Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

No fim, Flu empata em 1 a 1 com o Botafogo

Edcarlos marca aos 46 minutos do segundo tempo e dá banho de água fria no Alvinegro

Salvo no apagar das luzes. Desta forma o Fluminense conseguiu empatar a partida contra o Botafogo em 1 a 1 e salvou sua pele de acumular mais uma derrota no Campeonato Brasileiro. Com um gol aos 46 minutos do segundo tempo, marcado por Edcarlos, o Tricolor respirou aliviado e fez o Alvinegro ver a aproximação do G4 escorrer pelas suas mãos.

A formação ofensiva que o treinador Cuca mandou a campo surtiu efeito no início da partida. Com Conca dominando o meio-de-campo e explorando a velocidade dos atacantes Ciel e Maicon, o Fluminense tinha mais volume de jogo e era melhor. O Botafogo encontrava dificuldade para sair de seu campo de defensa e Wellington Paulista estava muito isolado na frente, disputando bolas com os zagueiros tricolores.

Ciel era a grata a surpresa e levava perigo ao gol alvinegro. Em duas oportunidades, quase abriu o placar. Em uma, Castilho fez ótima defesa, e em outra, a bola passou rente à trave.

Porém, quando o gol do Fluminense já parecia maduro, veio o golpe. Num contra-ataque, Lucio Flavio foi a linha de fundo e com sua maestria habitual, colocou a bola na cabeça de Carlos Alberto, que a mandou para o fundo das redes virando, assim, o autor do milésimo gol da história do clássico.

O feito do Glorioso acabou segurando o ímpeto tricolor que, após tal tento, não se encontrou mais em campo. Não fosse a trave, num chute cara-a-cara de Zé Carlos, o Botafogo poderia sair de campo com um resultado mais amplo no primeiro tempo.

Precisando desesperadamente da vitória, o Fluminense foi com tudo para a segunda etapa em busca do empate. Cuca colocou Alan no lugar de Somália para dar mais mobilidade ao ataque e a substituição parecia surtir efeito. Entretanto, quando mais uma vez era melhor na partida, o Tricolor sofreu uma ducha de água fria.

Carlos Alberto puxou um contra-ataque e levou um carrinho de Thiago Silva. O árbitro Péricles Bassols interpretou que a jogada merecia cartão vermelho e assim a fez. Com a expulsão, Cuca achou por bem tirar Ciel (que era o melhor em campo) e colocar Roger para repôr a defesa.

Com um a menos, o Fluminense não conseguiu mais se impôr e criar oportunidades. Ao Botafogo, restou administrar o placar e tocar a bola. O apito final do árbitro acabou não sendo bom para ninguém. O Tricolor continua na zona da degola e o Glorioso deixou de se aproximar dos líderes da competição.

BOTAFOGO 1 X 1 FLUMINENSE

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro
Data/hora: 28/9/2008 – 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Auxiliares: Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Wágner de Almeida Santos (RJ)
Renda/público: R$ 180.865 / 12.654 pagantes
Cartões amarelos: Luciano Almeida, Thiaguinho, Wellington Paulista (BOT); Maicon (FLU)
Cartões vermelhos: Thiago Silva, 17’/2ºT; Zé Carlos, 44’/2ºT
GOLS: Carlos Alberto, 28’/1ºT (1-0)

BOTAFOGO: Castillo, Alexsandro, Renato Silva, Andre Luis e Luciano Almeida (Thiaguinho, intervalo); Túlio (Eduardo, 32’/2ºT), Leandro Guerreiro, Lucio Flavio, Zé Carlos e Carlos Alberto (Fábio, 37’/2ºT); Wellington Paulista. Técnico: Ney Franco.

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Carlinhos (Tartá, 27’/2ºT), Edcarlos, Thiago Silva e Junior César; Romeu, Arouca e Conca; Ciel (Roger, 20’/2ºT), Maicon e Somália (Alan, intervalo). Técnico: Cuca.

setembro 28, 2008 - Posted by | Botafogo, Fluminense | , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s