Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Perdoado, Danilo é apenas suspenso no Atlético-PR

Zagueiro será suspenso por uma semana após abandonar concentração

Reviravolta no Atlético Paranaense. Após o zagueiro Danilo afirmar que não vestiria mais camisa rubro-negra e o técnico Geninho falar na coletiva de imprensa que não contava mais com o jogador para o restante da temporada, o Furacão anunciou no início da noite desta segunda-feira que o zagueiro sofrerá apenas uma suspensão.

Sem deixar muito claro o futuro do atleta, o diretor de futebol e responsável setor jurídico do furacão, Marcos Malucelli, que também havia dito que o jogador não estava mais nos planos do clube, afirmou que o jogador ficará afastado por uma semana e depois ficará à disposição do técnico Geninho.

– Tivemos uma reunião eu, ele, o pai dele e o empresário dele. O Danilo contou que está com problemas particulares e não quis entrar em detalhes. Entendemos o problema dele, mas não podíamos deixar de aplicar uma punição para que atos como este não mais se repitam – disse Malucelli, em entrevista ao Site Oficial.

Desde 2005 no rubro-negro, Danilo fez 227 jogos e marcou 20 gols com a camisa do Furacão

outubro 12, 2008 Posted by | Atlético-PR | Deixe um comentário

Kaká comemora volta triunfal à Seleção

Meia também garantiu que os problemas com Dunga fazem parte do passado

Autor do primeiro gol da Seleção Brasileira na goleada por 4 a 0 sobre a Venezuela neste domingo, o apoiador Kaká, que voltava ao time de Dunga após 11 meses de ausência, comemorou o retorno triunfal.

– É sempre uma alegria defender a Seleção Brasileira, ainda mais desta forma. O time está de parabnéns pelo comportamento – elogiou o camisa 10 brasileiro.

Outro ponto ressaltado pelo jogador foi sobre a conturbada relação que ele teria com o técnico Dunga. Segundo ele, isso já faz parte do passado.

– Essa semana foi boa para acabar com todo esse tititi que existia entre eu e o Dunga. Conversamos na Granja Comary e os problemas estão resolvidos – garantiu.

E pelo discurso do treinador, realmente as divergências não existem mais.

– Kaká todo mundo conhece, é um dos nossos líderes, sempre mostra motivação de estar na Seleção, como foi contra a Venezuela – analisou Dunga.

outubro 12, 2008 Posted by | Seleção brasileira. | , , , , , , , | Deixe um comentário

Com início arrasador, Brasil vence Venezuela

Adriano volta a marcar pela Seleção após dois anos de jejum

O temor de perder duas vezes seguidas para a fraca Venezuela parece ter motivado os jogadores brasileiros. Com uma atuação de gala, o Brasil derrotou os venezuelanos por 4 a 0, neste domingo, no Estádio Pueblo Nuevo, em San Cristóbal.

Com menos de 20 minutos, a vitória já estava assegurada. Assim como fez o Chile duas rodadas atrás, a Venezuela adotou uma postura inicial ofensiva. No início, quando Guerra perdeu uma boa chance, bem anulada por Júlio César, parecia que esta medida daria certo. Porém, não demorou muito para os donos da casa pagarem pela ousadia.

Aos cinco minutos, Robinho puxou contra-ataque e lançou Kaká, que invadiu a área, deslocou o volante Mea Vitalli e chutou com força, no ângulo de Vega. Apesar da potência da finalização, ficou a impressão de que se o goleiro venezuelano esticasse o braço conseguiria fazer a defesa.

Quatro minutos depois, Robinho marcou um golaço ao acertar um lindo chute, de muito longe, no ângulo de Vega. Desesperados, os venezuelanos não conseguiam entender como aquela mesma Seleção Brasileira havia sido derrotada com facilidade quatro meses antes, em Boston.

E a situação ficou ainda pior para os donos da casa aos 18 minutos: Kaká fez belo lançamento para Elano, que dominou com categoria e tocou para Adriano, livre de marcação, empurrar a bola para o fundo da rede. Foi o primeiro gol do atacante pela Seleção desde a vitória sobre Gana na Copa do Mundo de 2006.

Depois disso, o Brasil começou a administrar a vantagem. Aos poucos, porém, a Venezuela foi se recompondo do susto inicial e passou a ameaçar, principalmente com o lateral-esquerdo Rojas e o apoiador Guerra. Contudo, a defesa da seleção Vinho Tinto mostrava-se vulnerável.

Maicon chegou a levar um elástico desconcertante de Rojas, mas, mesmo assim, era nítida a diferença de categoria entre os dois times. No fim do primeiro tempo, Adriano cometeu uma falta desnecessária no meio-de-campo, recebeu seu terceiro cartão amarelo nas Eliminatórias, e não enfrentará a Colômbia na próxima quarta-feira, no Maracanã.

O Brasil, que voltou do intervalo com Thiago Silva no lugar do poupado Juan, quase foi surpreendido no início do segundo tempo quando Maldonado cabeceou à queima-roupa e obrigou Júlio César a fazer linda defesa. No rebote, o goleiro brasileiro operou novo milagre ao espalmar outro chute do atacante.

A resposta brasileira não demorou a chegar. Robinho e Kaká perderam duas excelentes oportunidades cara a cara com o goleiro venezuelano. O atacante do Manchester City, porém, não perdoou aos 21 minutos, quando Kléber lhe deu um verdadeiro presente, deixando-o na cara do gol, tendo o trabalho apenas de tocar na saída do goleiro.

Com a vitória garantida e o show consumado, o técnico Dunga promoveu duas estréias sob seu comando na Seleção Brasileira. Ele colocou os meias Alex e Mancini nos lugares de Kaká e Josué, respectivamente.

Agora fica a esperança de não se repetir o filme do melancólico empate em casa contra a Bolívia, contra os colombianos. Novamente no Rio, a dúvida que resta é a de qual Seleção os cariocas irão ver, a empolgante ou a desmotivada.

FICHA TÉCNICA:

VENEZUELA 0 X 4 BRASIL

Estádio: Pueblo Nuevo, Sán Cristóbal (VEN)
Data/horário: 12/10/2008 – 17h (de Brasília)
Árbitro: Victor Hugo Rivera (PER)
Assistentes: Luis Ávila (PER) e Luis Abadie (PER)
Cartões amarelos: Rojas (Venezuela); Adriano (Brasil)
Gols: Kaká, 5’/1ºT (0-1); Robinho, 9’/1ºT (0-2); Adriano, 18’/1ºT (0-3); Robinho, 21’/2ºT (0-4)

VENEZUELA: Vega, Chacón, Rey, Boada e Rojas; Vielma, Mea Vitali (Lucena, 23’/2ºT), Ronald Vargas (Seigas, 9’/2ºT) e Guerra (Moreno, 15’/2ºT); Arango e Maldonaldo. Técnico: César Farías.

BRASIL: Júlio César, Maicon, Lúcio, Juan (Thiago Silva, intervalo) e Kléber; Gilberto Silva, Josué (Mancini, 33’/2ºT), Elano e Kaká (Alex, 25’/2ºT); Robinho e Adriano. Técnico: Dunga.

outubro 12, 2008 Posted by | Seleção brasileira. | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Técnico Joachim Löw anuncia expulsão de Kevin Kuranyi da seleção alemã

Brasuca naturalizado alemão abandonou delegação germânica após ficar revoltado por não ter sido aproveitado em jogo das eliminatórias

O técnico da seleção de futebol alemã, Joachim Löw, anunciou neste domingo a expulsão da equipe da Alemanha do atacante brasileiro Kevin Kuranyi, naturalizado alemão e que atua no do Schalke 04, e com isso o jogador não voltará a ser convocado enquanto o treinador estiver à frente da equipe.

– No futuro, não voltarei a convocá-lo para a seleção – disse Löw, após expressar sua irritação pela decisão de Kuranyi de abandonar no último sábado à noite o estádio de Dortmund durante a partida das eliminatórias para a Copa de 2010 entre Alemanha e Rússia.

O atacante saiu sem avisar os técnicos, porque não tinha sido relacionado entre os jogadores para a disputa.

– Posso compreender sua decepção, mas sua reação, o que aconteceu ontem à noite, é inaceitável e incompreensível. Na seleção, há 20 jogadores dianteiros e os treinadores têm que tomar várias vezes decisões difíceis. Estamos surpresos. Foi surpreendente para todos nós. apesar de ter realizado várias tentativas, Oliver Bierhoff e eu não conseguimos ainda falar com ele – disse Löw.
O técnico acrescentou que, após anunciar os 18 jogadores que estariam em campo para o partida contra a Rússia e comunicar a escalação, Kuranyi o procurou “para expressar sua decepção” e por ter sido relegado à tribuna.

Enquanto isso, em declarações ao canal esportivo de televisão “DSF”, o assessor do atacante, Roger Wittmann, disse que Kuranyi “tomou a decisão que considera correta para si mesmo ao dizer ‘vou para casa'”.

Após reconhecer que seu cliente poderia ter agido mais diplomaticamente, Wittmann disse que “a pessoa Kevin Kuranyi também tem seu papel e tomou essa decisão”.

O jornal “Bild am Sonntag” revelou que Kuranyi desapareceu durante a partida na qual a Alemanha venceu a Rússia por 2 a 1, e que o ônibus com os jogadores da seleção alemã saiu de Dortmund sem o atacante a bordo.

Durante o primeiro tempo da partida, Kuranyi acompanhou o jogo da tribuna de honra com os outros responsáveis técnicos da seleção, e chegou a comemorar os gols de Lukas Podolski e Michael Ballack. O atacante teria sumido durante o intervalo, já que não voltou à tribuna, e supõe-se que voltou para casa antes do tempo

window.google_render_ad();

outubro 12, 2008 Posted by | Futebol Europeu | , , , , , , , | Deixe um comentário

Com volta de Adriano, Brasil encara Venezuela

Imperador jogará ao lado de Robinho, repetindo dupla de título em 2005

A Seleção Brasileira entra em campo neste domingo, às 17h, pelas Eliminatórias para a copa do Mundo, buscando sua afirmação. Depois de um empate com a Bolívia, a equipe do técnico Dunga tenta recuperar os pontos perdidos em casa contra a Venezuela, no Estádio Pueblo Nuevo, em San Cristóbal.

A principal mudança será a volta de Adriano ao ataque, com a lesão de Luís Fabiano. O Imperador jogará ao lado de Robinho. Com esta dupla, o Brasil conquistou a Copa das Confederações de 2005, goleando a Argentina na final por 4 a 1.

Embora ainda não tenha confirmado, o técnico Dunga deve promover no total cinco mudanças, depois do empate no Engenhão. Na lateral esquerda, sai Juan e volta Kléber. Na zaga, Juan retorna, após se recuperar de lesão. No meio, Kaká e Elano devem ser titulares.

– Tem grande possibilidade de o time do coletivo começar jogando contra a Venezuela. Mas treinamos outra alternativa para dar maior velocidade. Mas podemos fazer alguma análise ainda – disse Dunga, sem querer garantir a escalação.

Do lado venezuelano, o técnico César Farías também faz mistério e também não divulgação a escalação que entrará em campo. O volante Tomás Rincón está suspenso e Lucena deve entrar em seu lugar. Na lateral,

Os venezuelanos esperam repetir a vitória por 2 a 0 contra o Brasil, a primeira do país contra os pentacampeões, conseguida em amistoso em Boston, EUA, no dia 6 de junho deste ano. As armas serão os contra-ataques. O atacante Arango, do Mallorca, será o principal responsável pelas jogadas de ataque.

FICHA TÉCNICA:

VENEZUELA X BRASIL

Estádio: Pueblo Nuevo, em Sán Cristóbal (VEN)
Data/horário: 12/10/2008, às 17h (de Brasília)
Árbitro: Victor Hugo Rivera (Fifa/PER)
Assistentes: Lorenzo Acuña (Fifa/PER) e Sergio Roma (Fifa/PER)

VENEZUELA: Vega, Boada, Rey e Rojas; Lucena, Mea Vitali, Ronald Vargas e Guerra; Arango e Maldonaldo. Técnico: César Farías.

BRASIL: Júlio César, Maicon, Lúcio, Juan e Kléber; Gilberto Silva, Josué, Elano e Kaká; Robinho e Adriano. Técnico: Dunga.

outubro 12, 2008 Posted by | Seleção brasileira. | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco da Gama prepara novo uniforme

Diretoria produz em segredo protótipo já estampado com a marca da Eletrobrás

Com praticamente todas as bases acertadas com a Eletrobrás, o Vasco entra na reta final de negociações com a estatal para o patrocínio do ano que vem. Os departamentos de marketing das partes envolvidas já dialogam a respeito de como a marca da empresa será exposta no uniforme do time de São Januário.

Na última reunião, realizada sexta-feira, ficou combinado que o clube da Colina terá que apresentar um protótipo do uniforme a ser usado em 2009. Tal requisição partiu do presidente da Eletrobrás, José Antônio Muniz.

O Vasco já está providenciando o modelo com a marca da empresa e está se cercando de todos os cuidados para que a imagem não venha à público antes do esperado. A precaução é tanta que o procedimento está sendo feito sem a participação da Reebok, empresa fornecedora do material esportivo do clube.

Caso a parceria seja confirmada, o Vasco terá a partir do ano que vem a marca da Eletrobrás estampada na camisa e no calção do time de futebol. A camisa do time de basquete e da equipe de remo também terão o patrocínio da estatal.

outubro 12, 2008 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , | Deixe um comentário

Joílson e Dagoberto passam sábado no Reffis

Lateral ficou se recuperando de lesão no tornozelo e Dagol sentiu incômodo na coxa, mas não preocupa para o Clássico

O jogagor Joílson ficou neste sábado realizando um trabalho intensivo de fisioterapia, no Reffis. O lateral se contundiu no início da partida contra o Náutico, na última quinta-feira. A previsão do retorno do são-paulino é de 21 dias.

– Quero me recuperar o quanto antes e quem sabe conseguir diminuir o tempo fora da equipe. Por isso, mesmo sendo sábado e com o time todo de folga, não vejo problema em estar aqui. Estou muito empenhado em fazer fisioterapia – comentou o camisa 21.

Outro atleta que foi ao CT da Barra Funda para fazer tratamento foi o atacante Dagoberto. O camisa 25 não está com nenhuma lesão, mas sentiu um incômodo na região posterior da coxa direita. Segundo o departamento médico do clube, Dagol não preocupa para o Clássico contra o Palmeiras, no Palestra.

– Temos um jogo importantíssimo na próxima semana e quero estar bem para ajudar a equipe. Por isso, vale todo o trabalho e dedicação mesmo com a equipe de folga – falou Dagoberto referindo-se a folga que os jogadores ganharam neste fim de semana.

outubro 12, 2008 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , | Deixe um comentário

São Paulo termina rodada no G4

Tricolor foi beneficiado pela derrota do Flamengo por 3 a 0 para o Galo e fica em quarto no Brasileirão, com 52 pontos.

Com a derrota do Flamengo para o Atlético-MG, por 3 a 0, no Maracanã, o São Paulo terminou a 29ª rodada do Brasileirão no G4. Agora, o time de Muricy Ramalho está na 4ª colocação com 52 pontos, três a mais que o clube carioca, que caiu para quinto lugar.

A última vez em que o Tricolor ficou entre os quatro primeiros do Campeonato Brasileiro foi na última rodada do primeiro turno, quando venceu o Goiás por 2 a 1, no Morumbi. Na rodada seguinte, o clube paulista perdeu para o Grêmio, por 1 a 0 e saiu da zona de cassificação para a Libertadores, se distanciando do líder.

No próximo dia 19, o São Paulo enfrenta o Palmeiras, às 16h (de Brasília), podendo até chegar na vice-liderança da competição. Mas para isso acontecer, o Sampa precisa vencer o rival no Palestra Itália e o Cruzeiro tropeçar contra o Atlético-MG, no Mineirão.

outubro 12, 2008 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fora, Santos é um dos piores da história

Aproveitamento de 16,7% iguala a marca de 1997, a pior do Alvinegro

O Santos está impedido de sonhar com uma condição melhor no Brasileirão devido ao péssimo desempenho fora de casa. A campanha é péssima, soma apenas uma vitória em 14 jogos, o que resulta, até o momento, no pior desempenho como visitante da história do time no torneio.

O aproveitamento de 16,7% é idêntico ao de 1997, quando a equipe somou só oito, dos 48 pontos possíveis como visitante. Mesmo assim, o time comandando por Luxemburgo chegou até a semifinal da disputa graças ao aproveitamento de 88,9% como mandante. Neste ano, o aproveitamento na Vila é de 57,8%.

Gramados ruins, campos grandes, pressão da torcida, tudo isso já foi argumento para os jogadores santistas, mas nada justifica o pífio desempenho longe da Vila.

A disparidade entre as atuações dentro e fora de casa neste campeonato são impressionantes, e assombra inclusive a era Márcio Fernandes. Com o treinador, considerado fundamental para a recuperação do elenco, já foram cinco partidas como visitante, sendo dois empates e três derrotas. O único triunfo obtido sem o mando foi diante do Internacional (1 a 0), no Beira-Rio. Na época, a equipe era dirigida por Cuca.

– O Santos tem mostrado qualidade e competência para conquistar o resultado fora – acredita Fernandes.

Não é o que mostram os números. A dificuldade para marcar fora de casa impressiona. Foram apenas sete, dos 36 feitos no Brasileirão.
Kléber Pereira ilustra bem este quesito. Já que o artilheiro do Brasileirão com 20 gols, marcou apenas um longe do alçapão. O tento aconteceu no clássico contra o Palmeiras, no Palestra Itália.

Como visitante ainda restam cinco jogos. Tempo suficiente para o elenco reagir e não entrar negativamente para a história do clube.

Sofrimento fora de casa

Kléber Pereira
É o artilheiro do Brasileirão com 20 gols, mas só marcou uma vez fora de casa, na partida contra o Palmeiras, no Palestra Itália. chutou a bola na trave.

Molina
Fez dez gols com a camisa do Santos, e todos foram marcados na Vila Belmiro. Os números justificam sua fama de jogador caseiro.

No Brasileirão
Saldo de gols da equipe como visitante é de 18. Nenhum jogador marcou mais de uma vez fora de casa. Sete atletas têm um gol cada.

outubro 12, 2008 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Adidas fecha por mais três anos com o Palmeiras

Fornecedora de material esportivo chega a acordo e vai pagar R$ 9,2 mi por temporada ao Verdão

Adidas e Palmeiras bateram o martelo neste último sábado e acertaram a renovação do contrato, que termina em dezembro, por três anos.

A fornecedora de material esportivo, parceira do clube há três temporadas, já tinha deixado a renovação encaminhada há duas semanas. O novo contrato é de R$ 9,2 milhões por ano.

A Adidas, satisfeita no Palestra Itália, fez valer a prioridade que tem no vínculo atual e bateu Puma e Olympikus, as outras duas empresas interessadas.

O contrato quase triplicou o valor da atualidade (R$ 3,5 mi por temporada). No novo acerto, há ainda um bônus condicionado à venda de camisas.

Até o fim do ano, o Palmeiras vai receber um terço do valor total (cerca de R$ 3 mi). O restante será pago ao longo do contrato: R$ 500 mil por mês. A quantia adiantada será usada para quitar 13 salário.

A idéia da Adidas é manter a camisa verde-limão, grande sucesso de vendas desde 2007. Mas há pressão no clube para resgatar a segunda camisa, branca, que ficou esquecida.

Até novembro, o Palmeiras deve fechar também a renovação de contrato com a Fiat.

outubro 12, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Felipe explica sua situação no Náutico

Atacante afirma que continuará honrando o Timbu

Depois de anunciar sua decisão de não renovar contrato com o Náutico, que vence dezembro deste ano, o atacante Felipe explicou como anda sua situação no clube. Justificou, ainda, para a torcida alvirrubra, o seu desempenho nas oito rodadas restantes do Campeonato Brasileiro.

– Quero que a torcida alvirrubra entenda que vou mesmo deixar o clube no fim do ano, mas continuarei honrando a camisa do Náutico. Não estou fazendo corpo mole e continuarei dando o melhor de mim, sendo titular ou não até o fim do Brasileiro. Também quero adiantar que ninguém do Sport me procurou – revelou Felipe.

O atacante referiu-se aos boatos que repercutiram nesta semana, em que ele, o lateral-direito Ruy e o volante Hamilton estariam trocando os Aflitos pela Ilha do Retiro. Sobre isso, o treinador do Náutico, Roberto Fernandes, mostrou-se confiante quanto a atuação de seus comandados.

– Teremos o clássico com o Sport e tenho certeza que Hamilton, Felipe e Ruy vão dar o máximo de si neste jogo. São atletas experientes e têm a cabeça no lugar. O torcedor do Náutico pode ficar tranqüilo quanto à isso – limitou-se a dizer Roberto Fernandes.

O Náutico está em 15º colocado na tabela do Brasileirão, com 30 pontos, e jogará contra o Sport no domingo, dia 19. O jogo da 30ª rodada será na Ilha do Retiro, às 16h. Ambos os times não vencem há quatro rodadas.

outubro 12, 2008 Posted by | Náutico | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Tite ainda acredita em vaga para Libertadores

Treinador ressalta que Inter ainda fará cinco jogos em casa

O técnico Tite cumpriu sua obrigação: após o empate do Inter em 1 a 1 com o Goiás, neste sábado, no Serra Dourada, manteve acesa a esperança de terminar o campeonato entre os quatro primeiros. E mostrou seus argumentos:

– É o Brasileiro mais achatado dos seis que disputei. Tudo vai ser decidido nas três ou quatro últimas rodadas. O Fluminense em 2005 estava nas primeiras posições e nas últimas rodadas perdeu até a vaga para a Libertadores. Seis partidas atrás, diziam que estávamos perdidos. Vencemos quatro e entramos na briga. Em nove jogos, sendo cinco em casa, temos chances de embolar de novo – afirmou Tite.

O técnico colorado lamentou o empate mas elogiou o desempenho do time. Ao se defender de críticas de gaúchos por não ter substituído Índio por um atacante, quando o zagueiro se lesionou, disse que não é “um técnico irresponsável”. A um repórter goiano que viu o Inter se encolher diante da pressão do Goiás, lembrou que isso só aconteceu nos cinco minutos finais, quando estava com dez jogadores, e que quem criou as chances mais claras foi seu time.

– E o árbitro, que deu um pênalti que não foi, bem que poderia ter dado um que existiu, no Bolívar – reclamou.

Tite não quis criticar diretamente a acomodação de alguns jogadores (nesse item, Daniel Carvalho foi o mais citado pelos comentaristas). Falou por código:

– Jogador é individualidade mais solidariedade. A diretoria contrata os indivíduos, mas quanto mais eles forem solidários, mais crescem dentro do grupo – disse.

Por fim, depois de responder perguntas sobre a irregularidade da equipe, Tite revelou que gostaria de iniciar o próximo ano no comando da equipe.

– Eu teria chances de formar o elenco – declarou o técnico, que de fato tem grandes possibilidades de continuar no comando.

outubro 12, 2008 Posted by | Internacional | , , , , , , , | Deixe um comentário

René elogia Wellington Monteiro e Fabinho

Treinador aponta importância dos jogadores na vitória contra o Atlético-PR

Após a vitória por 3 a 1 contra o Altético-PR, sábado, na Arena da Baixada, René Simões fez questão de elogiar a postura da equipe e ressaltou a importância de Wellington Monteiro e Fabinho na partida.

– O Wellington jogou muito. Entrou com o time com dez homens em campo e foi excepcional. O Fabinho é um homem que arruma o time. Ele não aparece para a torcida, mas é importante para o time. Ele é um professor em campo – disse o treinador, contente com a vitória logo em sua primeira partida no comando do Tricolor carioca.

outubro 12, 2008 Posted by | Fluminense | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Caem para 3% as chances de título para o Fla

Matemático aponta queda nas chances do Flamengo, após derrota no Maracanã

com a derrota para o Altético-MG por 3 a 0, no Maracanã, o Flamengo termina a 29ª rodada fora do G-4. Com 49 pontos, o Rubro-Negro é o quinto o colocado, três pontos atrás de Cruzeiro e São Paulo, terceiro e quarto colocados respectivamente.

Na matemática, as chances de o Flamengo ser campeão brasileiro foram reduzidas para apenas 3%, segundo o matemático Tristão Garcia. As chances de Libertadores são de 41%. Com o fim da rodada, o Grêmio tem 40% de chances de título, o Palmeiras 33%, Cruzeiro 13% e São Paulo 9%. Botafogo e Coritiba têm 1%.

Apesar dos 3% apontados por Tristão Garcia, goleiro Bruno, não desiste da idéia de conquistar o hexacampeonato, mas comenta sobre a derrota no Maracanã.

– O Atlético impôs seu ritmo e marcou nosso ponto forte. Eles vieram jogando na retranca e realmente estava muito difícil entrar na defesa deles. Mas nós tentamos fazer o nosso melhor e não conseguimos. Agora, o que nos resta é trabalhar e continuar a sonhar com a conquista do título – disse o goleiro, ainda confiante no título do Brasileirão.

O Flamengo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, às 18h10, no Maracanã, para o clássico contra o desesperado vasco.

outubro 12, 2008 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Wagner próximo de retornar ao time do Cruzeiro

Camisa 10 da Raposa pode retornar no clássico contra o Atlético-MG

O meia Wagner, do Cruzeiro, fez um trabalho nesta sexta-feira no campo acompanhado pelo fisioterapeuta do clube e tem chances de enfrentar o Atlético-MG, no próximo domingo, dia 19.

Segundo o médico do Cruzeiro, Octacílio da Matta, o meia pode participar dos treinamentos com o grupo no início da próxima semana.

– A dor que estou sentindo é mínima. Creio que até o próximo jogo dá para ficar próximo dos 100% – disse Wagner, para o site oficial.

outubro 12, 2008 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Keirrison culpa gramado pelo empate do Coxa

Atacante não teve boa atuação e foi substituído no segundo tempo

O atacante Keirrison não conseguiu repetir as boas atuações das rodadas passada e viu o Coritiba apenas empatar em 0 a 0 com a Portuguesa, neste sábado, no Canindé. O jogador reclamou muito do estado do gramado paulista, que acabou prejudicando o futebol coxa-branca.

– O gramado é muito irregular, o que acabou dificultando. Nosso time toca muito bem a bola e o estado do campo nos prejudicou – diz.

Depois de ver o sonho de disputar a Libertadores de 2009 praticamente desaparecer, o Coritiba recebe, na próxima rodada, o Goiás, domingo, às 16h, no Couto Pereira

outubro 12, 2008 Posted by | Coritiba | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Marcelinho Carioca reclama e Dentinho não está nem aí

Corintianos não dão bola para reclamação e ídolo vai para os braços da Fiel

Ari Ferreira)Marcelinho Carioca sobe no alambrado para festejar. Mas ele não ficou contente com o empate (Crédito: Ari Ferreira)
Ari Ferreira)Dentinho não se conteve. Fez até gracinha para o fotógrafo (Crédito: Ari Ferreira)

PORTAL FUTEBOL

Antes de encarar o Santo André e acabar com a alegria de Marcelinho Carioca ao marcar os dois gols do Corinthians no empate por 2 a 2, Dentinho se declarava fã incondicional do ex-camisa 7. Quando a partida acabou, o meia veterano estava inconformado com a arbitragem de Ricardo Marques Ribeiro (MG) e reclamou ostensivamente. O jovem atacante não deu muita bola para ele.

– Sou corintiano, estou feliz pela campanha do Timão, que já subiu para a Série A. Só acho que não precisava disso – reclamava o meia do Ramalhão, apontando o segundo gol de Dentinho como irregular ao alegar impedimento do camisa 31.

– Não sei se estava impedido, mas eu acho que não. E se estava, também não estou nem aí – disse Dentinho.

Outro que concorda com o atacante é o camisa 10 do Timão, Douglas. Ele foi responsável pela jogada do segundo gol alvinegro.

– Estamos fazendo a nossa parte. O juiz também inverteu vários lances para eles. O choro é livre. Eu apanhei bastante e o juiz acabou deixando passar. Não adianta reclamar – respondeu.

Assim que a partida terminou, Marcelinho correu para cima do auxiliar de arbitragem e chegou até a discutir com os policiais. A fúria só acabou no momento de ir para os braço da Fiel. ele subiu no alambrado para fazer festa com a torcida corintiana.

– É muito bom ter esse carinho da torcida do Corinthians. Fico muito feliz por ser sempre bem recebido, mesmo jogando do outro lado – declarou.

E desta vez, Dentinho concorda. Ainda mais quando se faz dois gols empurrados por 35.676 torcedores. O segundo foi aos 44 minutos do segundo tempo.

– A torcida inflama, é uma coisa linda de se ver e chega a arrepiar. Voltamos diferentes para o segundo tempo e procuramos acertar os passes. Por isso, o empate não foi um mau resultado para nós – afirmou.

outubro 12, 2008 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

André Luis pensa em continuar no Bota

Zagueiro afirma que já foi procurado pela diretoria e quer fazer história no Rubro-Negro

Em boa fase no Botafogo, Andre Luis manifestou o desejo de renovar contrato com o clube, já que o atual se encerra no fim do ano.

– A diretoria já me procurou, mas vamos esperar terminar o campeonato para resolver. Meu objetivo é fazer história, conquistar títulos aqui. Pelo carinho que tenho pelo clube, pelos companheiros, a intenção é de permanecer, não tem por que sair do Botafogo – afirmou Andre.

No próximo sábado, no Engenhão, o zagueiro reencontrará o Santos, que o revelou e no qual conquistou dois Brasileiros, em 2002 e 2004. Andre Luis disse conhecer bem o clube e ainda ter amigos lá, mas garantiu que não terá pena do adversário.

outubro 12, 2008 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo ainda sonha com Libertadores

Se repetir desempenho das últimas rodadas do turno, Fogão pode se classificar

Há exatos três meses, Ney Franco assumia o Botafogo com o pensamento de tirar o time da parte debaixo da tabela. Conseguiu.

Agora, o objetivo principal é chegar à Libertadores, competição que o clube não disputa desde 1996. Para tal, será preciso, pelo menos, repetir o desempenho dos últimos nove jogos do turno.

Na ocasião, foram 20 pontos em nove partidas, em uma seqüência que começou com um empate contra o Santos, adversário no próximo sábado. Se conseguir o mesmo feito, chegará a 66, pontuação que os matemáticos consideram suficiente para se classificar para a Libertadores.

Consciente da necessidade do clube de voltar à competição, Ney Franco acredita em uma nova arrancada no Brasileiro.

– Agora tenho uma equipe mais forte do que quando peguei, na 15a posição. Não estar na parte de baixo da tabela faz o time ficar mais leve. Queremos, no mínimo, terminar em quarto. Jogar a Libertadores representará muito para o clube no ano que vem – afirmou.

Título virou uma tarefa quase impossível, já que o Grêmio se distanciou dez pontos. Os jogadores alvinegros não jogam a toalha, mas preferem pensar primeiro em voltar ao G4. Os trunfos para isso são as partidas no Rio, principalmente os duelos contra São Paulo e Flamengo, rivais na disputa por uma das vagas.

– Temos ainda cinco jogos em casa. A nossa meta é vencer todos, além de conseguir uma boa porcentagem de pontos fora. Os times que estão na frente têm vencido, mas haverá confrontos diretos. Por isso, o campeonato está aberto – disse o capitão Lucio Flavio.

Assim, resta aos alvinegros torcer para que o time embale de novo e carimbe vaga para a Libertadores.

Nova meta

66 pontos
Chegaria o Botafogo se conseguisse novamente fazer 20 pontos em nove rodadas, como no fim do primeiro turno. Segundo os matemáticos, a pontuação leva à Libertadores.

outubro 12, 2008 Posted by | Botafogo | , , , , , , , | Deixe um comentário

Antônio Carlos afirma: ‘Nada dá certo’

Zagueiro marcou, cometeu pênalti e lamentou resultado do Atlético-PR

Depois de marcar o primeiro gol da partida contra o Fluminense, o zagueiro Antônio Carlos lamentou a derrota do Atlético-PR por 3 a 1, na Arena da Baixada, neste sábado. O jogador afirmou que nada tem dado certo para o time rubro-negro, que, com o resultado, está na zona de rebaixamento.

– A fase que vivemos é difícil. Tentamos vencer, mas nada dá certo. Cometemos um erro infantil e depois eu mesmo fiz um pênalti – comentou.

Aos gritos de “Nense, Nense!”, vindos da torcida do Atlético-PR, Antônio Carlos afirmou que o lado emocional dos jogadores acabou abalado, o que prejudicou o rendimento.

– Nosso emocional ficou abalado, a torcida quer que o time vença, mas nós também queremos. Com o emocional abalado a situação complica ainda mais.

outubro 12, 2008 Posted by | Atlético-PR | , , , , , | Deixe um comentário

O resultado de 3 a 0 foi pouco, admite Angelim

Zagueiro rubro-negro diz que deu tudo errado e elogia equipe do Atlético-MG

O resultado de 3 a 0 foi pouco. Esta é a opinião do zagueiro Ronaldo Angelim após a acachapante derrota do Flamengo para o Atlético-MG neste sábado, em pleno Maracanã, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ainda no gramado, assim que o árbitro Paulo César Oliveira encerrou a partida, Angelim elogiou a equipe adversária, que quebrou um tabu de 23 anos sem vencer o Rubro-Negro no Maracanã.

– Deu tudo errado. Não jogamos, só eles. A vitória do Atlético foi merecida, e 3 a 0 foi pouco. Falhamos, e eles souberam aproveitar. Vieram para jogar nos contra-ataques e mereceram vencer – disse o zagueiro à Rádio Tupi.

outubro 12, 2008 Posted by | Atlético-MG, Flamengo | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Derrota do Flamengo no Maracanã surpreende são-paulino Muricy Ramalho

Tropeço para o Atlético-MG anima treinador, que vê time de volta ao G-4

A derrota do Flamengo para o Atlético-MG, na noite deste sábado, no Maracanã surpreendeu o técnico são-paulino Muricy Ramalho. Antes do início da 29ª rodada, o Tricolor e o time carioca tinham 49 pontos, sendo que a equipe rubro-negra ocupava a quarta posição por ter uma vitória a mais. Agora, a equipe paulistana voltou ao G-4 do Brasileiro depois de ter vencido o Náutico por 1 a 0, na última quinta-feira.

– Com certeza foi uma surpresa porque os times não estão errando, vêm jogando no limite e está muito difícil algum dos primeiros colocados serem derrotados. Mas o resultado do Atlético Mineiro diante do Flamengo mostra também como o campeonato está equilibrado, nivelado, diferente dos últimos anos, quando um time se destacou mais que os outros – afirma o treinador do Tricolor, que depois da vitória sobre o time pernambucano havia dito que dificilmente seu time fecharia a rodada no G-4, em entrevista ao site oficial do clube.

Muricy, que no próximo domingo terá o clássico com o Palmeiras, no Palestra Itália, ressaltou a importância de seu time ter voltado ao seleto grupo dos quatro melhores do Brasileirão, a oito rodadas para o fim do torneio.

– É muito importante voltar a fazer parte do G-4. Isso dá moral para os jogadores, motiva e mostra que a equipe vem numa seqüência muito boa. Dá ainda mais ânimo para o restante da competição quando vamos buscar o título – projeta.

outubro 12, 2008 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário