Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Empate nos Aflitos e ponta no Brasileirão!

Náutico e Palmeiras ficam na igualdade em Recife. Derrota do Grêmio deixa o Verdão na liderança do Nacional

Náutico e Palmeiras fizeram um jogo mais disputado do que bem jogado. Nos Aflitos, o bom futebol ficou em segundo plano. A palavra de ordem era mesmo marcação. Resultado: empate em 0 a 0. O Náutico fica no 13º lugar, com 30 pontos. Com a derrota do Grêmio por 4 a 1, diante do Internacional, o Palmeiras iguala os 50 pontos dos gaúchos e assume a liderança da competição nos critérios de desempate. O Alviverde possui 15 vitórias, contra 14 dos tricolores.

O Náutico entrou disposto a consolidar-se na zona de clasificação para a Copa Sul-Americana. Sabendo que não poderia tropeçar em casa, com estádio cheio, o Timbu procurou anular as principais armas de ataque do adversário. Pouco se ouviu falar do artilheiro Alex Mineiro, que esteve muito bem marcado pelo trio defensivo do time.

Valendo a liderança do campeonato, o Palmeiras encarou a partida como uma decisão onde só um resultado era válido: o triunfo verde! Com o objetivo traçado, o Alviverde buscou atalhos para chegar ao gol do Timbu. Foi aí que o time encontrou dificuldades. Além de lutar contra a boa marcação do adversário, o Palmeiras teve de se acostumar ao péssimo gramado do estádio dos Aflitos, que em condições precárias, prejudicou a plástica da partida. Se é que ela realmente existiu!

Na segunda etapa, Vanderlei Luxemburgo apostou em Léo Lima e Evandro, nos lugares de Pierre e Diego Souza, respectivamente. As alterações pouco contribuíram para a melhoria do futebol do Palmeiras. Do outro lado, o Náutico parecia encontrar dificuldades de variar as jogadas. Méritos também para a defesa Alviverde, que com a permanência do ‘falso zagueiro’ Martinez ganhou segurança e qualidade na saída de bola.

Logo aos sete minutos do segundo tempo, Kuki, em posição de impedido, recebeu lançamento e fuzilou o goleiro Marcos. Corretamente, o bandeira invalidou o gol.

Thiago Cunha, que substituiu Alex Mineiro aos 35 minutos, chegou a balançar as redes do goleiro Eduardo, mas, assim como aconteceu com Kuki, teve sua festa interrompida pela arbitragem, que anulou o gol marcando impedimento.

O jogo seguiu este ritmo até o final. Muita movimentação e velocidade, mas nada de objetividade. Um jogo sem técnica, sem surpresas e definitavamente, sem plástica. Zero a zero merecido e fim de papo! Valeu pela liderança.

Na próxima rodada, o Náutico recebe o Flamengo no estádio dos Aflitos. Já o Palmeiras joga no Palestra Itália, contra o Atlético-MG. As duas partidas são válidas pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 0 X 0 PALMEIRAS

Estádio: Aflitos, Recife (PE)
Data/hora: 28/9/2008 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Alexandre Antonio Pruinelli Kleiniche (RS) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

Renda/público: 95.345,00 / 17.104 pagantes
Cartões amarelos: Ruy, Everaldo, Vágner (NÁU); Martinez (PAL)

NÁUTICO: Eduardo, Vágner, Adriano e Everaldo; Ruy, Paulo Santos (Geraldo, 28/2ºT), Hamilton, Valdeir e Alessandro; Gilmar (Felipe, 8’/2ºT) e Kuki (Clodoaldo, 32/2ºT) . Técnico: Roberto Fernandes.

PALMEIRAS: Marcos; Gustavo, Gladstone e Martinez; Élder Granja, Sandro Silva, Pierre (Léo Lima, Intervalo), Diego Souza (Evandro, 24’/2°T) e Leandro; Kléber e Alex Mineiro (Thiago Cunha, 32/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

setembro 28, 2008 - Posted by | Náutico, Palmeiras | , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s