las Palmas-ESP). Éverton Ribeiro (São Caetano), Finazzi (São Caetano), Fábio Braz (Brasiliense), Moradei (Bragantino), Rafael Fefo (Marília), Kadu (Bragantino) e Marinho (Ponte Preta) Vampeta e Marcelo

outubro 22, 2008 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Adriano bota o Inter na ponta do Grupo B

Em Atenas, Panathinaikos e Werder Bremen empatam. Pior para os gregos

O Inter de Milão disparou na liderança do grupo B da Liga dos Campeões ao vencer o Anorthosis por 1 a 0 no estádio Giuseppe Meazza. O Imperador Adriano fez o único gol da partida, que deixou o clube italiano com sete pontos, contra quatro do adversário desta quarta-feira.

O Internazionale massacrou o Anorthosis e não deixou o adversário respirar. O time de Sávio tem que agradecer por não ter levado apenas um gol, aos 44 minutos do primeiro tempo. Em uma bela jogada com cara de Brasil, Ibrahimovic virou o jogo para Maicon na direita e o lateral deu um cruzamento perfeito para Adriano, dentro da pequena área, cabecear com força para o fundo das redes.

No segundo tempo, o jogo esfriou um pouco, mas não o suficiente para o Anorthosis crescer em campo, e o time só deu cinco chutes a gol nos 45 minutos finais.

Empate ruim para o Panathinaikos

Ampliar Foto Agência/EFE Agência/EFE

Mertesacker abriu o placar para o Werder

O Panathinaikos recebeu o Werder Bremen para tentar deixar a lanterna do grupo e continuar com chances reais de classificação, e chegou a virar o jogo em 2 a 1, mas cedeu o empate e segue em último, com apenas um ponto. Já o clube alemão chegou a três pontos em três partidas e é terceiro, mas apenas um ponto atrás do Anorthosis.

O primeiro gol saiu aos 29 do primeiro tempo, quando Ozil fez jogada ensaiada na cobrança de falta e Mertesacker bateu de direita de dentro da pequena área, sem chances para o goleiro Tzorvas. O empate veio aos 36, em um belo cruzamento do ex-Fluminense Gabriel para a cabeçada de Mantzios.

Na etapa final, Mantzios ampliou de cabeça, na cobrança de escanteio, aos 23. Mas a festa grega durou apenas 15 minutos. Boenisch cruzou para Hugo Almeira cabecear da linha da pequena área.

outubro 22, 2008 Posted by | Futebol Europeu | , , , , | Deixe um comentário

Milan terá lucro imediato de R$ 43 milhões se contratar Beckham

Previsão é de especialista em marketing, que diz que ‘marca’ do meia não foi afetada nem pela crise mundial.

Em enquete da “Gazzetta dello Sport”, a maioria dos torcedores acha que a chegada de David Beckham ao Milan será mais lucrativa fora do que dentro de campo. E o Rubro-Negro parece saber disso: segundo um cálculo feito por Simon Chadwick, especialista em marketing e fundador do Centro de Negócios Internacionais e Esportivod da Universidade de Coventry, o clube vai faturar € 15 milhões (R$ 43 milhões) rapidamente após a contratação do inglês.

Chadwick se baseia na popularidade de Beckham na Ásia, mesmo motivo que levou o Real Madrid a tirá-lo do Manchester United em 2003. Segundo o especialista, o Milan só tem o que comemorar se realmente acertar com o meia em janeiro.

– A marca Beckham é um fenômeno global e mesmo em tempos de crise econômica continua atrativa em certos lugares do mundo, como Oriente Médio e e Ásia. Isso vai dar ao Milan lucros na ordem dos 15 milhões de euros – disse à imprensa inglesa.

outubro 22, 2008 Posted by | Futebol Europeu | , , , , , , , | Deixe um comentário

Na Gávea, procura-se reserva para Juan

Convocações e suspensões constantes do titular criam problema-extra para a reta final do Brasileirão.

Basta Juan não poder jogar para o problema ficar escancarado. O Flamengo, apesar dos 33 jatletas no elenco profissional, não tem um reserva para o jogador da seleção brasileira.

No início do Brasileiro, a posição era ocupada por Egídio. O jogador foi mal na derrota por 1 a 0 para o Vitória e perdeu espaço. Logo depois, Caio Júnior aceitou negociá-lo com o Juventude e pediu a contratação de Eltinho.

O novo reserva de Juan, porém, estava há sete meses sem jogar e sofreu para entrar em forma. Jogou 45 minutos contra o Santos e teve uma série de problemas médicos, incluindo problemas de cálculos renais. Na semana passada, lesionou novamente a coxa esquerda e não tem previsão de retorno.

– Talvez tivesse sido melhor se eu fosse contratado em 2009. Estaria melhor preparado – declarou o jogador recentemente.


Sem um jogador de origem, Caio partiu para as improvisações, já que as convocações e as suspensões de Juan são comuns. O lateral-direito Luizinho correspondeu bem nas três vezes em que foi exigido. Contra o Atlético-MG, Sambueza jogou na esquerda e decepcionou. Na partida contra o Coritiba, nesta quinta, Everton e até Fernando podem jogar na posição de Juan.

Ao contrário de outras ocasiões, as divisões de base não foram usadas como “solução”. No time sub-20, Diogo é o titular e Leo o reserva. O primeiro tem bom porte físico e em coletivos recentes contra os profissionais se destacou. Porém, a principal promessa do Flamengo para o setor ainda está nos juvenis: Jorbison. No início deste ano, ele participou de alguns treinamentos sob o comando de Joel Santana e recebeu elogios.

outubro 22, 2008 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Real Madrid enviará representante para observar Douglas Costa

Informação está em destaque na capa do jornal Marca desta quarta-feira

O assédio sobre o meia Douglas Costa segue grande. Após as sondagens de Manchester United e Real Madrid, o diário espanhol Marca publica, nesta quarta, que o clube merengue enviará um emissário a Porto Alegre para tentar fazer uma proposta ao Grêmio pelo jogador.
Na semana passada, o técnico do Manchester, Alex Ferguson, comparou o garoto a Robinho e Ronaldinho.

– É um jogador que nos parece interessante – resume o escocês Ferguson.

Douglas Costa possui contrato com o Grêmio até 2013 e tem cláusula prevendo multa rescisória no valor de R$ 80 milhões. Ele atuou em apenas três partidas no Brasileirão, contra Botafogo, Santos e Portuguesa.

outubro 22, 2008 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fernandes fala em promover Neymar, mas diretoria santista prega cautela

Jogador tem três anos de contrato com o Peixe e treinador teme assédio estrangeiro antes mesmo do novato jogar pelos profissionais.

O técnico Márcio Fernandes, do Santos, já pensa em promover ao time principal o jovem atacante Neymar, de 16 anos. Considerado o sucessor de Robinho e a principal jóia da base santista no momento, o jogador tem contrato com o Peixe somente até 2011, quando ele estará com 19 anos, e a intenção do treinador é colocá-lo logo para jogar para que o clube não corra o risco de ver a revelação deixar a Vila Belmiro sem ter jogado no time principal. Pode ser que Neymar apareça na equipe de cima já no ano que vem.

No contrato da jovem revelação com o Peixe, assinado no dia 8 de fevereiro, há uma cláusula que dá ao clube alvinegro a preferência de renovação. No entanto, se houver uma proposta melhor, principalmente da Europa, o Peixe dificilmente terá como segurar o jogador. Neymar é representado por Wagner Ribeiro, mesmo agente que foi dispensado por Robinho após sua transferência do Real Madrid para o Manchester City. Aos 15 anos, Neymar já havia sido sondado por clubes como o Manchester United e o Real Madrid.


Quando comandava o time de juniores do Santos, Márcio Fernandes promoveu Neymar para a disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, mesmo com o jogador ainda tendo idade juvenil.

– Avisei que precisaríamos quebrar barreiras com o Neymar. O Santos investiu muito nele. Quando o jogador completar 19 anos, estará livre. Por isso, comecei a colocá-lo para começar a ganhar experiência – afirma o treinador, em entrevista à Rádio Globo.

Já para o diretor de futebol do Santos, Adílson Durante Filho, é preciso ter cautela. Ele acha que é cedo demais para promover o jogador já no início de 2009. Além disso, lembra que existe uma substancial multa rescisória no contrato de Neymar.

– O Neymar é, sem dúvida, uma de nossas principais revelações. Mas é preciso ter calma. Eu acho que ainda é muito precoce promovê-lo. É algo que precisa ser muito bem estudado para não queimar o jogador. De qualquer forma, o Santos tem um contrato com o jogador e está totalmente resguardado – comenta Durante, completando que acha muito difícil que algum clube pague a multa sem ter visto o jogador atuando entre os profissionais. Neymar vale 50 milhões de euros (R$ 152,7 milhões).

outubro 22, 2008 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Renato Gaúcho cobra Edmundo: ‘Ele tem que fazer o papel dele de ídolo’

Treinador dá a entender que o atacante vai ser a sua referência na partida desta quarta-feira, contra o Goiás, no Serra Dourada.

Renato Gaúcho ainda não confirmou o time do Vasco que vai encarar o Goiás, nesta quarta-feira, no Serra Dourada, mas deu uma pista de que o atacante Edmundo vai ser a sua referência no time. E aproveitou para cobrar uma postura diferente do atacante na reta final da briga do time contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro .

– O Edmundo é um ídolo do Vasco, já ganhou vários títulos defendendo essa camisa. Ele é um jogador que tem o respeito dos companheiros e uma confiança grande do grupo. Tem que fazer o papel dele de ídolo, de ajudar o grupo, encarar os fatos, ter personalidade, passar tranqüilidade aos mais jovens, além de fazer os gols – diz.

A tendência é que Edmundo entre na vaga de Alan Kardec, que teve uma atuação razoável no clássico de domingo, contra o Flamengo. O jogador entrou na vaga de Leandro Amaral, que segue recuperando-se de uma entorse no tornozelo esquerdo. No jogo diante do arqui-rival, o Animal estava cumprindo suspensão.

Nesta quarta-feira, o time da Colina vai enfrentar o Goiás, às 22h, no Serra Dourada. O PORTAL FUTEBOL transmite o confronto em Tempo Real.

outubro 22, 2008 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Palmeiras aposta em mistão para encarar o Argentinos Juniors

Verdão aposta na força do elenco para sair na frente no duelo de ida das quartas-de-final. Time argentino promete surpreender.

Os titulares do Palmeiras estão com o pensamento totalmente voltado para o duelo considerado decisivo diante do Fluminense, neste sábado, às 16h, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, quando a equipe corre o risco de entrar em campo fora do G-4 (caso o São Paulo e Flamengo vençam, em casa, Vitória e Coritiba, respectivamente, na quinta-feira). Mas os reservas do Verdão estão animados com mais uma chance e prometem partir para cima do Argentinos Juniors, nesta quarta-feira, às 22h, no Palestra Itália, no duelo de ida das quartas-de-final da Copa Sul-Americana. O GLOBOESPORTE.COM acompanha o jogo em Tempo Real, enquanto a TV Globo-SP e o SporTV transmitem ao vivo o confronto entre brasileiros e argentinos.

Mesmo sem escalar a força máxima em nenhuma das partidas, o mistão do Palmeiras vem colecionando bons resultados na Copa Sul-Americana. Na primeira fase, após perder para o Vasco por 3 a 1, em São Januário, o Verdão deu o troco no Palestra Itália, ganhou por 3 a 0, e ficou com a vaga.

Nas oitavas-de-final, o mistão do Palmeiras arrancou um empate sem gols diante do Sport Áncash, no Peru. Na partida de volta, no Palestra Itália, o Verdão sofreu, mas venceu por 1 a 0, gol de Jumar, nos últimos minutos, e carimbou o seu passaporte para as quartas-de-final.

– É claro que o estádio não estará lotado como nas partidas que disputamos no Campeonato Brasileiro. Mas a nossa vontade de ganhar a partida será a mesma. Estamos confiantes no potencial do elenco e acreditamos na possibilidade de conquistar o título da Copa Sul-Americana – afirma o meia Evandro.

Luxemburgo poupa titulares

Os titulares Sandro Silva e Elder Granja sequer foram relacionados para a concentração. Martinez, em recuperação de lesão muscular, segue fazendo tratamento médico para enfrentar o Fluminense e também está fora do jogo pela Sul-Americana. Os demais jogadores foram para a concentração, mas vários deles não devem seguir nem para o banco de reservas, casos de Marcos e Alex Mineiro, por exemplo.

O técnico Vanderlei Luxemburgo faz mistério. Roque Júnior, Diego Souza e Leo Lima, que estão suspensos no Brasileiro, devem estar em campo diante do Argentinos Juniors. A dúvida é quanto ao aproveitamento do experiente zagueiro, que sente dores musculares e não fez trabalho com bola na última terça-feira.

Denílson e Evandro também podem ser preservados ou ficarem no banco de reservas. Afinal, um deles deve ser o substituto de Diego Souza no Maracanã. Mas se eles iniciarem a partida, fatalmente não atuarão durante os 90 minutos.

Gringos prometem surpresa

O Argentinos Juniors não está bem no Torneio Apertura do Campeonato Argentino. Após a vitória por por 2 a 0 diante do Huracán, a equipe deixou a lanterna e subiu para a modesta 16ª colocação. O técnico Néstor Gorosito admite que não é fácil derrotar o Palmeiras dentro do Palestra Itália, mas acredita que pode surpreender e arrancar, no mínimo, o empate fora de casa.

Sem problemas de suspensão e lesão, o Argentinos Juniors vai mandar a campo a força máxima. Os atacantes Hauche e Pavlovich são as esperanças de gols da equipe argentina.

outubro 22, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Há 270 minutos sem sofrer gols, Fábio confia no bi da Raposa

Goleiro destaca importância da partida contra o Furacão para as pretensões do time no Brasileirão

Sem sofrer gols há 270 minutos, o goleiro Fábio, que não teve a rede balançada nas vitórias do Cruzeiro sobre Sport, Ipatinga, e Atlético-MG, quer repetir o feito na partida deste sábado, contra o Atlético-PR, em Curitiba. Para o camisa 1 celeste, esta partida é fundamental na luta da Raposa para conquistar o título brasileiro.
– É um jogo muito importante porque na seqüência vamos enfrentar o Grêmio (no dia 29). Temos de estar bastante concentrados e tentar manter o máximo possível o tempo sem tomar gols para manter a evolução da equipe – diz o goleiro à Rádio Itatiaia.
Fábio mostrou confiança no bicampeonato da Raposa, mas disse que todos os primeiros colocados na classificação têm chances iguais.
– O Cruzeiro é um candidato para conquistar o título como as outras equipes que estão na frente. Mas buscando a cada jogo, nos empenhando, temos grandes chances sim – completa Fábio.

Vice-líder do Brasileirão, o Cruzeiro tem 55 pontos, um a menos que o líder Grêmio, seu adversário na 33ª rodada.

outubro 22, 2008 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

Inter tenta tirar fama dos argentinos de exterminadores de gaúchos

Hermanos eliminaram o Colorado duas vezes da Sul-Americana e também fizeram estragos no Grêmio

O Internacional quer mais um título gringo para embelezar seu futuro museu. O problema é que o caminho do título da Copa Sul-Americana reserva um encontro que não costuma ser dos mais positivos para os colorados – e para o futebol gaúcho em geral. Às 22h (de Brasília) desta quarta-feira, a bola rola no Beira-Rio para o duelo de ida contra o sempre temido Boca Juniors nas quartas-de-final do torneio continental. Os argentinos vão a campo com um time praticamente reserva, mas munidos de um histórico recente de pancadas nos times de Porto Alegre.

O Boca eliminou o Inter em duas edições seguidas da Sul-Americana, em 2004 e 2005, em ambas com goleada na Bombonera: 4 a 2 e 4 a 1. Em 2007, foi a vez de o Grêmio sofrer nas mãos dos xeneizes. Em Buenos Aires, 3 a 0 para o clube de Diego Armando Maradona no primeiro duelo da final da Libertadores. No Olímpico, nova vitória (2 a 0) e festa para os hermanos. Agora, o objetivo é dar o troco.

O PORTAL FUTEBOL acompanha todos os lances do duelo entre dois campeões mundiais em Tempo Real. A RBS TV transmite ao vivo para o Rio Grande do Sul. O SporTV 2, também ao vivo, exibe para todo o Brasil.

Jogo para ‘el cabezón’

Acima de tudo, é o jogo de Andrés Nicolas D’Alessandro. O craque argentino do Inter, formado no River Plate, tem a oportunidade de encontrar o maior rival de sua terra natal. Ele não esconde que será uma partida especial.

– Estou aqui no Inter e vou defender esta camisa até a morte para que o torcedor fique feliz. Sempre quero ganhar do Boca – diz “el cabezón”.

D’Alessandro enfrentou o Boca quatro vezes na carreira. São dois empates, uma vitória e uma derrota. O meia será o principal responsável por levar o time ao ataque contra os argentinos. Alex e Nilmar formarão a dupla de frente. Guiñazu, ainda lesionado, está fora. A dúvida é o substituto dele. Sandro e Andrezinho disputam a vaga. Ricardo Lopes, também machucado, é outro desfalque. O flanco direito fica a cargo de Ângelo.

A diretoria colorada trata o jogo contra o Boca como um dos mais importantes do ano no Beira-Rio. A expectativa é de que pelo menos 40 mil pessoas estejam no Gigante.

Boca sem as estrelas

O gramado do Beira-Rio não receberá as grandes estrelas do Boca Juniors. Os principais craques do time, Riquelme e Palácios, foram preservados. O matador Palermo, lesionado, também está fora. Com foco em conquista de vaga na Libertadores da América via Campeonato Argentino, o técnico Carlos Ischia manda a campo uma equipe com média de idade inferior a 23 anos. Destaque para o meia Neri Cardozo e para o estreante atacante Figueroa.

Nas duas passagens recentes pelo Beira-Rio, o Boca não conseguiu vencer. Empatou por 0 a 0 em 2004 e levou 1 a 0 em 2005, com gol de Fernandão nos últimos minutos de jogo.

outubro 22, 2008 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Montenegro revela racha e diz: ‘Nessa época do ano, o Bota entrega o ouro’

Dirigente diz que o ano do clube acabou e que o elenco alvinegro está dividido entre um grupo liderado por Lucio Flavio e outro por Carlos Alberto

A derrota para o Estudiantes na Argentina abriu muito mais feridas no Botafogo do que seria de esperar. Além de ficar em uma situação complicada no torneio, o clube viu o fantasma da derrota para o River Plate no ano passado voltar a assombrar General Severiano. Para Carlos Augusto Montenegro, vice-presidente do Glorioso, a maneira como a equipe perdeu a partida é inadmissível.

– É incrível como nessa época do ano o Botafogo sempre entrega o ouro. Foi igual ao que aconteceu no ano passado. Perdemos um jogo contra um time argentino em uma situação estranha. Além disso, depois dos resultados contra Náutico, Fluminense, Portuguesa e Santos, entregamos tudo que vínhamos fazendo no Brasileirão. Enterramos as chances do título. Conseguiram perder o ano.

Para o dirigente, existe uma explicação óbvia para os últimos resultados negativos do clube: uma divisão clara no elenco alvinegro. De um lado está o grupo de Lucio Flavio, que entende os problemas da diretoria, e do outro o de Carlos Alberto, que reclama do atraso dos salários.

– Existe um racha no time. Tem um grupo liderado pelo Lucio Flavio e outro liderado pelo Carlos Alberto. Esses grupos, às vezes, têm desentendimentos que prejudicam a equipe.

Carlos Alberto, aliás, é um problema à parte para o dirigente. Segundo Montenegro, o jogador, que não viajou com o clube para a Argentina porque estava sentindo dores musculares, teria jogado uma pelada no Rio de Janeiro.

– Já me disseram que está rolando um vídeo no “youtube” em que ele aparece jogando uma pelada enquanto o time estava na Argentina. Vamos procurar saber disso direito.

Dirigente diz que nem salários atrasados e nem Ney Franco são os culpados


Com dois meses de salários atrasados, o dirigente não quer que isso seja usado como desculpa para a má fase do time.

– Os desentendimentos e os resultados ruins já vinham acontecendo antes dos salários atrasarem. Isso não pode ser desculpa.

Montenegro também faz questão de ressaltar que o técnico Ney Franco tem a confiança da diretoria e que o treinador nada tem a ver com o que vem acontecendo no clube.

– Estamos satisfeitos com o trabalho que o treinador vem fazendo.

Montenegro vai apoiar Maurício Assumpção nas eleições do clube

Para as eleições do clube, o dirigente revelou que irá apoiar Maurício Assumpção, juntamente com Manoel Renha e Cláudio Good. O presidente Bebeto de Freitas ainda não se posicionou oficialmente sobre quem irá apoiar para a sua sucessão.

– Não sei se vai ter outra chapa, mas meu apoio será do Maurício Assumpção – revela Montenegro.

outubro 22, 2008 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fiel compra mais de 16 mil ingressos para a ‘decisão’

Não há mais entradas para arquibancadas verdes e amarelas

A torcida do Corinthians promete lotar o Pacaembu para a partida contra o Ceará, neste sábado, às 16h, que pode valer o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. Até esta manhã de segunda-feira, mais de 16 mil ingressos já haviam sido vendidos.

Estão esgotados os bilhetes para as arquibancadas amarelas e verdes, restando apenas para arquibancadas lilás, especial e dos visitantes, além das numeradas. Foram colocados à disposição 37 mil ingressos. A expectativa é de que todos sejam vendidos.

A partida pode valer como decisão para o Timão. A equipe precisa vencer o Ceará e torcer por tropeços do Vila Nova diante da Ponte Preta, na sexta-feira, em Goiânia, e do Barueri frente ao Paraná, sábado, na Grande São Paulo.

Arquibancada – portão principal – ESGOTADOS
R$ 15,00 (inteira) / R$ 7,00 (meia)

Arquibancada – portão 21
R$ 15,00 (inteira) / R$ 7,00 (meia)

Arquibancada amarela – portão 5 – ESGOTADOS

R$ 15,00 (inteira) / R$ 7,00 (meia)
Tobogã
R$ 15,00 (inteira) / R$ 7,00 (meia)

Arquibancada Especial
R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia)

Numerada
R$ 50,00 (inteira) / R$ 25,00 (meia)

Arquibancada visitante – portão 22
R$ 15,00 (inteira) / R$ 7,00 (meia)

Os ingressos podem ser comprados, sempre das 11h às 17h, no Parque São Jorge, Morumbi, Pacaembu, Canindé, estádio Bruno José Daniel (Santo André) e nos ginásios do Ibirapuera e José Corrêa (Barueri).
As bilheterias também já vendem entradas para os últimos jogos do Timão em casa pela Série B: Paraná (1/11), Vila Nova (15/11) e Avaí (22/11).

outubro 22, 2008 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Corinthians fecha parceria com a Warner Music Brasil

Novo acordo firmado pelo marketing do clube Alvinegro traz novidades

Os fanáticos por futebol, mas especificamente apaixonados pelo Corinthians terão uma novidade a partir deste mês de outubro. O clube paulista fechou parceria com gravadora Warner Music Brasil, que disponibilizará, através da Loja Digital Corinthians (www.alotimao.com.br), diversos arquivos de áudio e imagem, truetones e ringtones (toques para celular), wallpapers e jogos para celular.

Além disso, o torcedor terá também versões diferentes para o hino corintiano em ritmo de samba, pop, rock, hip hop, funk, entre outros estilos, que deverão sair em CD no mês de novembro deste ano, com fotos, vídeos e gritos da torcida. Com essa parceria, o corintiano poderá participar de promoções digitais, concursos por SMS, além de obter acesso a downloads de mais de 300 mil músicas.

Para o vice-presidente de marketing do clube Alvinegro, Luis Paulo Rosenberg, a parceria é um meio de unir duas importantes formas de entretenimento utilizadas por grande parte da população brasileira, ou seja, o futebol e a música.

– Estamos juntando as duas maiores paixões brasileiras: a música e o futebol. É uma parceria pioneira, que trará grandes resultados para as duas companhias – disse Rosenberg.

outubro 22, 2008 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

SÃO CAETANO X BAHIA AO VIVO

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

outubro 22, 2008 Posted by | Bahia, São Caetano | , , | Deixe um comentário

BARUERI X PARANÁ AO VIVO

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

outubro 22, 2008 Posted by | Paraná | , | Deixe um comentário

Medial quer renovar contrato de patrocínio com o Corinthians

Diretora de marketing da Medial Saúde garante que ambos querem acordo

Como o PORTAL FUTEBOL! revelou nesta terça-feira, Corinthians e Medial Saúde iniciaram as negociações para a renovação do vínculo contratual, que termina no final do mês de dezembro. O clube quer aumentar o valor atual de R$ 16,5 milhões/ano para cerca de R$ 20 milhões. A empresa não comenta valores, mas confirma a negociação.

– Foi uma primeira conversa. Não ficamos assustados com valores porque isso faz parte de uma negociação. As duas partes farão bem a lição de casa, revendo todos os pontos discutidos. O importante é que o interesse na renovação é mútuo – afirmou Carla Altman, diretora adjunto de marketing da Medial Saúde.

A representante da atual patrocinadora não entrou em detalhes sobre negociações parelelas, como o espaço da manga da camisa. Mas mostrou-se satisfeita com o clube.

– Mesmo na Série B, a exposição da nossa marca foi muito grande.

outubro 22, 2008 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Tite prega respeito ao mistão do Boca Juniors

Técnico do Inter lembra que este mesmo time derrotou a LDU

O Boca Juniors deixa de ser perigoso por escalar um mistão contra o Inter, nesta quarta-feira, no Beira-Rio? O técnico Tite colocou a pergunta, depois do treino secreto desta terça-feira, e ele mesmo respondeu:

– Claro que não. Essa mesma equipe goleou a LDU campeã da Libertadores na Bombonera e depois, em Quito, empatou e garantiu lugar na atual fase da Sul-Americana. Vamos enfrentar um adversário fortíssimo.

O técnico colorado disse que o ideal será uma vitória sem sofrer gols, mas também ficará satisfeito se vencer tomando gol.

Fiel ao seu estilo de não revelar escalação, Tite tratou de criar um mistério. Toda a imprensa dava como certa a escalação de Andrezinho na vaga do lesionado Guiñazú. O técnico, porém, disse que o ex-junior Sandro tem chance de entrar.

– Gosto de jogador criado no clube, caso do Sandro. Ele marca bem. O time ficaria mais compacto no meio-campo. Com o Andrezinho, a equipe ganharia em experiência e em saída rápida para o ataque – disse Tite.

outubro 22, 2008 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário