Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Bebeto de Freitas não quer ficar com o prejuízo no Engenhão

Para Bebeto de Freitas, quebra-quebra no estádio promovido pela torcida do Fluminense é ‘coisa de marginal’

No clássico disputado neste domingo entre Botafogo e Fluminense, no Engenhão, os torcedores tricolores protagonizaram um quebra-quebra dentro do estádio. Segundo a diretoria alvinegra, mais de 200 cadeiras foram danificadas no setor onde se encontrava a torcida adversária.

O presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, afirma ao LANCENET! que o clube, que é responsável pela administração do Engenhão, vai tomar as devidas providências para não sair no prejuízo.

– A Federação de Futebol (do Rio de Janeiro – Ferj) tem que dar o exemplo. Estamos passando por este problema. O Fluminense não pode usar a Federação para tentar tirar o jogo do Engenhão – disse.

Apesar dos problemas, Bebeto de Freitas acredita que o Engenhão pode ser palco do jogo contra o Flamengo, em 9 de novembro. O dirigente alvinegro ainda explicou toda a polêmica que há quando se realizam as partidas neste estádio.

– Quando se tira o jogo do Maracanã, os torcedores têm que pagar pelas entradas. Os clubes continuam dando ingressos para os torcedores, esse é um tipo de coisa que acontece há muito tempo. O quebra-quebra das cadeiras do estádio no lado da torcida adversária não representa os torcedores do Fluminense, mas sim uns marginais. Temos que nos prevenir – finalizou.

setembro 29, 2008 - Posted by | Botafogo | , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s